Gerson Q.

Membro
  • Total de itens

    1.206
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Gerson Q.

  • Rank
    Categoria Estrela
  • Data de Nascimento 15-07-1987

Profile Information

  • Gênero
    Male
  • Localização
    Pigs Island
  1. Tem se mostrado bastante coerente. Rebatido todos os pontos clichês de crítica ao seu mandato. Demonstra respeito ao Mustafá, talvez como quase todos os ex-presidentes, mas se posicionou dizendo que o comando é dele. Bancou o Cuca e o Alexandre Mattos qualquer que seja o resultado do Choque Rei. Até agora tô gostando muito. Está me surpreendendo.
  2. Eu nunca vi um apresentador mais babaca do que esse na ESPN, esse tal de João Carlos. #*&! que pariu...
  3. Cara, infelizmente eu não consigo enxergar coerência em "um futebol melhor" e "Borja" num mesmo post.
  4. A torcida queimou o Prass, que poderia ter pego, pelo menos, uns dois pênaltis defensáveis que o Jailson deixou passar. Não fosse a exigência exacerbada da torcida, poderíamos ainda estar na libertadores. Lembro que o mesmo acontecia com o São Marcos, nas fases que ele não estava bem. Só que o santo tinha um lastro que faltou ao Prass. Longe de comparações, óbvio. Mas ninguém contesta que Prass é um monstro! Sabendo que era só uma fase ruim, mesmo assim, pediram sua cabeça. Ingratidão é a palavra diante de tudo o que ele fez por nós. E isso tá sim na conta da torcida. Se esse é um momento de reflexão de tudo o que deu errado em 2017, que não fujamos das nossas responsabilidades. Acredito que a torcida não tem nem 1% de culpa pelo o que aconteceu, mas 1% de culpa já é algo que precisamos rever para cobrar os outros 99% de quem quer que seja.
  5. Borja tem o domínio de bola do Gladstone, a pontaria de Max Pardalzinho, o passe de Rosembrick e a vontade de Diego Sono. Se vocês ainda tem esperanças, tenho péssimas notícias...
  6. Pra quem é apaixonado por esse esporte e quer ir um pouco além de simplesmente torcer, recomendo a leitura do livro A Pirâmide Invertida: a História Tática no Futebol. É escrito por um inglês e considerado a bíblia tática do futebol, influência, dizem, de grandes técnicos como Guardiola e Bielsa. Dentre diversas quebras de conceitos amplamente difundidos pelo senso comum da torcida, há algumas premissas bastante interessantes: 1 - O melhor time não é aquele que tem os melhores jogadores, mas o que não tem os piores. A virtude não está nos extremos, mas no equilíbrio. Esse é um ponto bem notório no nosso time atual em comparação ao do ano passado. Ano passado não tínhamos grandes estrelas, mas nenhum jogador nosso apresentava um mal futebol. O mesmo ocorre esse ano com os gambás. Esse ano, temos, claramente, em sua fase atual, um dos piores atacantes do Brasil (Borja) e um dos piores laterais do Brasil (Egídio). Como a força de uma corrente é sempre dada pelo elo mais fraco, nosso time tem a força medida pelo futebol de Egídio e Borja. Não adianta a gente torcer pelo acaso, em raríssimas vezes esse esporte é decidido pela sorte. Enquanto tivermos jogadores considerados muito abaixo do pior jogador do adversário, perderemos. Ponto final. 2 - Futebol é jogado sem a bola. E aqui temos dois sentidos: (1) quanto menos tempo a bola passar nos pés de um único jogador, melhor; e (2) quanto mais disciplina o time tiver para se posicionar corretamente, dentro do seu desenho tático, quando está sem a bola, maior é a possibilidade do outro time não ser efetivo. Não se ganha apenas por fazer gol, mas, sobretudo, por não levar. Disciplina tática requer treinamento e entrosamento. Com o atual rodízio do elenco entre campeonatos e a falta absoluta de tempo pra treinar, jamais saberemos como nos comportar sem a bola. A prova disso é o nosso time dito reserva, no jogo contra o Sport. O entrosamento maior de quem treina mais (por não jogar os jogos oficiais) e de quem se conhece mais, deu uma verdadeira aula em campo. Uma das melhores partidas do Palmeiras no ano. Depois que li esse livro (no início do ano), nunca mais enxerguei o futebol da mesma maneira e começo a perceber quando a nossa torcida está sendo injusta com outros jogadores (que não os piores) ou com a comissão técnica. Hoje, quando vejo o time com Egídio e Borja, meu lado torcedor até acredita na vitória, mas a razão me faz procurar alguém pior que eles no time adversário. Espero que a eliminação de hoje possa fazer Cuca ter tempo de treinar e definir o time padrão pro andamento do Brasileirão e Libertadores.
  7. Estou morando em Recife e, por aqui, a imprensa local trata esse jogo como clássico. É serio. Já ouvi de três repórteres diferentes. A imprensa, a torcida e o Sport acha que estão no mesmo patamar da gente. Seria muito bom uma goleada nesse time pequeno, ainda que eu ache que é bem inviável pelo futebol que o Palmeiras e o Sport estão demonstrando. Sendo assim, já considero o empate um bom resultado.
  8. Estou morando em Recife e, por aqui, a imprensa local trata esse jogo como clássico. É serio. Já ouvi de três repórteres diferentes. A imprensa, a torcida e o Sport acha que estão no mesmo patamar da gente. Seria muito bom uma goleada nesse time pequeno, ainda que eu ache que é bem inviável pelo futebol que o Palmeiras e o Sport estão demonstrando. Sendo assim, já considero o empate um bom resultado.
  9. Os jogadores que não viajaram pro Rio vão direto de São Paulo para Recife, ou vão continuar sendo poupados pro jogo de quarta-feira pela Copa do Brasil?
  10. Nada de Atibaia. Temos o melhor CT do país. O negócio é intercalar o time inteiro reserva no brasileirão. De modo que o titular sempre terá uma semana cheia de treinamento. É até bom que dá ritmo a quem não está jogando. Resolvemos todos os problemas de uma vez.
  11. PQP! Esse fórum fica insuportável depois de derrota.
  12. Coincidentemente, os piores dos times foram os ex-gambás: Willian, Dracena e Bruno Henrique.
  13. Gabriel joga pela pontas, não tem nada a ver com o que o Cuca procura.
  14. E no fim ainda tem gente culpando o Cuca por não fazer o time jogar. Tá faltando uma análise mais ampla pra essa galera...
  15. Acho que esse jogo só impressiona pelo placar, mas ele foi muito maluco. Palmeiras fez 4, mas o Vasco perdeu gols incríveis.