RoCk7

Membro
  • Total de itens

    350
  • Registro em

  • Última visita

Sobre RoCk7

  • Rank
    Categoria Profissional

Últimos Visitantes

2.186 visualizações
  1. Não é só inflação, existe crescimento real também. A renda do país cresce. Alguns setores são mais beneficiados que outros no crescimento. São muitos fatores. Parece o rico reclamando que antigamente se contratava doméstica por miséria, e que hoje só se sujeitam a trabalhar disso mediante a um custo que praticamente supera 2k. Que absurdo! E, como alguns foristas lembraram, por que não se questionar da diferença de 90 com os jogadores do passado? No limite, quando o futebol era amador, nem salário os jogadores ganhavam.
  2. Acho que você está exagerando em muito do seus comentários. Eu compreendo qualquer das explicações que estão rolando por aí, seja que aquela que ele era torcedor do Júnior, seja a outra que ele está magoado — a torcida não dá nenhum desconto, nem quando o cara tá tendo uma ótima temporada. E outra, se ele continuar metendo gol como está, nem ligo se vai comemorar ou não, rs
  3. Antes fosse só com o Borja. É com o time inteiro — sendo que as das três "pipocadas" no ano, fomos roubados em 1, e na última fomos derrotados pelo grandioso placar de 1x0. Todo o time foi de razoável pra bem hoje, com a exceção de Dudu e Luan. Acrescento que Fernando Prass seria meu titular nesses mata-matas. Incrível a sua segurança nos penalties.
  4. Mas são! E, apesar do contrato, até onde eu sei ainda existe a legislação trabalhista sim em cima da relação jogador - clube. Até mesmo porque, tá sendo julgado justamente pelo tribunal do trabalho. Alguém da área ou que tiver paciência pra pesquisar pode esclarecer isso melhor. Na minha opinião isso ai é insegurança juridica. Isso afeta o país economicamente, e é característica comum de países pobres como o nosso. Diria que é uma causa ou uma conseqüência do nosso subdesenvolvimento, que gera esses episódios aí que você mencionou de anular gol por TV.
  5. Não acho que o Luxa ficou no passado. Ele tem TV por assinatura em casa também, sabe o que acontece na Premier League, etc. O que falta pra ele é vontade de trabalhar, e respeito das outras pessoas — principalmente dos jogadores, onde claro, entra esse ponto que você falou do novo perfil de jogador brasileiro. Tem de sobra soberba e vaidade. Big Phil é algo parecido também. Ele mesmo andou falando que nunca mais trabalharia no Brasil, ao aludir a tal organização que existe lá na China. Na idade que ele tá, depois de tudo que aconteceu, ele se dá ao luxo de não ter que suportar essa pressão daqui, treinando jogador perna de pau e vagabundo. Ingenuidade achar que esses caras não percebem o que 90% da galera que posta no tópico de Futebol Internacional percebe.
  6. Ok, vai lá tentar fazer isso numa empresa privada. O absurdo da decisão é justamente esse descompasso. Estão tentando particularizar a interpretação da lei, justamente por se tratar de um clube de futebol. Isso é um absurdo. Se a lei que rege os contratos de trabalho são as mesmas que eles usam para condenar alhures, tem que valer da mesma forma.
  7. Dessa vez foi muito absurdo mesmo. Foi como se estivesse escrito: "a lei é essa, mas resolvemos dar a decisão dessa forma, porque os fatos já estavam acontecendo há muito tempo e nunca foram reclamados"
  8. Eu vou ficar pensando todo o restante do ano qual seria o desfecho se Scarpa e Arthur continuassem jogando nesse começo. O impacto é muito grande. Perdemos o paulista, já deixamos dois pontos escaparem no Brasileiro, e perdemos a chance de fazer uma campanha perfeita na libertadores na fase de grupos. Scarpa pode não ser craque, mas acho mais decisivo. E creio fortemente que o Arthur pode ser uma revelação gigantesca.
  9. Kaká? Jogou estourado na Copa de 2010, e nunca mais foi o mesmo.
  10. Desde a Copa de 2014 esse esquema 433/4231 virou o metagame (na verdade, antes já era bem usado, como o Cruzeiro bicampeão brasileiro), e todo treinador insiste nessa porcaria. Até pode ser que na Europa, no mais alto nível, seja o melhor esquema. Mas aqui definitivamente não dá, e na boa, não jogamos contra times europeus... A impressão que eu tenho é que quando aparecer algum técnico Brasileiro emplacando o 442 vai dar um vareio em todo mundo.
  11. Estão passando pano para o FM. O Clayson provocou mesmo, mas o gênio foi e revidou com um tapa. Cartão vermelho justo para os dois.
  12. Pelo menos pra mim, que sou petista, é uma mão na roda. Não preciso mais usar o broche do partido quando estou com a camisa do Verdão. E no final do ano, quando derrotarmos o Real, eu coloco o broche ao lado desta, para atualizar o número de conquistas.
  13. O amigo deve estar com um shape absurdo, rs
  14. É só fazer uma comparação percentual com a renda per capta de cada país. Nem fiz conta, mas suspeito que os ingressos lá são mais caros mesmo.
  15. Linda essa segunda. Tomara que vendam aquele modelo coladinho que alguns aqui já reclamaram.