pepe1988

Membro
  • Total de itens

    2.042
  • Registro em

  • Última visita

Sobre pepe1988

  • Rank
    Categoria Estrela

Últimos Visitantes

2.126 visualizações
  1. Desde o começo o Galliote já errou. Ficou fora do clube alguns dias, atrasou renovação do Mattos, perdeu o Roger pro Patético-MG (não entro no mérito da qualidade, mas ele estava certo com o Palmeiras, apalavrado). Enfim, mas o ápice pra mim foi quando deu entrevista após eliminação do torneio de Várzea chamado Libertadores dizendo que 'tudo o que fez qualquer torcedor do Palmeiras também faria'. Na hora pensei, é por isso que torcedor não pode ser presidente. Nenhum torcedor pode. O cara pode amar o clube e a partir do amor pelo clube fazer uma boa gestão. Mas amor não é suficiente. Se eu tivesse, ou se qualquer outro aqui também estivesse, certamente cometeríamos tantos erros quanto o Galliote. Mas aí que está: não somos presidentes, ele é. O Palmeiras é odiado, só ver que SPFC está na zona de rebaixamento mas a manchete dos jornaleiros de plantão é crise no Palmeiras. O Palmeiras sempre foi clube de resistência, enquanto houver união e competência o Palmeiras tem o maior tamanho entre todos os clubes, o Palmeiras é IMPONENTE quando se ergue face à humildade e união de todo seu povo. A torcida se uniu, comparece, apoia. Mas amor e humildade não são suficientes. É necessário competência. E o Galliote tornou o Palmeiras suscetível à ataques, à exposição. O clube que sempre lutou contra, o clube que é MUITO ODIADO sim, não pode enfraquecer de dentro da fora. E nesse aspecto Galliote abriu nossas veias e é por isso que sua gestão é digna de vergonha.
  2. Sempre é possível ganhar esse mundial. No meio do ano começa uma nova temporada na Europa, alguns times perdem peças. Duro é o Real Madrid que está criando uma hegemonia absurda. Gambazada ganhou aquele título porque, não sei se vocês lembram, mas o Chelsea havia sido campeão mas foi desmontado. Inclusive, o técnico era outro e o Benitez estava numa crise violenta com o time. Pegaram o clube em frangalhos e mesmo assim fizeram só 1x0.
  3. Willian melhor contratação do ano. Elenco precisa ser renovado pro ano que vem.
  4. Eu transbordei de alegria por derrotar esse maldito clube, mas não tem como deixar de lado que quando estava 1x0 eles poderiam ter feito 2x0 naquela bola na trave. No segundo tempo, tiveram outras oportunidades. Meu ponto é que o nosso time não evoluiu nada o ano inteiro. 'Futeboliscamente' falando é um ano para ser esquecido. A torcida que é apaixonada e acompanha por amor, e o time muitas vezes venceu por causa de todo o imenso apoio do torcedor. Mas o 3x0 pra PP, 3x0 primeiro tempo contra Cruzeiro. São muitos jogos para pontuar aqui. Palmeiras esse ano não encaixou absolutamente nada. E o jogo contra o SP teve muito disso. Muitas falhas. Não é possível que o Cuca não treine essa defesa, são jogos seguidos de falhas e mais falhas, os laterais são péssimos. Cuca precisa achar algo que não seja o esquema que ele está tentando colocar há meses e não dá certo. Precisa trabalhar pra 2018 e achar algo melhor que isso. Sinceramente? Não é possível que o Cuca, com tantos anos de experiência como técnico, não consiga evoluir e tentar achar um meio caminho para o Palmeiras se sobressair. Ano passado ele foi genial, brilhante. Mas é preciso evolução. Eu espero muito que ele traga novos conceitos para a temporada de 2018.
  5. Sistema defensivo me preocupa demais. Foi uma semana livre, poderia ter entrado com Mayke. Eu tenho enormes dúvidas sobre algumas preferências do Cuca, não consigo chegar à conclusão do porquê não escala o que tem de melhor, ora acho que estão querendo derruba-lo, mas a verdade é que ele ainda não acredita no trabalho, passaram-se meses de sua chegada e não há convicção. Isso afeta o conjunto da obra como um todo.
  6. Galliote poderia sair hoje do Palmeiras. Uma coisa que todos esquecem é que logo que assumiu a presidência, ele simplesmente sumiu por vários dias. Ficamos aqui especulando sobre técnico, mas a verdade é que ele viajou sem mesmo definir a permanência do Mattos. O que muitos não sabem é que o Palmeiras estava apalavrado com o Roger, mas a viagem do Galliote e a ausência de resposta fez ele ir pro Galo. Quando voltou, só havia a opção do Baptista. Contratou o cara e perdeu o Valentim. O planejamento todo foi feito em cima do Baptista, que é um péssimo técnico (acabou de sair uma entrevista com dirigente da CAP dizendo que o problema não eram os resultados - mas sim a forma como o técnico trabalhava). O Palmeiras fez todo o planejamento em cima do EB, e chegamos no meio do ano sem planejamento algum. Temos um time que as peças não encaixam, não temos meio campo, porque estamos já usando o Guerra no limite, pois está atuando em quase todas as partidas (salvo após o acidente de seu filho). O Galliote nesse ínterim foi viajar com a delegação brasileira pra Austrália - o time em crise e as histórias sobre vazamentos eclodindo. Agora, mais uma vez outra viagem pra Europa com o intuito de passeio (usando a desculpa de acertar a ida do Vitinho ao Barcelona - me pergunto qual a utilidade disso para a nossa temporada e o bom ambiente do Palmeiras, que no momento é mais importante que qualquer boa relação com time europeu). Enfim, isso aqui é um desabafo. Eu acho que o Galliote não serve pra presidente da SEP. E ultimamente, toda essa efervescência política no clube me fez desanimar absurdo sobre tudo, até porque o futebol é meu ópio, meu alívio. Não consigo compreender como um clube que roeu por anos o osso seco, comendo o pão que o diabo amassou, não pode ter paz por mais de dois anos, a menos que seja administrado por um cara como o Nobre, que concentrava as coisas em sua mão completamente. Sinceramente? Fica o desejo de ver o Palmeiras se tornando uma empresa, com ações e tudo mais. É muito difícil pra um apaixonado entender que todos os frutos de uma longa reconstrução (e aqui me vem a mente aquele fatídico, cruel e desesperador jogo contra a CAP na última rodada do BR 14, que poderíamos ter caído pela terceira vez) podem ser mitigados por um presidente medroso, que se esconde no rabo da saia de ratos que torcem pra derrotas do clube, que veem o clube como caixa, não dádiva e amor. Não consigo aceitar em mim que o clube pode regredir nas mãos de um único cara. Por isso acho que o modelo de administração deveria ser como o feito na Juventus da Itália, porque aí você transforma o clube em empresa e não tem mais ego, é questão de exposição e vitórias para que isso tenha êxito. Aquele jogo contra a CAP no dia 08/12/14 não pode ser esquecido assim. O clube da resistência não pode ceder aos mandos e desmandos novamente.
  7. Na base da superação são vários jogos. Coisa de 4 com viradas épicas, empate improváveis, gols no último minuto. Mas de futebol bem jogado os 90 min? Destaco o início de uma neutralização defensiva que o time começou a apresentar desde o jogo contra o Santos, sofrendo poucos riscos de sofrer gol. Mas do meio pra frente não funcionamos, somente conseguimos algo bom quando o Guedes tá inspirado e na base de sua raça o time avança e faz um ou outro gol. Mas até a base defensiva está passando apuros por causa das laterais. Ainda não conseguimos encaixar o esquema defensivo e do meio pra frente ainda não existimos, salvo inspiração de Guedes ou Dudu (este contra o Cruzeiro, no caso).
  8. Presidente do Sport deu outra entrevista, reiterou permanência do DS. Foi correto na resposta, agradeceu o interesse mas disse que o jogador fica. Acho melhor encerrar esse assunto mesmo e partir pra outra. Palmeiras poderia focar em achar algum lateral esquerdo. De atacante vamo com o que temos.
  9. Vem Ibra! kkkkkkkkkkkkkkkkk imagina só o Cuca colocando o Ibra pra marcar. Banco se não recompor rapá! kkkkkkkkkkkkkkkkkk Pitbull representou nessa
  10. A imagem fala por si só. Quantos foram os comentaristas que analisando o 3x3 contra o Cruzeiro ficaram trazendo à memória Vitória, Coritiba, Asa... A torcida se permitiu o novo. Quando que aos outros também se permitirá ver o Palmeiras como ele é, e não como querem? Até quando essa perseguição que ludibria o torcedor e cria a falsa imagem de um clube que hoje é exemplo pro Brasil? Fonte: Palmeiras/BR
  11. Novela chata demais. Tudo parece tão simples. Sim ou não, quer não quer.
  12. A verdade é que usou quem poderia ter usado. Três não poderiam ser inscritos.
  13. Obrigado por eu estar vivo e poder ver o Palmeiras assim. Muito triste quem se foi antes de voltarmos a ser como sempre fomos, todo palmeirense que já viveu merecia ter conhecido o Dudu. Nota 10 pra esse cara, maior ídolo que vivo pude ver jogar com nossa camisa.
  14. Estou com 28 anos. Comecei a acompanhar com consciência mesmo a partir de 1998. Para mim, ele é o maior jogador que vestiu a camisa do Palmeiras em todos esses anos que acompanho. Não existe outro. Tem o Marcão e o Dudu. Outros tantos jogadores deram alegrias, por muitos anos até poucas alegrias, mas nenhum é igual esse cara. O renascimento do clube que envolve a vinda do Dudu; os questionamentos em cima dele, o chapéu, os gols em finais, o fato de ser capitão: pra mim é o maior ídolo que acompanhei, falo isso sem ressalva alguma, digo de coração mesmo.
  15. Antes seria contrário, pelo passado que não deu certo. Mas, é o clube que ele mais jogou na carreira. Cx voltou e se conseguiu dois títulos, sendo importante no Brasil Está motivado pela seleção. Acho que essa parada da seleção é o mais importante. Cara vem pra confirmar vaga na copa.