JeanSOuro

Membro
  • Total de itens

    20
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que JeanSOuro postou

  1. Concordo que Dudu deva deixar o Palmeiras mas não ao fim do Brasileiro 2018. Creio que haja uma transição planejada (inclusive no jeito do time jogar, com um pouco mais de variação tática) com a vinda do Arthur que hoje está no Ceará. Há algumas características parecidas (ALGUMAS e PARECIDAS), mesmo sendo um jogador mais centralizado, tem grande incisividade e habilidade quando com a bola nos pés. Outra coisa... Não vi nada mais sobre o desfecho do Keno no time egípcio, de repente algo pode surgir com relação a isso também (caso possível). De repente até o meio do ano, na janela internacional de negociações, poderemos contar com Dudu e de acordo com o que estiver ocorrendo no momento até uma prorrogação até o final de 2019. Tudo passa ainda pelo desfecho do BR 2018 e, obviamente, pela vontade do jogador. E óbvio que também haverá o famoso pacote de negociações (idas e vindas), então há muita água para rolar ainda. Minha vontade é que fique por mais um ano, com fome de títulos e fazendo a diferença que lhe é inerente. Enviado de meu ASUS_Z017DC usando o Tapatalk
  2. Valdívia teve sua época e aproveitou do jeito que bem lhe conveio, hoje continua fazendo o que lhe apetece dentro do que lhe é permitido onde está. E que lá continue e boa sorte em sua jornada, menos contra nós. Se fosse esse jogador todo teria mercado em grandes centros e em grandes clubes europeus em seu "auge". Teve seus lampejos de craque e nada além. Ajudou em muitas oportunidades e também atrapalhou. Na minha opinião ficou no "1x1" dentro da história do Palmeiras. Pegou uma época de vacas magras e se destacou, é verdade, mas isso se vê em quaisquer clubes que o elenco é mediano ou fraco. É natural o destaque, até porque a bola sempre será colocada nos pés de quem tem uma técnica mais apurada e assim, vez ou outra, vai acabar decidindo esse ou aquele jogo. Mudando o foco, para o jogo de amanhã, estou bem confiante, bastando jogar com capricho nos passes, principalmente na transição defesa/ataque e passe final para que o ataque possa concluir com mais tranquilidade. É não descuidar e caprichar que fatalmente a qualidade do conjunto e também a individual se converte em resultado.
  3. Setorista do Boca... Alguém viu algo sobre isso?
  4. Por assim dizer...
  5. Muahahahahahahahaha. Vai falar que não surgiu/surgiria um leve sorriso de canto de boca ao ler/(ter) lido algo similar.
  6. Errata: Errei no comentário que foi sem duas citações sobre a (de novo) pedida do Valdivia e o comentário de um outro forista, dizendo que o Palmeiras tinha um câncer e foi curado (uma analogia). Mea culpa.
  7. Mustafá foi comer grama pela raiz? Isso seria melhor para o Palmeiras que a vinda de qualquer jogador. Não estou desejando a morte de ninguém, apenas conjecturando.
  8. Esses pontos citados são os que vivo comentando, não aos rivais, esses vão ficar de conversa fiada e piadas inócuas, mas sim aos próprios torcedores do Palestra que muitas vezes entram na pilha de adversários/imprensa (desculpem o pleonasmo). Creio que há de se fazer com que a mentalidade de parte da torcida mude para que, inclusive, haja essa continuidade com o mínimo de interferência externa e também auxiliar em mudanças internas (política/estatuto).
  9. Vem pra ser ídolo. Muahahahahahahahaha Enviado de meu ASUS_Z017DC usando Tapatalk
  10. Podem até não ser craques, até porque teria que haver um comparativo do que era um craque nessa época, mas não eram uns quaisquer jogando ao lado do Maradona, é isso que estou dizendo, óbvio que Pelé teve companheiros muito acima dos que Maradona teve, assim como o Messi tem companheiros abaixo do que Maradona teve, partindo desse princípio a que conclusão se chega? Creio que é assunto para a arquibancada, até porque é um assunto infindável. Mas vale lembrar o legado que cada um dos citados deixou.
  11. Passarella, Borghi, Ruggeri e Burruchaga... Maradona não tinha ninguém em 86?
  12. Me refiro aos adversários enfrentados por Pelé e Maradona, basta ver quem eram e o que foi feito por esses adversários e ver o que temos hoje. É sim, Messi joga com perebas, se comparar com o nível que se tinha no passado (opinião pessoal).
  13. Em compensação os principais times/seleções da época (Pelé/Maradona) também eram verdadeiros esquadrões. Creio que seria melhor a análise se não só comparar cada jogador em seus times/seleções, mas também contra quem disputavam, assim como a qualidade (que vinha em grande quantidade) dos adversários em questão. Apenas um ponto de vista/adendo à sua colocação.
  14. Ronaldo Gaúcho teve um fator que colaborou para que sua carreira não tivesse a continuidade que era merecida: Assis. No mais foi fora de série e pintou e bordou dentro e fora de campo.
  15. Estava me baseando por essa notícia: http://larepublica.pe/deportes/1163227-en-brasil-situan-a-jefferson-farfan-en-el-palmeiras Mas já vi outra que corta o embalo: http://libero.pe/futbol-internacional/1163578-jefferson-farfan-director-deportivo-de-palmeiras-se-pronuncio-sobre-interes-por-el-peruano Ambas de dezembro de 2017. Resumo da ópera: especulações!
  16. E esse papo de Farfan negociando com o Palmeiras. Procede? Enviado de meu ASUS_Z017DC usando Tapatalk
  17. Exatamente aí é o ponto. O "Hoje" vai (por via de regra) até a "meia noite", ficou redundante. Mas isso é só jogar conversa fora, de minha parte.
  18. Realmente o interesse do jogador está latente em regressar ao país e, assim sendo, em breve haverá novidades. Caso não surja nenhum aporte financeiro especial noutras agremiações (pool de torcedores investidores ou empresa com patrocínio pontual) vejo grandes as chances de o jogador integrar o plantel palestrino em 2018, até porque é nítido e notório por parte de nossa diretoria o interesse no jogador.
  19. Creio que manter seja o ideal, e se houver algo que deva ser feito que seja de forma pontual, punindo conforme as regras e não extirpando em sua totalidade o tópico.
  20. Aí surge a pergunta que não quer calar: "...hoje até meia noite..." não é um pleonasmo?