Palestra1999

Membro
  • Total de itens

    252
  • Registro em

  • Última visita

1 Seguidor

Sobre Palestra1999

  • Rank
    Categoria Profissional

Profile Information

  • Gênero
    Masculino
  • Localização
    Curitiba

Últimos Visitantes

458 visualizações
  1. O que nos quebrou é que os bambis estão com consistência e tem uma tabela favorável no início do returno. Temos que no mínimo manter a diferença quando a situação se inverter. É difícil, mas ainda dá.
  2. Se engana quem pensa que o Paulo Nobre era tão alinhado com o Mustafá como estão apregoando. Paulo Nobre, diferentemente da Leila, sempre viveu e respirou o clube. Não é um elemento estranho ao clube. Com tempo de SÓCIO e vivência que todos sabem e não questionam. Além de que, todos sabiam das suas intenções frente ao clube. Seu amor pelo clube era evidenciado em cada ação. Mas o principal: Paulo Nobre sempre pensou em prol do Palmeiras. Centralizador e conhecido por ser sempre o último a dar a palavra. Errado ou não, não é igual ao atual presidente banana e marionete da Leila. PN, por vezes tomava o clube como seu, mas muitas vezes era pensando única e exclusivamente no bem do "grande amor da sua vida"(como o próprio disse). Bateu na T.O -cortando regalias (primeiro e único presidente que fez isso), peitou muitos opositores e por 4 anos governou com tamanha tranquilidade, coisa que jamais vi na história política palestrina. A ponto de sufocar qualquer motim, antes mesmo de idealizações dos mesmos. Elegeu seu candidato sem resistência e oposição. Elevou-nos a um patamar do qual nunca deveríamos ter saído. AVANTI, peitou a cbf/arbitragem/Flamengo e o diabo a 4 na reta decisiva do br 2016, peitou a RGT na tv e etc. Profissionalizou o clube, tirando conselheiros de cargos importantes pro andar do futebol. Sem "composições", favores. Sem comprar ninguém. Incomparável com a ajuda que a Leila recebeu do Sapão e o modus operandi pra se fortalecer$ no clube.
  3. Muitos apoiam a Leila e esquecem como ela adentrou na política do clube. Não tinha tempo suficiente de sócia, não é palmeirense e se aliou ao Mustafá para tal, em mais uma das várias canetadas do ser mais sórdido da nossa política. Jogou o estatuto no lixo e pisou na nossa história. Nos rebaixou moralmente na mídia algumas vezes, como se o que ela faz pelo Palmeiras fosse caridade e como se não tivéssemos condições de caminhar com as próprias pernas. Além disso, pretensão política que no início era negada e agora não. Além de que, todos os oposicionistas (dos quais faço parte), mesmo que boa parte não sejam alinhados com Mustafá e suas crias, são considerados inimigos. E por último, não menos importante, detestada pelo Paulo Nobre, do qual sou adepto e confio. Palmeiras sem você, continua sendo o Palmeiras, Leila. Você sem o Palmeiras não seria 1/100 do que é conhecida. Nem suas empresas.
  4. Fico imaginando uma arbitragem do Paulo César de Oliveira e com o Simon no VAR no tempo que apitavam, num jogo do Palmeiras
  5. Time foi ok. Fez 2 gols, controlou o jogo e garantiu o placar. Parecia mais leve. Destaques: Bruno Henrique-mais uma bela partida desse rapaz. Calando a minha boca (espero que assim continue). Jogador com chegada na área, dinâmico e de bom passe/chute. Arthur-velocidade, força e chute. Não é novidade pra quem acompanhou ele no Londrina e na carreira. É um bom jogador e interessante pra um jogo de velocidade, contra ataque e de passagens. Deve, e será utilizado pelo Big Phil pelas características. Lucas Lima- retomando o futebol pós copa. Fez 2 gols desde então, mais participativo, dando bons passes. Moisés- destaco o físico e a entrega desse rapaz. Parece estar cada vez mais perto da velha forma que conhecemos e que o consagrou em 2016. Boa notícia.
  6. Wesley cumpriu a cartilha de auxilar. Colocou jogadores que conhecia, soltou o time e garantiu os 3 pontos. Fez o beabá e o básico. Quisera que todos os jogos e a maioria dos treinadores que aqui passaram e não deram certo, fizessem isso.
  7. Mais genuínos que a Leila sim. E ainda do grupo do Paulo Nobre. Esse sim, o maior palmeirense que conheço
  8. ou essa mulher ser limada e chutada do clube. O Palmeiras não é dela.
  9. Como todos sabem, dos 4 vice presidentes eleitos pro mandato do Galiotte, 3 se afastaram por lealdade ao Paulo Nobre, que foi sacaneado e traído pra se abraçar a patife Leila Pereira, que mais uma vez aparece na mídia ameaçando o clube que diz "torcer". Está mais que claro que a guerra envolve não só o Mustafá, mas também o grupo do Paulo Nobre. E eu apoio esse último. Segue a entrevista. NOTA DE REPÚDIO O Palmeiras NÃO pode ser refém de ninguém! Por entender que ninguém pode se considerar acima da Sociedade Esportiva Palmeiras, vimos a público manifestar nosso repúdio às declarações da “conselheira” (?) Leila Melani Pereira ao UOL, nesta quinta, 26.... Ninguém que é VERDADEIRAMENTE torcedor da S.E.P. pode aceitar que nosso clube seja, mais uma vez, coagido. Sobretudo colocado sob o revólver do poder econômico por conta de interesses e gostos particulares ou vaidades pessoais. Chantagear o que alega ser seu time de coração afirmando que só manteria sua “ajuda financeira” caso seus amigos continuem na gestão não é atitude de um palmeirense genuíno. Nosso alviverde é maior do que preferências individuais, amigos ou inimigos. A Crefisa e a FAM patrocinam a S.E.P. por conta do que representamos, pela força da nossa camisa e pelo tamanho da nossa torcida, não é, cara “conselheira”(?) ? Não somos hipócritas ou insanos para dizer que essa relação comercial é ruim para o clube. Porque não é. Queremos, inclusive, que ela continue por muitos e muitos anos, apesar de a senhora insistir em dizer que paga um valor acima do mercado, o que também repudiamos. O Palmeiras não é seu e é grande há mais de cem anos, senhora Leila, INDEPENDENTEMENTE de quem seja o presidente ou o patrocinador. Não damos o direito a nenhum parceiro, por maior que seja o tamanho do investimento, de achar que isso compra nosso clube. Pode comprar outros, nunca o Palmeiras. A senhora não vai nos ameaçar ou achar que somos seus reféns. Não entendemos em que momento casuísmo e modernidade passaram a ser sinônimos na língua portuguesa. Mandato de três anos pode não ser um avanço. Usa-lo como subterfúgio para interesses próprios é um crime contra a S.E.P. O que explica essa ostensiva campanha para que essa mudança se aplique já na próxima gestão, cara “conselheira”(?) ? Por que não faz o mesmo esforço para que sejam alteradas as regras para conselheiros (de fato e de direito) vitalícios? Lutar pelo aumento IMEDIATO do mandato de três anos, sendo que isso lhe possibilitaria ser candidata já no pleito seguinte, é apenas coincidência? Se não for, lançamos um desafio à “conselheira”(?) Leila Medjalani Pereira: prometa e registre em cartório que não usará essa mudança em benefício próprio e que não será candidata à presidência em 2022. Seja clara com o torcedor e com os sócios do clube e escolha um lado: defenderá os interesses da SEP, sua OBRIGAÇÃO como conselheira, ou os da sua empresa? A senhora não aceitará os desafios. A senhora nem se importa com o cristalino e absurdo conflito de interesse que é ser “conselheira” (?) e patrocinadora ao mesmo tempo. Conflito que se ampliaria exponencialmente caso a senhora se tornasse presidente. Mas não a culpamos por isso. Afinal, nem seus amigos presidentes dos poderes executivo e deliberativo vêem problema. Aliás, como “conselheira eleita”(?), a senhora ajudaria na busca de novos patrocinadores caso tire a Crefisa e a FAM do clube? Como vice-presidentes legítimos, eleitos e com comprovado tempo de sócio e de conselheiro, não ficaremos de braços cruzados enquanto a senhora tenta comprar o Palmeiras.Exmo. presidente Maurício Precivalle Galiotte: o senhor ficará de braços cruzados e boca fechada ou vai, pela primeira vez em seu mandato, defender o nosso amado clube para confrontar a “conselheira”(?) Leila Medjalani Pereira? O senhor vai deixar o clube ser chantageado publicamente mais uma vez pelo “parceiro”? Até quando uma “conselheira” (?) será a porta-voz da sua gestão? Independentemente de seus interesses políticos, temos que olhar única e exclusivamente para o bem da S.E.P., não para projetos pessoais.Nem a sede de poder da senhora Leila nem a sua omissão, caro presidente, podem tirar do nosso apaixonado torcedor, o posto de ÚNICO, LEGÍTIMO e VERDADEIRO dono da Sociedade Esportiva Palmeiras. Genaro Marino Neto 1º Vice-Presidente Victor Fruges 3º Vice-Presidente José Carlos Tomaselli 4º Vice-Presidente... -
  10. E a operação feita antes era errada e poderia dar problemas futuros. O otário Mustafá denunciou pensando em política, mas no fim das contas fez um bem ao Palmeiras. Não quero meu clube participando de falcatruas e podendo se envolver em problemas futuros. Os mesmos que o xingam e lamentam que isso tenha acontecido, não devem reclamar de corrupção ou de demais problemas do tipo que assolam nosso país.
  11. A mesma entrou no conselho do clube de forma ilegal, rasgando o estatuto e pisando na nossa história. Canetada do Mustafá. Da mesma estirpe dele. Comprou sua eleição e continua comprando conselheiros e sócios. Sem conta que ela não é palmeirense, fala como responsável pelo clube ou do clube e esquece que o papel dela é somente de patrocinadora. Não tem que dar entrevista pra programas de televisão esportivos como faz. Não é a função dela. Isso quando não nos rebaixa perante aos outros, ou solta essas pérolas de entrevistas tipo agora. Nada hábil fazer esse tipo de coisa. E por último, mas não menos importante, Paulo Nobre não gosta dela. E não confia. Eu estou com ele e acredito nele. Ele sabe o modus operandi e deve imaginar as ambições dela frente ao clube.
  12. É, cabras. A situação é caótica. O Palmeiras é um barco à deriva. Presidente omisso, bundão, marionete da Leila e que não entende bulufas nenhuma de futebol. O diretor de futebol, Alexandre Mattos, comete erros atrás de erros. Defende o modernão na terça e demitem-no na quarta. Qualquer pessoa em sã consciência, acompanhava o retrocesso e a dificuldade do time antes da parada da copa. O que fizeram? Mantiveram o cara e jogaram 35 DIAS NO LIXO. Momento que seria crucial pra colocar no trilho, não foi feito. Soma-se a isso, a venda de jogadores e as reposições que sequer ocorreram. E ainda assim tem gente que defende o trabalho do diretor de forma incontestável, mesmo que isso tenha custado 2 anos do clube em fase boa financeiramente e estruturalmente e jogados no lixo. E pra finalizar, um elenco com o intragável felipe melo e outras "estrelas" acomodadas é fadado ao fracasso. Bundões. Amarelões. As opções no mercado são quase que inexistentes. O contrato com o próximo treinador, na lógica, deve ser até o final do ano, visto que há eleições e não sabemos quem será o próximo presidente (idealizamos quem queremos que seja) De verdade, 2018 foi decepcionante. Espero que o Maurício Galiotte não se eleja e que o PN, ou alguém do grupo dele volte. Não dá pro Palmeiras ficar a mercê de Leilas Pereiras, Mustafás e outros patifes. Lamentavél
  13. Só Big Phil ou Big Abel encaixam no momento bombeiro pra apagar o fogo e cobrar esses jogadores bundões e acomodados. Nada de novatos e modernões.
  14. O que me espanta é a passividade da direção do clube. Alguns dão a demissão do Roger como o único problema e como a maior solução. Pera lá. Falta-se convicção total por parte da diretoria. Estamos indo pro 8 técnico da era Alexandre Mattos. E pior, nesse ano a rota teve oportunidade de ser corrigida duas vezes: pós final com os gambás e na parada da copa. O diretor gastador parece ter perdido a mão tanto pra contratar jogador, quanto pra contratar treinador. Soma-se a isso, um presidente banana que nada entende de futebol. A ver.
  15. Demitido mas que se ateste. A diretoria está perdidinha e sem convicção alguma. Ontem o idolatrado Mattos bancou o Modernão. Hoje demitiu. 3 jogos após a copa. Por que não fizeram isso antes? Muito amadorismo, pqp