Kevin Palestra

Membro
  • Total de itens

    18
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Kevin Palestra

  • Rank
    Categoria Iniciante
  • Data de Nascimento 10-01-1989

Profile Information

  • Gênero
    Masculino
  • Localização
    Curitiba
  1. VL: Já tinha jogado muito em vários jogos. Defende muito, sai jogando muito bem, e ataca em bom nível. Se alguém falar que o Diogo Barbosa é titular, eu vou dizer que não asstiu jogo algum do Palmeiras esse ano. E o AC, fora o gol, que tranquilidade. Ele saiu jogando muito bem em muitos momentos. Foi seguro e quando necessário, bica pra frente. Mas tem muita qualidade. Hoje, na minha zaga titular, o AC ta incluso.
  2. Adoro essas novas tecnologias de analises. Na NBA, uma empresa desenvolveu um software que lê os movimentos do atleta, mostrando qual a porcentagem de erros e acertos individuais dele naquele movimento, e quais outros movimentos esse atleta poderia ter realizado com maior eficácia. Esse software identifica automaticamente algumas centenas de movimentos. E a título de curiosidade, pesquisei aqui um pouco sobre o assunto, encontrei um artigo interessante e descobri que a sigla para Centro de Inteligência em inglês também é CIP, de Competition Information Providers. Não deve ser coincidência que a SEP escolheu o nome.
  3. A sua tese tem sentido, sendo que os clubes jogam até 80 jogos no ano. Mas registros históricos mostram que nos anos 80 e 90, principalmente, os times chegavam a jogar até 100 jogos no ano. Acredito que a mudança de talento para porte físico se deu por: evolução da velocidade do jogo; maior procura do mercado europeu por jogadores fortes.
  4. A mídia apenas repete um discurso que veio de fora. Com a estruturação das principais ligas europeias nesse formato, o Brasil também o fez. A grande questão é que pontos corridos, uma derrota pode ser recuperada com algumas vitórias. Pontos corridos premiam equipes que conseguem mais vitórias. E essas equipes precisam ser bem organizadas, ter alguma estratégia, ou se esforçar muito além das demais para conseguir essas vitórias. Agora, mata-mata... Repito o que disse no outro tópico, e me dói muito dizer isso: o pior time da história do Palmeiras ganhou a copa do Brasil em 2012. Isso por si já demonstra como essa competição é irregular. Times como Santo André e Criciúma conseguiram ganhar. Parece que o melhor nunca ganha.
  5. A libertadores sempre tem problemas de administração, por causa da Conmembol que consegue ser pior que a CBF. Se a Conmembol fosse séria, a Libertadores seria muito mais lucrativa. O negócio da Libertadores se chama status. Já a Copa do Brasil nunca foi grande coisa. Tanto que o pior time da história do Palmeiras conseguiu ganhar em 2012, e de times melhores naquele ano. O campeonato que eu considero mais importante é o Brasileirão. E mesmo esse nunca será certeza de títulos.
  6. Realmente, um mata-mata mobiliza mais a imprensa, e portanto, os torcedores. Em um sistema de pontos corridos, o dinheiro é um fator importante para definir os times do topo da tabela, mas não é determinante, principalmente no Brasil. O problema do sistema de mata-mata é que quem fica fora, perde dinheiro e recebe a alcunha de eliminado, gerando crises, demissão de algum técnico e a fúria da torcida. Eu particularmente gosto dos dois principais campeonatos do Brasil. E de longe, o mais importante é o campeonato Brasileiro. A copa do Brasil já teve alguns campeões que ganharam só na raça, como o próprio Palmeiras no ano da queda. Aquele time, por maior que seja minha gratidão, era ruim demais. Eu prefiro que os campeonatos tenham premiados como campeões, os melhores times.
  7. Como o Tongue respondeu perfeitamente, não se trata de não poder criticar. Mas a crítica pela crítica não serve para nada. Falar que o Borja é grosso é muito pouco para uma argumentação. Vamos falar quantas vezes ele gerou uma perda de posse de bola. Quantas vezes ele deu opções de passe. Quantos passes ou dribles ele acertou, ou errou que foram importantes no jogo. Só falar "eu vi o jogo", "eu estava lá" para mim, não é suficiente para me convencer. Me lembra um jornalista fraco da Fox que fala isso para argumentar suas críticas.
  8. Realmente, ele encontra-se muito tímido no ataque. Acredito que se deva a alguma orientação do Róger. O nosso comandante não gosta muito de cruzamentos aleatórios. Ele prefere jogadas bem trabalhadas. Ainda espero ver mais desse time, e do Marcos Rocha.
  9. Bom. Para acrescentar qualidade a essa discussão, eu fui rever os melhores momentos, nos 4 jogos em que o Marcos Rocha estava em campo. Reitero que também tenho minhas desconfianças em cima dele. Assisti todos os jogos até agora, mas fui rever os melhores momentos para poder me embasar melhor. Listei abaixo os lances de perigo que a nossa defesa sofreu, e qual era o jogador responsável pelo setor, mais próximo da bola (não necessariamente falhou). Os lances são passíveis de interpretação, portanto fiquem a vontade para discutir os mesmos. Palmeiras x Santo André 1º Lance pela direita (Marcos Rocha). 2º Chute de longe, pela meia direita da defesa (Willian). 3º Escanteio. 4º Gol pela direita (Antônio Carlos e Tchê²) 5º Cruzamento pela esquerda (Thiago Santos) 6º Cruzamento pela esquerda (Lucas Lima) Botafogo-SP x Palmeiras 1º Chute pela esquerda (Vitor Luis) 2º Chute pelo meio (Tche²) 3º Chute de bola parada, direto para o gol. 4º Cruzamento pela direita (Marcos Rocha) Bragantino x Palmeiras 1º Chute pelo meio, longe (Felipe Melo) 2º Cruzamento pela esquerda (Michel Bastos) 3º Bola parada sem muito perigo 4º Chute pela esquerda (Tche² e Michel Bastos) 5º Cruzamento pela direita (Lucas Lima) Palmeiras x Santos 1º Chute pela esquerda (Vitor Luis e Thiago Martins) 2º Escanteio (Marcos Rocha) 3º Gol pela direita (Borja, talvez??) Assim, 4 lances de perigo aconteceram pela direita e 6 lances pela esquerda. Ainda reforço que me baseei nos melhores momentos, já que não me recordo dos jogos completos.
  10. 1º gol foi erro do Antônio Carlos e Tchê². 2º gol foi uma bola que saiu, e todos pararam. Foram pela direita, mas nenhum foi falha do MR.
  11. Ei de discordar da sua discordância. O Marcos Rocha vem sendo muito seguro na defesa, e é o vice-líder em desarmes do campeonato, atrás somente do Felipe Mito. Só sofremos por ali quando o Mayke jogou. Ele errou, mas errou pouquíssimo até o presente momento. Também tenho desconfiança, mas não posso critica-lo até agora.
  12. Vendo os gols, esse goleiro do Carabobo merecia jogar no Ibis Sport Club. Falhou muito. E a defesa também é péssima. Se o Guarani passar, só ficarei preocupado com a bola parada.
  13. Meu destaque vai para o Borja. Eu acredito que ele vá fazer uns 30 gols esse ano. Que ele não é habilidoso, já sabemos faz tempo. Mas ele nos deu a vitória hoje. Mas ele não é pior que ceifador e outros por aí. Vai ser o melhor centroavante no Brasil esse ano. Antônio Carlos, acredito que tem muito potencial. Não tem grife, joga seu futebol discreto, mas é muito eficiente na defesa. No mais, o time rendeu o esperado. Venceu sem sustos. Apenas uma pequena desatenção na defesa, e só.
  14. Ontem eu tive um sinal, no site do GE, de que ele pediria música!!!