palmeiras12345

Membro
  • Total de itens

    1.530
  • Registro em

  • Última visita

Sobre palmeiras12345

  • Rank
    Greenblock - Queimem os engomadinhos

Contact Methods

  • Website URL
    http://
  1. Aparecerão ou já apareceram muitas propostas pra ele sim. Valdívia, e tudo que envolve o Palmeiras, gera muita dor de cotovelo, todo jornalista e dirigente desdenha, fala dos problemas, que não vale tudo isso e etc, mas é só aparecer a oportunidade que vão atrás, se contratarem então vai ser um estardalhaço, maior contratação do século. O problema está mais na capacidade de oferecer valores que ele quer que a vontade de oferecer, são pouquíssimos no Brasil que tem cacife pra isso atualmente. Acho que já era, vai acabar no México ou na MLS e se aposentar por lá.
  2. O problema de jogador jovem não é tanto a torcida ou seu futebol estar num nível mínimo, muitos dos jogadores que tiveram carreiras internacionais brilhantes foram jogados na fogueira bem jovens, penaram pra corresponder e conseguiram ganhar seu espaço. O chicote estrala mesmo quando o jogador tem que lidar com a badalação, com a família querendo se grudar, com a conversa adocicada de empresários, assediadores, bajuladores e marias chuteiras que acabam colocando o jogador nas nuvens, se não tiver personalidade forte o cara se desmancha. Nesse ponto, segurar o cara até estar mais velho até ajuda um pouco pois consegue compreender melhor as situações, mas o mais importante, personalidade, o tempo não muda, então pra aquele que não consegue corresponder não varia muito quando vão pra luta. Gabriel parece ter personalidade forte e os empresários dele estão trabalhando bem sua resposta e imagem, seu futebol ainda não nos é útil, mas se tiver chance de jogar, acho que tem que jogar sim. Com o assédio que ele receberá após esse mundial e sua resposta no clube, vamos saber se ele consegue ficar focado. O segundo gol foi passe dele e o 5º gol a jogada se iniciou com um passe de calcanhar dele. Além disso tem o chute dele na trave e o primeiro cartão amarelo também é um contra ataque conduzido por ele. Assisti o jogo e além do mostrado no vídeo, inúmeras chances saíram de jogadas dele. Mas seleção é complicado ver por esse lado, uma boa participação de um jogador não necessariamente influencia pro time no resultado final pois o objetivo dos jogadores em seleção de base é aparecer, cada um quer é fazer gol em jogada individual, firula, jogada bonita e etc, que ajuda a promover o DVD, então o nível de cooperação não ajuda muito certos jogadores.
  3. Essa é a contratação, o cara joga fácil, pode estar mais velho que 2009 mas qualidade técnica jogador não perde com o tempo, e essa é a sua característica decisiva, nos dá uma flexibilidade boa para montar escalações. Eu arriscaria com ele e com o Alecsandro, com ele saindo mais. Parece um ataque travado mas nosso time já tem uma boa velocidade de transição e bons condutores de bola, só faltava mesmo era distribuir corretamente e fazer a ligação com o ataque, a bola chegava rápido no ataque mas depois travava, entretanto, com duas torres gêmeas para segurar a posse da bola nos lançamentos e com a habilidade do Barrios, podemos jogar na base da correria e passes longos/cruzamentos que ainda assim o ataque poderia produzir chances de gol. Outra vantagem é não ter que mudar tanto o esquema tático com o que o time já jogou nessa metade do ano.
  4. Consultando os processos no jusbrasil dá pra notar que uma dezena de empresas entrou com pedidos de execução por serviços não pagos a partir de maio. Pelo nome das empresas e pelo google, foram os últimos serviços de fachada de alumínio, fachada de vidro, gesso, serviços hidráulico, instalação de portas, equipamentos de incêndio, consultorias e etc que estão executando dívidas, os últimos serviços realizados no estádio. Como os valores não são altos e está entrando dinheiro pra Real Arenas, vou chutar que o que ocorre é que a empresa está pagando certas coisas e empurrando seletivamente certas dívidas, e que informou esse procedimento em abril, motivando os processos. Processos da Real Arenas Exeqte: Pires & Giovanetti Engenharia e Arquitetura Ltda Valor da ação: R$ 241.097,83 Exeqte: Domi Jk Ferragens Eireli - Me Valor da ação: R$ 337.025,73 Exeqte: C.g.a. Equipamentos Contra Incêndios Ltda Valor da ação: R$ 18.674,66 Exeqte: Alubond Indústria e Comércio Ltda. Valor da ação: R$ 85.889,66 Reqte: Composite Comércio e Serviços Ltda Epp Valor da ação: R$ 64.552,48 Exeqte: Alquali Esquadrias de Aluminio Ltda Valor da ação: R$ 39.070,34 Reqte: Serbras Servicos de Instalacao Ltda Epp Valor da ação: R$ 13.688,62 Reqte: Wallplac Serviços Auxiliares da Construção Ltda-me Valor da ação: R$ 11.097,50 Reqte: Disbra Diesel Comércio de Derivados de Petróleo Ltda. Valor da ação: R$ 85.525,00 Reqte: Maria da Graça Moreira da Silva Epp. Valor da ação: R$ 99.210,63
  5. Acho que não foi compreendido corretamente os problemas. Do jeito que você está considerando, faz parecer ser uma benfeitoria ou um agrado da diretoria, entretanto o problema que envolveu os PNE no Allianz Parque poderia ser questionada junto ao MP pois tecnicamente pode-se dizer que condicionar os PNE só a setores mais caros é uma forma de negar acessibilidade, o que violaria a constituição federal e a convenção internacional sobre os direitos das pessoas com deficiência. É até comum esse tipo de ocorrência, por cabeçudisse de empresários e funcionários, que quando se vêem limitados pelas condições de estabelecimentos (mais antigos geralmente), empurram os PNEs em setores mais caros e querem repassar o custo do setor, o que é errado e já motivou ações de órgãos do judiciário. Mesmo se foi causado pela não liberação de setores populares para PNE, querer cobrar o valor do setor mais caro foi um ato errado (ilegal até) da diretoria. É interessante que a WTorre lava as mãos quanto a isso no site, dizendo que o valor do ingresso pra deficiente cobra quem organiza o evento: http://www.allianzparque.com.br/sobre/contato Essa situação é bem diferente do caso de cobrar ingressos para crianças de colo, aí sim com todo respaldo legal.
  6. Boa Sorte ao Marcelo Oliveira. Vamos torcer pra ele arrumar pra ontem o esquema tático.
  7. Peraí, como assim foi forçado a aceitar 30%? Ele que propôs os 30% pra evitar pagar salário alto e luvas!!! É cada uma, agora foi forçado? E nem sei porque esse desespero, o que teve de gente defendendo o Nobre e dizendo que não deveria pagar tanto por um aposta, um incógnita, ficaram meses dizendo que não poderia fazer loucura, que não era pra tanto; se é aposta, fogo de palha, qualquer 6 milhão é lucro então tem mais é que comemorar o assédio da Juventus. E pra deixar claro a ordem dos eventos: Resumindo, quando puderam renovar por pouco, ficaram enrolando e pechinchando. Daí entraram outros times na jogada, valorizaram o jogador e os valores foram subindo. Quando se deram conta, ele pediu a quantia de 60 mil reais por mês (com reajustes anuais) mais luvas de 700 mil e trocaram essa "fortuna" por 45% de seu passe pra "não fazer loucura". Será bem irônico se pagarem a multa rescisória pelo jogador, e no "não fazer loucura" trocamos 45 milhões de reais (45% da multa) por 5 milhões economizados em salários em 5 anos (chutando BEM ALTO, exagerando e assumindo que cumpra os 5 anos).
  8. Infelizmente esse esquema tático, com esses jogadores, não parece que vai funcionar. E o Oswaldo se f#### pois não parece ter muitas opções pra variar com esse time. E olha que o time até tentou dar uma mudança, tentaram buscaram espaços no meio campo para mais finalizações de longa distância, tentaram aproximar mais os volantes, entretanto vai ficando manjado, é uma arma de poucos tiros, logo a defesa adversária já começou a marcar a frente da grande área e assim voltou a travar no meio campo e ficar parado nas finalizações. É preciso um esquema tático com mais meias pensantes pois esses atacantes pelas laterais e falso nove não vão criar nada, não conseguem, e até tentam bastante. Valdibres tá rindo a toa, agora vão oferecer uns 2 milhões por mês pra ele.
  9. Discordo do artigo. Acredito que o título parte de uma consideração equivocada da reclamação da torcida e da estatística de finalização. Quando o torcedor em geral reclama de finalização, ele se refere a finalização subjetiva, com intenção real e ação direta. Já a estatística da finalização não pode considerar questões subjetivas para evitar interferência do analisador nos números, então considera tudo que é chute na direção do gol, inclusive finalizações de desespero ou de oportunidade (como rebotes de escanteio) onde a intenção e a chance de gol é mais comedida, o que naturalmente é ignorado pelo torcedor. Isso também influencia na conclusão do artigo pois assim como o número aferido de finalizações não reflete uma intenção subjetiva pelo torcedor/jogador, as finalizações erradas não necessariamente intentam uma chance ao gol pois o jogador pode finaliza por falta de opções de passe/movimentação ou por influência do tempo (desespero), na esperança de a bola "cair dentro do gol", sem uma expectativa significativa de fazer gol. O número de finalizações erradas fora da área pode ser justamente influência das jogadas estarem travando no meio campo. Para uma finalização de fora da área ter mais chance de sucesso é preciso ter espaço para finalizar, espaço para armar o chute e tempo suficiente para armar o chute. Se o time demora a movimentar e deixa a defesa adversária se posicionar, o jogador não consegue encontrar espaços pra finalizar, não consegue avançar e busca passar a bola. Quando a movimentação e as opções de passe/infiltração se esgotam pela aproximação da defesa adversária, o jogador acaba finalizando "no aperto", sem conseguir encaixar uma finalização boa e assim com maior chance de errar, mesmo um bom finalizador de fora da área. A progressão do jogo sob um resultado adverso também influenciam em um número maior de finalizações não ideais de longe por ser a opção mais rápida, o que aumenta também o número de finalizações e finalizações erradas, não necessariamente indicando uma falta de qualidade dos finalizadores, podendo ser uma falta de qualidade das situações de finalização.
  10. Acho que estão interpretando sintomas como a doença e sugerindo a solução pros sintomas e não para a doença. Apesar de ter finalizado pouco, de certa maneira as chances de finalização eram bem pequenas, pela posição, espaço da marcação, tempo para finalizar, distância ou nível de dificuldade da finalização. O time finaliza bastante em situações favoráveis mas tem poucas situações favoráveis durante o jogo, logo, finaliza pouco durante o jogo. Há um certo preciosismo e falta de confiança mas em geral, as situações que não finalizam é pela opção ser ruim mesmo. Um camisa 9 bom pode sim melhorar as finalizações em geral pois um centroavante geralmente tem um nível de confiança e qualidade de finalização maior, logo, possivelmente vai finalizar em mais situações difíceis do que outros jogadores, entretanto, isso não resolve o problema da falta de situações favoráveis. Cristaldo é um jogador que finaliza em situações difíceis mas nem ele consegue fazer muitos gols nesse time. Se apenas contratar um 9 sem resolver isso, basta o adversário anular o 9 e o problema volta. Na minha visão a causa da falta de situações favoráveis a finalizações está ligada a velocidade do time no ataque e perfil dos jogadores pelo qual a bola está passando pra chegar ao ataque. No esquema do Oswaldo, com o time aberto, com transição rápida da defesa pro ataque com a subida dos volantes, o time até avança rápido pois usa da velocidade e presença de mais jogadores para costurar as defesas aproveitando espaços. O problema ocorre na direção, não basta correr, é preciso saber pra onde e pra que, a movimentação e distribuição da bola precisa ser ordenada. Mas como a condução acaba caindo no pé de jogadores sem noção de distribuição e os meias pensantes levam um tempo até aproximar, acabam matando a jogada. Resumo do jogo hoje era o Kelvin, Dudu e Rafael Marques pegando a bola em velocidade, se movimentando/distribuindo pra um ponto ruim da defesa adversária, jogadores ficando sem opções e voltando a bola pra recomeçar o ataque. Nessa demora a defesa adversária já se fechava toda e daí só sobravam como opções rodar a bola até achar um passe/tabela ou cruzar. Ou seja, a correria no final não vale de quase nada pois a maioria das finalizações sai de cruzamentos e tabelas. É preciso que esses jogadores saibam conduzir as jogadas, se não naturalmente, por treinamento. Outra possibilidade, caso os jogadores não consigam absorver o treinamento, é desistir de colocar o fluxo do ataque nos pés desses jogadores e colocar as cabeças pensantes mais a frente, mudando o esquema tático e colocando Valdívia/CX como meia atacante com um armador dedicado.
  11. Quem trabalha em setor de serviços e comércio sabe que a situação está péssima, e muitos colegas e conhecidos na indústria já estão esperando mudanças, demissões. Infelizmente uma retração, ou aumento nos inadimplentes, é algo que ocorreria em algum momento nesse ano pois não tem como uma pessoa que está endividada, com dificuldade para achar emprego ou com contas a pagar pesando e movimento dos negócios despencando colocar um plano de sócio torcedor entre suas prioridades, e tem uma parcela crescente da população nessas condições. O aumento teve uma influência no momento da queda, uma hora todos os programas de todos os clubes vão cair, o nosso caiu antes. Resta saber se os aumentos conseguiram segurar a receita do Avanti no mesmo patamar ou até aumentar.
  12. Você entendeu errado. Não estou igualando o valor do Gabriel ao do Neymar. Essa venda do Neymar é o limite de tabela mas mostra a evolução dos valores, de Kaká por 70 milhões em 2009 pra 100 (provável) pelo Neymar em 2013, mesmo que o Jesus não consiga no limite da tabela, pelos valores de 2013 e a evolução já dá pra imaginar o salto que terá em 2018, e em comparação com a multa rescisória e nossa porcentagem, vamos ficar com uma merreca (9 milhões de euros). OBS: antes tivessem pago as luvas de 1 milhão e mantido os 80% que já eram nossos.
  13. Herdeiro: Além disso também é dono da Bruck, importadora de bebidas.
  14. Só lembrando que o Palmeiras tinha 80% do jogador mas abriu mão pra ficar com 30%, só pra não ter que pagar um salário de 30 mil e luvas de 1 milhão, sendo que hoje recebe 15. E o pior, com uma multa rescisória de 30 milhões de euros. Se o Neymar em 2013 foi vendido por 86 milhões de euros, sendo que especulam que chegou nos 100 milhões (294 milhões na época), imagina quanto não poderia ser vendido o Gabriel Jesus daqui a uns 3-4 anos. Infelizmente já prevejo o prejuízo, uma valor desse poderia mudar o clube mas já era. http://www.lancenet.com.br/palmeiras/palme...1269473189.html