Entre para seguir isso  
Seguidores 0
Djalma Verdão

A Unificação dos Títulos Brasileiros (Polêmicas Vazias)

16 posts neste tópico

Administradores e Moderadores do PTD,

 

Deixarei esse vídeo pendurado por ser altamente didático e elucidativo quanto à Unificação dos Títulos Brasileiros.

 

Derruba qualquer argumento emanado por leigos e/ou clubistas tendenciosos da imprensa.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O que me irrita a respeito desa polemica idiota não eh torcedores de outros clubes dizerem bobagens.E sim palmeirenses ilustres que atuam em grandes canais de televisão ficar propagando bobagens para agradar os colegas de imprensa e para ficar pousando de "imparcial",isso me deixa puto da vida.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Inclusive recomendo muito o canal. O Bruno Formiga é um cara muito inteligente, que sabe conduzir muito bem os assuntos e entende muito de bola.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

O sobre o Mundial de 51 é muito bom também. O cara fala muito bem.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

2017 essa polêmica deverá chegar ao ápice com as conquistas do decampeonato brasileiro

 

o bi da libertadores em cima do Flamengo

 

segundo jogo 3 a 1 palmeiras , gols de Hyoran , dudu e keno

 

o bi mundial em cima da Juventus

 

2 a 0 , gols de Scarpa e egidio

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
O Bruno Formiga é um cara muito inteligente, que sabe conduzir muito bem os assuntos e entende muito de bola.

 

Um dos melhores da atual safra de jornalistas esportivos. E olha que não concordo com muita coisa que ele diz (inclusive com um "Polêmicas Vazias" em que escolheu o Rogério Ceni numa disputa com o Marcão, apesar de dizer que a escolha se deu meramente por gosto pessoal).

 

Jornalista na essência. Não se deixa levar por achismos ou clubismo. O cara vai no cerne das questões, sem sensacionalismo e com embasamento.

 

Ele notadamente não é palmeirense, mas dá de 10 em todos os supostos palmeirenses da mídia, como M. Betting e PVC.

 

 

O sobre o Mundial de 51 é muito bom também. O cara fala muito bem.

 

Ia comentar exatamente isso. Se alguém tiver o link, acrescente ao tópico (e que seja citado no título), pois ele DESTRINCHOU o tema, desconstruindo cada argumento contrário, um a um, sem deixar a menor sombra de dúvidas: o Palmeiras é o primeiro campeão mundial de clubes.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Muito bom!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Antes quase ninguém falava contra essa unificação dos títulos. Até porque falar que Pelé não foi campeão brasileiro seria impossível... Na época nos jornais, quem vencia esses torneios era tratado como campeão brasileiro. E o menor número de jogos não quer dizer nada. A logística de hoje é totalmente diferente daquela época, por isso tinha menos jogos. Os clubes naquela época não poderiam ficar pagando várias viagens de avião.

 

Mas como o Palmeiras voltou com muita força, agora todos os rivais, até mesmo santistas mais jovens se voltam contra. Já que o clube mais próximo do décimo título é o Palmeiras. E isso é uma marca que eles não querem que seja nossa.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

q culpa temos c ganhávamos tudo.

e vamos voltar a ganhar tudo d novo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

quem também escreveu muito bem sobre esse assunto foi o Ugo Girogetti:

 

 

O campeão dos Brasis

Ugo Giorgetti

11 Dezembro 2016

 

O estupor e a dor não se dissiparam, mas o futebol ressurge de sua desgraça e retoma pouco a pouco a vida. Quarta-feira já houve decisão da Copa do Brasil; hoje o Campeonato Brasileiro acaba. O Palmeiras, já campeão, teve pouco tempo para comemorar antes que a tragédia fizesse descer seu véu de tristeza sobre qualquer comemoração. E havia muito que comemorar.

 

A volta do Palmeiras ao pódio dos grandes ganhadores foi significativa por várias razões, a mais importante consolidar o clube como o maior ganhador de Brasileiros da história. Esse feito não é pouca coisa. Não há campeonato no mundo, incluindo os europeus e os regionais americanos, com a dificuldade e a imponência do Brasileiro. Não há competição no mundo que reúna tantas equipes ganhadoras, que são a essência das conquistas do nosso futebol, visando, por direito de grandeza, o primeiro lugar.

 

Contadas de maneira quase arbitrária são quase 15 equipes que ou já ganharam o Brasileiro ou já ganharam diversas vezes. Dentro desse quadro de dificuldades, é um grande feito tê-lo conquistado. Mais ainda ter se tornado seu maior ganhador.

 

Ultimamente as conquistas dos grandes clubes se transformaram numa guerra de palavras, onde os títulos conquistados servem ao mesmo tempo para engrandecer o clube, às vezes até indevidamente, e para desmerecer os feitos dos adversários. Nas camisas são bordadas datas e estrelas desesperadamente para fixar vitórias e títulos, cada estrela se julgando mais brilhante que as dos adversários, frequentemente classificadas como injustas.

 

Pois bem, há muita gente contestando os nove títulos do Palmeiras que o coloca como maior vencedor de Brasileiros. A argumentação usual é que conquistas anteriores a 1971 não seriam campeonatos brasileiros, pois tinham outro nome. O que seriam, então? A menos que se considere que o Brasil de 1959 seja rigorosamente igual ao de 1969 e este idêntico ao de 79, 89, 99, 2009, etc.

 

Esse argumento que crê na noção de um Brasil de proporções e forças idênticas através das décadas não resiste a qualquer análise e é, no mínimo, ingênuo, criado para tentar desmerecer uma conquista que é, acima de tudo, um fato.

 

O Brasil de 1967 tinha suas características próprias. Seu futebol, portanto, estava contido dentro dessas características. Dessa maneira, os títulos conquistados através dos diversos Brasis eram os verdadeiros títulos brasileiros do País daqueles momentos.

 

Obedecendo esse raciocínio, até o velho Torneio Rio-São Paulo, dos primeiros anos, podia ser considerado um verdadeiro Brasileiro, pois durante largo tempo as forças vivas da nação se concentravam em São Paulo e no Rio. Ou alguém duvida disso?

 

Tostão, em seu recente livro, relata de sua chegada em Belo Horizonte depois da eliminação da Copa de 1966, quando o Brasil fez um papel deplorável. Tostão esperava para seu regresso frieza ou indiferença, no máximo. Ficou espantado quando uma multidão o recebeu entusiasticamente no aeroporto. Compreendeu depois que tinha sido o primeiro jogador, jogando por uma equipe de Minas, convocado para uma seleção brasileira.

 

Atenção! Estamos falando de 1966! Essa era a conformação daquele Brasil onde se festejava o simples fato de ter um jogador, fora do eixo Rio-São Paulo, atuando pela seleção brasileira. Muita gente ainda não leva em conta nada disso ao tentar contestar os nove títulos do Palmeiras. É compreensível. No lugar deles eu talvez fizesse a mesma coisa. Como disse antes, estabeleceu-se uma verdadeira batalha de opiniões para valorizar essa ou aquela conquista.

 

No caso do Palmeiras a coisa não é de opinião, mas objetiva: o Palmeiras é o legítimo campeão de quase todos os Brasis, com seus vários rostos modificados ao longo dos anos. Em outras palavras: o País muda, mas seu campeão é sempre o mesmo.

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Um dos melhores da atual safra de jornalistas esportivos. E olha que não concordo com muita coisa que ele diz (inclusive com um "Polêmicas Vazias" em que escolheu o Rogério Ceni numa disputa com o Marcão, apesar de dizer que a escolha se deu meramente por gosto pessoal).

 

Jornalista na essência. Não se deixa levar por achismos ou clubismo. O cara vai no cerne das questões, sem sensacionalismo e com embasamento.

 

Ele notadamente não é palmeirense, mas dá de 10 em todos os supostos palmeirenses da mídia, como M. Betting e PVC.

 

 

 

 

Ia comentar exatamente isso. Se alguém tiver o link, acrescente ao tópico (e que seja citado no título), pois ele DESTRINCHOU o tema, desconstruindo cada argumento contrário, um a um, sem deixar a menor sombra de dúvidas: o Palmeiras é o primeiro campeão mundial de clubes.

Ótimo vídeo!

Segue o link do vídeo dele sobre o mundial de 51:

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Ele fala uma coisa que é muito verdade, quer falar que o Palmeiras não é campeão do mundo OK, mas sendo assim Santos, Grêmio e Flamengo também não são.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente vídeo!

 

Mas pense numa polêmica que não me atinge, pelo contrário acho graca do mimimi da galera.

 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Excelente vídeo!

 

Mas pense numa polêmica que não me atinge, pelo contrário acho graca do mimimi da galera.

 

Sim. A maioria das pessoas que mantem essa "polêmica" simplesmente não querem entender, aí nem vale a pena conversar.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Sim. A maioria das pessoas que mantem essa "polêmica" simplesmente não querem entender, aí nem vale a pena conversar.

 

O pior que as vezes até entendem, mas não dão o braço a torcer e ficam com a historinha de título por fax.

 

Eu mesmo postei o video na minha página do facebook e 2 gambás vieram com essa conversa do fax, em vez de tentar rebater com argumentos.

Nem ligo para esses comentários e deixo falando sozinho quem não quer debater o assunto com seriedade. Não preciso da concordância deles para considerar meu time campeão, como de fato foi.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora
Entre para seguir isso  
Seguidores 0

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.