WAGA

Liga dos Clubes: chegou a hora.

32 posts neste tópico

Esquece, estamos no Brasil!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Fercas disse:

Esquece, estamos no Brasil!

Me desculpe, mas com esse pensamento não vamos a lugar algum. Aliás, vamos sim, continuar cavando e descobrindo que o buro sempre pode ficar mais fundo.

Se for pensar assim, vamos parar de acompanhar o futebol, pois sabemos o resultado do campeonato.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Vinicius Bozzetti disse:

Me desculpe, mas com esse pensamento não vamos a lugar algum. Aliás, vamos sim, continuar cavando e descobrindo que o buro sempre pode ficar mais fundo.

Se for pensar assim, vamos parar de acompanhar o futebol, pois sabemos o resultado do campeonato.

cara, enquanto existir RGT, CBF, FPF e afins, nada irá mudar...primeiro tem que acabar com o poder dessas instituições, aí depois, quem sabe, dá pra começar a fazer algo decente...coisa mto difícil no futebol brasileiro, diga-se de passagem!

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Postado (editado)

Não conheço bem o modelo daquela Primeira Liga, nem sei se teve algo de bom nela ou não, mas foi uma tentativa não foi ?

Ela ainda existe ? Se sim, não seria um bom momento pra fortalecer ela

Editado por Bruno C

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
12 minutos atrás, Fercas disse:

cara, enquanto existir RGT, CBF, FPF e afins, nada irá mudar...primeiro tem que acabar com o poder dessas instituições, aí depois, quem sabe, dá pra começar a fazer algo decente...coisa mto difícil no futebol brasileiro, diga-se de passagem!

No meu entendimento, você só acaba com o poder dessas instituições criando outras. Do contrário, o status quo ante será perpeatuado.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não se esqueça que os próprios clubes sabotaram a primeira liga. A RGT domina o futebol brasileiro por que um time que destruir o outro e não apenas vence-lo dentro de campo.

Marcos Rodrigues2 curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 minutos atrás, clluiz disse:

Não se esqueça que os próprios clubes sabotaram a primeira liga. A RGT domina o futebol brasileiro por que um time que destruir o outro e não apenas vence-lo dentro de campo.

A liga se chamava Clube dos 13, e deu muito certo enquanto não apareceu o Cara de Areia Mijada, aliado à RGT. Dessa vez, podia deixá-los fora.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Agora, WAGA disse:

A liga se chamava Clube dos 13, e deu muito certo enquanto não apareceu o Cara de Areia Mijada, aliado à RGT. Dessa vez, podia deixá-los fora.

Mas você não concorda que se os times fossem unidos ele deixariam o areia mijada falando sozinho?

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
45 minutos atrás, clluiz disse:

Mas você não concorda que se os times fossem unidos ele deixariam o areia mijada falando sozinho?

Sim.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Eu penso exatamente a mesma coisa, seria a hora do Galiotte usa a sua dita capacidade de ser conciliador, e ir aos poucos com cada clube negociando um acordo para formar uma liga que deixe a rede esgoto falando sozinha com Flalido e gambás.

Se o cara de areia mijada explodiu o clube dos 13 em beneficio próprio, é hora de fazer com que ele sofra as consequências disso bem como todos que os deram sustentação para o golpe. Única coisa boa que resultou da palhaçada e roubo do domingo, foi que cada dia mais o favorecimento, vagabundagem e pilantragem gambá parece estar irritando o torcedor comum, os comentários de amigos não Palmeirenses, e mesmo discussões que vi em mesas de almoço é que o favorecimento desses malditos chegou a um ponto ridículo que está fazendo muita gente abandonar o futebol, a rede esgoto e toda essa máfia que faz o futebol brasileiro esse lixo que está se tornando, vão conseguir matar seu próprio produto, por mais que eles acreditem que favorecendo  gambás e flamengo e os tornando campeões na força, estão garantindo as maiores torcidas, na verdade estão é gerando cada dia mais um sentimento de revolta e desprezo pelo esporte.

O Internacional que também odeia esses malditos gambás creio se bem alinhado e planejado, seria um parceiro imediato para lutar contra essa corja de imundos que domina o esporte hoje, Atletico PR e Coritiba que já lançaram uma cruzada contra Rede Esgoto, o Santos por mais que sejam rivais mas parece que os presidentes tem boa relação, etc.

WAGA curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
2 horas atrás, WAGA disse:

A liga se chamava Clube dos 13, e deu muito certo enquanto não apareceu o Cara de Areia Mijada, aliado à RGT. Dessa vez, podia deixá-los fora.

Só faltava mesmo formar uma liga nova e convidar um mafioso escroto como o cara de abacaxi para fazer parte dela. Um bandido perigoso, que está se escondendo no cargo de deputado para escapar da cadeia - é alvo de investigações e também a construção do vergonhão é alvo. Senhores, não estamos lidando com reles batedores de carteira como nos tempos do Vicente Matheus - o homem que conseguiu paralisar um campeonato na reta final com muita conversa mole -, e sim com gangsteres de alta periculosidade. O chorintians é uma mistura de mafiosos, policiais corruptos, narcotraficantes e outros tipos menos cotados. 

 

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Este novo clube dos 13 tem futuro? Se o cúrintia e o framengo tiver junto acho que não:

 

Times querem empresa para vender Campeonato Brasileiro no exterior

Bola do jogo exposta no Estádio Paulo Machado de Carvalho (Pacaembu), na capital paulista, antes da partida entre Santos FC e Ceará, válida pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro 2018. (Gazeta Press)

ALEX SABINO E DIOGO GARCIA

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Em reunião na última sexta (4), no Rio, os clubes da Série A definiram como será o modelo de venda de jogos do Brasileiro para o exterior a partir de 2019.

Ficou definido que um grupo de trabalho composto por presidentes das agremiações e diretores da CBF vai selecionar uma empresa especializada. Esta será responsável por fazer a negociação da venda das partidas. O dinheiro arrecadado será divido em partes iguais entre as equipes.

É uma fórmula parecida com a utilizada pelo Clube dos 13, que acabou em 2011 por divergência entre seus integrantes na forma de negociar os direitos de transmissão com a RGT. Desde então, cada clube trata individualmente com a emissora, mas isso apenas em teoria. Até a entrada da Turner (dona do Esporte Interativo) no mercado, a empresa era hegemônica em todas as plataformas: TV aberta, fechada e pay-per-view. A companhia também vendia as partidas para o exterior usando a estrutura da RGT Internacional.

O contrato do Grupo RGT com os clubes entre 2019 e 2024 estipula que a exploração dos jogos no exterior pertence aos clubes. Mas a emissora continua com o direito de exibi-los em outros países em suas plataformas.

"As proponentes [Grupo RGT] concordam em disponibilizar para o clube o sinal básico, sem narração ou comentários, dos jogos do clube que elas vierem a produzir, para que o clube os explore tão somente no exterior, em plataformas próprias, desde que o clube utilize tecnologia de geoblocking para evitar o acesso no Brasil de tais imagens", diz o contrato.

As equipes têm a possibilidade de montar um serviço, pela internet, de transmissão das partidas e negociá-las no exterior, além da exibição na TV.

WAGA curtiu isso

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!


Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.


Entrar Agora

  • Quem Está Navegando   0 membros estão online

    Nenhum usuário registrado visualizando esta página.