Sign in to follow this  
Followers 0
Guest Garbi

Sub-17 Campeão!

16 posts in this topic

Invicto, Sub-17 do Verdão é campeão de torneio internacional no Paraná

 

Agência Palmeiras

Daniel Romeu

 

Às vésperas da final do Campeonato Brasileiro Sub-20, que será disputada na tarde deste sábado (21), as categorias de base do Palmeiras comemoraram mais um importante título nesta manhã. Depois de vencer o Laranja Mecânica na final, por 1 a 0, a categoria Sub-17 do Verdão sagrou-se campeã da International Cup 2013, torneio promovido em Arapongas (PR) e que contou com a participação de grandes clubes brasileiros, além de clubes do exterior.

 

O gol na decisão foi marcado por João Victor, e o artilheiro da competição foi o atacante Gabriel Fernando, com oito gols marcados – os jogos do Verdão foram disputados no Estádio dos Pássaros, em Arapongas (PR). Na semifinal, disputada nesta sexta-feira (20), o Palmeiras avançou à final com vitória por 4 a 2 sobre o Flamengo, com gols de Laerte, Fábio e Gabriel Fernando (2).

 

O torneio contou com a participação de oito clubes: do Brasil, Palmeiras, Laranja Mecânica, Londrina Esporte Clube, Coritiba e Flamengo; do exterior, Al Ahli, dos Emirados Árabes Unidos, Gabala FK, do Azerbaijão e Mohammed VI, do Marrocos. Na primeira fase, o Verdão terminou na liderança do Grupo A, com três vitórias em três jogos – derrotou Al Ahli, Gabala FK e Laranja Mecânica (confira abaixo os resultados e desempenho do Verdão na competição).

 

O título conquistado foi o primeiro da categoria Sub-17 na temporada, e anima o grupo comandado pelo técnico Bruno Petri na preparação para 2014. O sábado (21) pode ser de alegrias ainda maiores à torcida alviverde, já que o Verdão enfrenta o Internacional, às 19h30, em Porto Alegre (RS), na final do Brasileiro Sub-20, com transmissão ao vivo do STV.

 

International Cup – 2013

 

Final:

 

21/12: Laranja Mecânica 0 x 1 Palmeiras (Gol: João Victor)

 

Semifinal:

 

20/12: Palmeiras 4 x 2 Flamengo (Gols: Laerte, Fabio Henrique e Gabriel Fernando(2))

 

Primeira Fase - Grupo A (Estádio Municipal José Chiappin)

 

16/12: Al Ahli 1 x 6 Palmeiras (Gols: Gabriel Vinicius, Gabriel Fernando (3), Iago e Belisco)

 

17/12: Gabala FK 0 x 1 Palmeiras (Gol: Vitinho)

 

19/12: Palmeiras 7 x 0 Laranja Mecânica (Gols: Laerte (2), Gabriel Fernando (3), Kaue e Fabio Henrique)

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ótima noticia, nosso futuro se preparando para títulos e conquistas.

 

Sabia que meu filho não herdaria o nome João Victor à toa ... :P

Share this post


Link to post
Share on other sites
Ótima noticia, nosso futuro se preparando para títulos e conquistas.

 

Sabia que meu filho não herdaria o nome João Victor à toa ... :P

Meu sonho de algum Bruno ter sucesso no Palmeiras pra eu comprar uma camisa com o nome nunca emplaca

Bruno goleiro, Bruninho, Bruno Cézar, Bruno Turco, Bruno Sabiá, Bruno Dybal, Bruno Paulo, Bruno Cazarine...

Share this post


Link to post
Share on other sites
Meu sonho de algum Bruno ter sucesso no Palmeiras pra eu comprar uma camisa com o nome nunca emplaca

Bruno goleiro, Bruninho, Bruno Cézar, Bruno Turco, Bruno Sabiá, Bruno Dybal, Bruno Paulo, Bruno Cazarine...

pode esquecer

bruno é que nem meu nome Rodrigo

nunca tem jogador bom rs

Share this post


Link to post
Share on other sites

É isso que mais me dá ESPERANÇA para o futuro.

 

PARABÉNS, GAROTOS !!!

 

Vamos, cada vez mais, COBRAR A PRESENÇA dos pratas da casa no time principal, VIU KLEINA ?

 

No Sub-20 já tem jogadores prontos para subir.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Meu sonho de algum Bruno ter sucesso no Palmeiras pra eu comprar uma camisa com o nome nunca emplaca

Bruno goleiro, Bruninho, Bruno Cézar, Bruno Turco, Bruno Sabiá, Bruno Dybal, Bruno Paulo, Bruno Cazarine...

 

Eu tbm espero um com meu nome... ¬¬

Share this post


Link to post
Share on other sites
Meu sonho de algum Bruno ter sucesso no Palmeiras pra eu comprar uma camisa com o nome nunca emplaca

Bruno goleiro, Bruninho, Bruno Cézar, Bruno Turco, Bruno Sabiá, Bruno Dybal, Bruno Paulo, Bruno Cazarine...

 

Tá ruim pra vc cara? Já eu não posso reclamar não, meu patrão deixa eu abas...meu nome é nome de mito! Deola22

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parabéns à molecada! Nosso sub-17 tem bons valores. E os garotos que fizeram a diferença são todos 97 (primeiro ano de sub-17). Gabriel Fernando joga demais, jogava futebol amador até ano passado e foi aprovado em testes no final do ano. Vitinho (98), destaque do sub-15 também participou do torneio.

Share this post


Link to post
Share on other sites

E atenção, o flu apelou que a bola estava 0,00001 mg fora do seu peso, portanto é o novo campeão do torneio.

Brincadeiras a parte parabens futuro do Palmeiras

Share this post


Link to post
Share on other sites

Boa noticia e as informações do Anderson, sobre a jovialidade extrema do elenco, são melhores ainda.

 

Ou seja, a base do Palmeiras está em progresso. e com perspectivas futuras.

 

Muito bom.

 

 

 

Luiz Gonzaga.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Boa noticia e as informações do Anderson, sobre a jovialidade extrema do elenco, são melhores ainda.

 

Ou seja, a base do Palmeiras está em progresso. e com perspectivas futuras.

 

Muito bom.

 

 

Luiz Gonzaga.

Presida, o time sub-15 (97) ano passado era muito bom, comandado pelo Marc dos Santos. E olha que dispensamos dois dos destaques: Léo Dreyer e Tiago Pará. Fomos campeões da Copa do Brasil e vice Paulista. Esqueci de falar do Tininho (João Marcos), que também joga muito e não tem sido aproveitado.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Amigos sem querer cornetar, mas nos últimos anos sempre falamos dos "subs" do Palmeiras, 15, 17 e 20.... mas gostaria de saber pq muitos que jogam bem nas categorias sub, muitas vezes não são aproveitados pelo Palmeiras na principal e o que vemos nos últimos anos é nossos garotos da Copinha baterem na trave com vice.

 

Pq será que não conseguem emplacar?!?

 

Abs!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Amigos sem querer cornetar, mas nos últimos anos sempre falamos dos "subs" do Palmeiras, 15, 17 e 20.... mas gostaria de saber pq muitos que jogam bem nas categorias sub, muitas vezes não são aproveitados pelo Palmeiras na principal e o que vemos nos últimos anos é nossos garotos da Copinha baterem na trave com vice.

 

Pq será que não conseguem emplacar?!?

 

Abs!!!

Infelizmente Siena são muitos fatores e torna-se até difícil analisar, mas vou colocar aqui alguns tópicos de parte do que estudo e que trazem um pouco disso.

- Foco = Muitos perdem o foco, deixam o sucesso subir na cabeça, diminuem determinação em treinos e etc, acreditam que já tem o sucesso garantido e por aí vai; sem falar que este é um momento de muita instabilidade e é refletido dentro do campo também. Em um dia/mês/ano o garoto dá show e logo depois não consegue repetir nem metade do desempenho que demonstrava.

- Abandono = Alguns desanimam, do dia para a noite descobrem que não querem ser jogador profissional, gostam de estar com os amigos, de jogar e etc mas não querem toda a responsabilidade que isto traz para sua vida inteira, sem falar demais interesses como amigos, família, namoro e etc que influenciam (isso parece besteira mas é um dos 3 principais fatores de abandono de careira em atletas não profissionais).

- Cunha/Q.I. = Questões financeiras e de empresários que, como sabemos, infelizmente influenciam muito na escalação ou não do garoto.

- Grupo = Há a questão de empatia, categorias de base costumam apresentar muitas mudanças de atletas e membros de comissão técnica e querendo ou não a coesão grupal, união e entrosamento pesam muito em campeonatos e influem diretamente no rendimento dos garotos.

- Sorte = Muitos falam que isso não existe, resultado é fruto de dedicação e competência (vi uma entrevista do Pedrinho - aquele que jogou no Palmeiras, Vasco e se machucava demais e etc- onde ele falava exatamente isso) mas, pode falar o que quiser, porém a sorte influencia SIM, e muito, ainda mais quando são atletas jovens onde 1 oportunidade pode fazer ele virar ídolo ou ser execrado pelo resto da vida.

- Estrutura = Isso está um pouco relacionado com o que falarei abaixo, mas a estrutura disponível para o garoto, sua família, sua vida escolar e de amizades, entre demais fatores, como o clube e seus profissionais lidam com isso, auxiliam o garoto a gerenciar sua vida dentro e fora dos gramados e etc.

- Psicologia = Todos são garotos, atuam por um grande clube, sofrem diversas influencias (algumas citadas acima e mais um trilhão que nem citei) e precisam entrar em campo, esquecer tudo, jogar e mostrar seu potencial; não é fácil. Infelizmente poucos clubes tem um trabalho psicológico bem feito, não possuem Psicólogos do Esporte na equipe de Comissão Técnica e etc e isso atrapalha muito na manutenção e manejo das dificuldades de uma carreira, ainda mais quando tratamos com crianças, jovens e adolescentes.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Infelizmente Siena são muitos fatores e torna-se até difícil analisar, mas vou colocar aqui alguns tópicos de parte do que estudo e que trazem um pouco disso.

- Foco = Muitos perdem o foco, deixam o sucesso subir na cabeça, diminuem determinação em treinos e etc, acreditam que já tem o sucesso garantido e por aí vai; sem falar que este é um momento de muita instabilidade e é refletido dentro do campo também. Em um dia/mês/ano o garoto dá show e logo depois não consegue repetir nem metade do desempenho que demonstrava.

- Abandono = Alguns desanimam, do dia para a noite descobrem que não querem ser jogador profissional, gostam de estar com os amigos, de jogar e etc mas não querem toda a responsabilidade que isto traz para sua vida inteira, sem falar demais interesses como amigos, família, namoro e etc que influenciam (isso parece besteira mas é um dos 3 principais fatores de abandono de careira em atletas não profissionais).

- Cunha/Q.I. = Questões financeiras e de empresários que, como sabemos, infelizmente influenciam muito na escalação ou não do garoto.

- Grupo = Há a questão de empatia, categorias de base costumam apresentar muitas mudanças de atletas e membros de comissão técnica e querendo ou não a coesão grupal, união e entrosamento pesam muito em campeonatos e influem diretamente no rendimento dos garotos.

- Sorte = Muitos falam que isso não existe, resultado é fruto de dedicação e competência (vi uma entrevista do Pedrinho - aquele que jogou no Palmeiras, Vasco e se machucava demais e etc- onde ele falava exatamente isso) mas, pode falar o que quiser, porém a sorte influencia SIM, e muito, ainda mais quando são atletas jovens onde 1 oportunidade pode fazer ele virar ídolo ou ser execrado pelo resto da vida.

- Estrutura = Isso está um pouco relacionado com o que falarei abaixo, mas a estrutura disponível para o garoto, sua família, sua vida escolar e de amizades, entre demais fatores, como o clube e seus profissionais lidam com isso, auxiliam o garoto a gerenciar sua vida dentro e fora dos gramados e etc.

- Psicologia = Todos são garotos, atuam por um grande clube, sofrem diversas influencias (algumas citadas acima e mais um trilhão que nem citei) e precisam entrar em campo, esquecer tudo, jogar e mostrar seu potencial; não é fácil. Infelizmente poucos clubes tem um trabalho psicológico bem feito, não possuem Psicólogos do Esporte na equipe de Comissão Técnica e etc e isso atrapalha muito na manutenção e manejo das dificuldades de uma carreira, ainda mais quando tratamos com crianças, jovens e adolescentes.

 

 

Lucas compreendo tudo o que você disse, mas isso acontece em todos os clubes certo? E pq só no Palmeiras essa garotada não emplaca??

 

Acredito que no palmeiras não EXISTE UM TRABALHO SÉRIO com a base, se temos MUITOS PROBLEMAS COM O PROFISSIONAL, imagina com a base.

 

Abs!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites
Lucas compreendo tudo o que você disse, mas isso acontece em todos os clubes certo? E pq só no Palmeiras essa garotada não emplaca??

 

Acredito que no palmeiras não EXISTE UM TRABALHO SÉRIO com a base, se temos MUITOS PROBLEMAS COM O PROFISSIONAL, imagina com a base.

 

Abs!!!

Então Siena. Na verdade acontece em todos os clubes mas nós só acompanhamos o Palmeiras né...e aí, é claro, só vemos o que acontece lá.

Mas concordo contigo, até pouco tempo não via um trabalho bem feito no Palmeiras e ainda acho que tem muito pra melhorar ( o Anderson sabe ainda mais disso). Acredito que as incertezas e dificuldades são grandes, mas não acho tão impossível realizar um trabalho sério e bem feito que possa minimizar estas perdas.

É claro que o profissional deve ser o carro chefe, mas o departamento de futebol amador deveria ser bem gerenciado, organizado e PLANEJADO. Até tenho um planejamento em mente, coisa simples e superficial, mas acredito que se bem executado poderia ajudar e muito.

Alguns clubes (principalmente fora do país) devem ser tomados como exemplo. Nem falo do Barcelona, mas busquemos em Portugal: Porto e Benfica, Sporting entre outros, claro que as estruturas são fantásticas mas o principal está no modo de trabalho, objetivos e etc.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Meu sonho de algum Bruno ter sucesso no Palmeiras pra eu comprar uma camisa com o nome nunca emplaca

Bruno goleiro, Bruninho, Bruno Cézar, Bruno Turco, Bruno Sabiá, Bruno Dybal, Bruno Paulo, Bruno Cazarine...

Meu sonho foi pelo ralo quando o Mozart fez uma boa estreia e o resto jogou no lixo kkkkk

Share this post


Link to post
Share on other sites
Sign in to follow this  
Followers 0

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.