IPB

Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

Perfil
Foto do membro
Avaliação
 
Opções
Opções
Quem sou eu
robertooculto não escreveu sobre ele(a).
Informações pessoais
robertooculto
Categoria Estrela
Idade não informada
Masculino
Goiás
Nascimento não informado
Interesses
Sem informação
Estatísticas
Cadastrado em: 8-May 13
Visualizações: 4,123*
Última atividade: Hoje, 02:34 PM
Horário local: Jun 23 2017, 09:08 PM
2,369 posts (2 posts por dia)
Contatos
AIM Sem informação
Yahoo Sem informação
ICQ Sem informação
MSN Sem informação
* As visualizações do perfil são atualizadas de hora em hora

robertooculto

Membros

*****


Tópicos
Posts
Comentários
Amigos
Meu Conteúdo
19 Apr 2017
Balanço financeiro 2016.

Não entendo nada desses números.

Se a moderação achar que deva fechar ou excluir. Fique a vontade.

http://www.palmeiras.com.br/public/upload/...cumento_420.pdf


15 Apr 2017
Homem mais forte da política do Palmeiras, o ex-presidente Mustafá Contursi segue firme com a ideia de diminuir ou acabar com a profissionalização no clube. Se depender dele, o gasto em especialistas para alguns departamentos precisa chegar perto do zero.

A pressão é constante no dia-a-dia das alamedas palestrinas, em entrevistas, reuniões de conselheiros e diretamente em Maurício Galiotte. O atual presidente, no entanto, afirma com veemência que não há a menor chance de ceder a ele neste ponto, embora sempre reconheça a importância dos seus conselhos para conduzir o clube.

Mas o que Mustafá alega contra os profissionais? Segundo ele, todas as funções de diretoria poderiam ser ocupadas por estatutários. O ex-presidente indica diversos advogados que poderiam estar à frente do jurídico, publicitários que comandariam o marketing e a lógica se repetiria para outros departamentos.

A pressão pública mais clara foi em uma entrevista recente à Folha de S. Paulo. O cartola disparou frases como "tem departamento que precisa reduzir até 80%, que é cabide de emprego", "o marketing não produz e só gera despesa " e "encheram de CEOs lá".

Ele alega, com razão, que a Crefisa que procurou o clube para patrocinar, o que seria, na visão dele, um exemplo da ineficiência do marketing. Mustafá ignora, no entanto, campanhas de sucesso como a TV Palmeiras, entre os dez maiores canais de televisão de um clube de futebol no mundo, e o Avanti, plano de sócio-torcedor que tem o maior número de cadastrados do país.

No dia a dia, há profissionais que relatem não recebem nem um simples "bom dia" dos mustafistas. O ex-presidente e seus seguidores também não se importam em atacar o trabalho dos profissionais na frente dos mesmos.

As frases ditas à Folha são as mais novas, mas a ideia de acabar com o profissionalismo é antiga. Em 2011, Mustafá propôs que um Conselho Gestor para cuidar do futebol fosse colocado no estatuto. Assim, o principal setor do clube estaria sempre nas mãos de um conselheiro e não nas de profissionais, como acontece hoje com Alexandre Mattos e Cícero Souza.

A profissionalização dos principais setores do clube foi bandeira de campanha de Paulo Nobre e principal norte para seus quatro anos de gestão. Sucessor do trono, Maurício Galiotte era vice-presidente na época e também sempre defendeu que especialistas comandassem os pilares do Palmeiras. Hoje o clube se gaba do resultado desse investimento. Na última semana, por exemplo, abriu a Academia de Futebol após a reforma e se orgulhou de uma estrutura de nível europeu.

Mustafá também defende a manutenção da vitaliciedade para o Conselho. O tema, inclusive, chegou a entrar em debate nas promessas de Nobre por um novo estatuto. Elas, no entanto, não saíram do papel.

https://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-...cmpid=tw-uolesp

Tem razão do Paulo Nobre ter entrado em depressão. Eu também teria entrado em depressão sabendo que essa desgraça do Mustafá esta lá no clube com força máxima, querendo destruir tudo que foi construído até agora pelo o Paulo Nobre.

Ele quer empregar todos os Conselheiros dele, se dependesse dele o Frizzo estaria comandando o departamento de futebol do Palmeiras. As categoria de bases seria extinta.

31 Mar 2017
Mauricio Galiotte abre o jogo e revela o quanto o Palmeiras ainda deve

Em entrevista exclusiva a Flavio Prado que vai ao ar no próximo fim de semana, na Rádio Jovem Pan, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, revelou o quanto o clube ainda deve. Com o objetivo de quitar 100% dos débitos até dezembro de 2018, o mandatário abriu o jogo.

"A nossa dívida não é grande. Ela reduziu significativamente. Hoje, gira em torno de 20% do faturamento anual", contou Galiotte.
Considerando que o Palmeiras fechou 2016 com arrecadação de R$ 497,8 milhões, é possível afirmar que a dívida alviverde beira os R$ 99,4 milhões - valor bem inferior aos R$ 350 mi de 2013.


"O principal credor é o Paulo (Nobre)", confirmou Galiotte, sem citar valores – especula-se que a quantia a ser paga ao ex-mandatário é de R$ 65 milhões.

"Mas a minha expectativa é de, no final do mandato, em dezembro do ano que vem, zerar 100% das dívidas", acrescentou.

Segundo o presidente, o clube se encontra em um patamar financeiro estável. "Hoje, é possível dizer que o Palmeiras está equacionado, porém, com compromissos, e que, em dois anos, estará sem dívidas", finalizou.

O patrocínio do grupo Crefisa/FAM, a venda de Gabriel Jesus, a assinatura com o Esporte Interativo, o crescimento do programa de sócios-torcedores e a rentabilidade do Allianz Parque explicam a queda vertiginosa dos débitos alviverdes em um curto intervalo de tempo.

http://linkis.com/jovempan.uol.com.br/WDVUh

Palmeiras tem um potencial enorme pra crescer ainda mais.
Últimos visitantes


16 Jun 2017 - 1:07


12 May 2017 - 2:22


6 May 2017 - 14:32


5 May 2017 - 12:39


12 Feb 2017 - 20:44


16 Jan 2017 - 9:44


13 Jan 2017 - 22:15
Visitante


10 Jan 2017 - 12:22


27 Nov 2016 - 20:58


23 Nov 2016 - 11:29

Comentários
Outros usuários não deixaram comentários para robertooculto.

Amigos
Não há amigos para mostrar.
 
Versão Simples Horário: 23rd June 2017 - 09:08 PM
Fórum Palmeiras Todo Dia - Design by: IPB Skin & Free Proxy