IPB

Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

Perfil
Foto do membro
Avaliação
 
Opções
Opções
Quem sou eu
palmeirense de coraçao e mineiro de criaçao
Informações pessoais
Fabricio MG
Categoria Profissional
27 anos
Masculino
Belo Horizonte - MG
Nascido em: Set-13-1989
Interesses
Sem informação
Estatísticas
Cadastrado em: 17-June 10
Visualizações: 8,154*
Última atividade: Hoje, 11:19 PM
Visualizando a index do fórum
Horário local: Apr 25 2017, 11:29 PM
11,766 posts (5 posts por dia)
Contatos
AIM Sem informação
Yahoo Sem informação
ICQ Sem informação
MSN fabriciocdmg@hotmail.com
* As visualizações do perfil são atualizadas de hora em hora

Fabricio MG

Membros

******


Tópicos
Posts
Comentários
Amigos
Meu Conteúdo
24 Apr 2017
Palmeiras foi notificado , vai cumprir no jogo no Uruguai e volta no próximo
22 Apr 2017
com essa vitória contra a Ponte de 1 a 0

São 75 jogos
50 vitórias
13 empates
12 derrotas

um aproveitamento de 72%



Ps : Fora Eduardo Batista
21 Apr 2017
O Palmeiras comemora nesta sexta-feira (21) exatos 100 anos do dia em que pisou pela primeira vez no campo que, mais tarde, viria a se tornar a sua casa, o palco de glórias históricas, goleadas marcantes (como os 8 a 0 sobre o Corinthians em 1933) e títulos emblemáticos (o principal deles, a Libertadores de 1999).

Palmeiras
Foi em 21/04/1917 que o Parque Antártica, principal praça esportiva da época, recebeu um confronto válido pelo Campeonato Paulista entre Palestra Italia e Internacional da Capital. O jogo, que marcaria a primeira vitória palestrina no local, terminou com goleada por 5 a 1, com tentos de Caetano e Heitor (quatro vezes). O primeiro gol alviverde no Parque Antártica fora assinalado por Caetano Izzo, que, curiosamente, foi o mesmo jogador que anotou o primeiro tento do clube sobre o Corinthians – fato ocorrido no primeiro derby da história, disputado em 06/05/1917, quando o Verdão bateu o maior rival por 3 a 0 com direito a hat-trick do atacante.

Já a chuva de gols imposta por Heitor naquela partida ante o Inter foi apenas a primeira façanha das muitas que o atacante ainda alcançaria naquele gramado. Além de ser o maior artilheiro do Verdão até a atualidade (310 gols em 360 jogos), Heitor é o jogador que mais vezes balançou as redes dos rivais no Parque Antártica, acumulando 175 gols no estádio.

Aliás, o único jogador a marcar seis vezes em um único jogo pelo Palmeiras foi o próprio Heitor – em duas oportunidades, ambas no Parque Antártica. Uma delas, ironicamente, contra o mesmo Internacional enfrentado na partida que marcou o debute do Verdão no estádio. Naquela ocasião, os gols do artilheiro palestrino ajudaram o time a sair vitorioso por 11 a 0. O fato aconteceu em 1920, em uma das partidas válidas pela campanha que coroou o primeiro título da história do Palmeiras, o Campeonato Paulista daquele ano. De todas as vezes em que enfrentou o Inter da Capital, Heitor jamais sofreu um revés sequer: foram 14 jogos (13 vitórias e um empate) e 25 gols marcados – média de 1,7 por jogo.

Ao contrário do que muitos pensam, a história do Parque Antártica começa a ser contada muito antes da própria fundação do Verdão, em 1914. Considerado um grande centro de convenções paulistano, o espaço era aberto ao público desde o final do Século XIX, época em que pertencia à Companhia Antárctica Paulista e era utilizado como ponto de encontro para piqueniques e atividades campestres, além de contar com uma cervejaria, parque infantil, pista de patinação, espaço para bailes e de ser o local de pouso e de decolagem dos raríssimos aviões. Vale destacar que o campo de futebol presente no local era apenas um dos atrativos.

Anfitrião do primeiro jogo da história do Campeonato Paulista, um duelo entre Germânia e Mackenzie em 1902, o Parque Antártica pode ser apontado como o campo que recebeu o primeiro jogo oficial de futebol do Brasil, já que o Paulistão fora o primeiro torneio a ser disputado dentre todos os estaduais do país.

Poucos anos após a fundação do time, os dirigentes do Palestra Italia viram no Parque Antártica “a casa dos sonhos” para o futuro do clube. Incialmente cedido ao Germânia (atual Pinheiros), o estádio não demorou a mudar de arrendatário. Isso devido às consequências da crise financeira do clube de raízes alemãs, causada pela Primeira Guerra Mundial. O América da Capital, à época ainda em formação, passou então a ser o locatário do campo. O clube, no entanto, não podia arcar com as despesas de aluguel sozinho, e o Palestra, que já levava grande público a seus jogos, interessou-se pelo local.

Em 1917, por intermédio do América, foi feito o contrato de aluguel do campo por 500 mil réis por mês para as duas equipes. E foi assim que o Palestra Italia se instalou no tradicional local. O América, à beira da falência, não demorou a desaparecer, e o contrato, a partir daí, passou a ser direto entre o Palestra e a Antártica.

Como arrendatário, o Palestra mandou os seus jogos no Parque Antártica até abril de 1920. Isso a partir de 1919, pois entre 1917 e 1918 o time alviverde havia sido um mero visitante, já que os mandos de jogos pertenciam à APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos), atual FPF (Federação Paulista de Futebol).

Finalmente, em 27/04/1920 – três anos após jogar pela primeira vez no estádio –, a diretoria do Palestra Italia chancelou a compra do Parque Antártica: e não só o campo que fazia parte do complexo, mas, sim, todo o território que compreendia o “Parque dos Sonhos”. Devido ao alto investimento para os padrões do período, o episódio da compra do terreno ficou conhecido como “A Loucura do Século” – ainda mais em se tratando de um clube com apenas cinco anos de existência e que ainda tinha o seu futuro visto como uma incógnita no meio desportivo.

Os números comprovam a superioridade da equipe palestrina no Parque Antártica mesmo antes de se tornar o proprietário: entre abril de 1917 – quando jogou pela primeira vez no campo – e abril de 1920, quando se tornou proprietário, foram 22 partidas (14 vitórias, quatro empates e quatro derrotas), 56 gols marcados e 29 sofridos.

Ao longo de quase 100 anos, o estádio passou por algumas fases que ficaram marcadas por diferentes mudanças em sua estrutura física e que hoje dá lugar ao Allianz Parque, inaugurado em 2014 e que representa um dos maiores motivos de orgulho do torcedor palmeirense.

Primeira grande reforma: cimento armado

Após adquirir o estádio em 1920, o Palestra Italia reformou e melhorou o visual de sua casa nos anos 30. À época, a reforma foi tão bem vista que fez do campo do Verdão o principal palco de eventos esportivos da cidade de São Paulo até o surgimento do Pacaembu, em 1940.

As velhas pranchetas de madeira das décadas de 10 e 20 deram lugar a modernas arquibancadas de cimento armado. As novas arquibancadas eram retas e ficavam de frente uma para a outra, estando o campo de futebol localizado entre elas duas.

O jogo que marcou o debute do novo visual do estádio aconteceu em 1933: o Palestra Italia goleou o Bangu-RJ por 6 a 0, em partida válida pelo Torneio Rio-São Paulo.





Segunda grande reforma: Jardim Suspenso

Chegou a década de 60 e, com ela, mais uma era vencedora na história do Verdão. Além dos títulos, o Palmeiras pôde contar também com um estádio que possuía características pouco comuns em relação às dos outros estádios: havia sido construída uma meia-lua de arquibancada, em forma de ferradura, ligando as duas arquibancadas rentes, e o campo de futebol fora elevado cerca de três metros em comparação ao nível do solo, formando uma espécie de fosso ao seu redor.



O derradeiro jogo disputado no estádio antes desta reforma, que ocorreu durante a primeira metade da década de 60, havia sido diante do Jabaquara, em 17/12/1961. E o jogo que inaugurou o elegante Jardim Suspenso, como ficou conhecido, foi o embate entre Palmeiras e Esportiva Guaratinguetá-SP, em 07/09/1964, do qual o Alviverde saiu vitorioso por 2 a 0.

O visual que a casa palmeirense ganhou em 1964 ficou marcado até 2010, ano do fechamento do estádio para o início das obras que dariam origem ao Allianz Parque. Entre este período de 1964 a 2010, portanto, poucas mudanças aconteceram em sua estrutura física.


Terceira grande reforma: Allianz Parque

Quatro anos separaram a torcida palmeirense de sua casa. O último jogo no velho Palestra havia sido em 09/07/2010, um amistoso entre Palmeiras e Boca Juniors. A última partida válida por competições oficiais, porém, acontecera em 22/05/2010, uma vitória sobre Grêmio por 4 a 2 pelo Campeonato Brasileiro.


Desde que abriu as portas em 2014, no jogo ante o Sport, pelo Brasileirão, o Allianz Parque recebeu um total de 74 jogos do Palmeiras: o Verdão venceu 49 vezes, empatou 13 e perdeu 12. Marcou um total de 136 gols e sofreu 59. Se computados os jogos desde 1917, a equipe alviverde acumula um total de 1649 atuações (1116V, 332E e 201D). Marcou 3840 gols e sofreu 1550.

FICHA TÉCNICA

Palestra Italia 5 x 1 Internacional-SP

Data: 21/04/1917
Competição: Campeonato Paulista
Local: Parque Antártica, São Paulo (SP)
Público/renda: Não disponíveis
Gols do Palestra Italia: Caetano e Heitor (4)
Gol do Internacional: Cruz

Palestra Italia: Flosi, Bianco, Grimaldi, Picagli, Bertolini, Arturo Fabbi, Caetano, Ministro, Heitor, Orlando e Martinelli. Técnico: Ludovicco Bacchiani.

Internacional-SP: Barreto, Felix, Zeca, Alimare, Joaquim, Gustavo, Almeida, Rodrigues, Cruz, Janeiro e Idoeta. Técnico: Não disponível.


TÍTULOS NO PARQUE ANTÁRTICA

1926 - Campeonato Paulista
1926 - Campeonato Paulista Extra
1926 - Taça Competência
1927 - Torneio Início do Campeonato Paulista
1927 - Taça Competência
1933 - Campeonato Paulista
1933 - Torneio Rio-São Paulo
1936 - Campeonato Paulista
1938 - Campeonato Paulista Extra
1939 - Torneio Início do Campeonato Paulista
1969 - Torneio Início do Campeonato Paulista
1976 - Campeonato Paulista
1996 - Campeonato Paulista
1998 - Copa Mercosul
1999 - Copa Libertadores da América
2008 - Campeonato Paulista
2015 - Copa do Brasil
2016 - Campeonato Brasileiro

RECORDES NO PARQUE ANTÁRTICA

- Jogador que mais fez gols em uma única partida: Heitor, seis vezes - em duas oportunidades (08/08/1920 e 17/07/1927);

- Recorde brasileiro de invencibilidade do time: 68 jogos (entre 23/02/1986 e 02/09/1990);

- Maior sequência de vitórias: 17 triunfos (entre 31/08/1952 e 28/11/1954);

- Jogador com maior invencibilidade: Ademir da Guia, 61 jogos (entre 28/04/1971 e 20/03/1975);

- Jogador que mais atuou: Marcos, 211 jogos;

- Jogador que mais fez gols: Heitor, 175 tentos;

- Público recorde: 40.986 pessoas (Palmeiras 1x0 Chapecoense, 27/11/2016);

- Renda recorde: R$ 4.171.317,26 (Palmeiras 1x0 Chapecoense, 27/11/2016);- Jogos seguidos sem ser vazado: 12 partidas (entre 11/12/1988 e 04/03/1990);

- Jogos seguidos fazendo gols: 63 partidas (entre 07/10/1946 e 14/11/1956).


OS NÚMEROS DO PALMEIRAS NO PARQUE DOS SONHOS

Era Parque Antarctica-Estádio Palestra Itália (1917-2010)
1610 jogos
1089 vitórias
325 empates
196 derrotas
3771 gols marcados
1520 gols sofridos

Era Allianz Parque (desde 2014)
74 jogos
49 vitórias
13 empates
12 derrotas
136 gols marcados
59 gols sofridos

A soma dos cem anos de história
1684 jogos
1138 vitórias
338 empates
208 derrotas
3907 gols marcados
1579 gols sofridos
20 Apr 2017
Torcida Acadêmicos da Savóia
5 h ·

Salve Família de Vigaristas!! 🐷

Amanhã será um dia importante rumo a classificação pra final do Paulista, pois amanhã será o dia em que mostraremos que ESTAMOS JUNTOS até o fim.
Amanhã vamos nos reunir com milhares de palmeirenses em frente ao CT e mostrar nosso apoio, mostrar que todos nós acreditamos no time.
Por isso contamos com a presença de todos para nos ajudar a levar a força que nosso elenco precisa.
É PELO PALMEIRAS, É PELA CAMISA. É A FORÇA E O AMOR DESSE ESCUDO QUE VAMOS EMPURRAR ATÉ O FIM!!!!

*Concentração na sede: 12:30hr*

Vamos comparecer em peso, familia. Vamos mostrar para eles que sábado estaremos juntos até o apito final!!!

NÓS ACREDITAMOS.

*Diretoria Savóia*
*Uma Família de Vigaristas*


--------------

Torcida Pork's Alviverde
2 h ·

Em relação ao incentivo de amanhã!
Como o Palmeiras mudou a programação do treino para a parte da tarde, abriremosi a sede as 10:00 hrs como já era previsto e sairemos dá sede por volta das 14:15 hrs. Já q o treino está marcado para as 15:30 hrs,

contamos com a presença de todos.

------------------

MANCHA ALVI VERDE (Oficial) adicionou 2 novas fotos.
8 h · São Paulo ·

APOIO AO ELENCO NO CT.

Na próxima sexta feira dia 21, iremos dar o nosso incentivo ao elenco no CT. Sendo assim convocamos todos nossos associados, sub-sedes e toda coletividade Palmeirense.

Sabemos da importância pois o momento exige, devido a decisões e dificuldades que o elenco enfrentou, como nos dois últimos jogos da libertadores e em seguida semifinal do Campeonato Paulista .

Mais uma vez faremos a diferença como na Copa do Brasil em 2015, e no Brasileiro de 2016, onde nosso apoio foi de suma importância para uma campanha vencedora e agora, será fundamental para conquistarmos nossos objetivos no ano.

Reiteramos a confiança que temos no elenco e, sabemos da capacidade de cada um para enfrentarmos essas dificuldades. Estamos com vocês!

"JUNTOS TRANSFORMAMOS QUALQUER TEMPO"

Concentração
Sexta às 13:00h
Local: Quadra da Mancha Verde.
Avenida Nicolas Boer, 550

----------
Espero que os jogadores voltem a ter aquele espírito de cada jogo uma decisão de 2016 , time tem pra variar . Mas tem que entrar no 220 vts.
Últimos visitantes


Ontem, 09:48 PM


16 Apr 2017 - 17:12


9 Apr 2017 - 22:47


8 Apr 2017 - 17:48


30 Mar 2017 - 23:32

Comentários
Outros usuários não deixaram comentários para Fabricio MG.

Amigos

5159 posts
24th February 2017 - 06:16 PM

5089 posts
Hoje, 05:29 PM
Ver todos os amigos
 
Versão Simples Horário: 25th April 2017 - 11:29 PM
Fórum Palmeiras Todo Dia - Design by: IPB Skin & Free Proxy