IPB

Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

Perfil
Foto do membro
Avaliação
 
Opções
Opções
Quem sou eu
Vini.Palestra não escreveu sobre ele(a).
Informações pessoais
Vini.Palestra
Categoria Estrela
25 anos
Masculino
Guarulhos
Nascido em: Abril-22-1992
Interesses
Sem informação
Estatísticas
Cadastrado em: 30-October 10
Visualizações: 4,622*
Última atividade: Ontem, 05:34 PM
Horário local: Aug 24 2017, 07:44 AM
1,141 posts (0 posts por dia)
Contatos
AIM Sem informação
Yahoo Sem informação
ICQ Sem informação
MSN Sem informação
* As visualizações do perfil são atualizadas de hora em hora

Vini.Palestra

Membros

*****


Tópicos
Posts
Comentários
Amigos
Meu Conteúdo
28 Apr 2015
http://espn.uol.com.br/noticia/504601_por-...antos-despencam

Se considerado o que de fato vale, isto é, os fãs que estão em dia com o pagamento de seus planos, o Palmeiras ultrapassou o Internacional e assumiu a liderança do sócio-torcedor no Brasil. Pelo mesmo critério, São Paulo e Santos despencaram em suas listas de adimplentes.


É esta a constação da reportagem do ESPN.com.br após entrevistar representantes dos 12 principais clubes do país e cruzar as informações passadas pelos mesmos com as do Torcedômetro, do Movimento por um Futebol Melhor e que é atualizado a partir da comunicação feita pelas agremiações.

Foram três perguntas, a primeira delas esta:

Quantos sócios-torcedores adimplentes o clube tem hoje?

O Palmeiras, via sua assessoria de imprensa e do Avanti, seu programa de fidelidade, respondeu ter exatamente o mesmo número que consta no site do Movimento, 117.474.

Já o Internacional, por meio de seu vice-presidente de marketing e mídia, Luiz Henrique Nuñez de Oliveira, respondeu 107 mil sócios. Uma diferença de mais de 23 mil a menos em relação ao número do Torcedômetro, que é 130.134.

O motivo da diferença na quantidade informada por clubes e Movimento está no tempo que os primeiros levam para abastecer o segundo com números atualizados. Segundo apurou o ESPN.com.br, o Palmeiras chega a fazer isso mais de duas vezes por dia, enquanto outras agremiações chegam a ficar várias semanas sem fazê-lo.

No Torcedômetro, segundo o Movimento por um Futebol Melhor, a "atualização é permanente e pode ser feita 24h por dia", no entanto, o sistema precisa da informação do clube para mostrar novos dados.

A segunda pergunta também ajuda a entender a diferença. Foi ela:

Quanto tempo o clube demora para tirar um sócio-torcedor da lista de adimplentes quando o mesmo deixa de pagar o plano?

O Inter respondeu 12 meses;

o Palmeiras, 3 meses;

o Flamengo, 7 dias.

No geral, a diferença entre o número de sócios-torcedores adimplentes informado pelos clubes em relação ao informado pelo Movimento varia pouco ou é nenhuma, caso de sete dos 12 clubes consultados: Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio e Palmeiras.

O Atlético-MG negou-se a informar sua quantidade atual de pagadores. Limitou-se, nesta questão, a responder: "O clube trata este número como informação interna." A reportagem considerou o número do Movimento.

Internacional, Palmeiras, Santos e São Paulo foram os que mais chamaram a atenção, os dois primeiros pelo já relatado acima; os dois últimos pelo que será destrinchado abaixo.

O Vasco teve a sua gerente de marketing e relacionamento, Danielle Vilhena, consultada, mas não foi considerado nesta reportagem porque não tem, ainda, um programa de sócio-torcedor. Segundo ela, será lançado este ano.

Os 16.126 associados do clube carioca que constam no Movimento por um Futebol Melhor são "sócios estatutários", que não seguem as regras de um programa padrão de sócio-torcedor - embora gozem dos descontos oferecidos pelas empresas participantes da iniciativa.

Os casos de Santos e São Paulo são diferentes. Há um verdadeiro abismo entre a base de sócios-torcedores adimplentes dos dois informados ao e pelo Movimento por um Futebol Melhor e o que os clubes dizem ter de fato.

A agremiação da capital paulista tem a situação mais preocupante. Entrevistado, o vice-presidente de comunicação e marketing tricolor, Douglas Schwartzmann, afirmou ter, no momento, 37 mil sócios em dia com seus pagamentos, logo, mais de 17 mil a menos que os 54.283 que constam no Torcedômetro.

Pelo que apurou o Blog Dois Toques, a esperança do São Paulo em se recuperar neste ponto está na remodelação que está fazendo em seu programa e que deve ser anunciada em maio, muito provavelmente na primeira quinzena.

Pelo Santos, quem falou com o ESPN.com.br foi o presidente, Modesto Roma Júnior. Segundo ele, o clube tem 46 mil sócios-torcedores adimplentes, mais de 11 mil a menos do que se observa na página do Movimento: 57.689.

A terceira e última pergunta feita pela reportagem foi sobre como os clubes lidam com seus adimplentes e tentam recuperá-los. Foi ela:

Se o sócio-torcedor deixa de pagar o plano por um mês, por exemplo, mas decide retomar o mesmo, ele tem que pagar o período em aberto? Há desconto, parcelamento?

A maioria respondeu que sim, que cobra o tempo em que o associado deixou de pagar; alguns não conseguiram precisar a quantidade de vezes nem o prazo, mas garantiram haver desconto e parcelamento. O Corinthians dá até a opção de máquina de cartões.

Chamou a atenção a iniciativa do Grêmio.

"Ele tem que pagar o plano em aberto. O que lançamos agora é um período de reativação. Então, se o sócio deixa de pagar o plano dele por um período, ele pode retomar o plano ou até mesmo fazer o de outra categoria. E se ficar um ano pagando corretamente, a dívida do período anteriormente em aberto é esquecida", explicou o diretor de marketing tricolor, Beto Carvalho.
1 Mar 2015
O Palmeiras agiu rápido e encaminhou a contratação de João Paulo Sampaio, ex-Vitória, para substituir Erasmo Damiani, que está de saída do clube para assumir o lugar de Alexandre Gallo como coordenador de base da CBF. O profissional deixou o rubro-negro baiano no fim do ano passado e deve desembarcar na Academia do Futebol na próxima quarta-feira para fechar contrato.

No Barradão, Sampaio foi responsável por revelar nomes como David Luiz, Hulk, Anderson Martins e outros.

Uma das principais lideranças nacionais nas categorias de base, ele teve participação ativa no processo de criação de um código de conduta entre as equipes que contou com episódios como a ameaça de boicote a São Paulo e Atlético-PR por suas condutas.

Com 38 anos, João Paulo Sampaio chegou a trabalhar com o time principal do Vitória na última temporada.

Damiani teve o seu adeus do Palmeiras confirmado na última semana após o diretor de seleções da CBF, Gilmar Rinaldi, procurar o presidente Paulo Nobre e o diretor executivo Alexandre Mattos pedindo autorização para sondá-lo.

Eles já haviam se encontrado anteriormente na sede da própria entidade para discutir o trabalho de formação no país.



http://espn.uol.com.br/noticia/488010_depo...inha-substituto

Parece ser bom, jovem e com propostas inovadoras. Sei que o vittória revela bons jogadores. Alguém conhece o trabalho dele?
11 Jan 2015
Do site oficial

O Palmeiras acertou na manhã deste domingo (11) a contratação do atacante Dudu, ex-jogador do Grêmio e com passagens pela Seleção Brasileira. O atleta deve chegar a São Paulo nesta segunda-feira (12) para realização de exames médicos e a efetiva assinatura do contrato. Ele estava vinculado ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

A contratação do jogador de 23 anos só se tornou possível pelo grande crescimento recente do programa Avanti. Em 2014, o Verdão foi o clube que mais recebeu novos sócios entre os programas de sócio-torcedores, com cerca de 30 mil novas adesões – passou de 35 mil para aproximadamente 65 mil.

http://www.palmeiras.com.br/noticias/ler/3...da#.VLJ-kHsaCzY

======================


O Palmeiras acertou na manhã deste domingoa contratação do atacante Dudu, ex-jogador do Grêmio e com passagens pela seleção brasileira. O atleta deve chegar a São Paulo nesta segunda-feira (12) para realização de exames médicos e a efetiva assinatura do contrato. Ele estava vinculado ao Dínamo de Kiev, da Ucrânia.


http://espn.uol.com.br/noticia/473956_revi...ratacao-de-dudu
13 Jan 2014
Em reunião só com advogados e sem mediadores, construtora sinaliza que pode ceder a respeito das cadeiras no impasse do novo estádio alviverde



O que parecia impossível pode acontecer. Em reunião realizada na tarde da última sexta-feira, a WTorre sinalizou que pode ceder no impasse envolvendo o Allianz Parque, a nova casa do Palmeiras.
Sem a presença de mediadores e apenas com advogados – pedido feito pela construtora –, a empresa recuou um pouco e já admite que as cadeiras do estádio não são todas dela. Esta discussão é o principal motivo que levou o clube e a sua parceira a recorrerem a um processo de mediação, iniciado em 6 de dezembro do ano passado.


O clube julga que a WTorre tem a prerrogativa de comercializar 10 mil dos cerca de 43.700 assentos.
Não há discussão quanto ao dinheiro embolsado com bilheteria, que será 100% do Palmeiras. Mesmo o torcedor que comprar uma cadeira pagará ingresso.
Ainda está prevista nova conversa entre mediadores neste mês de janeiro. Se as partes não se acertarem, o caso será decidido na Câmara Fundação Getúlio Vargas de Conciliação e Arbitragem


http://www.lancenet.com.br/minuto/WTorre-r...1064893622.html



Então foi um blefe do sr torre né?
Últimos visitantes


16 Jun 2017 - 1:07


27 Dec 2015 - 10:41


8 Jun 2015 - 16:55


26 Dec 2014 - 0:37


11 Aug 2014 - 20:28

Comentários
Outros usuários não deixaram comentários para Vini.Palestra.

Amigos

246 posts
24th July 2017 - 07:21 PM
Ver todos os amigos
 
Versão Simples Horário: 24th August 2017 - 07:44 AM
Fórum Palmeiras Todo Dia - Design by: IPB Skin & Free Proxy