IPB

Bem-vindo, visitante ( Entrar | Registrar )

Perfil
Foto do membro
Avaliação
 
Opções
Opções
Quem sou eu
http://www.fatosdesconhecidos.co m.br/conheca-os-desenhos-animados-mais-improprios-da-historia/
Informações pessoais
Murilo Ruy
Categoria Estrela
25 anos
Masculino
Localização não informada
Nascido em: Jun-21-1991
Interesses
Sem informação
Estatísticas
Cadastrado em: 5-December 11
Visualizações: 2,511*
Última atividade: Hoje, 04:03 PM
Visualizando a index do fórum
Horário local: Jan 16 2017, 05:22 PM
1,130 posts (1 posts por dia)
Contatos
AIM Sem informação
Yahoo Sem informação
ICQ Sem informação
MSN Sem informação
Contact Privado
* As visualizações do perfil são atualizadas de hora em hora

Murilo Ruy

Membros

*****


Tópicos
Posts
Comentários
Amigos
Meu Conteúdo
4 Apr 2016
O título é auto explicativo.

Fonte: UOL
12 Feb 2016
Achei a matéria interessante, por isso vou postar aqui.

"A cena é recorrente desde o ano passado no Palmeiras: sem opção de passe pelo chão, os jogadores alviverdes optam pelo lançamento para campo de ataque. Apesar de ser apontada como a principal vilã da temporada 2015, a jogada voltou a ser muito utilizada durante os três primeiros jogos da equipe no Campeonato Paulista.

No estadual, o Palmeiras fez em média 43 lançamentos por partida, de acordo com o Footstats. Desse total, apenas 15,7 chegam aos atacantes da equipe. Mais de 63% das bolas lançadas (ou 27,7) ficam com os adversários. A média é maior que a da competição, que registra, em média, 25,7 lançamentos errados por time.

Os maiores índices de erros pertencem aos jogadores da defesa. Fernando Prass, por exemplo, lidera com folga: são 37 passes errados para o campo de ataque -- quase a metade dos 83 realizados pelo Palmeiras contra Botafogo, São Bento e Oeste. Apenas 14 lançamentos do goleiro têm destino certo.

O meia Robinho é dono do segundo maior número de erros, com 12. Ele é seguido por cinco jogadores de defesa: Lucas (7), Vitor Hugo (6), Leandro Almeida (5), Roger Carvalho (4) e Egídio (3). Dos 47 lançamentos certos do time até aqui no estadual, 14 pertencem a Robinho -- um deles resultou no gol de Dudu diante o Botafogo.

Passes na defesa
O Palmeiras troca 369 passes por partida, contra média de 333 do estadual. Mas se engana quem pensa que o número maior de passes é motivado pela boa movimentação da equipe em campo.

Os laterais, zagueiros e volantes, nesse fundamento, estão entre os que mais acertam -- são oito entre os dez primeiros. O fato está ligado à postura do time, que toca muito a bola na linha defensiva. Sem opção de saída de jogo, os defensores acabam fazendo lançamento direto para o ataque. Cinco atacantes, por sua vez, têm os maiores índices de erro.

Em relação aos passes certos, o Palmeiras tem índice de acerto de 87,8% -- são 324 por partida, contra 45 toques errados -- a média geral é de 333, com 296 acertos.

Artifício antigo
Durante a pré-temporada, o técnico Marcelo Oliveira ressaltou a importância de o time sair jogando com a bola pelo chão, na transição entre a dupla de volantes e os três jogadores do meio no esquema 4-2-3-1.

Até aqui, porém, o desempenho pouco melhorou. No Campeonato Brasileiro, o Palmeiras apresentou média de 46 lançamentos por partida. Desse total, 29 bolas foram desperdiçadas, com apenas 17 acertos. Novamente a média da equipe foi superior à do torneio: foram 42 passes longos por time, com 26 erros.

Até mesmo na Copa do Brasil, o Palmeiras abusou do artifício. O campeão realizou 43 ligações diretas e errou 29 delas. A média da competição ficou em 25 lançamentos por equipe, com 16 acertos e nove erros.

Confira os números dos lançamentos do Palmeiras:
Paulistão 2016
Média de lançamentos: 43,4 (média geral: 39,5)
Média de erros: 27,7 (média geral: 25,7)
Média de acertos: 15,7 (média geral: 13,8)

Brasileirão 2015
Média de lançamentos: 46,1 (média geral: 42,4)
Média de erros: 29 (média geral: 26,5)
Média de acertos: 17,1 (média geral: 15,9)

Copa do Brasil 2015
Média de lançamentos: 43,2 (média geral: 25,4)
Média de erros: 28,9 (média geral: 16,2)
Média de acertos: 14,3 (média geral: 9,2)"

Fonte: UOL

Os chutões do Prass me incomodam as vezes, porém a maioria são por falta de opção de passe, os do Robinho não, ele lança po ordem do treinador ou deve gostar de lançar mesmo, várias vezes ele poderia simplesmente tocar de lado ou para trás, mas não, ele lança. Gosto do Robinho antes que venham dizer que estou criticando porque ele não tem grife e bla bla bla.
20 Jan 2016
Ontem a ESPN passou o bola da vez com o Divino, assisti apenas uma parte, pois começou meia noite. Apesar da idade bem avançada se mostrou extremamente lúcido sobre futebol moderno. Um dos comentaristas da mesa disse que o Divino se não foi o maior que ele viu jogar, foi o mais inteligente e elegante. Mais ninguém assistiu a entrevista completa? Achei estranho não ter um tópico sobre isso quando abri o Fórum hoje.
7 Jul 2015
Em reunião paralela, Andrés, Palmeiras e CBF se unem a federações para mudar MP

Em meio a discussões sobre a Medida Provisória 671, a MP do Futebol, uma reunião paralela aconteceu no início da tarde desta terça-feira, na casa do deputado federal Jovair Arantes (PTB-GO). Deputados da bancada da bola, presidentes de federações e alguns representantes de clubes, estiveram no encontro que articulou um texto alternativo, chamado de emenda aglutinativa.

Walter Feldman, secretário-geral da CBF, e Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, também estiveram presentes. O deputado federal Andrés Sanchez (PT-SP), superintendente do Corinthians, também compareceu.

No novo documento, que conta com boa parte do que havia sido redigido pelo relator Otávio Leite (PSDB-RJ), na comissão mista sobre o tema, não há mais alguns pontos polêmicos, como o que tentava mudar a regra das eleições das federações, o maior entrave dos últimos dias, que incomodava as entidades estaduais.

Outras mudanças ainda podem aparacer. O novo relatório deve aparecer nas próximas horas.

Para a reunião, não foram convidados os presidentes do Flamengo e do Atlético-PR, por exemplo, que são a favor da manutenção do ponto de discórdia com a bancada da bola. O Bom Senso, que tem a mesma posição, também não participou do almoço.

Reinaldo Carneiro Bastos, da FPF, esteve no encontro. Jovair é presidente do conselho fiscal do Atlético-GO. Rubens Lopes, presidente da Ferj, está em Brasília, mas não participou da reunião.

Essa emenda será apresentada na reunião de líderes da Câmara, com o objetivo de ter o apoio da maioria, tirando a chance do relatório original ir ao plenário.

Há ainda uma tentativa, com chances menores, de um acordo global sair até o fim da tarde.

"De clube, só tinha o Palmeiras e o Corinthians, através do Andrés. Eles também aprovaram as mudanças feitas mais cedo. Tanto a questão dos prazos quanto o ponto maior de discórdia, que era a questão das federações", disse o deputado José Rocha (PR-BA), em contato com a reportagem.

A reportagem tentou apurar quais outros clubes estavam presentes na reunião, mas não conseguiu essa informação. O Atlético-MG também apoia o texto alternativo e havia se encontrado com Jovair na noite desta segunda, favorável à aglutinativa.

O Corinthians havia confirmado presença na coletiva de imprensa com o Flamengo e o Atlético-PR, na última segunda-feira, mas Roberto de Andrade não compareceu e nem justificou a ausência. Na casa de Jovair, Andrés ficou em cima do muro e afirmou que é contra a retirada do texto, mas também é contra a intervenção do estado na organização do desporto.

Não sei se é bancada, se for me desculpem. O que acham? Achei a matéria tendenciosa, não explica o que foi discutido na reunião e joga um título sensacionalista...
24 Feb 2015
Com o novo Palestra Itália, o Allianz Parque, o Palmeiras mudou seus status neste início de 2015. Além do alto público nos jogo (média do Paulista é de 23.697), o clube tem a maior renda do País atualmente com seu estádio.
Neste Paulista, em três partidas em casa, o Verdão conseguiu a renda bruta de R$ 5.547.438,75. Esse número poderia ser maior, mas a partida contra o Audax Osasco, disputado na Arena, foi com o Verdão como visitante. Por conta desse jogo, o Audax tem a terceira maior renda bruta do torneio, com R$ 1.682.610,00 em três jogos.
O Corinthians, segundo colocado neste ranking (incluindo times dos quatro maiores estaduais: Carioca, Gaúcho, Mineiro e Paulista) faturou R$ 2.319.060,55 em dois jogos na sua Arena.
Para se ter uma noção da força palmeirense, a renda do clube sozinha é maior que a somada de todo o Campeonato Carioca, que até agora faturou R$ 4.124.210,00. O número também é maior do que a renda completa do Campeonato Gaúcho ate o momento, que em todo torneio faturou R$ 4.207.593,04. O Mineiro também fica atrás do Verdão, tendo faturado R$ 3.066.160,00 até o momento.
O Palmeiras, com o Allianz Parque, representa cerca de um terço da renda bruta total do Campeonato Paulista, que hoje é de R$ 15.706.641,30.
O plano de sócio-torcedor do Palmeiras, o Avanti, é um dos grandes responsáveis pelo bom público e renda do clube no Paulista. Contra a Ponte Preta, por exemplo, 82% dos torcedores no estádio (15.171) eram associdos. Contra o Corinthians, o número subiu ainda mais. 87% dos torcedores presentes no Allianz eram associados (18.358). Contra o Rio Claro, o número caiu (após duas derrotas seguidas em casa), mas ainda teve um percentual alto de Avantis". Foram 62% de assoiados (10.927).

http://placar.abril.com.br/materia/sozinho...m_source=placar
Últimos visitantes


2 Jan 2017 - 21:20


1 Jun 2016 - 17:41


22 Mar 2016 - 11:15


21 Jan 2016 - 10:46


14 Jan 2016 - 12:26

Comentários
Outros usuários não deixaram comentários para Murilo Ruy.

Amigos
Não há amigos para mostrar.
 
Versão Simples Horário: 16th January 2017 - 04:22 PM
Fórum Palmeiras Todo Dia - Design by: IPB Skin & Free Proxy