Tongue

Membro
  • Total de itens

    6.521
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Tongue postou

  1. 3x1. Não pode nem cogitar não vencer esse jogo.
  2. Não existe padrão nisso, assim como tem Kannemann e Carli que schegam e se firmam, tem Donatti e Noguera que não marcam nem memória por aqui. 2018 e ainda usar nacionalidade como algum padrão de qualidade pra jogador não dá.
  3. Precisa avisar eles mesmos sobre isso então, faz anos que não acertam uma zaga confiável nem na seleção, quanto mais os atletas de clubes.
  4. Se esse Carlão for o que estou lembrando ele era pior que fome.
  5. Cristaldo guardava pênalti importante, só por isso merece minha torcida. Porém, ele ter como maior qualidade correr atrás da bola igual um faminto atrás de um prato de comida já deixa claro que não deveria ter espaço no elenco. ------------------- Eu sinceramente não vejo toda essa tragédia no desempenho do Moisés em campo (inclusive com muitos falando pra "mandar embora que ele acabou"), inclusive em boa parte dos jogos mostrou vitalidade e mobilidade para cobrir muitos espaços, com vezes que conseguia barrar a transição adversária ainda no meio-campo e iniciar construção ofensiva. Obviamente ainda tem aspectos de jogo que não são seu "natural" (errando passes e bolas longas que não costumava errar, assim como finalizações de média distância descalibradas ou mesmo "cálculos ruins" onde chega atrasado em algumas jogadas), mas creio isso ser consequência da falta de ritmo de jogo mais do que como se ele estivesse acabado pro futebol. Importante lembrar ainda que nessa bagunça de time NINGUÉM praticamente consegue render tudo que pode/já jogou, e não seria diferente com ele, ainda mais considerando toda trajetória de lesões.
  6. Erik era melhor que Adriano Michael Jackson, nem por isso não podia ser criticado. Não é porque se critica algo do atual momento que merece (ou quer) algo do passado recente tenebroso, assim como não é porque lembramos dele que devemos nos contentar com qualquer coisa "não tão ruim". For seguir essa lógica, tem que botar vídeo dos times de 90 pra pararem de endeusar atuais funcionários do clube (e seguiremos em um ciclo superficial e descontextualizado de opiniões).
  7. Não era muito diferente.
  8. Duvida? Basta ter visto o mínimo da carreira de Paulão e Erazo pra saber que eles conseguem ser muito pior que nossas opções atuais pra zaga. --- Já comentei outras vezes, a atual (péssima) fase da dupla atual faz que ela pareça muito pior do que realmente é e outras de mesmo nível espalhadas por aí aparentemente ser melhores (porque tem seus erros menos visíveis). O problema dessa história de "qualquer um ser melhor" é que acertam com qualquer zagueiro, na prática se mantém o nível das atuações e de novo é elenco inchado e dinheiro gasto.
  9. Então se Palmeiras e Vasco trocassem suas duplas titulares teríamos ganho técnico?
  10. Você acha que eles são (e não "estão") abaixo de Erazo, Paulão, David Braz, Revér, Gum, Léo, Murilo, Gabriel, Rodrigo Caio, Henrique e afins?!
  11. Nossos zagueiros são medíocres porque estão na média dos outros times. Pega as equipes de série A e (exceção ao Grêmio) todas vão ter no mínimo um zagueiro no mesmo nível dos nossos titulares. Eles aparentam ser melhores porque vivem momento melhor em times muito mais bem arrumados. Botar só na conta da qualidade técnica dos zagueiros só tira o foco que tem que ser a construção de um sistema defensivo sólido que não dependa de imensa qualidade técnica dos zagueiros pra poder funcionar (válido relembrar que inclusive o treinador atual demonstra imensa dificuldade em acertar o time defensivamente desde outros trabalhos na carreira). Nossas laterais deixam inúmeros espaços, a proteção a frente da área é péssima e constantemente os zagueiros tem jogar saindo pra cobrir os dois espaços, o que aumenta muito a chance de bizarrices como que vimos. Isso isenta eles das cagadas? Não. Mas também ajuda a apontar que ficar trocando nomes não vai resolver o problema.
  12. Minutos antes teve um lance idêntico ao do gol do Botafogo onde a bola ficou pererecando dentro da área e o Kieza errou o chute, assim como grande parte das bolas aéreas a defesa tem dificuldade imensa em cortar, muitas vezes conseguindo no máximo afastar elas até a entrada da área (cortes tem altura e não distância). Nossas laterais são convites para qualquer ponta adversário: lateral constantemente no 1x1 e nossos zagueiros tendo que sair pra buscar dobra no setor. Tomamos gol por cagada individual contra o Corinthians, mas quantas outras vezes qualquer bola passando por lá era um deus nos acuda? Aliás, pegando os jogos desde a semi-final contra o Santos, em quantos gols tomados as jogadas foram pelas laterais sem balanço defensivo ideal do time? Quanto tem falha coletiva constante, os erros aparecem muito mais. Nossos jogos são replays um dos outros seja na defesa (entregadas e dificuldade em fazer o básico), seja no ataque (dificuldade de criação).
  13. Se todo jogo tem falha grotesca, elas deixam de ser pontuais e individuais e passam a apontar pra algo coletivo e estrutural. Pro ataque deve ser um desgosto o zagueiro errar o tempo de bola e entregar um gol, assim como pra defesa deve ser uma agonia ver o time jogar um tempo inteiro e dar um chute decente ao gol.
  14. Em tempo: traz qualquer outro cara de mesma prateleira que Dudu e ele vai render abaixo do que pode igual na forma que o time está atualmente.
  15. Cara vai pro quinto ano de carreira e terceiro clube grande, se ainda sofre tanto com inexperiência tem desenvolvimento bem lento.
  16. Dudu é caso de bagunça coletiva atrapalhando jogador. Ele nunca foi jogador driblador, incisivo. Pelo contrário, ele sempre foi muito mais de segurar a bola e ditar ritmo. É muito mais comum ver ele segurar a bola na ponta esperando as movimentações do time visando passe (laterais passando, aproximação dos meias, passe cruzado na área visando centroavante/elemento surpresa) do que partir pra cima do marcador como se fosse avançar em progressão (como Keno é especialista em fazer). O que potencializa a fase medíocre dele é que no "sistema" de jogo atual a "criação" do time se resume a chutar a bola pra ele e pro Keno se virarem contra dois, três marcadores esperando 34 minutos até o bloco de trás conseguir chegar na frente já que o time é todo espaçado. Claro que nessa condições ele vai tentar finta mais vezes é claro que sua efetividade será baixa porque não é sua melhor característica.
  17. Partindo da ideia que Inter deve jogar pregado na parede, meio com Melo, BHenrique e Moisés até deve funcionar. O primeiro só consegue jogar nessas situações, com espaço para passes longos; BHenrique vai ter liberdade pra fazer a única coisa que sabe que é ser elemento surpresa na área e junto com Moisés devem sufocar a saída de jogo adversária, abusando das bolas buscando de achar Dudu e Keno com espaço aproveitando as tentativas frustradas de saída de jogo do adversário. Mas longe, bem longe de ser ideal. Moisés já provou N vezes que não rende nada mais adiantado e a tendência é que a cratera existente entre o bloco defensivo e ofensivo do time continue.
  18. Não temo, aprendi aqui que a Leila é rica então não vai roubar e será competente.
  19. Que Dracena volte com VLuis na esquerda pra dar algum apoio na marcação. Voltar com Barbosa que vive na frente e tendo que enfrentar jogadores mais velozes no 1x1 ou sair da área pra dar combate a tendência é acontecer repeteco do ano passado.
  20. Modelo tático vai longe de ser algo definido pelo clube, coincide de uma porrada de treinadores insistirem em um modelo de jogo similar por mero modismo. Se acontecer um surto de 4-6-0 na europa e a mídia "especializada" elogiar, daqui uns 2 anos 90% dos times da série A vão jogar assim e quem não aderir vai ser rotulado como "ultrapassado" e "deslocado das mudanças táticas do mundo".
  21. Não demora as criticas vão ser parecidas com as que o TchêTchê estava recebendo: só passe inócuo, não desarma, não dá assistência... BHenrique ainda tem vantagem que sua maior qualidade é chegar na área finalizando e vez ou outra faz uns golzinhos, mas em sua posição sofre tanto quanto os outros em um time com coletivo 0. Eu critiquei bastante ele, mas vem fazendo papel até que digno no que suas limitações e principalmente as limitações do time tornam possíveis.
  22. Luan era cagada esperada, sempre foi limitado e se valia de uma grife que nunca fez por merecer. Eterna promessa. Juninho já foi uma boa movimentação que não deu certo, mas nesse caso não foi um erro.
  23. Ano passado o desempenho de VH e Mina eram muito abaixo do que podiam porque o sistema era tão bagunçado quanto o atual. É mais fácil consagrar zagueiro medíocre em um bom coletivo do que garimpar zagueiro de um nível tão alto pra compensar tantas deficiências.
  24. Roger não é nem um dos melhores do estado, quanto mais do Brasil. A situação de treinador do Brasil é caótica, mas daí pra ele ser um dos melhores tem distância grande.
  25. Normal, já li aqui que Fabinho Capixaba não rendia por culpa da torcida. Se for ver até demorou pra começarem a jogar parte da culpa nas costas da torcida, é até uma constante.