Tongue

Membro
  • Total de itens

    8.330
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Tongue

  • Rank
    Categoria Master
  • Data de Nascimento Novembro 13

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Profile Information

  • Gênero
    Male

Últimos Visitantes

11.573 visualizações
  1. Roda do futebol gira muito rápido mesmo, RGuedes teve meio/final de passagem por aqui extremamente contestado hahahaha
  2. Então a ideia é gastar uma pequena fortuna em um jogador que "pode ser que jogue", para quê então "possa ser que decida?" For pra apostar nisso traz Fred ou ROliveira com 49 anos mesmo. Mais barato e não duvido que conseguem ter mais jogos na temporada do que o argentino (mesmo ambos veteranos e com carreira marcada por lesões).
  3. Então a lógica é trazer um jogador pra continuar na mesma?
  4. Se ele não está em campo não tem como fazer gol.
  5. Hyoran estava bem ano passado em um período que basicamente o time inteiro estava mal. Contribuiu de forma a importante pro título brasileiro e caiu de produção conforme o time foi evoluindo. Até esperado que um jogador comum tenha uma variação de desempenho dessas em campeonato tão longo e sequência puxada. Não que eu ache que fosse contribuir muito mais, mas merecia ter chances nesse início de temporada para saber o quanto pode render.
  6. Mas nem a comissão técnica entrou pra ganhar, basta ver a enorme preguiça do time em boa parte do campeonato. Quer coisa mais ridícula que o time vendo adversário tocar bola no campo de defesa satisfeito com empate em rodada de meio de campeonato Paulista? Eu discordo que o campeonato não serve para nada, poderia e deveria servir, mas aparentemente nem internamente o clube conseguiu resolver como iria encarar a competição.
  7. Já tomei como verdade e estou torcendo para dar certo tamanha aleatoriedade que seria. Legal demais hahahaha
  8. Time assina o regulamento, time optou por excluir novos jogadores e atletas da base da lista final ou utilização nas partidas e a pressão aumenta sobre os atletas porque o desempenho do time como um todo não consegue ser consistente. A violência de um ou outro time ocorre, assim como fatalidades também (completamente diferente a lesão de Scarpa e FPires, por exemplo) que poderiam ocorrer em um coletivo ou jogo treino. Pra que serve a competição? Pro clube lucrar com bilheteria, para alguns torcedores terem a chance de prestigiar seu time ao vivo e para (quem sabe) sabermos antes da estreia na Libertadores que o clube tem muita coisa pra acertar.
  9. Ao menos aparentemente resolveu a situação. Vida que segue e agora tem que recuperar moral dos dois atacantes principais do time. O lado que pode deixar otimista? Ambos já passaram por isso ao faz muito tempo e mesmo assim se provaram úteis posteriormente.
  10. O que seria um atacante que "resolva algo"? Alguém capaz de criar as próprias oportunidades com consistências e não depender tanto da produção do restante do time para conseguir ser efetivo? Se sim, quem seria opção?!
  11. Mas aí a questão não é o campeonato em si, mas o desempenho do time. Se o time para não ser pressionado precisa não jogar em vez de jogar bem nos seus compromissos (e não deixar essa pressão começar) é que tem algo bem errado.
  12. Quando digo "chutão" me refiro ao modelo de jogo mais direto e optando por trabalhar menos a bola. Nesse caso, o time do Mendonça (esse precisa nem falar, meio-campo era um latifúndio improdutivo), Cuca (time agudo e direto, especialmente no segundo turno) e Felipão ano passado se encaixam. Acho que se fosse botar na ponta do lápis, maioria da torcida iria preferir um modelo de maior posse, toque de bola e controle de jogo, mas os que tentaram isso recentemente falharam basicamente com mesmos erros: time inócuo, não conseguia agredir o adversário e no fim das contas tinha que apenas para mesma definição "rudimentar" de bolas esticadas/cruzadas para tentar imprimir algum volume de jogo. Acho que resumir a questão a técnico paizão é muito pouco, questão que esses treinadores que buscam valorizar posse de bola precisam é saber auxiliar o time em o que fazer com ela, é até assustador como quase todos ficam com toques de lado em zonas distantes do gol pra acabar tendo que dar bicão pra área de qualquer forma (tipo o time do Diniz quando treinava o CAP).
  13. Nem comento mais sobre Deyverson, vai entender o que passa hahaha
  14. Concordo, a saída dele é boa pra todo mundo. Daqui um tempo as cagadas dele vão sendo amenizadas e sobra em relação a torcida simpatia por ele ter sido decisivo e até mesmo bom personagem de futebol (mas ele não precisa voltar no futuro também não hahahaha). Vai pra categoria Cristaldo de "decisivo em título, raçudo, simpatia pura e que dê certo pra onde for sem precisar voltar pra cá".
  15. Curioso que se - e aí forçando claro - fossemos dividir últimos treinadora entre os de "chutão" (futebol mais direto e agudo) e de "posse", os títulos vieram somente com os do primeiro grupo hahahaha