J.M.Neto

Moderador
  • Content count

    10,193
  • Joined

  • Last visited

Everything posted by J.M.Neto

  1. Fim!!! Bate boca sem nenhum fundamento e não acrescentando nada, a não ser discórdias. Bom o pessoal ficar esperto!!!
  2. Pior que a perseguição continua... Os sardinhas foram literalmente garfados no jogo contra o the Strongest e a Chape será sacaneada por conta da escalação do zagueiro Luiz Otávio. Enquanto os clubes brasileiros não se rebelarem contra essa entidade de merda, continuaremos a ser prejudicados sob todos os aspectos. Lembrando que a comebosta depende muito do dinheiro dos clubes brasileiros.
  3. Time todo muito bem...
  4. 498149 inscritos... faltando 1851 inscritos para a marca dos 500 mil inscritos!!! Vamos divulgar!!!!!
  5. ATÉ FAZER? PALMEIRAS X PEÑAROL TEVE APENAS 40 MINUTOS DE BOLA ROLANDO porDanielle Barbosa Publicado às 09:10 de 13/04/17 O Palmeiras venceu o Peñarol por 3 a 2 nesta quarta-feira (12), no Allianz Parque, com um gol aos 54 minutos do segundo tempo. Após a partida, muitos torcedores rivais e o técnico do time uruguaio, Leonardo Ramos, criticaram o tempo de acréscimo dado pelo árbitro Roddy Zambrano. “Eu nunca vi um árbitro assim. Ele deu oito minutos de acréscimo, até o Palmeiras conseguir fazer o gol. Foi mal durante todo o jogo”, disse Ramos. Apesar das reclamações, as estatísticas da partida mostram que os oito minutos de acréscimo, na verdade, não foram suficientes para recompensar todo o tempo de jogo que a bola ficou parada. Dos 101 minutos de partida no Allianz Parque, contando os dois tempos mais acréscimos, o jogo teve apenas 40 minutos de bola rolando e nada menos que 61 minutos de bola parada. Só com faltas, foram 24 minutos de jogo perdido. As informações são do jornal “Hora Um”, da Rede RGT. No lance que originou a expulsão do Dudu, foram mais de três minutos de jogo parado esperando que o árbitro autorizasse a cobrança da falta. Vale lembrar que o árbitro havia dado cinco minutos de acréscimos, mas com a confusão causada pela expulsão do Dudu, acrescentou mais três minutos. Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras, não poupou críticas ao jogo do Peñarol. “Eles não querem jogar bola. Eles estão aqui para xingar, para fazer grupinho, para atacar os jogadores. O treinador deles falou de propósito o número errado da substituição para atrasar ainda mais o jogo. Eu nunca vi isso”, disparou. “É por isso que eles tomaram o gol aos 54 e vão continuar tomando. Agora eles vão lá chorar em casa. Libertadores é isso. Precisa treinar para isso, não para ganhar jogo. Com algumas exceções, não podemos generalizar, porque no ano passado o Atlético Nacional jogou futebol, ganhou no campo”, completou. Alguns"jornalistas" e torcedores adversários questionaram os acréscimos... Mas, a reportagem diz tudo... Pior é ver um comentário de um torcedor dizendo que isso é "normal" em Libertadores, que a média de bola rolando é 37 minutos e que em Copa do Mundo o normal é 57 minutos... sei, sei...
  6. Notícia antiga, não vamos compartilhar esses plantadores de crises.
  7. Estava acompanhando o jogo do Dortmund contra o Monaco no site do Uol e li o seguinte comentário de um twitter... ESTÃO ROUBANDO MEU DORTMUND... assinado, Zé da Silva... Joaquin Teixeira tem razão!!!
  8. desculpe... mas, nem vale a pena manter um tópico aberto para dar moral para um bando de torcedores doentes... Nem merece nossa resposta... melhor ignorar!
  9. 3x0, fácil
  10. Links no arquibancada por favor
  11. Mandei MP... e vou postar no Arquibancada
  12. Vamos ganhar bem... Gostei da escalação, corajosa e jogando prá cima!!!
  13. Morreram pela boca... Palmeiras com a melhor campanha, e ninguém mais alcança
  14. Atitude corretíssima do EB, valorizar quem trabalha. Não morro de amores pelo Alecgol, mas, enquanto jogador do Palmeiras, terá meu apoio. Bola prá frente! E tomara que guarde uns dois no próximo jogo.
  15. http://www.forumptd.com/index.php?showtopic=114889
  16. Todos aqui que criticam acham que jogamos contra o Luverdense, que foi considerado um adversário difícil jogando contra os gambás... Não, cazzo!!! Jogamos contra os sardinhas, time dificílimo de ser batido na Vila, fazia seis anos que não ganhávamos nada por lá. O jeito de jogar deles em casa é pressionando o adversário, com posse de bola e velocidade. EB não pensou errado em reforçar o meio com o Zé e colocar o Egydio na esquerda, dando consistência na marcação nos dois setores. O que não esperava é que o Zé jogasse aquém do que jogou quando atuou do lado do Felipe Melo da última vez. A intenção não foi ruim, mas, concordo que não surtiu o efeito desejado. Nosso ataque não rendeu, simples assim... e isso não pode ser creditado ao técnico. Tche Tche e Dudu, os motores do time, não renderam, a bola não chegava redonda para o Borja, que lutava sozinho na frente, e os sardinhas acertaram a marcação no segundo tempo, pressionando nosso time. Mas, teve o mérito de empurrar o time para a frente com qualidade, sem desespero depois do gol deles. Abriu o Roger Guedes pelo lado direito, lado mais fraco da defesa deles, e lançou o William, num golpe de coragem. Vencemos por mérito do técnico também, ou não? Quer dizer, se o time toma gol, culpa do técnico, se faz gol, mérito dos jogadores... eu vejo tudo como um conjunto.
  17. Esse time não desiste nunca... Contra o seu Jorge, gol no final.. Contra os sardinhas, dois gols no final e virada. É um time que não desiste.
  18. Prass, Guedes, FM e Dracena, os nomes do jogo
  19. gostei da arbitragem hoje, não interferiu.
  20. Foda-se a imprensa marrom... Continuam tendo que engolir o Palmeiras.
  21. Totalmente sem noção avaliar o comportamento de torcida assistindo o jogo na TV. Lembrando que a TV pode até filtrar o som que vem do estádio, vide o que ocorreu no hino, quando a segunda parte foi ignorada pelos jogadores e o áudio da FOX foi cortado. Portanto, tópico fechado...
  22. O que me impressiona na Libertadores é que todo jogo do Palmeiras o árbitro escolhido é fraco. Lembro que no jogo em que perdemos do Nacional ano passado no Allianz, o juiz deixou o pau comer à vontade e foi conivente com a cera uruguaia. Ontem pelo menos o juiz teve bom senso de dar seis minutos de acréscimo, mas, deixou de expulsar pelo um jogador deles por entrada violenta. E o pênalti no Mina, em qualquer lugar do mundo é marcado, menos aqui e na Libertadores. Em suma, apitou assustado, muito fraco e despreparado. Esperemos que venham árbitros com mais qualidade nos próximos jogos.
  23. Acabei de assistir os melhores momentos do jogo. O que o Palmeiras criou de oportunidades contra uma equipe ultra retrancada foi um absurdo! Contei umas seis chances claras de gol, só o Borja perdeu duas! O que isso tem a ver com o técnico? Que ele escalou certo e, apesar de ter criticado durante o jogo, mexeu certo também. Maior problema de ontem foi não consolidar as chances em gols. A vitória foi mais do que merecida e o EB foi bem ontem.