Alan Felipe

Membro
  • Total de itens

    9
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Alan Felipe

  • Rank
    Categoria Iniciante
  • Data de Nascimento 24-03-1986

Profile Information

  • Gênero
    Masculino
  • Localização
    Serra Negra

Contact Methods

  • Facebook
    https://www.facebook.com/alanfcl
  1. Eu discordo do seu ponto de vista de "jogador de 2º tempo". Não vou desmerecer o Keno, acho ele um excelente jogador e sempre falei que o melhor jogador daquele time do Santa Cruz era ele e não o Grafite. Mas para mim, no Palmeiras de hoje ele é sim um jogador de 2º tempo. Não estou dizendo que ele não tenha capacidade de ser titular, longe disso, em qualquer outro time do Brasil ele seria titular. Porém, a superioridade técnica do Palmeiras faz com que os times adversários vem jogar contra nós retrancados e super concentrados. Para acharmos um gol nesses times, o Roger precisa usar de muita estratégia. Acredito que é por isso que o Keno fica no banco. No jogo contra o Bragantino, eles vieram tão fechados contra o Palmeiras que se o Keno estivesse entrado de titular ele se cansaria como qualquer outro jogador que tivesse entrado no 1º tempo. Os zagueiros do time adversário entraram pra jogar a vida contra o Palmeiras, super concentrados e descansados. O Keno no 2º tempo, entrou descansado, então ele pôde colocar a sua velocidade e seus dribles em cima desses zagueiros que agora estavam cansados, coisa que ele não conseguiria no 1º tempo. Euller no Palmeiras e Denilson na selenike deitavam e rolavam em cima de zagueiros cansados no 2º tempo. Mas isso faz parte de estratégia de jogo, que o Palmeiras se dá ao luxo de ter porque tem ELENCO.
  2. Aí a empresa que tem parceria com o Palmeiras não tem sucesso na empreitada, qual outra empresa que vai querer investir na marca Palmeiras?? Torço sim pra que todas as empresas parceiras e o Palmeiras ganhem muito com esses acordos, todos devem ganhar. Isso sim eu sou contrário a WTorre, e acredito que com a cobrança da torcida ela comece a fazer com o tempo. Aliás isso está em contrato e deve ser cumprido. O problema é que tem gente que não vê relação entre uma coisa e outra, acham que só o Palmeiras tem que ganhar com a parceria, ficam putos porque a parceira está ganhando dinheiro com o Palmeiras. Vide a parceria 'bem feita" entre o Flamengo e aquela marca de energéticos que eu nem sei o nome, quem perdeu mais nessa parceria foi o time e não a empresa...
  3. Hoje o Palmeiras é o único time brasileiro que compra jogador sem pensar em vendê-lo para outro time da Europa/China e afins. Pensa único e exclusivamente em aumentar o seu poder de fogo para se consolidar como o maior do Brasil. Nem o lixo do rio com a organização administrativa (a mais desorganizada que eu vi na vida, mas que no Brasil é vista como um caso a ser copiado por todos) consegue isso, até por isso só vende se for vontade do jogador ou uma proposta irrecusável.
  4. A matéria não explicou direito o que seria "faturamento líquido", ainda fico com meu ponto que o lucro gerado (esse sim já descontados funcionários fixos, manutenção, equipamentos, troca de gramado, impostos,etc...) pelo estádio para a WTorre não foi esse que está sendo colocado pela Folha. Enfim, meu ponto de vista não está no dinheiro que a WTorre ganhou ou deixou de ganhar, e sim na demonização que se tem em ganhar dinheiro com o investimento que ela como quando falam que "empresário chora de barriga cheia". Não vêem o risco que ele teve que tomar, a burocracia que teve que acatar enquanto outras tinham suas facilidades?? Sorte a nossa que o empresário teve essa visão, porque senão estaríamos ainda com o "velho" Palestra Itália com capacidade para 25mil pessoas e sem nenhuma infraestrutura de cobertura/restaurantes/banheiros para os torcedores.
  5. Não confunda faturamento com lucro... ele faturou 146 milhões de reais, ele não lucrou esse valor. E também ninguém sabe como ele "investiu" esses 600 milhões. Pelo que andei lendo, foi pego um empréstimo no Banco do Brasil em um momento em que as empreiteiras estavam sem crédito na praça por causa da Lava Jato, ou seja, com juros alto. O que estou tentando dizer é que dentro desse valor de 146 mi que faturaram tem várias despesas, como funcionários, manutenção, fornecedores, juros bancários, etc e etc. A matéria em si é bastante tendenciosa quanto a esse critério, as vezes vemos quanto uma empresa arrecada mas não vemos o quanto ela gasta. Não podemos afirmar que a WTorre está "ganhando" ou "perdendo" dinheiro com esse tipo de negócio, não podemos afirmar que em 3 anos eles "tiraram 1/4 do valor" do negócio, pois não sabemos os custos relativos a esse negócio e o quanto de juros o banco cobra do "investimento" de 600mi que ele pegou para construir o estádio. Vamos hipoteticamente fazer a conta assim, nada daqui está correto é somente uma suposição para fazermos a análise academicamente: Investimento para construir o estádio - 600mi depois 30anos Juros com empréstimo do "investimento" 10 anos - 300mi final de contrato (considerando 0,5% de juros ao mês - fiz conta de padaria então os valores não estão totalmento corretos) Funcionários - 30mi depois de 30 anos Equipamentos - 600mi depois de 30 anos Manutenção - 600mi depois de 30 anos INVESTIMENTO EM VALOR PRESENTE DO TOTAL DE 30 ANOS - R$ 2,13 bi Se formos pegar esses valores, a WTorre não conseguiu reaver nem 10% do que investiu/investirá no estádio (mais uma vez, esses números são hipotéticos). Conclusão: Vamos parar de demonizar empresas que querem fazer parceria com o Palmeiras e achar que só elas que ganham dinheiro em cima do nosso time, elas querem ganhar dinheiro profissionalmente igual todo mundo. Hoje o Palmeiras oferece isso com a sua gestão profissional, tanto que vemos inúmeras parceiras na área médica (Albert Einsteins), no .patrocinio (Crefisa e FAM), na tecnologia (Apple), etc e etc...
  6. Aquele jornalista é o grande espelho da nossa sociedade onde, pra equilibrar o nível dos times, pede pra alguém criar regras, regulamentos benéficos aos clubes que vão na contramão da modernidade administrativa e prejudicam aqueles que se esforçam para melhorar a sua administração, ou seja criam empecilhos para que os bons se multipliquem. Sabe qual o resultado disso?? - Campeonato Brasileiro cheio de times medíocres com o pires na mão. -Clubes endividados e sem conseguir receite é um prato cheio para a RGT. Aí é só chegar com as polpudas "luvas" e levar os direitos de transmissões por mais 5 anos, fazendo com que o campeonato não seja internacionalizado e só sendo transmitido aqui no Brasil mesmo. - Cada vez menos os clubes conseguindo segurar jogadores para times da Europa, pois tem que vender para pagar as contas feitas de forma criminosa pelos dirigentes, aumentando mais ainda a diferença entre os continentes. - Times menos técnicos e mais "feios" de se ver jogar, fazendo o brasileiro se desinteressar pelo futebol e consequentemente diminuir sua ida aos estádios. Não a regularização!! Isso só é uma forma de matar/acabar com alguém ou algo que faz da forma correta para se tornar referencia e beneficiar e reverenciar aquele que empurra com a barriga.
  7. Esperando os seguintes fatos acontecerem: - esperar os concorrentes fazerem todas as ofertas possíveis para um jogador que todos (inclusive a imprensa) dizem ser bom e; - quando os concorrentes estão nas vias de fato para assinar, o Palmeiras chega no jogador e fala que cobre qualquer proposta anteriores... - concorrentes ficam putos da vida e contratam qualquer jogador mediano com o preço totalmente inflacionado. - imprensa começa a denegrir o jogador contratado pelo Palmeiras e endeusam o jogador do time concorrente, contradizendo o que vinha falando antes dos jogadores serem negociados. - alguma "informação de bastidores" dizem que o Palmeiras tomou chapéu no jogador negociado com um de nossos concorrente, pois estávamos interessados no jogador contratado pelo mesmos, por isso o preço foi inflacionado. - começam as lamúrias pelas luvas que pagamos pelo jogador e esquecem que qualquer tipo de negociação tem esse tipo de luvas, inclusive os jogadores contratados pelos nossos concorrentes. - começam mais uma vez a dizer que o Palmeiras é bancado pela Crefisa e se não fosse o mecenas Paulo Nobre estaríamos na mesma situação dos rivais para contratar jogadores. - Esquecem (ou preferem esquecer) de mencionar o profissionalismo que o time vem empenhando na sua administração durante 5 anos, atraindo patrocinadores e parcerias (lembrando que a mesma Crefisa procurou o São Paulo antes de procurar o Palmeiras) e que, o que a Crefisa paga de patrocínio é o mesmo valor da diferença que a RGT paga dpara ter os direitos televisivos dos maiores sugadores de dinheiro público de times que existem no Brasil.
  8. A Parmalat também deixou as finanças do Palmeiras bem encaminhadas quando saiu... o que vimos foi uma pessoa mal intencionada botar tudo a perder poucos anos depois. Se fosse qualquer outro presidente ligado às ratazanas que existem na politica do Palmeiras, aposto com você, que o Mattos já não era mais diretor de futebol do próximo ano, devido a extrema pressão que está sendo exercido em cima dele por causa dos "fracassos" desse ano. Concordo na segunda parte da cobrança dos bastidores, porém nas finanças discordo totalmente.