PalestraIt

Membro
  • Total de itens

    1.837
  • Registro em

  • Última visita

Sobre PalestraIt

  • Rank
    Categoria Estrela

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Profile Information

  • Localização
    Curitiba - PR
  1. o fato de nenhum sequer chegar perto de ser consenso entre a torcida já demonstra que a decisão não é fácil. diante disso, minha 1ª opção seria o Abel, principalmente pelo inicio deste ano dele no Flu, vi alguns jogos e gostei bastante, e como 2ª opção, onde todos os demais seriam apostas, eu iria de Jair Ventura, botafogo tem um bom sistema de jogo, bem definido, além da campanha na liberta desse ano q foi muito boa, pesa contra a pressão 1000x maior que sofreria aqui. Roger não me empolga nenhum pouco, relevante observar q tem histórico de incapacidade de controlar o vestiário, isso para nós é péssimo.
  2. Faltou o Dunga ali nas opções...
  3. 10 pro cabelo do Tche2 e do Guedes!
  4. Eu não vou entrar no mérito se o Mattos deve ou não continuar, mas uma coisa é certa, o trabalho dele esse ano foi pífio. Fez escolhas arriscadas que se transformaram em um abacaxi pro Palmeiras, como Michel Bastos, Felipe Melo... atletas com um custo altíssimo, contratos longos e que não jogam (vai fazer o que com eles??)... Revelações contratadas a peso de ouro que não vingaram, estão virando mico (Juninho, Erick, Luan, Hyoran)... Permissivo no gerenciamento do elenco, jamais caras como Roger Guedes poderiam ainda estar integrados ao elenco e jogando!! E o pior, está dobrando a aposta ao que parece... contratar Lucas Lima a peso de ouro?? Weverton?? renovar com Egídio? Se fracassar no 1º semestre do ano q vem a situação dele vai ficar insustentável! Pra mim toda a gratidão que eu tenho pelo Mattos se deve a infraestrutura que ele montou na Academia, que mudou o Palmeiras de patamar. Mas na condução da formação de time e escolhas de treinadores não vejo nele esse Semi-Deus que muitos o classificam, sempre defendi sua manutenção na vdd por falta de profissionais capacitados nesta área no Brasil, mas este ano ele e seu parceiro Rodrigo Caetano estão dignos de piadas!
  5. Esse maluco joga bola com um pessoal do Atl-PR no mesmo horário que eu jogo num complexo esportivo aqui em Ctba. Como sempre vou jogar com a camisa do Palmeiras esses dias ele cruzou eu e ficou olhando com aquela cara kkkkkkk fiquei reparando nele esses dias jogar ali e comentei com um colega do lado "o cara é ruim até jogando com cara q não é profissional, como poder ter jogado no Palmeiras e ganhado tanto dinheiro na carreira?" kkkkkkkk
  6. independente da veracidade da noticia, se os bambis pedissem pra jogar uma bola emprestada por cima do muro eu jogaria uma bomba no lugar, o que dirá liberar o Jean de graça... aquela entrevista do vaidar personificou exatamente o que esse time nojento pensava do Palmeiras na época mais difícil de nossa existência, agora querem jogador nosso?? é muito simples, paguem a multa e pronto.
  7. O catalisador é a Leiloca, se ela estiver alinhada com o Galiotte (o que acredito que vá ocorrer) mantendo o suporte financeiro, o sapo boi vai espernear, mas não conseguirá fazer um estrago tão grande!!
  8. O Conselho Deliberativo do Palmeiras vai votar, no próximo dia 31, propostas para mais uma reforma estatutária no clube. O edital de convocação foi publicado no último domingo e pegou de surpresa boa parte dos conselheiros progressistas do clube. Os itens da nova proposta foram reescritos em meio a um histórico conturbado. Em 2013, Paulo Nobre formou uma comissão com 30 conselheiros, contemplando todas as alas políticas do clube. Através de um processo cuidadoso, o novo estatuto seria refeito por completo e a meta inicial era que fosse enviado para votação até agosto de 2014, por ocasião do centenário do clube. O texto final demorou demais para sair, diante da complexidade do projeto, mas enfim passou pela consultoria de um renomado escritório de advocacia. Por “defeitos técnicos” o texto final foi misteriosamente rejeitado e a comissão, dissolvida. O trabalho foi totalmente descartado; tempo e dinheiro foram jogados no lixo. A demora no processo e a incapacidade em concluí-lo pode ser considerada o maior fracasso da gestão Paulo Nobre. Uma segunda comissão foi formada em meados deste ano com apenas oito conselheiros, em sua maioria leais a Mustafá Contursi. O novo texto, entre várias mudanças, suprimiu um item fundamental da proposta anterior: a redução do número de conselheiros vitalícios, dos 148 atuais para “apenas” 100. A figura do conselheiro vitalício é uma instituição que visa manter no Conselho personalidades importantes no clube, com conhecimento profundo da História e valores palmeirenses; pessoas que devem ser consultadas sempre que assuntos sensíveis venham à tona. Qualquer clube necessita ter essas referências. Mas em qualquer análise, 148 cadeiras vitalícias é claramente um exagero que torna o Conselho um órgão enviesado. A proposta anterior, que reduzia o número de vitalícios para 100, ainda não chegava a um número razoável, mas é o que fazia com que a proposta fosse considerada politicamente viável. Só que a eleição de vitalícios, que substituem os que vêm a falecer, é um dos maiores instrumentos políticos de Mustafá Contursi, que melhor consegue manter sua enorme influência no Conselho e consolidar seu poder quanto maior for esse número. Transparência zero A proposta anterior, que foi inutilizada, na prática diminuía a influência de Mustafá no clube, limitando o poder do COF, onde ele reina soberano, e reesquematizando a estrutura organizacional, tornando-a muito mais enxuta com a redução do número de diretorias. O número de diretores é outra moeda de troca importante no jogo de poder de Mustafá, e enxugar a estrutura seria um golpe duro em seu modus operandi. A nova proposta é considerada um golpe pela ala progressista do clube. O processo anterior foi lento e cauteloso para que as novas propostas fossem exaustivamente debatidas entre os conselheiros, que se reuniam com a comissão do estatuto em grupos de 50 para debater todos os pontos – as chamadas “reuniões setoriais”. A nova proposta foi redigida a toque de caixa, sem que nenhuma setorial fosse feita, o que caracteriza o que popularmente se chama de “empurrar goela abaixo”. O processo, ao contrário do anterior, foi conduzido a portas fechadas, sem nenhuma transparência. Emendas, para tentar reverter a situação Um grupo de conselheiros, descontentes com a situação, deve apresentar uma proposta de emendas, na inglória tarefa de tentar reverter a manobra. Para que aconteça uma alteração no estatuto, um novo texto deve ser aprovado ou reprovado por inteiro, os conselheiros votam “sim” ou “não”. A estratégia que resta é tentar mudar o texto que será votado, e para isso uma comissão paralela deve se reunir em regime de urgência para tentar reescrever a proposta. As emendas então serão avaliadas; os itens que entram em conflito com a proposta atual serão votados sob o comando do presidente da casa, Seraphim Del Grande, o que deve fazer da sessão do dia 31 uma das mais tumultuadas dos últimos tempos. Del Grande, que em outros tempos foi um feroz opositor de Mustafá, hoje lhe é absolutamente leal e deve conduzir a sessão de forma a garantir os desejos de seu comandante. Grande derrotado: Maurício Galiotte Parte da base de apoio a Maurício Galiotte está nessa ala progressista que não concorda com a manobra de Mustafá e deve acontecer uma pressão para que o presidente se mantenha firme em favor das mudanças propostas originalmente, que devem voltar nas propostas de emendas. Se atender aos insatisfeitos, pode perder o apoio de Mustafá, pelo qual comprou tantas brigas em nome da governabilidade. Se pender para o lado de Mustafá, pode assistir parte de seus apoiadores migrarem de vez para uma coalizão política que já desponta como nova oposição, e que tende a apoiar a volta de Paulo Nobre. Além do Palmeiras, o grande derrotado desse novo episódio político do Palmeiras é Maurício Galiotte, que ficou vendido em mais uma manobra daquele que faz do Palmeiras seu grande playground político. Verdazzo E tinha gnt subestimando a influência do nefasto na SEP, dizendo que estava enfraquecido, etc... enquanto uns empurram pra frente outros tentam segurar a evolução a todo o custo para manter os privilégios.
  9. Eu não entendo o seguinte, vc monta uma pu.ta estrutura, cria um depto de análise e inteligência cujo objetivo é monitorar jogadores para contratá-los, projetar confrontos com adversários, etc... aí contrata um técnico tipo o Mano Menezes com uma tal promessa de "carta branca"?? ou seja, um cara de caráter duvidoso cheio de histórias de envolvimento com empresários, com métodos "pouco modernos" etc...?? me parece muito incoerente isso! na minha opinião Mano Menezes sequer seria cogitado, acho q o Palmeiras precisa encontrar um técnico capaz de potencializar toda essa estrutura que foi montada e aceite trabalhar com os jogadores que o clube disponibiliza, chega desse negócio de cada técnico indicar 5, 6 jogadores aí vai embora e ficam os Deyverson's da vida por aí...
  10. Nada a ver esse negócio de contratar o Tinga tbm hein... Já tem o Cícero lá... Daqui a pouco vem o Mano e mais meia dúzia junto... Depto de futebol fica tipo repartição pública, não gosto disso...
  11. Alguém que faça o time jogar com a bola no chão, compactado, triangulações, infiltração, sem lateral longo e escanteio curto e que dê espaço pra base. problema é que isso é meio que utopia com os jogadores brasileiros, independente do técnico
  12. Receio que se ficar não vamos nem pra libertadores.. É 10... 11 na classificação se ficar até o final do ano.
  13. Qu Vergonha...sem palavras. muita coisa errada pqp time nível várzea
  14. Vamos falar de coisa boa e do que realmente importa... O que tem o CT do Palmeiras que faz tanta gente se derreter por ele? Veja! Essa estrutura ficou muito top mesmo!
  15. Especulações são extremamente irritantes... Espero que Weverton e principalmente Mano Menezes sejam apenas devaneios da imprensa gambá, Mano no banco representa desanimar com o ano do Palmeiras em janeiro... Aliás, os assuntos do fórum neste período sem jogos estão depressivos, Mano, Valpinga, Neymar... etc etc etc