spal

Membro
  • Total de itens

    289
  • Registro em

  • Última visita

Sobre spal

  • Rank
    Categoria Profissional

Últimos Visitantes

651 visualizações
  1. Eu. Obrigado pela informação, estava ouvindo o jogo no rádio hehe
  2. Podem escrever: 2019 vai ser o ano do Scarpa.
  3. Goooooooollllllllll
  4. É o meu também, com uma alteração: TS no lugar do FM.
  5. Meu caro, acho que não é tanto assim. Não existe time campeão formado com todo mundo da base, mas existe time que mescla jogadores experientes e revelações. 2 ou 3 jogadores da base atuando efetivamente nos nossos 2 times principais já seria suficiente para contentar a torcida. Mas temos que reconhecer que os times que sobem a base para o profissional o fazem porque não tem condições de ir ao mercado. É uma aposta, um risco um pouco maior do que trazer alguém já formado, a menos que o jogador seja diferenciado, como um GJ. Não acho que vá acontecer com o Palmeiras. Com as finanças estruturadas, temos condições de ir ao mercado e contratar jogadores mais rodados, com mais experiência. Acho mais provável que nossa base faça a transição em outras equipes, emprestados, para depois voltar ao Verdão mais rodados. Minha impressão é que vamos usar os outros times como nosso celeiro e vamos fazer dinheiro com nossa base, mas poucas revelações vão jogar aqui. É uma estratégia de lançamento de jogadores e uso da base mais alinhada com nossa atual condição financeira e gestão profissional. Não tem nada a ver com camisa pesada (para mim, esse negócio de camisa pesada é balela. A pressão é bem parecida em qualquer time grande).
  6. Amigo, esses 15% não representa absolutamente nada. Cada rodada do campeonato brasileiro tem 10 jogos. Tirando o do Palmeiras, são 9 jogos. A RGT escolhe sua programação com base nesses 9 jogos e ponto. Não fica um domingo sem transmitir futebol. Os dias que seriam jogo nosso, eles passam o do cheirinho ou dos marginais. É óbvio que se o Palmeiras estiver disputando as primeiras posições, ou se for campeão, fica chato não transmitir nossos jogos, mas nem por isso eles ficam com um buraco na grade de programação. Com relação a patrocinador, a não transmissão implica em menos exposição da imagem. É lógico que teria algum ajuste contratual para menos, se é que já não existe esta disposição no contrato. Para o Palmeiras, por outro lado, a perda é significativa: deixar de ter seus jogos transmitidos implica em perda de visibilidade e menos conquista de novos torcedores. De qualquer forma, acredito que vão chegar a algum acordo. Mas não tenha dúvida que o poder de negociação da RGT é maior do que o nosso.
  7. Por outro lado, a RGT mantém a atual regra de pagamento. Perde um pouco de $ mas mantém o modelo de negócio. Ja o Palmeiras perderia uma visibilidade importante na mídia que poderia afastar patrocinador Acho que a faca e o queijo estão na maos deles.
  8. Ainda assim não sabia que o elenco deles é mais caro que o nosso. De onde vem essa informação?
  9. Sabia disso não. São mais caros mesmo?
  10. Eu acho que fica, muito por causa do Felipão. Eles se dão bem e o futebol do Dudu cresce com ele de treinador. Seleção e jogar a liberta são outras motivações.
  11. Só falta convencer o bigode hehe. Duvido que FM saia, vai se aposentar aqui.
  12. Apesar dessa aberração... alguém aí ouviu falar de fair play financeiro?
  13. Segundo site da ESPN essa bagatela é a maior venda da história do futebol cearense.