MarcosAlves

Membro
  • Total de itens

    613
  • Registro em

  • Última visita

Sobre MarcosAlves

  • Rank
    Categoria Craque

Profile Information

  • Gênero
    Masculino

Últimos Visitantes

840 visualizações
  1. A política do Palmeiras é sensacional. O grupo mais promissor rachou por causa de ego e poder, e para disputar as eleições, um lado vai se aliar ao Mustafá e o outro ao Pescarmona. Quando chegar o tão esperado embate entre os bilionários, não duvido que apareça um exército de chineses para votar. 😂
  2. Grande Harley-Deyverson
  3. Não votaria em nenhum dos dois O estilo impulsivo da Leila não me agrada, e acho complicado uma patrocinadora sendo presidente. E o papel do Nobre está feito ( talvez o melhor presidente da história), não vejo ele acrescentando muito mais ao clube em ideias. Além de não gostar de um presidente ficando varios anos no poder. O clube precisa criar novas lideranças
  4. Clubes descobrem 'erro' e questionam contrato com o Esporte Interativo, diz site Um impasse quanto a diferença de aproximadamente R$ 147 milhões entre o que as equipes dizem ter acordado e o que efetivamente aparece no contrato, tem colocado na berlinda a boa relação dos 16 clubes que assinaram contrato com o Esporte Interativo relativo ao Campeonato Brasileiro Série A. A informação é da Gazeta do Povo, por Fernando Rudnick. O problema está nas luvas de assinatura prometidas -– e pagas antecipadamente – aos parceiros do canal da bilionária americana Turner. Enquanto representantes dos times ouvidos pela reportagem garantem que os prêmios são valores à parte e não entram no montante total do contrato, o EI descontou as quantias do bolo a ser dividido. Em abril de 2016, durante cerimônia de assinatura do contrato, o ex-presidente do EI, Edgar Diniz, anunciou que o acordo valia R$ 550 milhões por temporada. A questão foi descoberta recentemente. Três clubes se reuniram com o canal na semana passada para apontar o suposto erro. A resposta, no entanto, foi de que o contrato está correto. A justificativa é que as luvas abatidas fazem parte de um adiantamento. Desde então, o assunto é tema recorrente de negociação. Dirigentes a par da questão estão indignados, mas a grande maioria ainda não se atentou à divergência. Palmeiras, Santos, Atlético/PR, Bahia e Coritiba receberam R$ 40 milhões cada como luvas do EI. Já o Internacional, cujo vínculo é de apenas dois anos, levou R$ 13,6 milhões. As outras equipes ligadas ao canal (Ceará, Criciúma, Figueirense, Fortaleza, Paraná, Paysandu, Ponte Preta, Santa Cruz, Joinville e Sampaio Corrêa) receberam valores menores, negociados caso a caso. “O que os Conselhos Deliberativos aprovaram é diferente do que está no contrato”, afirmou um dirigente. “O contrato com o EI é estranho em relação a tudo que foi divulgado na época. Os presidentes assinaram um contrato diferente do que foi divulgado. E isso impacta todos que fecharam”, completou o cartola. Procurado, o canal disse via assessoria de imprensa que não iria se manifestar. “Em respeito aos clubes e às cláusulas de confidencialidade, o Esporte Interativo não comenta contratos”. Ainda de acordo com a Gazeta do Povo, o valor total a ser dividido pelos clubes sequer aparece explicitamente no contrato com Esporte Interativo. Há anexos com quantias referentes a cada clube e a soma corresponderia ao bolo total, caso o canal conseguisse a assinar com todos os 20 clubes da Série A. O montante real, contudo, é proporcional ao número de equipes. Atualmente, com sete clubes da primeira divisão sob contrato, a fatia seria de R$ 192,5 milhões por temporada -- na visão dos clubes. Seguindo o que está no papel, porém, o resultado diminuiria consideravelmente e ficaria na casa dos R$ 141 milhões. O somatório pode variar a cada temporada por causa do acesso e descenso – e também do valor previamente atribuído a cada equipe. O modo de rateio segue como o divulgado: 50% (dividido igualmente), 25% (desempenho) e 25% (audiência). https://www.esporteemidia.com/2018/04/clubes-descobrem-erro-e-questionam.html?m=1
  5. Boca x Barranquilla agora no STV 2
  6. Boa pergunta Barrios é titular, Vergini n
  7. Vergini e Barrios estão pendurados
  8. Sim, tanto na Ponte qnt no Palmeiras, o AC foi contratado a pedido do Eduardo Baptista
  9. Pode ser, mas não foram dadas chances para ele mostrar alguma coisa. Simplesmente o ignoraram
  10. Sim, se errou tem que ser criticado. A própria precificação para os jogos da libertadores eu achei errada. Só que vejo as coisas sendo levadas muito ao extremo, com ofensas gratuitas. Quanto ao termo, não conheço
  11. Olha lá, o presidente que a torcida gosta de chamar de "banana" está garantindo o treino aberto. Mas ele não iria ceder??
  12. Vou fazer uma crítica. Não pode um jogador como o A.Carlos ter passado despercebido em 2017. Gastamos fortuna com jogadores medianos, mas não demos oportunidades para ele.