croket

Membro
  • Total de itens

    1.269
  • Registro em

  • Última visita

Sobre croket

  • Rank
    Categoria Estrela

Profile Information

  • Gênero
    Male
  • Localização
    São Paulo - SP

Últimos Visitantes

5.406 visualizações
  1. Não acho que o resultado tenha relação com o Carnaval, mas de qualquer forma é impossível acabar com a concentração no Brasil. Acho que a partida do palmeiras ontem foi exatamente do mesmo nível das partidas anteriores. As principais diferenças foram: Felipe Melo jogou abaixo do que vinha atuando, a lateral esquerda foi a de 2017 e o Linense cometeu bem menos erros que os adversários anteriores. Os problemas que vi na temporada até agora: Dudu mal tecnicamente, Tchê Tchê mediano, a zaga continua falhando, falta de intensidade (pouca pressão na defesa adversária, jogadores só se preocupam em ocupar espaços, geralmente quando retomamos a posse, a defesa do adversária já está posta), pouca objetividade (maioria dos passes trocados são no campo do palmeiras). Resumindo, acho que o time está mais organizado, mas muito aquém de um time que espera ganhar títulos importantes. Caímos em um grupo dificílimo na Libertadores e esse nível de atuação preocupa.
  2. Segundo o Michel Bastos, o Róger está estudando acabar com a concentração.
  3. Se você me conhencer pessoalmente verá que sou extremamente educado. A palavra treineiro é realmente muito ofensiva, nunca vi tanta falta de respeito na minha vida.
  4. Guardiola brasileiro vou alterar lá.
  5. Vou chamar ele de professor. O Guardiola brasileiro. Ficou melhor pra você ?
  6. Esse time do Palmeiras não cava vaga nem na sulamericana. Esse Róger é um fanfarrão. Como é que esse Michel Bastos do nada roubou a vaga do VL ?
  7. Esquece, nem o presidente tem moral para tirar ele do time.
  8. O Tchê Tchê exerce uma função importante se movimenta muito, sempre se apresenta etc. Agora os passes dele não são geniais, óbvio que ele exerce um papel importante para o funcionamento ofensivo. A única coisa que eu disse é que esses dados em nenhum momento são conflitantes com os passes de lado que ele dá (que são a grande maioria) e nem que isso seja um demérito.
  9. 2º e 3º passe. Se eu der um passe de lado para o Lucas Lima e ele dá uma assistência pro Dudu entra na conta.
  10. Você disse passes para trás, mas nunca as críticas foram nesse sentido.
  11. Tchê Tchê é importante, mas aonde que os dados apresentados desmentem que ele dá na maioria do tempo passes de lado ? 2º ou 3º passes podem ser perfeitamente passes de lado.
  12. A questão é: o próprio Palmeiras vai sair do Allianz para ir para o Pacaembu. O América mineiro vai vender mandos sabe Deus para onde. Os times do Rio podem jogar em uns 20 estádios diferentes por temporada. Não tem como só instalar e abraço. Tem que retirar e levar para os mais diversos estádios com estruturas completamente diferentes. A situação do Brasil não é comparável, existem questões logísticas, defasagem na área de telecomunicações, impostos etc. Esta comparação com Portugal, que a imprensa brasileira vem fazendo, foi bem fraquinha com pouquíssima profundidade. Acabaram que deram razão para aqueles que votaram contra, que são clubes que vêm de administrações péssimas.
  13. A CBF não quer o VAR ? A CBF foi a primeira federação a levar o projeto de árbitro de vídeo, além do mais ela vai bancar o VAR na Copa do Brasil. Quem não quer pagar são os clubes, que preferem economizar esses 40 mil por jogo e pagar 300 mil por mês em um jogador mediano.
  14. Aí tem duas questões. Ninguém é favorável aos clubes arcarem com os custos. Mas a implementação é boa para o campeonato, isso é indiscutível. Se a CBF bate o pé e diz que não vai arcar, os clubes, que são os maiores interessados pela implementação do VAR, que arquem com esse custo em um primeiro momento pelo bem do campeonato. Quem elegeu quem comanda a CBF foram os clubes. Quem votou a favor foram os clubes com administrações decentes, quem votou contra foram clubes em péssima situação que gastaram o que tinham e o que não tinham para tentar montar bons times de futebol (como Cruzeiro e Atlético Mineiro).