Vini.Palestra

Membro
  • Total de itens

    1.563
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Vini.Palestra

  • Rank
    Categoria Estrela
  • Data de Nascimento 22-04-1992

Contact Methods

  • Website URL
    www.viverdemar.com
  • Facebook
    facebook.com/vinimiranda22

Profile Information

  • Gênero
    Masculino
  • Localização
    Juiz de Fora

Últimos Visitantes

5.222 visualizações
  1. E Grêmio joga sem Everton e Kanneman. No final das contas, acho que pesa mais pro lado e lá do que cá.
  2. O elenco pro ano que vem vai mudar. Como somos hoje o time mais em evidência no país, chegarão novamente propostas com altos valores da China. Como chegou pra esse ano e foi difícil segurar. Acho que saem pelo menos dois jogadores no meio de campo. Acho que Guerra é quase certo pela idade + histórico de lesões. E um entre Deyverson e Borja, pelo investimento nos dois e porque as declarações do Felipão + avaliações interna indicam que o Papagaio deve ganhar espaço. Também me parece claro que a chegada do Gomez é pra suprir ou possível saída de AC ou o envelhecimento natural do Dracena. Dito isso, acredito que o que pode fazer o clube tentar segurar um pouco mais alguns bons jogadores é o desempenho incrível que temos conseguido de lutar nos 3 torneios importantes da temporada.
  3. Vejo muita gente, inclusive jornalistas falando da sequência difícil que teremos pela frente. Mas os grandes tropeços dos times foram contra os que estão na parte de baixo da tabela. Contra os postulantes ao campeonato, ou G6 éramos o melhor desempenho (não sei se ainda mantemos o posto). Lógico que serão jogos duríssimos, mas temos ido melhor em partidas assim. O que me deixa um pouco otimista pros próximos jogos
  4. Borja, dos "grandes investimentos" do futebol brasileiro, é o que deu mais certo. Demorou pra adaptar. Mas hoje entrega gols em uma boa quantidade, gols em clássicos e jogos importantes, como na libertadores. E apesar do modelo de jogo do Felipão ser desfavorável a ele, é possível notar que, pelo menos nas duas últimas partidas, ele tem melhorado e muito a tomada de decisão. Isso significa um lastro de evolução. E para o futebol brasileiro, vai ser difícil encontrar um jogador melhor. E se encontrar, em 6 meses a Europa leva.
  5. E há que se entender todo o esquema tático. O meio de campo sem Moisés e com FM e LL é visivelmente menos intenso e deixa mais espaços. Basta ver a facilidade com que o Bahia trocou passes pelo meio. Com o Marcos Rocha, que tem menos força de marcação que Mayke, o Jean entra pra "compensar" o desnível na marcação. E comparando com o time no resto do mês fica claro que há essa diferença.
  6. Ontem vale a pena mencionar a partidaça que fez o Borja. Ligado o tempo todo, concentrado, tomando decisões inteligentes e acertou praticamente tudo que tentou. Gols à parte, acho que foi sua melhor partida aqui em termos de participação e continuação de jogadas. Uma pena que ele e Bruno Henrique, pra mim os dois melhores em campo, não estavam 100% ontem. Dudu oscilou muito no jogo, o que é normal. Achei os laterais um pouco abaixo. E Moisés sempre sofre quando joga como o 10, mas joga ali pela pressão na saída de bola e força física no jogo aéreo.
  7. E também há de se levar em consideração que a Wtorre paga por esses ingressos o preço médio da temporada anterior. Logo, quando o Palmeiras sobe o preço, também faz com que a Wtorre sangre mais no ano seguinte
  8. Pelo que imagino, deve ser um jogo muito parecido com o que foi o Atl-Pr aqui. Time fechado, com os 10 jogadores perto da área, especulando um contragolpe e sem pressa nenhuma de jogar. A diferença é que o Cruzeiro é muito mais time e tem decidido os mata-matas nos jogos fora. Por isso, imagino que a atenção vai ser redobrada.
  9. Nunca vi ninguém dizer que o Keno estava velho. Nunca. O que vi comentarem foi que numa janela em que chineses, japoneses e árabes vieram forte em cima do mercado brasileiro, o Palmeiras optou por vender o jogador que tinha a idade mais avançada e que julgou ser mais difícil conseguir uma nova proposta nos mesmos valores. A idade foi UM dos fatores levados em consideração. Assim como valor da proposta, vontade do atleta em fazer o pé de meia (nunca teve chance de ganhar dinheiro) e potencial reposição dentro do clube. Preferiram segurar Moisés, Dudu, Willian, AC, VL.
  10. Jogo com Cruzeiro é extremamente traiçoeiro e imprevisível. Mano joga sempre pelo mínimo necessário. Mas nesse ano tem ganhado os jogos fora e perdido os em casa. Por isso, acho mais do que necessário atenção redobrada pra quarta. Eles terão um dia a mais de descanso de vantagem. Nós teremos uma não viagem para o Recife e um elenco maior. Imagino dois jogos muitíssimo iguais e um detalhe (como o gol mal anulado do Barcos hoje) fazendo a diferença pro finalista.
  11. Em casos como o dele é feito uma estimativa. E quando não são casos cirúrgicos fica mais difícil precisar pois a evolução tem mais a ver com o quadro de dor do atleta do que a lesão em si. Mas é bom que estamos conseguindo rodar o elenco mesmo com um cara do peso dele e do Guerra fora por contusão.
  12. Pode ser a diferença entre o time ser campeão ou não. Treinador vai ali nos detalhes, no psicológico e gestão de grupo. Mas tem casos e casos. Como imaginar que não cairia em 2012 com uma escalação daquelas? Ou que um elenco galático não seja campeão com um treinador +-? Mas com um elenco bom, quase sempre briga no topo da tabela. Só ver 2017, que com vários treinadores e um "ano perdido" fomos vice-campeões.
  13. Exatamente. Acredito que para os próximos jogos o que deve ser priorizado é a condição física de cada atleta. Como foi hoje. Quem estiver em condição de jogar 100% vai. Quem não tem, fica de fora. E isso é uma vantagem que temos, de ter um elenco homogêneo, onde é possível ir rodando o time e sempre ter os melhores a disposição. Essa coisa de montar time A e time B só serve pra tirar foco de competição. Se os 11 que vem jogando não tem perna pro próximo jogo, ok. Caso contrário, vai rodando o time com o Felipão vem fazendo. Aliás, precisou de um treinador "ultrapassado" pra rodarem o elenco no Palmeiras. Antes, ou era um time só ou titulares x reservas.
  14. até

    Felipão acertou demais na escalação com dois marcadores posicionados no meio com o gramado pesado. Felipe e Thiago tomam conta do meio campo. E o jogo tem sido até tranquilo no 1t. Pro segundo, precisa acionar mais o LL e o Borja dentro da área. Fora dela não vai render.
  15. Não só no Brasileiro. Nos mata-matas tem oscilado bastante, perdendo os jogos em casa e ganhando fora. Tem passado sempre no limite dos resultados. Mas o grande problema do time se chama Hernán Barcos. Ele tem matado o ataque do time e perdido muitos, mas muitos gols fáceis demais. Tanto que o Raniel, que é jovem, é quem tem resolvido mesmo jogando poucos minutos.