Vini.Palestra

Membro
  • Total de itens

    1.233
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Vini.Palestra

  • Rank
    Categoria Estrela
  • Data de Nascimento 22-04-1992

Contact Methods

  • Website URL
    www.viverdemar.com
  • Facebook
    facebook.com/vinimiranda22

Profile Information

  • Gênero
    Masculino
  • Localização
    Juiz de Fora

Últimos Visitantes

4.866 visualizações
  1. Pois é. Primeiro atira, depois vê o que acertou... Se o cara vai bem, "nossa, até que enfim acertou uma". Se o cara vai mal, "falei que era furada apostar em pupilo do dunga!". Poucos lembram mas, taticamente, as equipes do Dunga sempre foram bem. Na seleção, em 2010, rodou pra finalista Holanda por falta de um elenco mais forte, não por problemas táticos. No Inter também, foi bem. Longe de ser ofensivo, mas nunca ouviu-se falar em um catado na mão dele. E auxiliares como Cebola e o próprio Jorginho tem participação direta. Diretamente, vai ser muito difícil perceber a participação do cara no trabalho do elenco. O que deve ser avaliado é o todo, a integração dele com Roger, o James e o Zé Roberto, agora em nova função.
  2. Acho muito difícil isso acontecer. Se o time tiver os dois "pontas" como dudu e scarpa, que vem para o meio armar o jogo, vai faltar velocidade pra infiltrações e desafogo, já que o Borja também não é um 9 que abre espaço, muito menos um pivô que ganha divididas no alto. Do mesmo jeito não vejo Tche Tche fora do time. Mobilidade e intensidade são dois pontos fundamentais pra criar espaço e oferecer menos espaço pro adversário.
  3. Comentei exatamente isso num grupo de futebol que participo. Tá muito parecida com caso Barcos. Clube sem dinheiro pra contratar nem pra pagar seus principais jogadores trocando por uma baciada com potencial, mas pra lá de duvidosa. Tá só faltando o melhor dos escolhidos se recusar a ir e o pai dar uma declaração polêmica.
  4. Eu sou a favor de colocar em campo nas primeiras rodadas apenas jogadores que estejam na situação ideal. Ou seja, aqueles caras que se cuidaram nas férias e, rapidamente, atingirem uma condição de jogar bem os 90 minutos sem riscos de lesão por antecipar etapas. Isso acaba excluindo a galera mais velha, que bebe bem, que volta acima do peso e aqueles que tem tendência maior a se machucarem. Não sei se sobram muitos...
  5. Nunca teve potencial pra ser titular aqui. Só que chegou a ser o segundo jogador mais importante do elenco em vários momentos. Seja por lesão, vagabundagem ou qualquer outro motivo? Não dá pra culpar quem, mesmo sendo um jogador "ruim" chegou a participar de 20 gols do time em um ano. O problema ali era quem tinha técnica e habilidade e não cumpria sua função. Ele, na dele, cumpriu. Esbarrou na limitação técnica, mas compensava com pulmão e tática. Fosse o time daquela época melhor e os bons mais comprometidos, e passaria despercebido.
  6. O time, em várias partidas, foi bem melhor do que a média do ano. Em outros jogos, foi muito mal, com contra o Vitória, o Atlético e o rebaixado Avaí. No geral, ele teve o mesmo aproveitamento do time no restante da temporada. Ou seja, em termos de pontuação, foi a mesma coisa.
  7. Todo jogador tem deficiência em alguma função. O coletivo serve pra amenizar esses defeitos e potencializar o que cada um tem de bom. Eu já vejo ele marcando razoavelmente bem, mas desarmar é outra coisa. O problema é você tentar marcar quando seu meio-campo é uma bagunça, sempre tendo espaço. Só pra lembrar, até TS tem sofrido pra marcar nesse ano.
  8. TN já tem uma certa idade. E Arrascaeta joga mais avançado com o Mano, que em muitos momentos joga sem 9. Acho difícil sair negócio porque o flu vai querer o dinheiro pra quitar dívidas. E o Cruzeiro só tem dado calote nos últimos tempos. Vai depender muito dos jogadores oferecidos também né. Acho que se ele não for pra lá, pode pintar em SP, nos gambás ou bambis. Eixo Rio-SP é muito mais forte, mesmo com os dois na pindaíba.
  9. Bom para Cruzeiro e Scarpa. Ruim para o Flu. Na real, se fosse eles, eu só venderia pra China ou Leste Europeu, que tem um potencial de $$$ muito maior. Vender no mercado interno é ganhar menos dinheiro e reforçar o rival.
  10. Esse cara tava nos melhores time do Schalke dos últimos anos. Vice-campeão alemão e semifinalista num time que teve Neuer e Raul. Só saiu de lá por causa do maluco do Felix Magath. Deu nem um ano no Genoa e foi pro Bayern. Aí foi o "azar" da sua carreira. Pegou no Lahm sobrando e, agora, o Kimmich que tem sido um lateral direito top 3 no mundo. Então tem sobrado só a lateral esquerda pra ele. No Bayern com o Guardiola foi quando ele jogou mais, pois o Lahm ia pro meio. Isso mostra a confiança que ele tinha. Falando do Rafinha, mas vale no geral também, jogador que faz carreira na Europa é muito acima da média dos brasileiros em quesitos como passe, posicionamento tático, leitura de jogo e tomada de decisão. Como tem 32 anos, eu faria uma avaliação física criteriosa por causa da posição e do calendário nacional. Estando tudo tranquilo, contrataria de olhos fechados.
  11. Foi abaixo do que jogou no primeiro turno em termos de gols. Porque no geral, o segundo turno foi mais do que "bom". De cabeça, em 1 minuto, lembrei de 4 jogos que ele resolveu. Flamengo, Galo e Botafogo. 2g e 1a em Momentos cruciais do campeonato. Contra os bambis no Allianz também. Estávamos tomando um vareio de bola, ele entrou jantou a defesa inteira deles em 45 minutos e empatamos o jogo. Cogitar ele aqui por qualquer valor é mais do que absurdo. Ele vai ser o 9 no lugar do Aguero, estão pra renovar o contrato dele, dobrando o salário e é o 9 da seleção. Se ele fala que vai sair HOJE de lá, aparece na hora Real Madrid, Barcelona e mais uns 8 times de primeiro escalão pra comprar ele.
  12. Ricardo Goulart não é 9. Tá muito longe disso. É um meia atacante finalizador, que joga tanto centralizado, quanto pelos lados do campo. Essa escalação aí, só faz sentido se o time for jogar sem 9.
  13. Mas temos dois jogadores por posição. Só que é válido lembrar que no time da Parmalat tinham vários jogadores acima da média porque a taxa de acerto nas contratações foi absurda. Muitos ali ainda estavam se firmando, ganhando espaço e se destacando. No nível do nosso futebol hoje, um Zeca, um Diogo não são jogadores que estão ganhando espaço. São dois dos 3,5 melhores laterais esquerdos do país. São jogadores que precisam e querem jogar o maior número de jogos possível. Eu concordo que tem espaço para reservas jogarem muitos jogos. Mas não dá pra comparar o Keno com uma contratação que chega com peso de titular e vai ficar no banco. Felipe Melo, Borja e até Michel Bastos reclamaram de não jogar com frequência. E o mais explosivo deles causou uma bagunça danada no grupo, a troco de que? valeu a pena. Não estou dizendo que tem que contratar só perna de pau pra colocar no banco, mas tem que ter muita sensibilidade na hora de montar um elenco, não "só" contratar quem é bom. Tem muito mais coisa envolvida num grupo campeão do que a qualidade de cada um propriamente dita.
  14. Como dá pra afirmar que não? Numa eventual vinda desses 3, imagino que os titulares seriam Rafinha - incontestável pelo nome - e Diogo. O Zeca, que é muito bom de bola vai ficar feliz de jogar 20 jogos no ano? Qual a chance de um atleta assim arrumar uma polêmica e bagunçar o ambiente. Só ver o que o senhor Felipe Melo arrumou esse ano.
  15. Sempre tem uma repercussão mesmo. Mas, se pegar o todo da imprensa europeia, é do mesmo tamanho da nota da aposentadoria do Zé. Menor do que TODOS os documentários que fizeram do Jesus no início de carreira. Quem faz essa projeção é só a imprensa daqui. E o Barcelona não cogitou o Arthur só por causa da Libertadores. Já vinha de algum tempo, no mínimo na época da convocação. Lógico que com a disputa do título foram observar uma revelação que tem um estilo de jogo muito parecido com o que buscam. mas também não dá pra colocar a oportunidade em primeiro lugar e esquecer do grupo. Excesso de jogador nível titular no banco vai azedar o grupo.