Márcio HT

Membro
  • Total de itens

    707
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Márcio HT postou

  1. Rss. Acho que escrever "jogar com raça e suar a camisa" numa mesma frase que tenha o nome Emerson Sheik não combina muito! rss
  2. Eu vejo diferente. Eventuais saídas de Keno; Moisés e Willian seriam péssimas para o nosso time e comprometeriam o resto da temporada (que já está difícil). Pessoal parece que olha mais para o departamento financeiro do que para o futebol. O Clube tem que tentar segurar os bons jogadores. Aquele Palmeiras do mustafá que vendeu o V. Love, em 2004, por uma merreca, ficou no passado.
  3. Eu não sei se esses árabes são confiáveis. São vários os relatos de jogadores que tomaram calote e penaram para voltar ao Brasil. Isso aí nada mais é do que o rompante de algum novo "príncipe" que gosta de futebol. Depois ele enjoa da brincadeira e tudo volta a ser como era antes nas areias o deserto. OK. É grana viva. Deve empolgar mesmo. Mas se eu sou o Keno pedia um aumento de salário e ficava por aqui mesmo.
  4. Eu ainda acho que é um bom jogador e vem sendo útil ao time dentro de campo. O que ele faz da vida pessoal; o que diz nas entrevistas, as "polêmicas", eu estou pouco me lixando! Enquanto estiver vestindo a camisa do Palmeiras e defendendo as nossas cores, terá o meu apoio. Fez cagada? Eu xingo! Jogou bem? Aplausos! Deu uma entrada violenta? Cabe ao árbitro interpretar o lance. Vida que segue! Está "velho" e "não acompanha mais o adversário"? OK. Sem problema. Basta não escalar ele no time titular todo santo jogo. Cansou? Saca ele e põe um reserva descansado. Afinal, nós não temos um "grande elenco"? O clube fez um investimento no atleta e paga o salário dele em dia. Então, cabe ao treinador exercer seu comando e saber como utilizar o jogador no decorrer das competições.
  5. O jogo contra o ixpórti prá mim foi o supra sumo das falhas. Falhas da defesa e, principalmente, do goleiro em todos os gols sofridos. Falhas do ataque, ao perdermos gols feitos e, para coroar, um pênalti desperdiçado aos 50 do segundo tempo. Saí fulo da vida do estádio naquela noite!
  6. Vai ser uma pena se ele for mesmo negociado. Um dos jogadores mais lúcidos e com disposição dentro do elenco atual do Palmeiras.
  7. Eu e Paulo Nobre temos mais ou menos a mesma idade. Naquele 12 de junho de 1993 eu estava com 23 anos e, do mesmo jeito que ele, nunca tinha visto o Palmeiras ser campeão (em 76 eu era criança e juro que não me recordo do título). Também rolou essa sensação de ter sido tudo um sonho. Tanto que, na manhã do dia seguinte (domingo) assim que acordei eu fui direto para a banca de jornal para conferir os jornais e levar o meu de recordação. Evidente que todos os títulos posteriores foram tão ou mais importantes para a Sociedade Esportiva Palmeiras. Mas aquela magia, aquela aura, aquela sensação de alegria misturada com alívio, de libertação eu, como palmeirense, confesso que nunca mais senti igual.
  8. Pessoal, não fiquem achando que o Scarpa será liberado agora no dia 07. Pelo que eu sei trata-se de uma audiência de instrução e julgamento. Portanto, salvo se as partes fizerem um acordo em audiência OU se o Juiz do caso revogar a própria decisão anterior (hipótese mais remota já que a decisão interlocutória foi mantida pelo Tribunal) OU ainda se ele já proferir sentença na própria audiência (o que não é muito frequente), a questão da liberação do atleta para voltar a atuar dependerá do pronunciamento definitivo do Juiz de primeiro grau acerca do mérito da causa (sentença de mérito). Lembrando que da sentença caberá um recurso para a segunda instância, que poderá eventualmente ter efeito suspensivo até seu julgamento pelo Tribunal, obedecido o duplo grau de jurisdição.
  9. Olha, eu sou advogado aqui em SP há mais de vinte anos e o máximo que se vê nos processos, quando ainda tramitam na primeira instância, é que os autos estão "conclusos para sentença", mas sem ser fixada uma data certa para esta ser proferida. Como disse o colega no post anterior, "pauta para julgamento" somente na segunda instância. Eventualmente, no âmbitos dos Juizados Especiais, é designada uma data para "leitura da sentença", embora isso também não seja muito corriqueiro nos JECs paulistas. Aliás, por falar em Juizados Cíveis, pelo Brasil afora está disseminada a prática da sentença ser redigida por um tal "Juiz leigo", a qual é depois encaminhada ao Magistrado para ser "homologada", quando começa a fluir o prazo recursal. Isso é que eu chamo de "prestação jurisdicional"!
  10. Ah, mas com isso eu concordo e muito. Precisamos de uma reformulação no elenco para a temporada de 2019. Em alguns casos por já estarem muito desgastados; com a idade começando a pesar, ou por não serem tudo isso mesmo (no primeiro caso, vide Dudu e, no segundo Edu Dracena, Prass e, no terceiro, Jaílson) e, noutros, por essa coisa da falta de compromisso e apego só ao dinheiro. Claramente estão aqui de passagem. (nem vou perder meu tempo digitando quais são). Outros são ruins mesmo (vide Antonio Carlos; Deyverson e Luan). Para o ano que vem eu imagino (ou espero) que ainda estejam no Palmeiras apenas algumas peças pontuais do atual elenco, tipo o Moisés; o Vitor Luis; Bruno Henrique; Keno; Scarpa; Weverton. Com relação ao Lucas Lima eu ainda acho que vale a pena insistir, mais pela qualidade técnica mesmo. A diretoria que se vire para montar um novo elenco, igual foi feito no começo de 2015. Gente nova e com vontade de mostrar serviço. Então, meu amigo, aqui eu vou ter que discordar de você. Eu estava no estádio sábado à noite e posso te dizer que a torcida apoiou e teve muita, mas muita boa vontade mesmo com o LL e com o Guerra. Só que teve um limite lá pra metade do segundo tempo no qual mais parecia que os jogadores citados estavam de sacanagem mesmo. A reclamação veio naturalmente por causa dessa postura. OK. talvez não devessem ter vaiado na saída, até porque o maior culpado ali é o animal do treinador. Mas paciência de torcedor tem limite, né? O jogo era contra o sprort
  11. Eu estava no jogo de sábado à noite e, na minha modesta opinião, o maior problema é que o time do Palmeiras não pressiona o adversário, os caras sempre têm total liberdade para iniciar e dar sequência nas jogadas. Um aspecto que me chamou muito a atenção, pelo menos no primeiro tempo e eu estava daquele lado do campo, é como o nº 10 dos caras, (o tal de Marlone) sempre recebia a bola no pé ali pela ponta esquerda sem que ninguém o pressionasse ou interceptasse a bola. Daí o cara tinha tempo para dominar, olhar para o companheiro em melhor condição para receber o passe, isso quando ele não tentava a jogada individual. Não vou falar dos lances bisonhos nos gols dos caras, mas quando o jogo ainda estava um a zero prá nós, já no segundo tempo, houve um lance em que o FM simplesmente ficou estático na entrada na área vendo o atacante dos caras entrar com a bola dominada dentro da nossa área. Ali só não saiu um gol porque o zagueiro saiu no abafa e cortou o cruzamento. Ah, outra coisa que me impressionou negativamente foi a quantidade de vezes em que o Diogo Barbosa e o Dudu discutiram. O que está acontecendo ali, hein? Enfim, podemos enumerar vários aspectos negativos no time, mas para mim o principal é essa moleza. Esse jeito de atuar que mais parece um treino. Na boa, temos problema na preparação física SIM.
  12. OK. Tem o lado humano e claro que todos nós queremos o bem do garoto, mas eu sinceramente não acho que uma coisa tem a ver com a outra. O Lucas Lima recebe um salário mais do que bom que propicia que ele dê toda a assistência ao irmão e isso por si já é razão para ele querer se desdobrar em campo, pois é lá que ele extrai o seu ganho financeiro. Se ele não está jogando eu atribuo isso a formação tática da equipe do Palmeiras e/ou posicionamento dele em campo. Ademais, ele tem uma certa tendência à indolência mesmo.
  13. Nem faria sentido adiar. Uai, os jogadores do sport chegam ainda hoje à noite. Eles estão com medo de algo, além de jogar contra o Palmeiras?
  14. Eles que não inventem estória. Estou com ingresso comprado para as 19h. Também tenho direito de chegar em casa cedo depois do jogo. Eles que cheguem e vão pro hotel dormir. Têm a madrugada inteira prá isso.
  15. Passo 01 (para os dias que antecedem a partida). Ficar se enganando. Não é tão importante assim. São apenas jogadores correndo atrás da bola. Vila Belmiro não tem emoção, é um campo de várzea. Santos não tem torcida. Copa do Brasil não é tudo isso, e coisas assim kkk Passo 02 (perto do jogo começar) aqui uso duas ferramentas, que são excludentes: "a" começo a beber (whisky ou cerveja, conforme estiver o clima - isso funcionou que foi uma beleza naquele jogo que metemos 3 a 0 nas bibas - eu tava nervoso por causa daquele lance da gente não ganhar clássicos - o phoda é conseguir dormir depois que o jogo acaba) ou "b" desligo tudo e me enfio dentro do carro na garagem do subsolo, ouvindo a Antena 1 com volume alto (Ok, sei que isso é ridículo, e eu mesmo fico com vergonha depois, mas na final contra o coritiba eu fiz isso, acreditem) também posso ir ao cinema, mas hoje em dia o isolamento não é mais o mesmo com o advento dos smartphones conectados na internet, sempre tem alguém acompanhando a partida kkk. Também já prometi várias vezes simplesmente não postar mais nada aqui nesse fórum, para ver se dá sorte e o Palmeiras é campeão (coisas de torcedor...) Enfim, só de ler esse tipo de postagem eu já fico nervoso, PQP! Fui!!!
  16. Mas eles fazem muito mais do que apenas isso! Coisas imprescindíveis para a população da cidade, tais como a concessão de títulos de "cidadão paulistano" e a criação de "datas comemorativas", também saem da nossa indispensável e muito barata Câmara de Vereadores! É lógico que, com tanto trabalho, eles devam se cercar de muitos assessores... hehe
  17. Concordo contigo! No mais, deixa para lá. Tem uma galerinha que meio que surta sempre que alguém questiona a oportunidade e/ou conveniência da majoração havida nos preços do Avanti, em Maio passado.
  18. Bom, já que sou um simples torcedor que não apita absolutamente nada dentro da S.E. Palmeiras, era justamente isso o que eu queria que acontecesse agora! Que mandassem embora esse treinador mequetrefe que aí está e trouxessem um outro, mesmo que com prazo de validade, tipo o Leão, para dar um sacode geral no elenco até o finalíssima do dia 02/12. A minha prioridade, repito, na condição de mero torcedor, é essa daqui ó: conquistar a Copa do Brasil de 2015! Se não der certo, paciência, pelo menos tentamos alguma coisa concreta em prol do objetivo acima. Evidente que eu sei que isso jamais acontecerá, afinal, agora temos "planejamento", né mesmo? Portanto, vamos seguir bovinamente o mesmo script de outros anos: dar tempo para o treinador "trabalhar"; torcer para o diretor de futebol estar inspirado na hora de planejar o elenco para a próxima temporada; usar, mais uma vez, o paulistinha como "laboratório" e, no curtíssimo prazo, torcer para o santos ser o coritiba da vez...
  19. Eu defendia esse cara até a partida contra o Joinville aqui. Depois daquela "atuação de gala" dele, eu desencanei geral...
  20. Ainda que não tenha muito a ver, é fato que depois da participação do M.O. naquele programa "Bem Amigos" do Gagá Bueno, nem ele, tampouco o time, foram mais os mesmos...
  21. Sei que a prioridade agora é papar a Copa do Brasil, mas o Palmeiras tem que ganhar também esse jogo aí. Porque, de boa, mas já encheu o saco esse negócio de perder para esses timecos dentro de casa!
  22. KKKK Que rolê foi esse, meu amigo? Estando nesses hotéis aí da Consolação, bastava embarcar na vizinha estação Paulista (linha amarela) e saltar na estação seguinte (República), fazendo uma única baldeação para a linha vermelha, sentido estação Palmeiras-Barra Funda (apenas três estações depois da República). Não se fica mais do que vinte minutos dentro do metrô para fazer esse trajeto.
  23. Para mim, um dos grandes problemas (não o único, evidente) no Palmeiras se chama PREPARAÇÃO FÍSICA! Não vou falar sobre DM pois seria leviano da minha parte, já que não tenho autoridade sequer para palpitar sobre medicina. Acabei de escrever isso no outro post. Todo ano é a mesma coisa. O time voa em campo nos dois primeiros meses de trabalho. Depois o desempenho atlético dos jogadores vai ladeira abaixo. Nos tempos do Paixão não era assim...
  24. Leia melhor o post, meu caro. O Nobre pode ser o maior dirigente esportivo da galáxia! Bom para nós. Ressalto apenas que, NESTA NEGOCIAÇÃO ESPECÍFICA, não vi evolução alguma (salvo alguma incorreção ou omissão de informações adicionais na reportagem - e tem a questão dos retroativos também que falta esclarecer melhor como e quando serão pagos). Vale dizer, para quem "fez pelo Palmeiras o que nunca nenhum outro dirigente fez", seria de se esperar algo melhor para o Clube, especialmente se considerarmos o TEMPO que durou essa negociação. E tem essa outra afirmação sua que eu achei meio açodada: "vc acha mesmo que se o Nobre tivesse uma proposta melhor na mão ele não aceitaria só pra continuar com a Adidas?" Ora, quem me garante que ele teve ou não uma proposta assim há alguns meses, de uma fornecedora concorrente, mas perdeu o "timing" e teve que voltar para a Adidas? Abs.
  25. Somos 2. Outra coisa que precisa mudar, de uma vez por todas, no Palmeiras: A PREPARAÇÃO FÍSICA: o time parece que gasta toda sua energia nos três primeiros meses de trabalho. Depois disso, é o que estamos vendo agora. Ainda estamos em outubro, e a rapaziada se arrastando em campo (talvez já pensando nas férias de verão).