Márcio HT

Membro
  • Total de itens

    664
  • Registro em

  • Última visita

Tudo que Márcio HT postou

  1. Passo 01 (para os dias que antecedem a partida). Ficar se enganando. Não é tão importante assim. São apenas jogadores correndo atrás da bola. Vila Belmiro não tem emoção, é um campo de várzea. Santos não tem torcida. Copa do Brasil não é tudo isso, e coisas assim kkk Passo 02 (perto do jogo começar) aqui uso duas ferramentas, que são excludentes: "a" começo a beber (whisky ou cerveja, conforme estiver o clima - isso funcionou que foi uma beleza naquele jogo que metemos 3 a 0 nas bibas - eu tava nervoso por causa daquele lance da gente não ganhar clássicos - o phoda é conseguir dormir depois que o jogo acaba) ou "b" desligo tudo e me enfio dentro do carro na garagem do subsolo, ouvindo a Antena 1 com volume alto (Ok, sei que isso é ridículo, e eu mesmo fico com vergonha depois, mas na final contra o coritiba eu fiz isso, acreditem) também posso ir ao cinema, mas hoje em dia o isolamento não é mais o mesmo com o advento dos smartphones conectados na internet, sempre tem alguém acompanhando a partida kkk. Também já prometi várias vezes simplesmente não postar mais nada aqui nesse fórum, para ver se dá sorte e o Palmeiras é campeão (coisas de torcedor...) Enfim, só de ler esse tipo de postagem eu já fico nervoso, PQP! Fui!!!
  2. Mas eles fazem muito mais do que apenas isso! Coisas imprescindíveis para a população da cidade, tais como a concessão de títulos de "cidadão paulistano" e a criação de "datas comemorativas", também saem da nossa indispensável e muito barata Câmara de Vereadores! É lógico que, com tanto trabalho, eles devam se cercar de muitos assessores... hehe
  3. Concordo contigo! No mais, deixa para lá. Tem uma galerinha que meio que surta sempre que alguém questiona a oportunidade e/ou conveniência da majoração havida nos preços do Avanti, em Maio passado.
  4. Bom, já que sou um simples torcedor que não apita absolutamente nada dentro da S.E. Palmeiras, era justamente isso o que eu queria que acontecesse agora! Que mandassem embora esse treinador mequetrefe que aí está e trouxessem um outro, mesmo que com prazo de validade, tipo o Leão, para dar um sacode geral no elenco até o finalíssima do dia 02/12. A minha prioridade, repito, na condição de mero torcedor, é essa daqui ó: conquistar a Copa do Brasil de 2015! Se não der certo, paciência, pelo menos tentamos alguma coisa concreta em prol do objetivo acima. Evidente que eu sei que isso jamais acontecerá, afinal, agora temos "planejamento", né mesmo? Portanto, vamos seguir bovinamente o mesmo script de outros anos: dar tempo para o treinador "trabalhar"; torcer para o diretor de futebol estar inspirado na hora de planejar o elenco para a próxima temporada; usar, mais uma vez, o paulistinha como "laboratório" e, no curtíssimo prazo, torcer para o santos ser o coritiba da vez...
  5. Eu defendia esse cara até a partida contra o Joinville aqui. Depois daquela "atuação de gala" dele, eu desencanei geral...
  6. Ainda que não tenha muito a ver, é fato que depois da participação do M.O. naquele programa "Bem Amigos" do Gagá Bueno, nem ele, tampouco o time, foram mais os mesmos...
  7. Sei que a prioridade agora é papar a Copa do Brasil, mas o Palmeiras tem que ganhar também esse jogo aí. Porque, de boa, mas já encheu o saco esse negócio de perder para esses timecos dentro de casa!
  8. KKKK Que rolê foi esse, meu amigo? Estando nesses hotéis aí da Consolação, bastava embarcar na vizinha estação Paulista (linha amarela) e saltar na estação seguinte (República), fazendo uma única baldeação para a linha vermelha, sentido estação Palmeiras-Barra Funda (apenas três estações depois da República). Não se fica mais do que vinte minutos dentro do metrô para fazer esse trajeto.
  9. Para mim, um dos grandes problemas (não o único, evidente) no Palmeiras se chama PREPARAÇÃO FÍSICA! Não vou falar sobre DM pois seria leviano da minha parte, já que não tenho autoridade sequer para palpitar sobre medicina. Acabei de escrever isso no outro post. Todo ano é a mesma coisa. O time voa em campo nos dois primeiros meses de trabalho. Depois o desempenho atlético dos jogadores vai ladeira abaixo. Nos tempos do Paixão não era assim...
  10. Leia melhor o post, meu caro. O Nobre pode ser o maior dirigente esportivo da galáxia! Bom para nós. Ressalto apenas que, NESTA NEGOCIAÇÃO ESPECÍFICA, não vi evolução alguma (salvo alguma incorreção ou omissão de informações adicionais na reportagem - e tem a questão dos retroativos também que falta esclarecer melhor como e quando serão pagos). Vale dizer, para quem "fez pelo Palmeiras o que nunca nenhum outro dirigente fez", seria de se esperar algo melhor para o Clube, especialmente se considerarmos o TEMPO que durou essa negociação. E tem essa outra afirmação sua que eu achei meio açodada: "vc acha mesmo que se o Nobre tivesse uma proposta melhor na mão ele não aceitaria só pra continuar com a Adidas?" Ora, quem me garante que ele teve ou não uma proposta assim há alguns meses, de uma fornecedora concorrente, mas perdeu o "timing" e teve que voltar para a Adidas? Abs.
  11. Somos 2. Outra coisa que precisa mudar, de uma vez por todas, no Palmeiras: A PREPARAÇÃO FÍSICA: o time parece que gasta toda sua energia nos três primeiros meses de trabalho. Depois disso, é o que estamos vendo agora. Ainda estamos em outubro, e a rapaziada se arrastando em campo (talvez já pensando nas férias de verão).
  12. Boa pergunta! Ou seja, salvo algum erro nessa informação, o que temos é que, na prática, não houve aumento efetivo nos valores recebidos. E ainda há quem elogie o Nobre nessa negociação... Acredito que não. O Palmeiras costuma mudar o uniforme no mês de Maio.
  13. Meu caro, a comparação com a temporada de 92 somente será válida caso, no início do próximo ano, vierem contratações de peso, daquelas que chegam para resolver a carências do time em determinadas posições, tais como o foram na época Antônio Carlos; Edmundo; Edílson e Roberto Carlos. Portanto, se o nosso estimado "Diretor de Futebol" aparecer por aqui, no começo do ano que vem, com jogadores na linha de Rider e Kelvin, pode esquecer o paralelo com o ano de 1993.
  14. Muito bom. Tem que encher de palmeirense nesse jogo. O ultimo jogo é página virada. Não devemos entrar na pilha daqueles que torcem contra nós. Também fiquei puto, mas agora ja passou. Vamos ganhar, voltar ao g4 e começar a disputa da semi da copa br com animo renovado. Teve time ai que tomou goleada da portuguesa e na terça feira ninguem mais tocava no assunto.
  15. Isso sim é uma coisa bonita de se ver! Mais ainda por se tratar de jogadores do meu Palmeiras! O phoda é que eu fico com vontade de chorar quando vejo essas coisas...
  16. Se me permite, mas o "ironic mode" estava ativado no post acima do colega...
  17. Espero que doravante o nosso marketing tenha mais foco na criançada e menos no spaguetti.
  18. Está absolutamente certo! Com os ajustes acima sugeridos, ganharíamos em qualidade e o time ficaria mais encorpado. Por que será que o técnico não vê isso? Teimosia?
  19. Perdendo por 1 a 0 nós NÃO estávamos sendo eliminados...
  20. O que foi feito de errado então? A coisa está pegando é na preparação física? Temos que mudar isso para o ano que vem, fazendo igual ao Atlético Parananense que, no ano retrasado, jogou todo o campeonato regional com o time reserva? Porque, na boa, vamos combinar que o time que chega agora no final da temporada está em pandarecos, uma verdadeira colcha de retalhos, o que nos obriga a apostar num garoto de 18 anos cujo futebol, é nítido, ainda está bem longe do ideal. Base forte e montada em 2014? Francamente, não sei se a nossa base atual é tudo isso que o colega diz. Mas OK, se o parâmetro forem os últimos anos, realmente podemos acreditar nessa assertiva e quem sabe, postular algo a mais no próximo ano, especialmente se o Mattos calibrar melhor o faro na hora de contratar (não me venha com mais Rider e coisas do gênero).
  21. Concordo 100% contigo! Tem todo o nosso apoio nessa! Exemplo clássico disso é o Bragantino: depois de 89 acredito que já ganhamos deles umas 500 vezes, inclusive em jogos eliminatórios, PORÉM, aquele jogo de 26 anos atrás sempre será lembrado a cada novo confronto. Idem para o Vitória/BA: NÓS FOMOS CAMPEÕES BRASILEIROS EM CIMA DELES, em 93, mas para a imprensa o que vale ser lembrado a cada novo confronto é aquele jogo fatídico de 2002. Mesma coisa o ASA (que eliminamos há pouco) e por aí vai... Mesmo assim, ainda acho que demoramos mais do que os outros para nos recuperar. Não sei exatamente o motivo, quem sabe pelo fato de que não temos muita reserva emocional (leia-se grandes conquistas recentes) para queimar nessa horas...
  22. Tem mais vexame dos lixos para acrescentar aí. De cabeça, agora rapidamente (Lógico que vão ficar de fora mais alguns), me recordo da eliminação para o São José no Paulista de 89. Eliminações na sul americana para o Lannus e da Copa do Brasil para o Figueirense. Sem contar a virada histórica que levaram do Atlético Mineiro no ano passado, aqueles 4 a 1, quando haviam vencido o primeiro jogo por 2 a 0 e ainda saíram na frente no segundo jogo. OK! Mas sabe o que eles fazem melhor do que a gente nesse quesito? Eles simplesmente deletam os vexames e partem para outra, enquanto nós, ao contrário, adoramos cultuar as tragédias e, pior ainda, demoramos demais para "sacudir a poeira e dar a volta por cima" como diz a canção.
  23. Olha, eu só não cravo "ruim" por causa do desempenho do Palmeiras nos clássicos, pois reconheço que nesse aspecto o time está sendo recolocado no seu devido lugar. Mas, vendo de outra forma, ou seja, o que o torcedor palmeirense vem bancando (bilheteria; sócio torcedor/ compra de produtos licenciados) para manter toda essa estrutura que aí está, evidentemente que o resultado é "ruim". Pergunta que fica: eu responderia assim antes do jogo de ontem? Não serei hipócrita aqui, provavelmente cravaria uma avaliação melhor. Mas o que posso fazer? O Palmeiras foi goleado por um timeco que ronda a zona de rebaixamento! Futebol é assim. A cabeça do torcedor é assim! Para mim, os dois grandes responsáveis por isso (fotografia do momento) atendem pelo nome de Alexandre e Marcelo. O primeiro peca pelo planejamento feito nas coxas (especialmente no quesito contratações). O outro por expor o time a esse tipo de vexame (como se fosse um iniciante na carreira).
  24. Concordo 100% contigo! Francamente, nada a ver essa conversinha de "calma..." a essa altura do campeonato. O momento é de cobrar objetividade e clareza de certos profissionais, tanto aqueles da comissão técnica, quanto os da diretoria! Para quem apregoa que é isso e aquilo, o que se constata, na prática, é o improviso prevalecendo sobre o tão propalado "planejamento".
  25. OK. Tudo bem. A primeira providência, então, seria deixá-lo no banco como opção para o ataque. Porque esse rapaz, entrando como titular toda partida, está começando a testar a paciência do torcedor!