Paulo Adriano

Membro
  • Total de itens

    208
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Paulo Adriano

  • Rank
    Categoria Profissional
  1. não querer pegar no pé do egidio. mas o cara treina a semana inteira. o ganha pão dele é futebol e me erra uns passes de dois metros
  2. quando vejo o egidio como jogador de futebol... vem um arrependimento em minha vida por não ter tentado ser jogador de futebol.
  3. todas as criticas da tocida hoje me lembra as criticas no 1º mandato do nobre. todos crucificaram o nobre no fim de 2014. e agora idolatram ele. sinceramente. gosto da continuidade da gestão do galiotte. só acho que ele tem que centralizar mais as decisões do futebol nas mãos dele, e não deixar tudo nas mãos do Alexandre mattos. querendo ou não o alexandre mattos no submundo do futebol tem a fama de beneficiar terceiros para contratar jogadores.
  4. gostaria de entender dessa revolta da torcida com o Galliote! honestamente na parte administrativa/financeira ele está dando continuidade ao trabalho do nobre... infelizmente na parte esportiva esse ano não deu certo. futebol é isso
  5. menos bem menos. o cuca tem familia. familia é infinitamente mais importante que futebol.
  6. e os dois brasileiros no cruzeiro? e a copa do brasil em 2015?
  7. cara futebol não e exato. não vejo falta de organização... infelizmente foi um ano não muito bom pra gente. mas não vejo falta de organização não.
  8. por causa de um ano ruim?? e os anos anteriores???
  9. Investiria em algum tecnico argentino. tecnicos brasileiro estão ultrapassados.
  10. Temos que cobrar o Alexandre Mattos também! o time do Palmeiras foi muito mal montado. com o tanto de investimento que foi disponibilizado para ele. era para ter montado uma seleção.
  11. Uma duvida... será que o problema é o técnico mesmo? sinceramente acho nosso time muito superestimado.
  12. mano não dar nem para comparar.... vc tem ideia do que o nobre pegou o Palmeiras pos arnaldo tirone? um clube que não tinha nem dinheiro para pagar a conta de luz? vc tem ideia do que é isso jovem?
  13. O Palmeiras fechou mais um mês no azul. Os números do clube relacionados ao período de agosto foram analisados e fechados nesta semana, com superávit de R$ 11,6 milhões. Considerando todo o ano de 2017, o resultado acumulado na temporada é de R$ 47,7 milhões. Outra conquista da administração palmeirense está no patrimônio líquido, agora positivo em R$ 19,7 milhões. O resultado é comemorado internamente e destacado como uma nova realidade após vencer a rotina de déficits nas gestões passadas – o clube chegou a acumular débitos de R$ 28 milhões neste quesito, que corresponde à diferença entre ativos e passivos, no fim de 2016. Em entrevista recente ao GloboEsporte.com, o presidente Maurício Galiotte já havia comentado sobre a saúde financeira do clube, quando reiterou o objetivo de encerrar seu mandato, em 2018, zerando os débitos do Verdão. – No próximo ano, o Palmeiras não terá mais dívidas com bancos ou fundos. O que fica são as contas operacionais, as contas do dia a dia. Depois de muitos anos, o Palmeiras não terá mais dívida. Depois de muitos anos também conseguimos atingir o patrimônio líquido positivo, o que também foi um resultado importante – afirmou o dirigente, há duas semanas. Maurício Galiotte em entrevista no Palmeiras (Foto: Fernando Vidotto) Sobre as dívidas, o Palmeiras ainda deve pouco mais de R$ 33 milhões ao ex-presidente Paulo Nobre. A expectativa é ter esse valor quitado em 2018 – o clube repassa mensalmente ao fundo criado pelo ex-dirigente cerca de R$ 3 milhões. Além deste valor, o clube reconhece outros débitos com Nobre relacionados aos jogadores Róger Guedes e Yerry Mina. Na época, foi o então presidente o responsável pela operação financeira nas duas negociações. Os valores, corrigidos com juros, representam mais R$ 16,1 milhões, mas o retorno ainda é incerto porque depende de uma eventual transferência. Em caso de uma futura negociação dos dois atletas, o dirigente recebe o aporte investido inicialmente corrigido pelos índices de mercado – o lucro, se houver, é do Palmeiras. O modelo é semelhante ao do Verdão com a Crefisa em contratações, mas a instituição financeira não cobra juros do clube. De acordo com a empresa de consultoria e auditoria BDO, os palmeirenses são os donos da terceira marca mais valiosa do futebol brasileiro, avaliada em R$ 1,1 bilhão. https://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/com-patrimonio-liquido-positivo-palmeiras-fecha-agosto-com-superavit.ghtml?utm_source=Twitter&utm_medium=Social&utm_campaign=ge_palmeiras
  14. A torcida exagera demais nas criticas ao Galiotte. beira o ridiculo as criticas.
  15. volto a repetir o que digo aqui. não acho o galiotte esse cara ruim que todos dizem. o galiotte me lembra muito o nobre no 1 mandato... eram só criticas ao nobre.