brunob0797

Membro
  • Total de itens

    1.289
  • Registro em

  • Última visita

Sobre brunob0797

  • Rank
    Categoria Estrela
  • Data de Nascimento 23-07-1997

Profile Information

  • Gênero
    Male
  • Localização
    Franca-SP

Últimos Visitantes

4.927 visualizações
  1. Vendo esse atacantes o Keno deve sentir falta até do Borja.
  2. Claro que o contrato está ativo, mas não é por isso que precisamos realizar empréstimos para contratar jogadores e justamente por eles estar dessa forma eu acredito que não ocorrerá novas contratações nesse estilo. Temos 2 cenários, o Palmeiras não vende ninguém e contrata um novo jogador, dessa forma o Palmeiras provavelmente contará dinheiro em caixa para a aquisição por conta dos direitos televisivos, patrocínio e premiações desse ano. O segundo cenário é vender um jogador que possui esse contrato vinculado à Crefisa, por exemplo o Borja e contratar uma reposição. Eu particularmente duvido que o Mattos venderia o jogador por muito menos do que custou, sendo assim, teria algum lucro ou não teria divida ou ela seria bem baixa, por exemplo 4 milhões. Isso dificilmente impediria a contratação de uma reposição. A dívida não pode ser requerida assim do nada, visto que há esse novo contrato em vigência, com as clausulas já expostas aqui, e pra mim a justificativa da manutenção da patrocinadora não está atrelada à contratações de alto nível, e sim à manutenção de um time em alto nível e competitivo, e para isso não é necessário fazer investimentos exorbitantes como há 1 ou 2 anos, basta haver uma continuidade.
  3. Não vejo problemas em tratar os jogadores como ativos do clube, não é porque são ativos que é necessário vende-los, isso só quer dizer que o dinheiro já foi usado na contratação deles e talvez não teríamos conseguido isso de outra forma. A dívida como passivo do clube se equilibra com o ativo que são os jogadores no elenco, não é como se tivéssemos renovando com a Crefisa por 3 anos e recebendo 2 pois a dívida está atrelada ao jogador. Se ele continuar no clube até se aposentar, ai sim estamos "comprando" ele com juros retroativos, mas se ficou até esse ponto no clube é pq deu retorno dentro do campo.
  4. Comentei sobre os juros pois muita gente não sabe como funciona e podem criticar essa parte mais do que deveria. E se vc ler meu post novamente verá que critiquei a maneira como a divida foi transformada, acredito que não deveria ter sido algo da noite pro dia. Outra questão é que depois da transformação da dívida não ocorreu nenhuma outra contratação no mesmo molde, ou seja, essa divida não tende a crescer além dos juros, por isso não acredito nessa demonização de se tornar refém da Crefisa por esse motivo em específico, já em outras partes políticas, não posso avaliar direito pois não tenho conhecimento suficiente.
  5. Não sou defensor da Crefisa, mas olhando financeiramente esses juros não são nada exorbitantes, o próprio empréstimo do Nobre tinha juros parecidos com os da Crefisa. As matérias dizem que são 120 mi com juros de 780k por mês, isso daria uma taxa de 0,66% de juros ao mês, ou 8,2% ao ano. O empréstimo que o Paulo Nobre fez ao Palmeiras, pelo que me lembro, foi com 100% do CDI, que hoje dariam cerca de 6,4% ao ano. Portanto, há sim uma diferença, mas nada tão alarmante assim. Além do mais varios jogadores devem sair já nessa janela, o que abateria a divida(não acredito que o Galiotte deixará se alongar por 2 anos) Foi um erro sim ter assumido a divida da forma que aconteceu mas temos que avaliar que não é algo que surgiu do nada. O clube possui os jogadores como ativo, podendo ser vendidos a qualquer momento, então nao é como se o Palmeiras tivesse que ficar tirando dinheiro do caixa pra pagar por isso. E ainda precisamos pensar que muitos jogadores nem teriam vindo se não existisse essa grana(se deram certo ou nao, ai é outra história).
  6. Parece que o passe dele ta barato pro Santos comprar mas ta pedindo um absurdo de salário, coisa de 700k
  7. Legal demais, isso é ação de time europeu
  8. Estavamos? A gente tinha acabado de cair pra série B antes dele assumir
  9. Tem a correção monetária que precisa descontar.
  10. Palmeiras acerta venda de Leandro para o Kashima Antlers O Palmeiras acertou a venda do atacante Leandro para o Kashima Antlers, do Japão. Depois de atuar em 2017 emprestado ao clube japonês, ele vai permanecer na equipe por mais três temporadas. De acordo com o site do jornal Lance!, o atacante já assinou a rescisão com o Verdão. O novo vínculo será firmado no início de janeiro, data da reapresentação do atleta. Depois de ser um dos destaques da equipe palmeirense na Série B de 2013 - ele, inclusive, fechou aquela temporada como o maior goleador do elenco, com 19 gols -, a diretoria optou por contratar o atacante, que pertencia ao Grêmio, em definitivo. Leandro vai permanecer no Kashima Antlers por mais três temporadas (Foto: Reprodução/Instagram) Nos anos seguintes, porém, o desempenho não foi o mesmo, e o atleta passou a acumular empréstimos. Antes de atuar no Japão, já havia defendido as cores do Santos e do Coritiba no futebol brasileiro. A contratação de Leandro pelo Palmeiras em definitivo foi um dos investimentos pessoais do ex-presidente Paulo Nobre. Na época, o dirigente pagou cerca de R$ 8 milhões para adquirir 64% dos direitos econômicos do atleta. A operação envolvendo Paulo Nobre foi repetida nas chegadas de Allione, Cristaldo, Tobio, Mouche e Mendieta, e mais recentemente nas contratações de Yerry Mina e Róger Guedes. O dirigente tem direito a recuperar o valor investido, com a correção dos índices de mercado - o Verdão fica com o lucro, se houver.
  11. No primeiro lance ele não reclamou da falta, ele reclamou que o cara deixou o braço nele, uma vez na jogada e depois dela ainda deu de novo.
  12. No primeiro lance ele tomou um tapa na cara e no segundo foi cobrar cartão pro atacante que passou uma rasteira no magrão. O que tem de tão errado nisso?
  13. Palmeiras ta sendo MUITO roubado. Até na Base PQP