Tadeu_Diadema

Membro
  • Total de itens

    1.738
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Tadeu_Diadema

  • Rank
    Categoria Estrela

Últimos Visitantes

8.992 visualizações
  1. Isto é uma Vergonha hen? Claramente feito para induzir o sócio ao erro E no item 8 se for aprovado Paulo Nobre se continuar ausente vai dançar
  2. aos sócios Grupo diz que clube é o maior perdedor com mudança estatutária que amplia mandato presidencial e beneficia projeto político da patrocinadora Renan Cacioli, O Estado de S. Paulo 24 Maio 2018 | 16h00 O grupo Movimento Palmeiras Responsável, que faz oposição à gestão de Maurício Galiotte no clube, divulgou nesta quinta-feira manifesto no qual condena a aprovação, na noite da última segunda-feira, da chamada "emenda Leila", como ficou conhecida a mudança estatutária que amplia de dois para três anos o tempo de mandato presidencial. As mudanças aprovadas pelo Conselho Deliberativo palmeirense já podem valer para o próximo pleito, marcado para novembro, desde que sejam ratificadas em assembleia de sócios por maioria simples de votos. E é justamente aos associados que os oposicionistas apelam agora para impedir que a alteração seja ratificada. Para a novidade ser descartada, serão necessários dois terços dos votos dos associados. Leila Pereira deseja se tornar presidente do Palmeiras Foto: Amanda Perobelli/Estadão A alteração no estatuto ganhou o apelido de "emenda Leila" por abrir brecha para a empresária e patrocinadora do clube se candidatar a 2021. Eleita conselheira do Palmeiras pela primeira vez em fevereiro de 2017, ela precisa cumprir o requisito de estar no segundo mandato neste cargo para poder pleitar o comando do clube. Essa obrigação estará cumprida no início de 2021, meses antes da eleição presidencial. Confira abaixo a íntegra da nota do Movimento Palmeiras Responsável: "O Conselho Deliberativo do Palmeiras esteve reunido na última segunda-feira, 21 de maio, discutindo alterações estatutárias relevantes para o futuro do clube, especialmente a que altera o tempo de mandato para presidência executiva, medida que já valeria para a eleição que ocorre em outubro deste ano. Antes mesmo do início da votação já era nítido que a noite teria um grande perdedor: a Sociedade Esportiva Palmeiras. Como pudemos destacar em notas anteriores, o Movimento Palmeiras Responsável reforça seu posicionamento contrário à esta alteração que beneficia diretamente a atual gestão e criou um racha no clube. Ainda há tempo de barrá-lo: a matéria terá que ser aprovada em Assembleia Geral dos sócios nas próximas semanas, com maioria simples de votos. Para auxiliar na leitura mais ampla dos acontecimentos, um breve resumo de como tudo transcorreu: - A SEP possui 280 conselheiros, dos quais 224 compareceram à reunião. Para aprovação de qualquer alteração é necessário que a maioria absoluta esteja a favor, neste caso, 141 votos; - O não comparecimento significava votar contrariamente à alteração. Houve enorme pressão da gestão para que todos estivessem presentes, inclusive com conselheiros solicitando licenças temporárias para que o suplente pudesse votar a favor; - Outros tantos conselheiros, por conta do clima de tensão e divisão estabelecidos, optaram deliberadamente por não ir à reunião. Mais de 50 pessoas se ausentaram nessas circunstâncias; - Pelo contexto, podemos seguramente afirmar que aproximadamente 135 conselheiros foram contrários à alteração; - Apesar de todo poderio político e financeiro empregado, a alteração foi aprovada com apenas dois votos de margem; - Registre-se, portanto, que existiam diversas correntes ideológicas contrárias à alteração. Reduzir a oposição a um ex-presidente é tentar iludir a opinião pública, ocultando o problema real: a apropriação do Palmeiras; - O argumento de que a votação não seria casuística foi por água abaixo quando a maioria dos optantes pelo 3+3 votou contrariamente à emenda que previa sua aplicação apenas para a eleição de 2020, provando que os interesses impulsionando a mudança são eminentemente de perpetuação no poder; - Tanto é assim que uma alteração inicialmente vista com bons olhos e contando com grande apoio do conselho tornou-se pivô de um histórico racha no clube, essencialmente pela forma como foi conduzida a questão; - Finalmente, caso venha a ser reeleito, o presidente atual não enfrentaria problemas de adaptação nem teria que se preocupar com outra reeleição. O aumento do tempo de mandato não se justifica nem sob essa hipótese; - A suposta modernidade alardeada não foi vista, também, na votação que rejeitou a redução do número de conselheiros vitalícios, matéria que não contou com apoio da gestão; - A atual diretoria executiva extrapolou os limites no convencimento aos conselheiros indecisos. Respeitamos e compreendemos o jogo político, mas um olhar mais atento evidencia que os instrumentos utilizados foram muito além do debate. Reforçamos nosso entendimento de que os interesses do Palmeiras foram colocados em segundo plano por quem está no poder. Prova disso é conferir como votou o atual mandatário, legislando em causa própria. Isso não é saudável nem contribui para a pacificação do clube. À toda coletividade palmeirense clamamos atenção e serenidade na avaliação do que aconteceu. Aos sócios em especial, convidamos para uma profunda reflexão antes da votação em Assembleia Geral e que se mobilizem na campanha pelo NÃO. Movimento Palmeiras Responsavel
  3. Palmeiras ainda não pagou luvas a Scarpa. O meia, impossibilitado de jogar pelo clube devido à sua disputa na justiça do trabalho com o Fluminense, embolsou até agora apenas o primeiro mês de salário, mais o valor proporcional dos dias trabalhados no segundo, até que a justiça o impediu de seguir momentaneamente em ação. O clube paulista impôs prazo de carência de 60 dias para iniciar o pagamento das luvas e comissões que, com salários, somarão aproximadamente € 6 milhões em três anos. Como antes desses dois meses a justiça obrigou Gustavo Scarpa a se afastar do Palmeiras, o clube não chegou a depositar a quantia mais elevada acertada na assinatura do contrato. Fonte: Mauro Cesar
  4. Ingressos Vendidos
  5. Tenho 2 Ingressos Central Leste,se tiver interesse me chama no Privado
  6. Tenho 2 ingressos Central Leste
  7. Gosto do Galiotte, Aprovei quase todas as contratações feitas no começo do ano Uma pena que não tenha dado liga este time´ Agora fica fácil criticar tudo. Espero que ano que vem volte os títulos e amenize um pouco as criticas dos Conselheiros sanguessugas e de uma grande parte da torcida, Gostei dele na entrevista do Bola da Vez,foi bem claro e seguro nas respostas
  8. Prass Mayke Luan Juninho Egidio Bruno Henrique Tche Tche Moises Guerra Keno Borja
  9. Devagar as vendas, E ainda aumentaram os preços para o jogo contra os Bambis!!! Diretoria parece que vive em um mundo paralelo, Preferem deixar o Allianz cheio de lugares vazios...
  10. Á Uma má vontade da Organizada e imprensa com o Alexandre Mattos Mattos contratou muitos jogadores no começo,mas quantos deles foram por empréstimo? Erra e acerta como todos os outros no futebol Mundial Mattos é de longe mesmo errando,o melhor profissional no País. Pode ser cobrado, até deve se for necessário,mas espera pelo menos acabar todos os Campeonatos! Gasta muito? e quanto o Palmeiras começou a faturar depois que o Paulo Nobre o contratou? A contratação do Wesley foi pior que todas as contratações juntas do Mattos que não deram certo Depois da morte do Eduardo Maluf diretor de futebol do Atletico,eles não contrataram ninguém, Despede o Mattos que tenho certeza que no outro dia ele já estará empregado.
  11. Obrigado por me poupar de digitar,falou tudo o que penso e acrescentaria a falha bironha do lateral esquerdo Denys na Final de 1986 E a imagem mais triste e marcante deste ano é da própria torcida que fez uma festa que a muito tempo não via em jogos do Palmeiras,esta torcida não merecia esta derrota.
  12. Foi afastado depois que não aceitou a proposta de renovação, Ele recebe 10 mil e está pedindo 200 para renovar, Com as contusões de zagueiros do foguinho ele foi reintegrado ao elenco Falei dele aqui no forum antes de contratar o Juninho, Muito bom zagueiro,forte,habilidoso e rápido Se vier veste a camisa titular e joga facil
  13. Eu estou preocupado, ele postou um emoji no stories do instagram com uma carinha triste as 5:30 da manhã tomara que seja pela derrota de ontem e não por dores ou inchaços no joelho operado
  14. Quem não era á favor do Borja era á favor do Pratto Pratto também foi caríssimo, Ele está fazendo jus ao dinheiro investido? Engraçado que só falam do Borja...
  15. Seria o ideal,mas impossível de acontecer!!!! Só a Rgt tem os direitos para TV aberta, para uma outra emissora transmitir teria que comprar os direitos junto a CBF e negociar individualmente com cada time que na maioria já adiantaram cotas com a RGT até 2024 Hoje particularmente até prefiro que não transmitam