Palmeiras Todo Dia

Administrador
  • Total de itens

    21
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Palmeiras Todo Dia

  • Rank
    Categoria Iniciante

Últimos Visitantes

5.433 visualizações
  1. Após ser protagonista do futebol brasileiro nas últimas duas temporadas, o Palmeiras terminará 2017 sem um título. Frustrante por se tratar do maior campeão do país e pela expectativa gerada, mas compreensível por estarmos falando de futebol. O "fracasso" em campo bastou para que os predadores da política do clube ganhassem novamente os holofotes. Homem forte do futebol e principal responsável pelo projeto que resultou no título da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro de 2016, o diretor Alexandre Mattos voltou a ter sua cabeça colocada a prêmio. Mustafá Contursi, ex-presidente responsável pelos piores anos da história do Palmeiras (durante a cogestão com a Parmalat ele foi uma espécie de Rainha da Inglaterra), articula-se nos bastidores para que Mattos seja demitido. Adepto do "bom e barato" e do amadorismo, Mustafá tem grande influência sobre o presidente Maurício Galiotte. A validação da candidatura da conselheira Leila Pereira, a troca de 4 diretores fundamentais aos dois mandatos de Paulo Nobre, e a recente demissão do coordenador científico Altamiro Bottino a título de "redução de custos", são alguns exemplos dessa influência. Em função da maleabilidade de Galiotte, a pressão para que Mattos seja demitido precisa ser combatida pelos setores sérios do clube e da torcida. E é isso que o Palmeiras Todo Dia, representando a maioria absoluta de seus milhares de leitores, faz por meio desta. Em qualquer segmento profissional, Mattos apenas seria cobrado, uma vez que é evidente que o planejamento para 2017 foi falho. Uma eventual demissão deixaria claro que o presidente Maurício Galiotte conduz seu mandato sob as rédeas da política e da troca de favores, colocando os interesses do clube e os anseios da torcida em segundo plano. Por se tratar de um profissional que já provou valor e por ser alguém absolutamente capaz de corrigir a rota para 2018, entendemos que a demissão de Alexandre Mattos sequer deveria ser cogitada. Galiotte: diga não ao amadorismo e à politicagem e mantenha o melhor profissional do mercado. Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  2. Por Victor Alexandre Vila Real, Vitão Normalmente não assisto programas esportivos, evito ao máximo acompanhar as notícias e comentários da imprensa marrom. Nesta última segunda-feira resolvi assistir ao “Bem Amigos”, em primeiro lugar para curtir um pouco mais a ótima vitória de sábado, e segundo por que o Dudu era um dos convidados. Agiram ardilosamente! Dudu pode ser um atleta sensacional dentro de campo, porém a sua articulação nas entrevistas é sofrível! Todos imaginávamos que ele seria homenageado pelo gol de placa marcado no clássico, porém, a cena que se viu parecia o julgamento de um assassino: nem goleiro Bruno foi tão achincalhado quanto o Dudu. O teatro armado contou com a participação do Jô, que ao citar a expulsão indevida do Gabriel no jogo em Itaquera, aproveitou para “inocentemente” incluir na pauta do programa uma campanha do GE: "Lance Limpo". O lance absurdamente marcado pelo árbitro prejudicou muito mais o Palmeiras do que o Corinthians, qualquer resultado a partir daquele momento que não fosse a nossa derrota seria noticiado como injusto dada a expulsão indevida do segundo “Judas” da nossa história. A canalhice do Jô atingiu níveis máximos no momento em que ele disse que teria alertado o árbitro sobre o lance indevido. Engraçado, o “paladino da justiça” teve a oportunidade de fazer isso algumas rodadas atrás no jogo contra o São Bento depois que cavou um pênalti, mas não o fez. O circo armado contou com a participação especial da Hortência que ainda fez piadinhas sobre o “mundial”. Hoje é a primeira vez que verdadeiramente sinto falta do Paulo Nobre. Ano passado, ele impediu nossos jogadores de concederem entrevistas para o canal Fox, demonstrando a insatisfação do Palmeiras depois de gozações e mentiras profanadas em seus péssimos programas. Infelizmente nosso atual presidente é um “fazedor de média”, não tem coragem de se expor e muito menos de enfrentar nossos inimigos, aliás, ele corroborou o texto do MCP, o jornalista que sofre de “epicondilite medial” ao confirmar para o UOL que a Crefisa paga mais do que o valor de mercado ao Palmeiras. Doping financeiro, mecenas, lavagem de dinheiro, etc. Por que será que incomodamos tanto? Por que a imprensa está tão preocupada com uma empresa privada que está investindo legalmente no Palmeiras? Por que não se indignam com a Caixa Econômica, empresa pública, que é patrocinadora master de tantos times pelo Brasil? Indignação seletiva tem nome e sobrenome: Manipulação Criminosa! Muitos vão dizer que é mais fácil desligar a TV, mudar de canal, mas não vejo a coisa por uma ótica tão simplista: Precisamos defender a nossa honra e nossa história! Não devemos dar audiência para os bastardos, mas conhecer o inimigo é um dos atos mais importantes de uma guerra. Maurício Galiotte, você foi escolhido pelos sócios para ser o representante máximo de pelo menos 16 milhões de apaixonados, e se não fosse o Paulo Nobre, você continuaria sendo um ilustre desconhecido. Lembre-se: Quem não tem gratidão, não tem caráter.
  3. Por mais que um fórum seja um espaço de livre expressão de opiniões, devemos considerar que, dentro dessa premissa, haja um mínimo de equilíbrio e respeito entre os frequentadores. E em se tratando de um fórum que trata sobre o Palmeiras, sugere-se que esses frequentadores torçam e apoiem o Palmeiras, razão maior da existência do espaço. Pois bem! Então por que alguns frequentadores agem como se fossem os donos absolutos da verdade, querendo impor suas ideias a todo custo, agredindo verbalmente outros frequentadores contrários à sua linha de pensamento? Para coibir tais ações e manter o fórum num nível mínimo de convivência, existe o grupo de moderação que está sempre atento ao movimento de todos, avaliando intenções e lendo nas entrelinhas de cada postagem onde o frequentador quer chegar. Para quem não sabe, e essa afirmativa já foi repetida inúmeras vezes, o fórum do PALMEIRAS TODO DIA recebe mais de 250 mil visualizações por mês. Estatisticamente, para cada frequentador que visualiza o fórum temos, no mínimo, quatro visitantes, isto é, pessoas não cadastradas que entram para ver se tem algo de proveitoso que possa ser passado para frente. Portanto, podemos dizer que nosso fórum é um formador de opiniões. Diante disso, é preciso cautela, discernimento e ponderação nas ações. Não aceitamos, portanto, frequentadores que vem aqui chutando informações, como salários de jogadores, negociações mirabolantes, discussões de vestiários e outras coisas do tipo. Até procuramos filtrar fontes de informações que vivem chutando coisas sem nexo como Jorge Nicola, Paulinho, Perrone e alguns continuístas de sites como o Uol. Pessoas que plantam notícias falsas e que muitos daqui compram a ideia e lançam ao vento como se lança sujeira no ventilador. Outro fato que não passa despercebido são as reações intempestivas dos frequentadores. Toleramos e até aceitamos algumas postagens durante jogos, pois sabemos que o calor do jogo faz a paixão superar a razão. Quantos de nós, moderadores, não tivemos nossos momentos de explosão, de alegria e de raiva, durante um jogo? Quantos de nós também não tivemos vontade de quebrar a TV, diante de um gol perdido ou de uma derrota? Até ai tudo bem, é aceitável. Mas, a insistência em críticas descabidas, sem fundamento, em perseguições gratuitas devem ser filtradas daquelas que dão possibilidade de debate, de uma discussão sadia. E ultimamente percebemos uma verdadeira saraivada de postagens sem nenhum fundamento, que tem como objetivo único de tumultuar o ambiente. Pessoas que usam o fórum para desabafar mágoas passadas, que são verdadeiros profetas do apocalipse, prevendo que tudo vai dar errado e, pior que isso, torcendo para que dê errado e possam, no futuro, baterem no peito e dizer: EU NÃO FALEI??? Diante de tudo isso, informamos que a tolerância será ZERO a partir de hoje... Faremos prevalecer o bom senso e todas as ações serão rigorosamente analisadas e punições serão impostas a quem tem como objetivo desabafar suas neuroses e criar um clima pesado no fórum. Algumas ações já foram tomadas e não seremos tolerantes, repetindo! Quem não concordar, pode encaminhar seu pedido de descredenciamento à moderação. A porta da casa é sua serventia...
  4. Caro Fernando, Permita-nos chamá-lo pelo primeiro nome. Afinal, somos íntimos há três anos, desde que você chegou ao clube, com a desconfiança de muitos, para ocupar a posição de um ídolo santificado por nós. E se firmou de tal forma que muitos aqui já o consideram santo também. E, sabe como é! Santo é Santo, sempre será lembrado! Se precisamos de ajuda, basta uma prece que ele aparece para nos salvar. E por quantas vezes você salvou nossa meta!!! Inúmeras, centenas de vezes! E, com isso, conquistou seu espaço no coração de cada Palmeirense. E, nada mais justo, que sua santificação fosse reconhecida para envergar a camisa da seleção, assim como nosso outro santo protetor que, um dia, também a vestiu... e venceu! Mas, quis o destino que esse sonho não se realizasse. No auge de sua forma, no melhor de sua carreira, mais uma contusão, mais uma frustração... Mas, os santos tem poderes superiores aos dos simples mortais! Santos ressurgem! Ressuscitam! Renascem! Então, Fernando, sabemos o quanto te dói tudo o que está acontecendo, muito menos pela dor no braço, mas a dor no coração. Por isso, sinta-se acolhido por 16 milhões de devotos, que também se uniram em orações e força quando nosso São Marcos se machucou. Sinta-se amparado pelos seus amigos que treinam com você todos os dias! Temos certeza que a cada jogo, eles se desdobrarão em campo para honrar o teu exemplo. Sinta-se bem representado pelos teus reservas, teus amigos de lutas diárias, que também honrarão teu posto. Nós estaremos aqui, sempre! Nas arquibancadas da vida, em frente às TV’s ou com os ouvidos colados nos rádios ou com os olhos ligados nos placares da internet. Se nossa missão é torcer, torceremos de forma redobrada pela sua plena recuperação. E torceremos para que seu espírito esteja em cada defesa de Wagner ou Jailson, que teu exemplo esteja com cada homem de zaga, que tua força esteja com nosso meio de campo e que a tua garra esteja com nossos atacantes... E assim será, Fernando! Final do ano nos veremos no Allianz Parque, com você abençoando nosso título. Melhoras, São Fernando!!! Estaremos contigo sempre!!! Texto de J.M. Neto, moderador do PTD
  5. "Um editor de jornal é alguém que separa o joio do trigo – e publica o joio." (Adlai Stevenson) O Palmeiras terminou mais uma rodada, a décima quinta, como líder do Campeonato Brasileiro de 2016. Com a vitória no Beira Rio, que não vinha desde 1997, aumentou a distância que o separa dos segundo e terceiro colocados. Quebrou um incômodo tabu; venceu, com autoridade, num terreno historicamente inóspito. Fernando Prass não trabalhou – e bem poderia, como um dia fez seu maior antecessor, pedir um copo de café para tornar tolerável o frio de Porto Alegre. A liderança incontestável do Palmeiras, é curioso observar, tem provocado reações diversas fora do Palestra Itália: reconhecimento dos rivais, surtos coletivos de histeria, elogios, desdém. O Palmeiras, embora isso jamais seja admitido publicamente, provoca, como nenhum outro clube, interesse. O Palmeiras é “polêmico”. A magnis maxima. O campeão de 2015 tem um título “incontestável”; o Palmeiras, jogando mais bola, tem uma liderança sempre questionada, sempre duvidosa. Entre os motivos, os mais diversos – desde o famigerado “ainda é cedo” até exames mal feitos da tabela. Sim, houve quem dissesse que o Palmeiras havia assumido e mantido a liderança porque havia enfrentado, em sequência, Santa Cruz e América-MG (em casa), Cruzeiro (fora) e Figueirense (em casa). “Isso provoca uma distorção”, “o time enfrentou adversários mais fáceis e fez mais jogos em casa que o Inter, por exemplo”, bradou-se. Estávamos, então, na nona rodada. Não foi dito, porém, que a “distorção” provocada pela tabela só veio corrigir uma distorção anterior. O “recorte” feito pelo jornalista começou na nona e terminou na décima segunda rodada. Faltou dizer que nas oito anteriores o Internacional havia feito cinco jogos em casa e três fora; faltou dizer, também, que o Palmeiras havia enfrentado, em sequência, Fluminense, São Paulo, Grêmio, Flamengo e Corinthians. Cinco pedreiras. Dois clássicos num intervalo de duas rodadas. Faltou dizer que a “distorção” atual corrige uma passada e será corrigida por outra futura (na sequência do próprio Palmeiras, Sport fora de casa, Santos, Internacional e Atlético-MG). Faltou dizer que essas tabelas “segmentadas” e que essas “distorções” fazem parte dos caminhos de todos os times e, portanto, não podem, logicamente, beneficiar uns em relação a outros. Voltemos ao Beira Rio. Depois da vitória incontestável, dessas típicas de campeões (assim esperamos) e, pelas chances de gol, menor do que poderia – e deveria – ter sido, ganhou as manchetes uma nova polêmica: um pênalti de Zé Roberto não assinalado pelo árbitro. Repetiu-se a jogada incontáveis vezes, pelo lado direito, pelo esquerdo, por cima, por baixo, por trás, pela frente e pela diagonal. Sobre a vitória e o futebol apresentado, alguma nota. Viveu-se um “replay” do que foi o dia 13 de junho, segunda-feira, dia seguinte ao Derby vencido por 1x0, quando na imprensa não se falou de outra coisa além da “polêmica” (porque bastante discutível) falta de Felipe em Fernando Prass no último lance da partida. O silêncio sobre o impedimento de Felipe na jogada foi constrangedor e ensurdecedor. O rival do dia, especialmente por seu técnico, lamentava o “erro” que havia “mexido no placar” quando, na verdade, devia ter ido – se é que não foi, longe das câmeras – do Allianz Parque a Itaquera de joelhos pela goleada que só não levou por centímetros que, em muitas jogadas, determinaram a saída e não a entrada da bola na meta. O impedimento foi enterrado para sempre. Do impedimento não se fala. Também (quase) não se fala do gol mal anulado de Gabriel Jesus na derrota por 2x1 contra a Ponte Preta em Campinas; não se fala da expulsão injusta de Cuca nesse mesmo jogo (do ponto, sim, e não há problema nisso, já que o treinador errou, mas não é demais recordar que a suspensão era injusta); pouco se falou da falta em Dudu que originou o gol da derrota no Morumbi diante do São Paulo; o primeiro gol do Grêmio no Pacaembu, o gol mais impedido validado no campeonato, anotado no nariz do auxiliar, ficou ofuscado pela virada heroica do Palmeiras; o pênalti mais claro não marcado no campeonato, diante do Flamengo, ficou ofuscado pelo pênalti bizarro de Martins e pela vitória alviverde no jogo; do gol irregular, novamente por impedimento, que garantiu o empate do Coritiba no último lance do jogo no Couto Pereira e arrancou dois pontos do Palmeiras, nada se falou; o gol impedido de Grafite no Allianz Parque foi soterrado pelos três gols do então novo líder; o pênalti em Edu Dracena no último lance na derrota no Mineirão diante do Cruzeiro nem entrou na pauta; o segundo pênalti mais claro do campeonato, não anotado diante do Santos quando o jogo ainda estava um a zero a favor do Palmeiras, já no segundo tempo, também passou longe de ser assunto no rádio, na TV ou na internet. O polêmico pênalti de Zé Roberto ganhou mais espaço que aquele concedido a todos esses erros somados. A fructibus eorum cognoscetis eos. Dessa vez, ainda se foi além. Questionado sobre o lance, Cuca lembrou que sequer houve reclamação considerável dentro do estádio. Deu a opinião dele, porque questionado. “Uma aula de hipocrisia” daquele cujo critério “só pode ter a cara de pau como conteúdo”, daquele que é “o mesmo que, suspenso, usou o ponto eletrônico” (e vai ser julgado pelo uso do ponto na injusta suspensão), cravou um blogueiro, quem ainda completou: “ganhar de qualquer jeito está sempre em primeiro lugar”. Ignoramos a afirmação segundo a qual “Cuca é ótimo em reclamar” – o técnico líder do campeonato pouco ou nada falou diante de todos esses erros de que seu time foi vítima; adotou, na verdade, uma postura bem diferente, por exemplo, daquela adotada pelo atual técnico da seleção em seu ex-clube, que, é de conhecimento notório, sofre bem menos com os erros de arbitragem do que o Palmeiras, e dessa postura pouco se falava. Destacamos, sim, a última frase - precisa, o retrato do Palmeiras de Cuca, caro blogueiro: ganha de qualquer jeito, mesmo com essa enxurrada de erros de arbitragem contra si, e segue sempre em primeiro lugar. E, ao que tudo indica, se nenhum erro for maior que o futebol do time, como foi aquele contra o Fluminense em 2009, como eram todos os erros quando o time, frágil, foi rebaixado para a segunda divisão, será o primeiro colocado até a trigésima oitava rodada. Ab auditione mala non timebit. O homem honrado não teme murmúrios. O Palmeirense não teme murmúrios. O Palmeirense não teme a seletividade. Por fim, torcida Palmeirense, não é demais sublinharmos que, mesmo num ambiente repleto de “clubismo”, como é o ambiente da imprensa esportiva no Brasil, entre os bons e os maus jornalistas, entre os torcedores, diplomados ou não, que empunham um microfone, entre os blogueiros, mais e menos conhecidos, e entre os próprios jogadores e torcedores colorados, que pouco reclamaram do lance, houve uma certeza manifestada em olhares de soslaio, a mesma certeza que manifestamos, entre nós, em olhares de confiança e cumplicidade: a presença de Fernando Prass, o goleiro da seleção olímpica, o melhor goleiro em atividade no país, transforma “probabilidade” em apenas “possibilidade” de gol quando um batedor ajeita a bola na marca do pênalti. É, sim, uma monstruosidade; a ordem regular da natureza se altera de tal modo que cravar que “ali era o empate colorado” chega a soar temerário, como soavam afirmações dessa natureza quando entre as traves estava Marcos. Dessa certeza, que todos tinham e ninguém admite, também não vai se falar. Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense Texto de Gabriel Augusto e Marcello Barbosa
  6. A morte de um cidadão com a camisa do Santos há poucos dias foi creditada à "torcedores Palmeirenses" pelo simples fato do assassino estar vestindo uma camisa verde, conforme registrou a câmera de segurança do local onde o crime aconteceu. UOL Esporte Taxista agredido por palmeirenses em um posto de SP morre ESPN Brasil Torcedor do Santos agredido a pauladas por suposto palmeirense morre em São Paulo Terra Morre torcedor do Santos agredido por palmeirense em SP IG Supostos torcedores do Palmeiras foram filmados agredindo Gerson Ferreira de Lima com um pedaço de pau, no domingo Gazeta Esportiva Torcedor do Santos morre em ataque: palmeirenses são suspeitos Sem qualquer tipo de apuração, o que contraria os princípios básicos do jornalismo, os veículos acima (e outros) não se importaram em eventualmente criar um clima de tensão entre as torcidas, que se encontrarão nas finais da Copa do Brasil. A irresponsabilidade foi proporcional ao amadorismo cometido em associar um crime bárbaro à uma torcida inteira por causa de uma simples cor de camisa. Passado quase uma semana do crime, os suspeitos foram presos e o caso elucidado. A motivação não teve como pano de fundo o futebol. Quanto a camisa verde que o assassino vestia, era exatamente essa: Imagem: Reprodução Além do coitado assassinado covardemente com uma paulada na cabeça, morreu também o profissionalismo e a credibilidade dos veículos que quiseram desempenhar o papel de polícia sem ao menos ter competência para exercer o jornalismo. Nossas condolências; Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  7. Um Palmeiras estagnado incomoda muita gente. Um Palmeiras forte incomoda muito mais. Os ataques ao Verdão, finalista com méritos da Copa do Brasil, se intensificaram nas últimas semanas, seja pelo futebol fraco que de fato o time tem apresentado, mas que alguns maldosos hipervalorizam, ou por supostos erros de arbitragem cometidos a nosso favor, algo que soa como uma verdadeira ofensa aos nossos ouvidos, visto que somos rotineiramente assaltados pelo apito, inclusive nos jogos que alguns jornalistas falam que fomos ajudados, casos dos duelos contra Internacional e Fluminense (nos dois jogos em ambos confrontos). O mau-caratismo de alguns analistas beira o absurdo de brigar com imagens e até mesmo com a regra, mas repudiamos tais atitudes não pela opinião desses profissionais, que são insignificantes, e sim pelo prejuízo técnico que pode vir a nos causar, uma vez que os ataques são feitos em programas de TV e de rádio, veículos de grande alcance. Uma mentira dita várias vezes, aos ouvidos de pessoas suscetíveis, vira verdade. Quem garante que os árbitros dos nossos próximos jogos não compensarão os supostos erros cometidos a nosso favor? A campanha para desmerecer nossa classificação à final da Copa do Brasil, que já estava em curso, se intensificou, e as armas utilizadas por nossos inimigos são as mais sujas e rasteiras possíveis, como manipulação de informação e distorção de fatos. A torcida Palmeirense, porém, representada neste espaço pelo PTD, sempre estará a postos para defender o clube e com a arma mais letal de todas: a VERDADE. Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  8. Perder uma decisão de campeonato é frustrante para qualquer torcedor, mais ainda para o Palmeirense, que viveu anos recentes difíceis, mas que também sabe como é bom ser campeão. Não ter levantado o título do Paulistão, porém, desta vez não representa um fim, e sim um meio, pois agora temos um time que será capaz de tirar uma lição do vice-campeonato. O sentimento de frustração é "abafado" com uma perspectiva positiva, desta vez baseada em fatos, não em mera ilusão. Se ainda não temos um esquema tático 100% consolidado, algo normal para uma equipe formada apenas há 4 meses, sabemos que temos jogadores capazes de tornar o time ainda mais forte. Alguns obstáculos superados durante o próprio Paulistão é que nos trazem essa certeza. Durante o estadual voltamos a vencer clássicos, eliminamos o "time da Champions League" na casa deles e nos tornamos quase imbatíveis como mandantes. Apesar do nível técnico do campeonato, isso não é pouco. Não é o momento de caça às bruxas ou de cobranças exageradas, como alguns fazem por exemplo com Dudu; o atacante perdeu o pênalti e foi expulso, mas disputou um excelente Campeonato Brasileiro em 2014 pelo Grêmio, não a toa foi disputado a tapa por nossos principais rivais. Ele, assim como outros que ainda não mostraram 100% de seu potencial, serão muito importantes no restante da temporada. O momento é de apoio e de confiança, e da parte do Palmeiras Todo Dia isso não faltará. Sábado começa o Brasileirão. O adversário será o Atlético-MG. Bora lotar o Allianz Parque? Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  9. Torcedor Palmeirense, Nos últimos meses muito se discutiu a respeito das cotas de televisão recebidas pelos clubes no Brasil. Essa discussão voltou à tona com a recente divulgação da divisão, entre os clubes, dos valores de pay-per-view. A divisão das cotas, promovida pela emissora detentora dos direitos de transmissão, notadamente privilegia dois clubes, que recebem quantias muito maiores que os demais. Com esse desequilíbrio, entendemos que o caminho para a “espanholização” do futebol brasileiro está aberto e o futuro que se desenha é lamentavelmente prejudicial não apenas ao Palmeiras, mas a todo o futebol brasileiro. Com efeito, diversos clubes do cenário nacional – dentre eles o gigante Palmeiras – estão sendo verdadeiramente ignorados pela emissora detentora dos direitos de transmissão. Com a ausência de transmissões de jogos na TV aberta, perde o torcedor, que não pode acompanhar seu time do coração, e perde o próprio clube, que passa a ter sérias dificuldades para o estabelecimento de parcerias com patrocionadores. Diante dessa situação, o Palmeiras Todo Dia, consciente do relevante papel que desempenha junto à torcida alviverde, decidiu iniciar, voluntariamente, a campanha “Movidos Pela Paixão”. Com essa campanha, convocamos os torcedores Palmeirenses para se associarem ao Avanti, programa de sócio-torcedor do clube. O sócio-torcedor do Palmeiras pode aproveitar os inúmeros benefícios que o programa oferece a seus associados, como prioridades e descontos na aquisição de ingressos para os jogos, descontos na compra de produtos licenciados, descontos nas compras de produtos e serviços de grandes empresas parceiras e a possibilidade de se vivenciar momentos inesquecíveis em ações promovidas pelo clube. Esses e outros benefícios podem ser encontrados de modo detalhado na página oficial do programa e na página do Clube de Vantagens Avanti - http://palmeiras.clubedevantagem.com/ No entanto, nossa convocação não se justifica apenas pelos benefícios de que os sócios podem gozar: justifica-se, principalmente, pela constatação histórica de que a torcida do Palmeiras, nos momentos mais difíceis, sempre colocou o clube nos ombros e o levou ao lugar mais alto. Chegamos a um novo momento de nossa história em que a torcida deve assumir seu papel e, diante de tantas adversidades, recolocar o Palmeiras no lugar que o clube conquistou ao longo de cem anos de lutas e de glórias. Não falhamos em 1914, nem em 1942, nem nos anos 80, nem nos anos 2000. Não podemos falhar agora. O futuro do Palmeiras sempre esteve e novamente está em nossas mãos. Dependemos de nós mesmos. Não queremos ganhar de presente aquilo que deve ser conquistado. Nunca contamos com a boa vontade dos outros, nem para construirmos nosso estádio, nem para salvar o clube da extinção durante a Segunda Guerra, nem para disputarmos nosso primeiro campeonato oficial, nem para vencermos campeonatos ou ascender de divisão quando foi preciso. Ao contrário, sempre tivemos de lutar dentro e fora das quatro linhas. O espaço do Palmeiras no futuro do futebol nacional, como tudo quanto temos, também será conquistado. E se fecharem a rodinha, vamos nos acotovelar para entrar. Se nos fecharem as portas, entraremos pela janela. Nossa posição na história não será usurpada, eis o nosso recado. Torcedor Palmeirense, assuma seu papel na história do clube. Tome consciência de sua importância no processo de modernização do clube, essencial para que o Palmeiras permaneça sempre forte. Já somos mais de 95 mil e seremos ainda maiores. Associe-se ao Avanti. A Sociedade Esportiva Palmeiras é movida pela paixão de sua torcida e juntos faremos história. De novo. Scoppia che la vittoria è nostra!!! Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  10. Assim como em 2012 o Palmeiras Todo Dia decidiu não apoiar nenhum candidato na eleição deste sábado, pois novamente não concordamos com as propostas, métodos e/ou alianças das duas chapas que disputarão a presidência do Palmeiras. Entendemos que não apoiar ninguém é sim marcar uma posição, posição essa de insatisfação, seja com os rumos que o clube vem tomando ou com a perspectiva do que pode vir a acontecer com alguém que também já teve oportunidade de mostrar serviço, em vão. Entre o ruim e o ruim, ficamos do lado do Palmeiras, na torcida para que o presidente eleito erre o menos possível. O PTD Seguirá exercendo seu papel de cobrar quando necessário e elogiar também, sempre de forma transparente e isenta. Em tempo: a eleição deste sábado entrará para a história pois será a primeira a ser decidida pelo voto direto dos associados. Apesar do filtro (e dos candidatos), é um momento a ser celebrado pelos Palmeirenses que tanto lutaram e seguirão lutando pela democratização plena do Palmeiras. Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  11. Dorival, O Palmeiras Todo dia vem por meio desta manifestar insatisfação com seu trabalho e questionar alguns pontos que na nossa visão, e na visão da maioria de nossos milhares de leitores, ajudaram a recolocar o Palmeiras à beira do abismo. À época de sua contratação já imaginávamos que o Palmeiras sofreria, visto que seus últimos trabalhos apresentaram resultados sofríveis, mas admitimos que a partir da sua chegada o time evoluiu. Em comparação com o que tínhamos, porém, saímos do péssimo apenas para o muito ruim. E nas últimas quatro rodadas, o patamar regrediu, talvez até para um nível anterior ao péssimo. O Palmeiras não tem brio. O Palmeiras não tem esquema tático. O Palmeiras não tem jogadas ensaiadas. O Palmeiras não pode depender apenas do Valdivia. Entendemos que o Valdivia faz sim a diferença, mas na sua ausência, algo rotineiro desde 2010, é sua obrigação armar um esquema minimamente capaz para ao menos empatar as partidas, algo ridículo para a grandeza do Palmeiras, mas condizente com a qualidade do elenco e comissão técnica atuais. Não bastasse ter apenas em Valdivia sua estratégia de jogo, suas opções técnicas são no mínimo questionáveis. Por que o Juninho segue no time? Por que o Victor Luis segue improvisado no meio-campo se o clube contratou, a seu pedido, o Washington? (que foi bem contra o Grêmio) Por que insistir com Marcelo Oliveira? Por que o indolente do Wesley não deixa a equipe? Por que Bernardo, Bruno César e Mendieta nunca ganham chance? Por que Felipe Menezes? Por que utilizar Diogo, um atacante que não faz gol? Por que Henrique nunca é ao menos substituído? Por que não utiliza mais vezes o Allione? Por que o argentino Pablo Mouche, após marcar gols importantes, não ganha mais oportunidades? Por que Cristaldo quase nunca é escalado? As peças citadas acima como alternativas às suas escolhas não são um primor de qualidade técnica, mas poderiam representar um fato novo à equipe, algo que deveria ter sido pelo menos testado após o desempenho ruim diante do Bahia, mesmo com a vitória. Como diz o ditado, errar uma vez é humano, insistir nele é burrice. No seu caso está superando esse nível, pois de forma inexplicável não promoveu uma única alteração tática nas partidas contra Atlético-MG, São Paulo e Sport. Além disso, insistiu nas peças. Parece que o seu critério para escalar o Palmeiras é por grau de ruindade. O rebaixamento bate à porta. Você de certa forma nos ajudou a manter a cabeça fora da água, mas suas escolhas nas últimas rodadas nos recolocaram em situação delicada. Ainda restam três rodadas para tentar evitar o maior vexame da história da Sociedade Esportiva Palmeiras, e isso só não acontecerá se o time for completamente outro, tanto em atitude, quanto em tática e técnica. Dependemos do seu bom senso para tentar evitar o pior. Não estamos pedindo muito, não? Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  12. Cobrado por alguns leitores a divulgar uma nota a respeito da participação do ex-presidente Luiz Gonzaga Belluzzo no programa do Neto, o Palmeiras Todo Dia esclarece: 1) Não assistimos ao programa; 2) Não localizamos em nenhum de vários vídeos do programa a suposta declaração. Para não correr o risco de ser manipulado e leviano, o PTD optou por segurar a divulgação de uma nota de repúdio que foi preparada baseada apenas na repercussão da entrevista. Isso não significa, porém, que tal declaração não tenha acontecido, mas sem confirmá-la não pudemos nos manifestar, respeitando assim nossa linha editorial. Reiteramos que nosso compromisso é com o Palmeiras, não com nomes. Não possuímos laços políticos com ninguém, tampouco com algum grupo, o que nos dá a liberdade de elogiar ou criticar quando julgamos necessário. No caso específico do imbróglio entre Palmeiras x WTorre, estamos inteiramente ao lado do clube, e qualquer manifestação que seja favorável à construtora por puro viés político, feita por Belluzzo ou qualquer outro, será repudiada por nós, sem que seja preciso, no entanto, a cada situação emitir uma nota apenas para provar nossa posição, que é clara desde sempre. Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  13. O Palmeiras chegou ao fundo do poço. Estar na lanterna do Brasileirão a cinco dias do centenário é emblemático para uma gestão que começou a errar poucos minutos após tomar posse. Em sua primeira entrevista coletiva, Paulo Nobre avisou que seria um biênio de recessão e que o clube não seria refém do centenário. Poucos dias depois o primeiro ato: a desastrosa transferência de Barcos para o Grêmio. O episódio foi o único em que houve agilidade da diretoria, mas para reforçar um rival, que precisava inscrevê-lo na Libertadores do dia para a noite. Em troca de Barcos, vieram jogadores contestados, e até hoje a torcida espera pelo quinto gremista. Embora Nobre nunca tenha admitido, a negociação foi extremamente lesiva ao Palmeiras; primeiro e principalmente pelo aspecto técnico. Barcos era titular, goleador e candidato a ídolo; depois pelo financeiro, pois os salários dos 4 gremistas somados eram equivalentes ou superiores ao de Barcos; terceiro porque meses depois o clube desembolsou 5 milhões de euros para adquirir os direitos econômicos de Leandro, e por último pelo aspecto moral: naquele momento a mensagem passada ao mercado foi: "Topamos qualquer negócio". Nobre apequenava o Palmeiras perante aos rivais. Praticamente junto do episódio Barcos vieram outros: o vergonhoso caso de erro de digitação na renovação contratual do lateral Luis Felipe e o da falta de patrocínio, que virou uma novela, pois a cada 15 dias o presidente aparecia na mídia dizendo que havia um acordo encaminhado. Mentira ou incompetência? Hoje o Palmeiras está há mais de um ano sem um patrocinador master, embora tenha pagado pelo mesmo período um significativo salário a um suposto profissional do marketing, demitido e substituído recentemente por José Carlos Brunoro, o contestado diretor-executivo, que acumulou funções, como se fosse capaz... Profissional respeitado, Brunoro contava com aprovação de boa parte da torcida, moral que começou a cair por terra rapidamente, participando diretamente de situações como as citadas acima. A manutenção do diretor-executivo, aliás, mostra outra faceta desastrosa da gestão: insistir no erro. Está sendo assim com Brunoro, com o alto preços dos ingressos, e foi com o técnico Gilson Kleina, que desde sempre mostrou-se limitado para ser técnico de um time da grandeza do Palmeiras em pleno ano do centenário. A decisão de não abrir mão do treinador ao final da Série-B mostra-se agora como foi equivocada. Aquele era o momento de um treinador do porte de Gareca assumir, não em junho de 2014, com um time a ser (re)montado. Até os acertos de Nobre são acompanhados de erros. Ele demitiu o Kleina, mas demorou. Ele contratou o Gareca, mas com atraso. Ele reforçou o time, mas foi tarde. Ele demitiu o inoperante diretor de marketing, mas com um ano de atraso, enfim. Praticamente nada nessa gestão teve até o momento um mísero sinal de profissionalismo, promessa de campanha de Nobre, assim como era a da reforma estatutária, algo imprescindível para o futuro da SEP, mas que dificilmente sairá do papel. Há poucos dias, porém, talvez o erro mais sentido da gestão de Nobre, pois esse veio como um soco no estômago da torcida: o gol de Alan Kardec no clássico contra o São Paulo. Atacante talentoso e relativamente barato, perdido para um rival por mesquinharia do presidente, que desautorizou um acordo de Brunoro (que depois dessa deveria ter pedido para sair) e viu o jogador pular o muro. A consequência de não ter dado os 5 mil pedidos por Kardec veio no lado técnico (Henrique não tem o mesmo nível) e financeiro, já que Mouche, Allione e Cristaldo custaram/custarão aos cofres do clube - somando aquisição de direitos econômicos e salários, pelo menos o dobro que se gastaria renovando com Kardec. Total falta de planejamento e visão! Nas raríssimas vezes em que aparece, Nobre alega que prioriza o lado financeiro, e ao fazer não enxerga o fato de que em muitas oportunidades acabou gastando mais do que se tivesse feito o óbvio, como nos casos de Barcos/Leandro e Kardec. Mesmo se estivesse quebrado (o que não é o caso), o Palmeiras nunca poderia ter deixado de priorizar o futebol, mas para o presidente "nenhum jogador é inegociável", e assim ele se desfez de Henrique, Barcos, Luis Felipe, Kardec, William Matheus e Marquinhos Gabriel. E Valdivia só não saiu porque não se acertou com um clube árabe... As consequências de tantos erros de avaliação, de decisões equivocadas e de falta de atitude agora são refletidas na classificação do Brasileirão: a cinco dias do centenário o Palmeiras é o lanterna do campeonato. Um novo rebaixamento parece certo, tragédia que seria apenas a "cereja do bolo" de uma gestão incompetente, omissa e amadora: a gestão de Paulo Nobre. Palmeiras Todo Dia O Site Oficial do Torcedor Palmeirense!
  14. O tópico com o novo regulamento do Fórum está pendurado. É importante que todos leiam pois há mudanças importantes. O link é http://www.forumptd.com/index.php?showtopic=88192
  15. REGULAMENTO GERAL AOS MEMBROS DO FÓRUM PALMEIRAS TODO DIA Revisado em: 23/01/2015 I - DOS FÓRUNS a - Fórum Palmeiras Todo Dia; exclusivo para assuntos relacionados à Sociedade Esportiva Palmeiras; b - Fórum Arquibancada; utilizado para assuntos diversos, cotidiano, piadas, pesquisas, etc., sempre prezando pelo bom senso e respeito geral; c - Fórum Debate PTD; utilizado para qualquer assunto relativo ao Palmeiras e restrito àqueles que a Moderação eleger aptos por critérios específicos; d - Fórum Dúvidas, Teste e Sugestões; reservado para orientações básicas de utilização dos fóruns e propositura de idéias para melhor aproveitamento do espaço; e - Fórum Moderadores; utilizado para analise de sugestões, discussão de circunstâncias, comportamentos e normas. Restrito à Moderação. II - DOS DEVERES DA MODERAÇÃO a - Zelar pelo cumprimento deste regulamento; b - Prevenir situações que possam abalar o ambiente amistoso do Fórum, agindo de forma enérgica quando o espaço atingir níveis de descontrole; c - Responder aos usuários quando questionada de forma adequada. III - DO COMPORTAMENTO a - Não serão toleradas ofensas no ambiente do Fórum; b - Em caso de ofensa, o ofendido deverá reportar o ocorrido à Moderação para que esta tome as providências cabíveis. Caso revide poderá sofrer punição; c - Termos ofensivos e que denigrem a imagem da Sociedade Esportiva Palmeiras, do seu elenco, da sua comissão técnica e sua diretoria não serão permitidos; d - Preserve a imagem do PTD na internet. Comentários pejorativos ao PTD ou aos seus participantes em outros sites, chats, redes sociais ou grupos de discussão não serão tolerados; e - Procure concentrar assuntos relacionados dentro de um tópico já em andamento, evitando a abertura de tópicos com assuntos repetidos; f - Procure fundamentar sua opinião ao abrir um tópico e evite discussões baseadas em hipóteses estapafúrdias. g - Procure filtrar informações prezando pela qualidade da fonte e evitando blogueiros, twitteiros e jornalistas que têm por único intuito tumultuar o ambiente da Sociedade Esportiva Palmeiras; h - Evite desenterrar tópicos antigos que atrapalham o andamento dos fóruns. i - Questionar os atos da Moderação de maneira adequada, através de MP (Mensagem Privada); j - Questionar previamente à Moderação se o conteúdo que pretende expor fere o Regulamento; k - É essencial ao trabalho da Moderação que os usuários contribuam reportando os posts que entendam serem inadequados e/ou ofensivos. IV - DO NÍVEL DE ALERTA a - Cada post possui um botão de alerta. Clicando nesse botão a Moderação será notificada para que se atente à postagem e julgue qualquer irregularidade; b - Cada usuário possui um nível de alerta, visível apenas à Moderação, que registra o número de vezes em que a Moderação lhe puniu por alguma situação imprópria; c - Cada registro feito pela Moderação aumenta o nível de alerta em 10%. Acumulando 100% o usuário é excluído automaticamente; d - Reportar um post não altera o nível de alerta do usuário, apenas as ações registradas pela Moderação alteram o nível de alerta; e - O usuário será avisado por MP cada vez que seu nível de alerta for aumentado em 10%, afim de manter controle sobre sua postura e ter ciência de posteriores punições aplicadas pela Moderação. V - DAS PUNIÇÕES a - Qualquer desrespeito ao regulamento é passível de punição; b - Poderão ser aplicados três tipos de punições: B1 - Aviso: o usuário será notificado para que não repita erro; B2 - Suspensão: o usuário ficará impedido de realizar postagens pelo tempo determinado pela Moderação; B3 - Expulsão: o usuário será banido do Fórum, perdendo o seu registro. c - Quanto maior o nível de alerta do usuário mais rigorosa será a punição aplicada; d - Em casos extremos o usuário não poderá sequer fazer o login, ficando impedido de acessar fóruns restritos durante a suspensão; e - Quando houver suspeita de fraude de cadastro ou utilização do login por terceiro poderá ser aplicada a medida de supervisão, ficando os posts do usuário pendentes de análise pela Moderação antes de serem admitidos. f - A punição a ser aplicada será decidida em conjunto pela Moderação, avaliando caso a caso, levando em consideração não apenas as regras do Fórum, como também o contexto, o tempo do usuário no Fórum, o seu histórico, nível de alerta e interpretação da situação. g - A Moderação e a Administração do PTD se reservam o direito de punir qualquer usuário infrator sem qualquer aviso prévio, se assim julgar necessário. h - A Moderação e a Administração do PTD se reservam o direito de excluir do Fórum qualquer usuário que entender atrapalhar o bom andamento do espaço, provocar polêmicas e confusões (mesmo que de maneira sutil), insistir com comportamento ofensivo, arrogante, irônico, polêmico, sectário ou extremista, ou ainda explorar brechas nas regras. VI - DAS INFRAÇÕES Estará sujeito a uma das punições supracitadas, o usuário que: 1 - "desenterrar" tópicos antigos; 2 - utilizar caixa alta em títulos e/ou subtítulos; 3 - postar assunto em fórum inadequado; 4 - abrir tópico havendo outro ativo abordando o mesmo tema; 5 - floodar, ou seja, realizar postagem inconveniente ou insistente de conteúdo inútil ou alheio ao assunto tratado; 6 - utilizar assinatura e/ou avatar que contrarie os termos estipulados pelo Regulamento; 7 - ignorar os tópicos de análise pós-jogo, insistindo em criar tópicos novos sobre assuntos que já estão em discussão naqueles; 8 - utilizar o Fórum exclusivamente para lamúrias/reclamações/críticas; 9 - insistir em assuntos ultrapassados, negociações frustradas, teorias sem fundamento, informações de fonte desconhecida e divagações genéricas; 10 - postar fotos ou informações pessoais de outro membro ou pessoas relacionadas sem autorização; 11 - dar amplitude a comentários internos e externos que denigrem a imagem da Sociedade Esportiva Palmeiras; 12 - responder a ofensas, ainda que sem ofender em sua resposta. Recomenda-se reportar o post à Moderação e responder ao ofensor por MP. A Moderação analisará a possibilidade de conceder ao ofendido o direito de resposta no mesmo tópico 13 - abrir tópico de conteúdo proibido pelo Regulamento; 14 - postar conteúdo racista, pornográfico (exceto em espaço próprio para isso), de violência extrema ou ofensivo a fé alheia; 15 - tentar desviar de forma acintosa o assunto tratado no tópico; 16 - criar ou utilizar apelido que denigra a imagem de atleta, membro da comissão técnica ou da diretoria da Sociedade Esportiva Palmeiras; 17 - ironizar ou provocar outro usuário; 18 - questionar a 'palestrinidade' de outro usuário; 19 - ofender atleta, membro da comissão técnica ou da diretoria da Sociedade Esportiva Palmeiras; 20 - ofender outro membro do Fórum, mesmo que em resposta a ofensa anterior; 21 - questionar publicamente atos da moderação ou Normas do Regulamento, salvo quando solicitada a opinião geral; 22 - aproveitar-se de situações polêmicas, de abalo da paz ou de descontrole para fazer piadas. 23 - agir como "troll" (em acordo com sua definição conhecida), tentando sistematicamente desestabilizar uma discussão e a provocar e enfurecer as pessoas nela envolvidas utilizando técnicas como: jogar a isca e sair correndo, induzir a baixar o nível, repetência de falácias, desfile intelectual, transpor autoria, ludibriar o leitor ou migrar o tema. VII - DAS ASSINATURAS E AVATARES a - O usuário deve se atentar ao tamanho das letras e das imagens que deseja utilizar, imagens muito grandes atrapalham a estética do Fórum e acabam poluindo visualmente os tópicos; b - É proibida a utilização de assinaturas e avatares de conteúdo racista, político-religioso, pornográfico/erótico/sexualmente apelativo, ou que faça apologia à crime previsto na legislação nacional; c - É proibida a utilização de assinaturas e avatares provocativos, ofensivos ou que contenham indiretas a outros usuários; d - É proibido usar escudos ou outros simbolos de time de futebol que não seja a Sociedade Esportiva Palmeiras, ou imagem de jogadores que atuem por outros clubes, nacionais ou internacionais, que tenham histórico de rivalidade com a Sociedade Esportiva Palmeiras; e - É livre o uso de até duas imagens ou, alternativamente, uma animação em .gif ou vídeo na assinatura, e o conjunto não poderá extrapolar as medidas de 750x350 pixels; f - Em caso de descumprimento das especificações a Moderação poderá editar ou excluir a assinatura ou avatar. VIII - DA ADMISSÃO NO FÓRUM DEBATE PTD a - O Fórum Debate PTD possui regulamento próprio, porém os critérios para a admissão de participantes é regulada por este Regulamento Geral. b - É apto para ingressar no Debate aqueles que por análise subjetiva da Moderação apresente: B1 – relacionamento respeitoso com os demais usuários; B2 – bom nível de argumentação; B2 – confiabilidade para manter sigilo de informações; B4 – representatividade em mídias diversas e/ou no ambiente do clube. IX - DOS ASSUNTOS PROIBIDOS a - Não é permitido postar conteúdo produzido pelas fontes abaixo elencadas: A1 - Neto A2 - Cosme Rímoli A3 - Perrone (UOL) A4 - Paulinho A5 - Felipe Lemos A6 - Joca Mani A7 - Jorge Nicola A8 - Juca Kfouri b - É proibida a divulgação de conteúdo pornográfico, exceção aberta ao espaço denominado 'Clube do Bolinha', no Fórum Arquibancada; c - Por acordo entre o PTD e a Mancha Verde, qualquer assunto relacionado à torcida organizada é proibido e será deletado imediatamente; d - Caso atitudes da Mancha interfiram no dia a dia do Palmeiras, de membros da diretoria ou de jogadores da SEP, liberaremos o debate; e - Não será permitido assinatura ou avatar com símbolos, bandeiras, frases ou qualquer imagem relacionada à Mancha Verde, sendo estes imediatamente removidos pela Moderação, independentemente de aviso prévio. EQUIPE PALMEIRAS TODO DIA