ricardo_sep

Debate PTD
  • Content count

    7,868
  • Joined

  • Last visited

About ricardo_sep

  • Rank
    Craque

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Recent Profile Visitors

13,527 profile views
  1. Entrei aqui pra comentar isso. Quando ele pega esse rebote perto da área e ajeita pra batida, eu já levanto os braços e fico só esperando a bola entrar pra comemorar de vez... não me vem ninguém à cabeça que tenha tanta qualidade nesse chute de média distância no futebol brasileiro inteiro. Monstro da porra!
  2. Não comparo o Gomez aos zagueiros da década de 1990 pelo mesmo motivo que não comparo Messi e Cristiano Ronaldo a Pelé e Maradona: épocas diferentes, estilos de jogo diferentes, contexto do futebol mundial diferente etc etc. Dito isso, o paraguaio é, sem dúvida, o melhor zagueiro que vi usar a camisa do Palmeiras nos últimos 10 ou 15 anos.
  3. Vejamos... Um dos canais vai passar algum filme até às 15:55, começar a transmissão quando estiver terminando o hino nacional, falar as escalações correndo pra dar tempo de encaixar as perguntas aos técnicos antes do jogo... o narrador é um morto que passa metade do jogo fazendo piadinha e propaganda de novela na hora do gol, o comentarista é um Policarpo Quaresma que ainda acha o futebol brasileiro o supra sumo do esporte mundial e que, pra piorar, é um gambá ressentido com o Palmeiras (caso não seja ele, será um outro que é um especialista em comentar obviedades) etc etc. O outro tem cobertura completa do pre-jogo, escalações e banco de reservas falados mil vezes antes do início, discussão sobre a maneira de jogar e o retrospecto recente dos times, narração melhor, comentaristas um pouco mais imparciais... Acho que fico com o EI, viu?
  4. Nessa situação hipotética do primeiro paragrafo, me parece claro que, caso o F. Melo acusasse algum desgaste físico, a comissão técnica trataria de inverter a situação, escalando T. Santos fora de casa e poupando o primeiro pro jogo em SP. Aliás, a maior parte das participações do Thiago na campanha do BR passado aconteceu assim. Felipão é macaco velho nessa contenção de danos e tem uma proposta baseada em solidez defensiva fora de casa - o que favorece a entrada do T. Santos, por exemplo -, tem minha total confiança pra essas situações. Discordo sobre a incapacidade do F. Melo de engatar sequências de jogos, também. Foi titular na esmagadora maioria dos 26 jogos do Palmeiras no ano até agora. Óbvio que a idade e o estilo de jogo não permitem que ele faça 60 jogos por ano, vai precisar passar por alguns períodos de descanso, mas vem se mostrando muito sólido no aspecto físico desde a metade do ano passado, muito mais do que quando chegou aqui. Temos um dos melhores marcadores do futebol nacional (T. Santos) pra cobrir as "folgas" do Felipe de acordo com as necessidades de cada jogo. Concordo que haja espaço pra mais um zagueiro, mas nem acredito que precise ser um V. Hugo ou Mina da vida, já ficaria feliz com um zagueiro mais confiável que os reservas atuais pra compor e competir com o Luan - que tem formado uma das melhores duplas de zaga do país recentemente. Independente das funções de cada um na volancia (primeiro volante ou apoiador), meu ponto é que temos uma riqueza de opções muito grande, jogadores pra desempenhar qualquer função ali e inclusive quebrar galho em situações de emergência - como seria, por exemplo, recuar o B. Henrique ou até Moisés em caso de ausência de F. Melo e T. Santos. Qualquer contratação ali tiraria espaço, necessariamente, de algum dos volantes que já temos e acabaria inchando o elenco, na minha opinião, a menos que alguém saia no meio do ano.
  5. Interessante é que esse sub-20 do Cruzeiro é bem a cara do Mano, bem organizado e também bastante pragmático, fizeram o 4x3 e passaram o restante do segundo tempo sentados em uma vantagem de um gol, com duas linhas de 4 atrás da bola e esperando o contra-ataque. Não sei se é coincidencia ou se o Smurf mineiro faz algum trabalho de integração com o profissional nesse sentido, mas não pude deixar de notar. Enfim, grande conquista da molecada, mais um prêmio merecidíssimo a um trabalho espetacular na nossa base. E olha que, se o Angulo tivesse jogado, talvez não teria nem deixado a disputa ir pros pênaltis...
  6. F. Melo em seu melhor momento no Palmeiras, B. Henrique recuperando a regularidade e voltando a ser participativo na construção dos ataques, T. Santos no elenco pra cobrir uma eventual ausência do primeiro e, na pior das hipóteses, oferecer proteção defensiva, Moisés pra preencher espaços, organizar jogo mais atrás e acionar os meias corretamente, M. Fernandes ainda sequer jogou e Patrick de Paula despontando na base pra compor plantel. Contratar mais um volante só poderia se encaixar em um dos dois cenários: contratação pra impedir rival de se reforçar ou contratação de jogador jovem, absolutamente fora da curva e com perspectiva de venda em curto ou médio prazo. Ambos os casos levantam ressalvas. Contratar um volante com o perfil do Ramires com a quantidade de opções que temos hoje, então, nem pensar.
  7. Realmente poderia, mas não acredito que o Felipão vá utilizar o Goulart assim. Jogou muito pouco no comando de ataque ao longo da carreira (inclusive com o Bigode no futebol chinês) e, nas poucas vezes que o vi assim, mesmo jogando até bem, pareceu perder um #*&! diferencial dele que é a movimentação de frente pro gol, um dos motivos de ele fazer tantos gols em rebotes ou surpreendendo a marcação vindo de trás. Já pra jogar com bola longa, acho que o maior prejudicado seria o Willian como centroavante, a menos que a referência do Felipão pra disputar a primeira bola/jogo aéreo fosse o próprio Goulart, que ficaria livre no meio dos dois pontas justamente pra receber essa bola e acionar o Bigode. Se encaixar esse quarteto, também, sai da frente... tá louco, muita qualidade por metro quadrado.
  8. O tartaruga ninja pediu pra excluírem a conta dele depois que alopraram o Valdivia em um tópico na Bancada, não? O Buffon eu não faço ideia...
  9. Não entendo qual o desespero de parte da torcida por querer "qualificar o elenco" que temos, como se tivéssemos alguma carência gritante no time titular que estivesse enterrando o time jogo após jogo. No máximo, gostaria de um zagueiro reserva um pouco mais sólido que A. Carlos e Dracena e um centroavante pra disputar espaço com o Deyverson - e isso contando com que Borja saia no meio do ano e Arthur Cabral continue nas condições atuais.
  10. Não posso comentar um jogo que não vi, mas pela narração que ouvi, não me pareceu que o Atlético nos ameaçou em algum momento.
  11. Na verdade, o gramado do Castelão de lá geralmente é bem ralinho. O problema costuma ser o excesso de terra e areia debaixo da grama, que o deixa pesado do mesmo jeito. Fazer a bola correr jogando lá é um parto. Sorteio foi bom sim, mas não sou do time dos que já cantam vaga nas quartas. Bom lembrar que, nas últimas vezes em que enfrentamos o Sampaio Corrêa na Copa do Brasil, não vencemos eles lá no Maranhão em nenhuma.
  12. Aham, já perdemos o campeonato hoje, assim como perdemos no ano passado após tomar 3x2 do Sport no Allianz Parque. Opa, não foi bem assim, né? O fórum deveria ter um tópico na Arquibancada só pra desabafos e chiliques de pós-jogo. Melhoraria em uns 200% o andamento dos demais tópicos e pouparia muita gente que quer falar de futebol de ler absurdos.
  13. As últimas duas páginas são retratos nus e crus da razão pela qual eu larguei mão desse tópico.
  14. Lembrando que o empréstimo do Avelar aos imundos termina em junho e, até o momento, a única coisa que fizeram foi uma proposta de mixaria ao Torino, negada pelo clube italiano. Pra mim, é papinho de empresário tentando pressionar os gambás e valorizar o atleta.
  15. É isso. No lado psicológico, vejo dois fatores que influenciam muito: a circunstância do jogo nos 90 minutos (se o time deixou o adversário reverter a vantagem, se martelou o jogo todo e não conseguiu o gol etc) e o lado individual de cada jogador. O pênalti é basicamente um gol dado, sem marcação e com o goleiro no meio do gol. Tem jogador que se caga todo só de pensar em perder, outros não sentem confiança pelo desempenho nos treinos, outros por sequer treinar isso direito etc etc. E tem o lado do treinamento, do estudo ao goleiro e aos batedores adversários, a parte técnica etc etc. Tem jogador que se dedica mais a isso que outros, tem jogador que acredita que se garante e não precisa avaliar o oponente a fundo etc. São dois aspectos que se relacionam entre si, influenciam um ao outro. O desempenho do Palmeiras em disputas de pênaltis nos últimos anos nos permite acreditar que tem alguma coisa no nosso elenco em geral que está sendo negligenciada nesse quesito, mas detectar o problema e corrigir, só a comissão técnica consegue. Só eles treinam os caras no dia-a-dia, conhecem o perfil de cada um, o perfil geral do elenco em penaltis etc.