Jump to content

moimene

User
  • Content Count

    441
  • Joined

  • Last visited

About moimene

  • Rank
    Sub-14

Profile Information

  • Gender
    Masculino

Recent Profile Visitors

2,300 profile views
  1. Muito se tem falado nas SAFs, pensando na realidade geral do Brasil, com certeza é uma solução para times falidos ou com pouca capacidade de gerar renda perto de um Palmeiras, times como o Bahia que são regionais, que já são ajustados mas com torcida relativamente pequenas e capacidade de gerar renda pequena, o Bahia tem a maior torcida do Nordeste, mas não passa de 4 milhões de torcedores, fica na região mais pobre do Brasil, provavelmente será a maior SAF do País devido a força do grupo City, mas não preocupa, o investimento em 15 anos, atingirá até 1 Bilhão de reais, o Palmeiras gera quase esse valor todo ano. Comparando alguns dados enquanto o ticket médio do Palmeiras é de R$ 58,31 peguei o melhor time do nordeste na série A, o Fortaleza, tem ticket médio de R$ 13,59, e a média de público do Palmeiras era de 34.541 pagantes, ganhando R$ 2,01 milhões por jogo em média, já a média de público do Fortaleza, excelente diga-se de passagem, era de 25.183 pagantes, mas com renda por jogo de apenas R$ 342 mil. Dados retirados do espião estatístico do GE. Nessa comparação com um time bem sucedido no nordeste se vê que o Palmeiras ganha só nesse quesito 6 vezes mais, e a diferença é maior se começarmos a comparar renda com direito de TV, patrocinadores, sócio torcedor, fornecedor de material esportivo etc… Ou seja, não tem como uma equipe regional competir com o Palmeiras ainda mais com os investimentos prometidos, isso podemos estender a Cruzeiro, Botafogo… Já o Vasco tem a 4ª maior torcida torcida do País, é um time de projeção nacional, mas é menor que o Palmeiras em todos os sentidos, seja em estádio, arrecadação com TV, com público pagante, patrocínio, número de torcedores, poder de compra da torcida, numero de titulos, etc… A 777 disse que irá pagar toda a dívida de 700 milhões do Vasco, prometeu investir R$ 510 milhões até 2026. Me parecem bons números, no entanto para o Vasco chegar no mesmo patamar que o Palmeiras, vão alguns bilhões de investimento. Só o Endrick deve valer mais que todo o elenco do Vasco, o estádio não tem comparação nem em capacidade de arrecadação nem em modernidade, centro de treinamento, títulos recentes, time formado e com espírito vencedor do Palmeiras… Apesar das críticas, quer queira quer não, o Palmeiras é bem administrado, pode melhorar muito, mas não vejo nenhum time desses que viraram time empresa nos superando em muito na administração, de forma que possam se igualar na arrecadação e qualidade do time de forma permanente e explico o porquê. O grande calcanhar de aquiles desses times que viraram SAF é que ninguém colocou dinheiro por gostar do time e sim foi uma transação capitalista visando lucro, e ao contrário dos times Europeus, que bilionários compram para se divertir, embora, por exemplo o PSG recebeu os investimentos que recebeu para divulgar o Qatar e a copa do mundo, aqui eles investem querendo sugar ao máximo os recursos nacionais, isso é a lógica do capitalismo, querem comprar aqui as grandes revelações antes mesmo delas aparecerem nos clubes nacionais e é nisso que o Palmeiras precisa ficar de olho pois nosso grande trunfo no mercado é a base, nesse ano, vamos equiparar a arrecadação com o Varmengo com vendas da base e deve se repetir nos próximos anos com Estevão, Luis Guilherme, Giovane, etc… Aliás é histórico a exploração do Brasil e América Latina por Portugal, Europa, depois Estados Unidos e agora China, então pra mim todos esses times que estão recebendo dinheiro agora estão sendo salvos temporariamente, pois a torcida e time terão que render lucro e se pagar a longo prazo todo o investimento feito. Aí eu pergunto como um time menor que o Palmeiras que em tese reinveste 100% do que ganha no futebol e tem junto ao Varmengo disparado a maior arrecadação do futebol nacional vai competir com o Palmeiras com muito menos dinheiro e ainda tendo que separar parte da renda para pagar investidores? A atuação do Palmeiras, nesse mercado, não pode ser apenas convencional na minha opinião, tem que ser muito agressiva, com atitudes arrojadas. Uma atitude que gostei e é disso que estou falando, embora ainda seja só especulação, é que o Palmeiras vai abrir um banco online, eu mesmo devo abrir uma conta nesse banco, mesmo trabalhando em um banco e tendo condições diferenciadas, aliás uma das minhas maiores críticas a Crefisa/Fam, é que elas têm produtos para nichos muito restritos, eu mesmo não faria um empréstimo na Crefisa pois é para um mercado muito restrito, nem faria faculdade/pós na Fam porque já fiz isso na vida. enquanto a Parmalat, se patrocina-se hoje o Palmeiras eu compraria tudo dela, leite, doces, biscoitos, etc. Ou seja, a Crefisa podia pagar 10 vezes mais ao Palmeiras e ganhar 20 vezes mais, se soubesse explorar a força do Palmeiras. Mas voltando ao assunto, o que o Palmeiras deveria fazer nesse mercado agressivo é também se tornar SAF, só que ao invés de vender o clube, devíamos comprar outros clubes! Isso mesmo podiamos nos tornar SAF e comprar clubes, ao invés de investir muito dinheiro que temos relativamente pouco, podemos ceder jogadores que não vamos utilizar ou que precisam de um estágio intermediário, caso do Veiga no passado, ou que caíram de produção, caso do Wesley para evoluir dando por exemplo 5% do passe, com preço de recompra fixado, pagar salários, etc. Na Europa, os times tem competições secundárias para justamente os jogadores que não são aproveitados ainda no profissional possam evoluir, no Brasil tínhamos isso com competições de aspirantes, mas acabaram com isso. Tínhamos o Palmeiras B, que hoje ao contrário de antigamente poderia ser utilizado para desenvolver esses jogadores, Navarro, Flaco Lopes, Wesley, Jhon Jhon, e outros da base que não tem mais idade pra Sub 20, jogando uma competição de um nível, menor e com a estrutura do Palmeiras por trás poderiam se desenvolver muito mais do que sendo emprestados para times sem estrutura e que muitas vezes só deixam nossos jogadores na reserva, quebram nossas jóias como foi com o Alanzinho, etc. Imaginemos, tendo um grupo Palmeiras: Que tal comprar um Santa Cruz que tem uma torcida grande que poderia muito bem sustentar o time na série A do Brasileirão com uma boa administração com nosso apoio e Know How e ainda ser uma vitrine para nosso jogadores que não estamos utilizando? Ter um time do interior de São Paulo que no Paulistão ganha mais que um Vasco no Carioca? Como é o caso do Ituano, que graças a isso quase subiu para a primeira divisão do Brasileirão. Desenvolver um time grande numa cidade rica como Brasília, como o Gama para que suba novamente a primeira divisão e expanda a marca Palmeiras numa região dominada por times do Rio? Comprar times em Angola e Moçambique que falam português para desenvolver jogadores Africanos e o futebol nesses países? Comprar um time pequeno em Portugal ou Espanha e ter acesso direto ao mercado Europeu, imagina o Wesley ou Patrick recuperando o futebol na Europa e ao invés de ser vendido por 4 milhões de Euros são vendidos por 40 milhões? Criar um time de base na Colômbia por exemplo e trazer jogadores de lá para a nossa base já que é um país que tem muito material humano para desenvolver talentos? Abrir um Palmeiras USA ou Palmeiras China e levar nossa marca para esses mercados? Essas são só algumas ideias, o grupo City tem 13 times, nós também podemos… Sei que não tem dinheiro para isso tudo, mas existe formas de se arrecadar dinheiro. O Palmeiras pode fazer ainda melhor, se tornar SAF e abrir um IPO, ou seja abrir capital na Bolsa de valores, o time poderia vender até 49% e manter o controle, seria obrigado a ter uma administração mais transparente e séria, esse IPO pode render até alguns Bilhões de Reais aos cofres verdes, o que nos tornaria um clube bem mais próximo dos grandes Europeus em termos financeiros. Com isso, ao invés desses grupos virem explorar e ganhar dinheiro no nosso mercado, podemos sim ser nós quem ganhamos dinheiro, desenvolver o futebol em novos mercados, expandir a marca Palmeiras, fazer intercâmbio de experiências e trazer grandes talentos para o Palmeiras revelando muito mais ainda do que revelamos hoje. Enfim, não podemos ficar na defensiva com essa nova realidade e perdemos grande fatia do mercado, sim podemos e devemos aproveitar ao máximo a nova realidade das SAFs em nosso favor. É a grande chance do Palmeiras por suas próprias pernas subir para um Patamar que nossos adversários não vão mais poder alcançar, e poder disputar depois de décadas de igual para igual com os Europeus.
  2. Eu vejo tanta gente preocupada com coisas tão pequenas, criando tempestades em copo da água, se o Dudu não renovar, vai queimar a carreira dele, de ídolo passará por mais um qualquer, sabemos que a Leila é complicada, mas sabemos que a proposta também é muito boa, de qualquer jeito vamos continuar fortes. Sobre os reforços desse ano, serão os reforços do ano que vem, Atuesta melhorou bastante e deve se firmar bem, já Tabata, Navarro, Flaco Lopes, mais adaptados, terão um começo de ano bem tranquilo com o Paulista, e estarão muito mais adaptados, Merentiel já mostrou que é um jogador que vibra bastante, igual ao Rony e Breno Lopes, será um operário da bola muito útil, sobre esses gastamos até bastante, mas estou otimista na melhora de todos, resta saber o quanto vão melhorar. Sobre o Wesley, um jogador que já foi o melhor do time jogando muita bola, perdeu a confiança, mas não será surpresa se voltar a jogar bem, eu prefiro que seja emprestado do que vendido. Já que não contratamos nem perto do que Flamerda contrata devíamos ao menos desenvolver ao máximo nossos valores. Sobre o Jorge gostaria que fosse testado em outra posição, ele não tem velocidade para ser lateral, mas tem qualidade técnica, acho que pode ser testado no lugar do Scarpa, do Veiga, como segundo volante, quem sabe possa ser útil, melhor ter um jogador útil aqui do que emprestar e pagar 700 mil de salário por exemplo...
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.