dehzaum

Membro
  • Total de itens

    51
  • Registro em

  • Última visita

Sobre dehzaum

  • Rank
    Categoria Junior

Últimos Visitantes

755 visualizações
  1. Sim , pq mesmo entrando somente no final , dah pra ver que ele eh muito acima dos demais (Gabriel Vieira , Airton e Wesley ). Se não iniciar a transição agora , não sabemos nem quando vai ser (e se vai ser ). Fica no banco , se estivermos ganhando de 4 a 0 de uma ferroviária da vida , o moleque entra .
  2. O que postei em outro tópico: Meus times, contando Paulista, Copas e BR: Copas: Weverton, Mayke, Gomez, Miranda (ou Gil, ou Dante, ou Tiago Silva), Diogo; Matheus Fernandes, BH, Zé Rafael/Lucas Lima (Zé fora de casa, LL em casa); Dudu, Scarpa (Bigode quando voltar) e Borja. BR: Prass/Jailson, Marcos Rocha, Luan, Igor Rabello, Vitor Luiz; Tiago Santos/FM (revezando), Zé Rafael/Moisés (revezando), Scarpa/Veiga (revezando, caso Veiga vá bem); Algum ponta (BH do Santos, Carlos Eduardo, Luan do Galo,etc...) , outro ponta (sugiro Marinho) e Artur Cabral/Deyverson. Paulista: revezamento dos 3 goleiros mais Vinicius; Jean, AC e Dracena/Vitão (revezando), Vitor Luiz/Luan Candido (revezando); TS/FM (revezando), Zé Rafael/Gabriel Menino; LL/Veiga; Dudu/Artur, Yan/Scarpa, Deyverson/Papagaio. Reservas paulista: alguns do profissional, mais Gabriel Verón (ideal é sempre jogarem uns 3 ou 4 da base por jogo, revezando com profissionais, com outros que acabaram de chegar e precisam se entrosar, com os mais fominhas (Dudu) e com os que tem liderança (Dracena, FM, o próprio BH pontualmente, Prass, etc..). Para onde vamos caminhando: Copas: Weverton, Mayke, Gomez e Luan, Diogo; FM, Matheus Fernandes, Zé Rafael/LL (fora e dentro); Carlos Eduardo/Goulart, Scarpa e Deyverson; BR: Weverton, Fabiano, Dracena e AC, Vitor Luiz; TS, Zé Rafael, LL/Scarpa (revezando); Felipe Pires, Bigode (quando voltar), Artur Cabral; Paulista: Prass/Jailson/Weverton, Jean, Dracena e AC, Diogo; TS/FM, Zé Rafael, LL/Veiga, Scarpa/Goulart, Felipe Pires/Carlos Eduardo, Deyverson. Não tenho tantas esperanças de utilização da base no Paulista, pois os que chegam precisarão de rodagem e entrosamento. Da mesma forma, continuo achando que seria preferível a contratação de duas ou três peças pontuais (como será o caso do Goulart, se fechar, e seria do Miranda ou outro zagueiro), do que a contratação de 5 para acertar 2 (ainda assim, a diretoria e comissão possuem suas bases de dados e conhecimentos bastantes para acertar muito mais que eu...rs). Torcer para dar certo!
  3. Eu gostaria de ver alguns nomes que não serão utilizados aqui ano que vem, e que estão valorizados, sendo utilizados ao menos como moeda de troca. Guerra, por exemplo, poderia muito bem servir como base de troca com o Galinho no caso Marcos rocha,além de eventualmente servir até mesmo como sobra para podermos barganhar o Luan, que tem sido reserva lá e que aqui poderia render bem com Felipão. Mesma coisa o caso do Botafogo, que quer manter o Érik e fazer caixa:poderíamos muito bem utilizar nosso atacante como moeda para pagamento do Matheus e ainda pegar o Igor,pagando uma sobra para eles. Por fim, ainda acho que o Marinho,por ser atacante de lado, também poderia ser interessante por aqui. Nesse caso, seria interessante uma jogada "arriscada": troca do Marinho pelo Fabiano, que foi bem no Inter - Grêmio desfalcaria um rival e pegaria um jogador com suas características. Claro que na vida real não é FM e é beeem mais complexo que isso. Mas seria uma forma de economia, de se desfazer de jogadores que aqui acabariam queimados/desvalorizados, e ainda poderíamos investir dinheiro em camarões/lagostas...rsrs (meus sonhos de consumo: Miranda e Hernanes!!). *tudo isso, tendo em vista o elenco que vislumbro para 2019, como já postei antes.
  4. Sonhar não custa, né?!?! rsrs o pior é que para montar essas 3 bases de times não é nada tão impossível: seria um zagueiro camarão (Miranda, por exemplo), um zagueiro semi promessa (o Igor), e 2 pontas (posição difícil de achar, mas Marinho, por exemplo, está desvalorizado, e outro ponta já estamos atrás. Difícil mesmo seria segurar Dudu, BH e Moisés (este último, atualmente, ao menos tem reposição). Por fim, sonho ainda em ver o Hernanes nesse time...rsrs
  5. Meus times, contando Paulista, Copas e BR: Copas: Weverton, Mayke, Gomez, Miranda (ou Gil, ou Dante, ou Tiago Silva), Diogo; Matheus Fernandes, BH, Zé Rafael/Lucas Lima (Zé fora de casa, LL em casa); Dudu, Scarpa (Bigode quando voltar) e Borja. BR: Prass/Jailson, Marcos Rocha, Luan, Igor Rabello, Vitor Luiz; Tiago Santos/FM (revezando), Zé Rafael/Moisés (revezando), Scarpa/Veiga (revezando, caso Veiga vá bem); Algum ponta (BH do Santos, Carlos Eduardo, Luan do Galo,etc...) , outro ponta (sugiro Marinho) e Artur Cabral/Deyverson. Paulista: revezamento dos 3 goleiros mais Vinicius; Jean, AC e Dracena/Vitão (revezando), Vitor Luiz/Luan Candido (revezando); TS/FM (revezando), Zé Rafael/Gabriel Menino; LL/Veiga; Dudu/Artur, Yan/Scarpa, Deyverson/Papagaio. Reservas paulista: alguns do profissional, mais Gabriel Verón (ideal é sempre jogarem uns 3 ou 4 da base por jogo, revezando com profissionais, com outros que acabaram de chegar e precisam se entrosar, com os mais fominhas (Dudu) e com os que tem liderança (Dracena, FM, o próprio BH pontualmente, Prass, etc..).
  6. Documentos que estão em Registro de Pessoas Jurídicas ou de Títulos e Documentos não são sigilosos, salvo algumas pouquíssimas exceções.
  7. Vitinho e Artur já não são "da base" há um tempo. É o mesmo caso do Vitor Luiz. Já são profissionais. Vinicius também foi a mesma coisa, se não me engano (não me recordo se era ele ou o Fuzzato, mas algum dos dois aparecia no plantel profissional, entre os goleiros. Papagaio já estreou no profissional também. Yan, da mesma forma, considero bem próximo de estar pronto.Os demais, entenda então como "transição", e não integração. Por fim, pontuo que mesmo que não haja pressa para lançar os garotos, o Paulistinha é a melhor oportunidade pra isso. Prefiro que se dê chance ao Gabriel Menino, no segundo tempo de um 4 a 0 em cima do Oeste, do que ano que vem ficar buscando alguma promessa de 19 anos que já esteja "rodada" no profissional.
  8. Na verdade, Luan Candido já chegou a treinar com os profissionais. Da mesma forma, Verón e Gabriel Menino são dois dos maiores prodígios da base. Não se trata de queimar etapas, mas sim de começar a transição (tanto é que coloquei todos eles como as últimas opções de cada posição). Particularmente, não gosto do futebol do Mateus Rocha (assim como não gostava do Mailton), ao contrário da lateral esquerda, onde tanto Luan quanto Esteves são boas promessas. Veron deve disputar a Copinha.Mostrando maturidade, nada o impede de subir ao profissional. Yan, Papagaio e Vitão já treinaram anteriormente tb com o time de cima. Por fim, não coloquei Alanzinho aí, e sim na lista de empréstimos, para ganhar rodagem, já que o fisico dele ainda está beeem distante do ideal para subir.
  9. Gostei da especulação do Matheus Fernandes, apesar de não conhecê-lo tão a fundo (tem ótimas credenciais). Da mesma forma, creio que o Igor Rabello seria ótimo nome. De qualquer forma, meu plantel para 2018 teria mais ou menos esses moldes (creio que serão 36 jogadores pela base pro Paulista): Weverton, Prass, Jailson e Vinicius Mayke, Marcos Rocha e Jean (Matheus Rocha ainda não está pronto); Vitor Luiz, Diogo e Luan Cândido; Gomez, Camarão (Miranda, Gil, Dante ou Tiago Silva - seria o principal investimento do ano),Igor Rabello, Luan, Dracena, Ac e Pedrão (ou Vitão, caso Pedrão seja emprestado); Tiago, FM, Matheus Fernandes; BH, Zé Rafael e Gabriel Menino (caso o Moisés realmente saia); Lucas Lima, Scarpa e Veiga; Dudu, Willian, camarãozinho (BH do Peixe, Luan do Galinho, esse Alan da China, enfim, tem que achar alguém), outro ponta (Marinho?), Artur, Yan, Gabriel Verón. Borja, Deyverson, Artur Cabral e Papagaio Vendas e trocas: Erick, Guerra, Fabiano, Nico Freire, Emerson Santos, Matheus Salles. Empréstimos: Pedrão, Vitinho, Gabriel Furtado, Alanzinho. Contratações: camarão da zaga, Igor Rabelo, Matheus Fernandes, e 2 pontas (um camarão, um para compor elenco). Subiriam: Vinicius, Luan Candido, Vitão, Gabriel Menino, Gabriel Veron, Yan e Papagaio. Se surgisse oportunidade de algum extra classe, como Hernanes, creio que o time atingiria novo patamar. Estou contando apenas com saída de Moisés, mas se Dudu sair, será necessária uma grande reposição (difícil enxergar alguém nesses moldes - talvez no futebol argentino ou colombiano). Jean joga de lateral, segundo volante ou ponta; Scarpa, meia ou ponta; Zé Rafael, segundo ou terceiro homem de meio.
  10. Acho que fiz mais do que só "dar nota"; eu expliquei o motivo das notas, inclusive falei que era difícil avaliar (essa parte você leu?). Fato é que ficou nervoso e sentiu o jogo, como você mesmo disse. Isso não nos inibe de dar uma nota mais baixa por isso. Fosse somente pelo nome, como você diz, me explique, por favor, como dei notas baixas para Jean e Zé Roberto. Eles não tem muito nome, né??
  11. Prass - não gostei da cera, do cartão bobo e da reposição (pra variar); por outro lado, foi monstro embaixo da trave e nas saídas pelo alto. Nota 6,5 Jean - não estou reconhecendo nele o melhor lateral direito do br 2016. O que tá acontecendo? Mas tem crédito... Nota 5 Edu - impressionante como não para de crescer. Monstro. Não achei que falhou no gol não. Nota 9; VH - dificil comentar. Expulsão boba demais. Excesso de vontade? Enfim.. Nota 3 Zé - não gostei da partida dele no mano mano e nem na cobertura. Achei que deixou os caras passarem muitas vezes. Compensou sendo o escape na saída de bola e pensando o jogo. Nota 6; FM- melhor partida sua com a camisa do Palmeiras. Nota 9; TS - demorou demias a se achar em campo e esteve nervoso o primeiro tempo inteiro. Depois acalmou, consertou, mas começou a se empolgar e achar que era armador. Dia ruim. Nota 5,5; Dudu - monstro demais, deixou os caras assustados (toda hora vinham dois em cima dele). Mas ainda pode melhorar alguns passes cruzados (e aquela cabeçada tb podia ter sido gol...rs). Nota 8,5; Keno - gostei da correria, esforço, deu pra ver que não sentiu a pressão do jogo e tentou ir pra cima. Precisa de ajustes pontuais na recomposição. Nota 7; Borja - correu muito, se movimentou, fez pivô, tentou corta luz e deu bons passes. Mas não pode, de forma alguma, perder 3 gols como perdeu hoje. Nota 6,5; Antonio Carlos - entrou numa fogueira e sentiu a pressão (tanto da camisa quanto do jogo). Difícil avaliar. Nota 5; Róger Guedes - correu, tentou coisas diferentes, criou uma boa chance...mas, tal qual o Keno, teve falhas pontuais na recomposição; Willian - N/A Michel Bastos - tb N/A
  12. Lendo alguns comentários, eu fico pensando em qual o intuito do fórum, já que, se damos palpites futebolísticos, somos criticados... Mas enfim... vou dar meus pitacos de qualquer jeito. Pontos (MUITO) positivos (os quais ainda não vi muita gente comentando): - time melhorou demais a recomposição;não tomamos nenhum sufoco de contra ataque, mesmo com falhas individuais pontuais nas pontas (sempre havia cobertura, mesmo com um a menos); - estamos acertando a segunda bola. Conseguimos muitos contra ataques, porém, o fato de ter 2 volantes (e um jogador a menos) dificultou esse rebote no campo ofensivo; ainda assim, excepcional melhora; - bola parada volta a ser uma grande arma; dá pra ver que está sendo treinada à exaustão; Pontos negativos: - por mais que alguns foristas digam que não se deve fazer uma análise de personalidade, eu enxergo justamente o contrário. Continuo achando que o EB ainda precisa entender um pouco mais sobre o Palmeiras. Muitas vezes, é culpa do próprio clima de vestiário e de postura do treinador a forma que o time entra em campo. Foi nessa pilha e falta de calma que o VH foi expulso (e TS ficou perto disso), e foi depois no excesso de controle, do segundo tempo, que o time de certa forma acomodou, com Prass fazendo cera (e o treinador deixando de utilizar o Guerra, que poderia ser o cérebro do contra ataque). Eu acho, demais, que o técnico passa sim uma mensagem aos jogadores, o tempo inteiro (até quando fica calado). E o EB, em muitos momentos, passa uma mensagem errada à equipe. Se ele se ajustar à grandeza do Palmeiras, pode ter enorme sucesso!
  13. Eu era extremamente a favor de terem efetivado o Valentim.. até ver que ele quem pediu Luan pro Red bull. Já mostra o quanto ele sabe agradar torcida. Não adianta, o nível aqui no Palmeiras é outro: de exigência, de pressão, de paixão futebolística...
  14. Só vim aqui dar nota para ser justo com William, que eu sempre critico, mas que jogou muita bola ontem. Às notas: Prass - se melhorar a saída de bola, começa a ganhar 10. Por enquanto, 8,5; Jean - ainda não está no ritmo do ano passado, mas é sempre uma segurança pela direito - 7; Torugo - sua melhor partida por ora. Tomara que mantenha o nível - 8,5; Mina - um dos 5 melhores zagueiros do mundo, hoje. Impressionante que sua entrada muda até a saída pro jogo. Não me recordo de partidas ruins dele- 9; Egídio - sou defensor dele, embora muitas vezes ele seja meio burro. Mas pra mim, é um dos mais técnicos do elenco (comecem a reparar no domínio de bola desse cara), além de excelente atleta (geralmente, corre até os 45 do segundo tempo). Tem melhorado até em suas costumeiras falhas defensivas. Nota 8; Melo - pitbull. 9; Moisés - até dá uma dor no coração saber que é a última vez em muito tempo que escreverei o nome dele entre as notas.Pra mim, era o melhor jogador em atividade no Brasil. Pena. N/A; Bastos - jogou muita bola, mas as vezes, parece que gosta de dar uma de pelé com outra de mané. Precisa acordar um pouco às vezes...rs. Nota 9; Veiga - que toque de bola. Qualidade define.Nota 8,5; Dudu - melhor partida sua pelo palmeiras em muitos meses. Precisamos é desse Dudu. Só não leva 10 pq tá gostando mt de passar o pé em cima da bola, oq me irrita às vezes. Nota 9,5; Keno - chega na briga pra ser titular.Jogador impressionante. Nota 9; Thiago Santos - N/A William - ontem calou minha boca. Correu,roubou bola, fez gol e deu assistência.Continuo achando que destoa do restante do time pela falta de qualidade técnica, mas compensou com o excesso de raça e entrega. Se continuar assim, será importante. Nota 8; Barrios - podia ser sempre esse Barrios. Se cair menos, então, vira peça chave. Nota 7,5.
  15. Se você tá falando da minha postagem, em que avaliei inclusive a postura dele, deve ter visto que eu deixei bem claro que me referia ao aspecto da personalidade, porque essa também dá sinais aos jogadores. Não fosse assim, futebol seria um jogo meramente de estatísticas, o que não é o caso. E, sim, um técnico muito passivo muitas vezes passa desconfiança ao próprio grupo (espero nem ser o caso dele). Ah, antes que eu me esqueça: sou de um tempo beeem prévio a reality shows (aliás, sequer os acompanho); mas futebol é vida real, e não video game, portanto, é cabível sim uma análise de personalidade. Abs.