rafa_1994

User
  • Content count

    145
  • Joined

  • Last visited

About rafa_1994

  • Rank
    Sub-10

Contact Methods

  • Facebook
    Rafael Zanella

Recent Profile Visitors

213 profile views
  1. Quando vencermos a Libertadores novamente será aquele: "Hoje em dia os times sul-americanos são muito mais fracos que antigamente. O Palmeiras venceu porque há um mecenato vindo da CREFISA".
  2. Verdade, é que ele é tão torcedor deles que eu até me esqueci disso. kkkkkkk
  3. Eu também, mas fico lembrando que empatamos fora de casa com o já rebaixado e lanterna Paraná ano passado e da uma amenizada. Eu já acho que só deve usar os reservas contra o Ceará fora de casa. Vão ser três partidas com o que tiver de melhor: Inter (casa); SP (Fora) e Inter (Fora). Aí quando for para o Ceará vão os reservas. Na volta mais uma vez os titulares lá na Argentina.
  4. Esqueceu que também podemos atravessar o Vasco com o atacante uruguaio Antoine Griezmann que está de saída do Atlético de Madrid. Quem sabe na mala também venha o compatriota Diego Godín (pede para o Deyverson ligar para ele já que eles são parças). Agora falando sério. Só queria mesmo um zagueiro e um centroavante. Um atacante de lado melhor também seria legal, mas longe de ser necessidade. Qualquer coisa além disso é bem vinda, por exemplo, o Ramires. Se de fato saírem Guerra e Borja como estão especulando acho que a diretoria vai tentar repor ao menos o Borja. Temo que a diretoria e comissão não pensem que a zaga seja uma prioridade. Se for real o interesse no Keno talvez a diretoria esteja pensando em reforçar com mais algum atacante de qualquer forma (meia, meia atacante, atacante de lado) para a já "desfalcada" posição que era a vaga do Goulart. Zagueiro espero que o Mattos tire um coelho da cartola como ele fez com Mina e Gómez.
  5. Amigo eu achar isso plausível foi uma ironia. Obvio que esse post é uma sandice. Só resolvi compartilhar por ter achado engraçado. Tem pé nem cabeça essas negociações. kkkkkkkkkkkkk
  6. Parece bem plausível, fiquei animado. Aliás eu vi isso em um grupo de WhatsApp aqui: "ALEXANDRE MATTOS JÁ TEM TUDO PLANEJADO PARA A COPA AMÉRICA E PREPARA PACOTÃO PARA FELIPÃO. O Palmeiras já esta arregaçando as mangas e conseguiu a liberação do Vitor Hugo que ficou de fora da lista do novo técnico da Fiorentina para essa nova temporada (Antônio Carlos vai junto nessa negociação e pagaremos 2,5 milhões de euros). Como também o Mattos escutou um sim para o empréstimo de 2 anos do Zagueiro Colombiano Mina, que estava insatisfeito na reserva do Everton (pagamos 1,5 de euros por um ano e no final do ano podemos comprar por 5 milhões de euros - se não comprarmos ai teremos que cobrir a oferta que vier). Ambas negociações devem ser anunciadas assim que abrir a janela européia. Ou seja, para a Zaga os reforços do alviverde serão a nova-velha zaga campeão do Brasileiro 2016: Vitor Hugo e Mina. Já para o meio o volante vamos acertar com o Ramires mesmo. Após o Benfica não se interessar pelo jogador livre desde maio o Felipão entrou em contato com o jogador após positivo de Alexandre Mattos. Desde a rescisão eles já negociam os termos e até o final da semana ele deve ser anunciado como reforço. Ele foi seduzido pelo planejamento do Palmeiras e aceitou um contrato de produtividade. O jogador precisará de 2 meses de condicionamento segundo o departamento de futebol e deve estar disponível no segundo turno do Brasileiro. Outro jogador que interessa a Scolari é o volante Patrick do Internacional, que ainda não completou a 7 partidas no Brasileiro. O Palmeiras prepara um oferta de 10 milhões de reais e envolverá alguns jogadores nessa transação. Os jogadores que irão ao colorado são os empréstimos de 2 anos de Juninho, Arthur Cabral como também em definitivo Fabiano e Jean irão ao Beira Rio. Lembrando que Odair Hellmann vê com bons olhos essa negociação já que Cuesta e Yago devem ser negociados na Copa América. Na volância os reforços serão os polivalentes Ramires e Patrick. O Verdão não deixou de pensar em seu setor ofensivo e fará investidas em jogadores de peso aqui também. Nessa semana a venda do Artur Vitor, 21 anos, emprestado ao Bahia, ao ao Shahktar por 10 milhões de euros (pelos 70% do Palmeiras) e com esse o valor dele estaremos trazendo o atacante Keno para o nosso plantel (6 milhões de dólares). O Bahia ainda tem direito a mais 2 empréstimos de jogadores do Palmeiras pela negociação do Zé Rafael e o Carlos Eduardo vai se emprestado ao time baiano. E com a compra do Angulo o jogador será incluído no plantel do profissional e o Felipe Pires tem uma proposta do Atlas do México e o Palmeiras não deve se opor a saída do jogador. Para o lado os reforços serão a volta de Keno e a inclusão de Angulo. A posição de centroavante é vista como carente por Scolari já que, hoje, apenas Deyverson cumpre as valências que Felipão exige. O atacante Rogélio Funes Mori é a bola da vez para reforçar o verdão. Principal jogador da equipe mexicana tem negociações avançadas e o negócio deve sair por 5 milhões de euros mais as idas de Borja e Guerra ao time mexicano. O centroavante que reforçará será Funes Mori. No entanto, ainda faltam as cerejas desse pacote recheado do alviverde. Aqui teremos a importante ajuda da CREFISA nessa negociações. Que seriam as vindas de Neymar e Gabriel Jesus, sim, isso mesmo que você acabou de ler. Os jogadores de seleção viriam por empréstimos. Felipão já entrou em contato com os dois jogadores para saber se aceitariam jogar no Palmeiras e obteve um sim de ambos. Gabriel Jesus esta na lista de empréstimos para essa temporada no City a negociação é complicado já que o Palmeiras arcaria com a totalidade dos salários do jogador. No entanto, o Palmeiras está cedo a preferência de Veron, Fabrício e Henri ao City ao conceder esse empréstimo de dois anos. A CREFISA pagará a totalidade dos salários e Jesus será garoto propaganda dele em troca. Já Neymar que vive uma péssima fase com lesões e momentos conturbados pessoais viria a princípio para se recuperar da lesão com a família em SP. O Palmeiras abriu as portas ao jogador que ano passado conheceu a academia de futebol. O Sheik prefere que ele vá para sua casa do que reforce algum rival. Ele acha que o jogador pode recuperar seu bom momento após uma boa passagem no Brasil. O Palmeiras se mostrou como um de seus destinos e o Felipão que já trabalhou com o atleta pesou nessa decisão. Outro fato de decisão foi o atleta ser torcedor de infância do clube e o Sheik ser amigo pessoa de Paulo Nobre antigo presidente que se tornou uma referência para se direcionar a escolha do Palmeiras como ideal. Inicialmente Neymar apenas se recuperará da lesão na Academia de Futebol, no entanto, a proposta de empréstimo já esta nas mãos do jogador e após se recuperação ela será de um ano. O PSG se disponibiliza a pagar 60% dos salários e a CREFISA arcaria com os outros 40% ele sendo um garoto propaganda da Marca. Tudo isso faz parte da estratégia para se evitar que o PSG perca o Neymar para outro rival. O elenco do reforçado do Palmeiras para a segunda metade de 2019/2020 seria o seguinte: GOLEIROS: Fernando Prass, Jaílson, Weverton. LATERAIS: Diogo Barbosa, Marcos Rocha, Mayke e Vitor Luiz. ZAGUEIROS: Dracena, Gómez, Luan, Mina e Vitor Hugo. VOLANTES: Bruno Henrique, Felipe Melo, M. Fernandes, Patrick, Ramires e Thiago Santos. MEIAS: Hyoran, Luan, Lucas Lima, Moisés, Raphael Veiga, Scarpa e Zé Rafael. ATACANTES: Angulo, Deyverson, Dudu, Funes Mori, Gabriel Jesus, Neymar, Keno e Willian. Contratações: Mina, Vitor Hugo, Patrick, Ramires, Funes Mori, Gabriel Jesus, Neymar, Keno. Saídas: Antônio Carlos, Juninho, Fabiano, Jean, Guerra, Borja, Arthur Cabral, Carlos Eduardo e Felipe Pires." Parece ser bem verídica e vai de encontro com essa matéria aí. Fiquei animado aqui agora.
  7. Entendo seu ponto, mas não consigo afirmar que o Artur não está pronto para o Palmeiras como vc disse. Não achei que ele foi mal ano passado e ele teve é uma sequência de lesões que tiraram as chances quando ele começou a ganhar espaço. Acho que ele teve seu processo de maturação jogando no Londrina e não precisaria de outro empréstimo. Claro que não da para descartar que ele consiga evoluir mais jogando no Bahia com maiores oportunidades também. Usei o Guedes porque ele foi importante no campo conosco, isso não tem grana que se pague. Claro que a passagem dele em MG contribuiu e a do Artur na Bahia tbm nos valores que foram vendidos. E penso que a prioridade técnica tem que ser realmente o maior. Entendo a lógica de em tese apostarmos em algo mais sólido do que "pagar para ver" como vc disse. É que acho que desperdiçamos chances de ter talvez jogadores do mesmo nível técnico e perdemos dinheiro também com isso. Concordo que torcida não tem paciência com qualquer jogador (contratações e base não diferem nesse sentido). Temos datas para se testar melhor o desempenho dos da base, essa que é a questão e acho isso uma lacuna no nosso planejamento. Não achei a proposta ruim para o Artur não, acho que deve vender se forem esses os termos. Só lamento porque penso que daria para ter tido retorno técnico com ele (em que pese ele não ter esse proposta, por exemplo). O SP sabe vender jogador ao menos (possuem casos de sucesso na Europa e isso ajuda tbm), os gambás por má gestão vendem mal por incompetência (geralmente não tem nada dos jogadores da base tbm). Se o Artur ajudar a manter o time titular ótimo, se isso ajudar a nos sanear maravilha, se ele ajudar a comprar outro jogador bom também. Mas as vendas de jogadores da base só começaram agora conosco. A gente consegue manter esse elenco por outras fontes. Único que conseguiu se firmar mais vindo da base foi o Jesus e vendemos ele bem caro e ele deu retorno técnico. Não sou cego de achar que todos vão ser igual ele, mas, hoje, se tivéssemos o Jesus de 2015 na base ele nunca subiria nesse elenco. Ou imagina emplacarmos um Negueba com grife por 45 milhões de euros saindo lá do útero da mãe dele? Quanto que isso poderia ajudar a manter esse nível técnico do elenco? Ajudando ou jogando como foi o Jesus no campo ou aportando essa grana do Negueba para qualificar o elenco? Ao menos estamos começando a vender melhor os meninos da base (não é o ideal, mas melhoramos já que era zero). Que pode vir a ser mais um pilar da nossa estrutura financeira (começar a vender pelos valores que o SP vende). Torço muito para que eles tenham sucesso lá pq ajuda a vender cada vez mais jogadores daqui. Sobre os outros deixa para a diretoria no final do ano. Sim, Cadu foi estranho mesmo. Não podemos depreciar o nosso bem. Mas existe um diferença absurda dele e um muleque vindo da base. Um menino da base vem a custo zero. E não com 6 milhões de euros nas costas. Se o Cadu tropeça na bola a gente sempre lembra do custo do cara. Se um menino da base tropeça na bola a gente fala para ele ser emprestado. Viu só a diferença? Acho bem significativa. Da mesma forma que isso já acontece com o Felipe Pires por ele ter vindo a custo zero (falam para devolver). E concordo que Cadu possa dar uma melhorada, no entanto, sem perspectivas pois chances eu acho que ele teve algumas boas sem sinal de melhora. Deve ser emprestado provavelmente. Mas aí que está. Ninguém pede para se testar o muleque da base no clássico contra os gambás ou contra o boca na bomboneira. Se pede para testar em jogos mais fáceis para ir gradualmente vendo se ele tem condições. Se o muleque da base já tinha mostrado que poderia participar do rodízio e elenco falha paciência uai; Aqui será igual a qualquer outro jogador falhe em uma situação e ver se a falha influenciou (por exemplo, o Zé Rafael errar aquele gol contra o PR e o Cadu errar o gol também sozinho na pequena área contra os gambás). Tonhão falhou bem mais que uma vez para termos insegurança com ele. O próprio VH que fez essa merda se recuperou jogando bola. Se o muleque faz essa merda e se abate pro resto da vida não era para ser jogador mesmo (aliás como qualquer outro jogador e acho que isso pode estar influenciando o Juninho hoje em dia também). Só acho que não podemos estar deixando passar chances (de não necessariamente desse nível - Neymar, Jesus e afins) de fazer essas vendas e ter aproveitamento técnico dos jogadores. Estamos vendendo ao menos (tem melhorado nas vendas). Se melhoramos as vendas beira o ideal. O Dudu só está aqui porque não conseguiu ter destaque na Europa e ficou velho para o perfil de investimentos deles. Azar o deles e sorte a nossa. Com nosso patamar financeiro conseguimos segurar assédios de mercados periféricos se quisermos. Eventualmente com o sucesso de alguém da base, a gente conseguindo segurar melhor os jogadores aqui vamos fatalmente ter que fazer isso (perder peças importantes do elenco - como perdemos o Jesus para 2017). Não acho que seja insustentável eventualmente vender uma estrela do seu time. Aliás os dois sistemas podem e devem ser complementares. Aproveitar os jovens no elenco e os que não estiverem prontos ser emprestados e vendidos ou retornarem melhores. É preferível ter a estrela nem que seja por um tempo (acho mais fácil vencer dessa forma). Se priorizamos capacidade técnica o ideal é ao menos ter esses jogadores por um tempo. Não é questão de ser estável ou não, até porque os reservas do rodízio tem que ter bom nível de qualquer forma. Se pegarmos ai um time com o nosso, hoje, com jogadores nota 8,5 titulares e 7,0 reservas e se tivermos uma estrela 9,5 porquê o reserva não pode ser 7,0 também? Eventualmente ele entra e vira o antigo 8,0~8,5. Não vamos ter sempre um Dudu (situação específica) já que um jogador que é excepcional e com perspectivas de ficar anos ganhando aqui. Acho que se tivéssemos um Pedro do fluminense a gente seguraria até uns 22 anos dando retorno em campo e maior retorno financeiro e nesse tempo que estiver aqui podemos nos planejar melhor reposições também.
  8. Se ficar pensando sempre assim então vamos sempre gastar mais comprando da base dos outros. Eventualmente compramos um Gudes, outras vezes compramos um Cadu. Talvez o jogador aqui rende melhor com o time por ter mais peças de qualidade ao lado (se não render empresta), se valoriza mais ganhando títulos com ele participando e vendamos mais caro. Se for emprestado ai devemos fazer uma análise: será que ele não cumpre uma valência no elenco? Se sim, melhor repatriar. Se não suprir e vir boas ofertas? Que se venda. Não ignoro o fato do Artur talvez precisar de rodagem e o Bahia ofereceu isso a ele, aqui foi um empréstimo que conseguiu oferecer ao jogador condições para isso. Com isso, teremos um jogador mais valorizado e provavelmente já vamos fazer só com base e emprestados 18 milhões de euros (Luan Cândido e Artur). Melhoria significativa no aspecto econômico da base. Não é nada mal nesse sentido, aliás é louvável (isso ajudando a nos sanear maravilha). No entanto, aproveitamento técnico esta bem aquém. Espero que final do ano esse elenco seja reformulado e apresente maiores espaços para jovens da base (domínio em seleções de base). Talvez, com isso, se evitaria a compra do Cadu (que poderia vir a ser um "Roger Guedes"). Ou seja, no caso do Artur, poderíamos ter um jogador melhor tecnicamente a "custo zero" e talvez se valorizando para valer 12 milhões de euros ao final do ano (ou bem mais). Só de saldo nessa hipotética negociação a gente teria uma opção a mais de elenco (quanto isso vale?), não ter gasto 6 milhões de euros e mais o 12 milhões da venda. Ou mesmo se observarmos que daria para suprir uma lacuna técnica poderia se vender um peça "titular" por outro valor maior também (sem ter que gastar com o substituto). Saldo atual com essa hipotética negociação do Artur está em 2 milhões de euros na nossa conta bancária. Se vier o Keno fica negativo no valor que pagamos no Cadu (em que pese termos uma nova opção técnica com ele). Isso, claro, descartando a possibilidade do Cadu se recuperar. Na hipótese do Artur sendo opção e indo bem poderia ter qualquer saldo da não realização da compra de uma aposta de mesmo nível + a potencial venda. E o Artur não indo bem, após ser testado, era só emprestar (com critério). O que não dá é aceitar naturalmente a venda sem que se tenha ao menos testado para ver se o jogador consegue aplicar o mesmo nível ou não. Qual campeonato temos a disposição para fazer isso? Qual que tem uma importância menor? Qual que vivemos situações de desmandos descarados ano a ano? Qual campeonato que seguimos jogando quase que protocolarmente com os profissionais beirando o desinteresse? Acha que os meninos tendo chance de fazer parte de um plantel desses não dariam a vida por chances nesse campeonato? "Ah, mas aí a torcida deixa de ir perdemos dinheiro". Acho que no começo o efeito seja esse, até entendermos a nova situação. Perdemos um pouco aqui e a FPF deixa de faturar mais também. Lembrando que os pouco utilizados do elenco, raros titulares e contratações reforçariam esse plantel. Faz umas promoções para melhorar o público (atrai mais o torcedor e melhora na formação de torcida). Esse dinheiro "perdido" é recuperado em um atleta bem sucedido que podemos vender a posteriori (12 milhões de euros supre qualquer déficit de bilheteria) fora a formação de novos consumidores apaixonados. Expande a pré-temporada do elenco principal com isso também (faz um mini torneio no NE que nem esse que foi cancelado e dá um agrado a torcida palmeirense de lá que mal vê o clube, conceda vários benefícios aos Avanti de lá; deixa a Turner cobrindo $$). Espero que Dracena, Tonhão, Juninho, Fabiano, Jean, Guerra, Felipe Pires, Cadu, Borja sejam negociados/saiam do plantel reduzindo custos e se abra espaços no elenco (assimilar eventuais prejuízos também). Isso o quanto antes seja nessa janela ou na próxima (acredito mais na próxima por ser início de temporada). Alguns outros só pensaria em querer trocar se tiver algo muito sólido com jogadores "mais consolidados" que são os casos de Prass (acho que eventualmente daria para renovar por mais um ano - esse TEM QUE seguir os passos do Zé Roberto), Thiago Santos, Moisés, Hyoran, Lucas Lima que é melhor tê-los do que não já que com temporada afunilando serão úteis. No mais to bem feliz com essa gestão e atual momento do clube. Acho que acertam bem mais que erram e só queria algo mais eficiente nessa transição base profissional mesmo.
  9. Também acho, aliás ele acerta também com o pé esquerdo na barriga do Weverton. Gostaria de saber se há imagens da cara do Weverton do pós também (não cheguei a ver). Outro lance também seria o do Wellington ex-bambis que chega com os cravos na perna do Lucas Lima (no alto da panturrilha e desliza até o final do tornozelo); outro que gostaria de ver a Perna (Felipe Melo ainda chegou e mostrou ao juiz a marca nesse lance). Dois lances que os comentaristas já começariam fazer comentários jocosos e falando que o Deyverson e o Felipe Melo não dá porque sempre tem esses destemperos. Do jeito que esse veio é doido capaz dele se recusar a ter torcida nossa no jogo de lá. Acho que se vetar as três últimas fileiras (da borda) daria para deixar sem a tela; coloca cordão de isolamento ou algo do gênero.
  10. Medo eu não tenho não. Só constatei que serão confrontos difíceis. Grêmio é nosso freguês de mão maior (se vier 5 jogos contra eles fico até mais confiante). Flamengo não me assusta sinceramente, a não ser que o Jesus seja milagroso esse time não vai para frente não (muita qualidade lá na frente, porém ninguém volta para marcar e a defesa é uma lástima). Tanto é que aposto mais no time do Inter do que o cheirinho numa semi-final da Libertadores (geralmente não nos damos bem com eles, no entanto, parece que nos novos tempos temos ido bem melhor e que isso se perpetue - não perdemos para eles lá no Beira Rio faz tempo e temos vencido todas em casa de 2015 para frente).
  11. Cacet@, a depender do sorteio da Copa do Brasil podemos ter uma sequência que em 7 jogos seguidos serão 5 contra o Grêmio (a depender 3 seguidos no Sul um por cada competição - Semis na CdB; Quartas na Libertadores). Podemos ter dois confrontos seguidos com o Inter lá no Sul (Brasileiro e Libertadores - Semis da Libertadores). Como também uma eventual final de Copa do Brasil com o Cheirinho tendo 3 confrontos em 4 jogos seguidos com eles (sendo imediatos após a hipotética overdose de Grêmio).
  12. Então, já tive um problema parecido. Geralmente é um gatilho de segurança da própria operadora do cartão. Como é uma compra online, com valores idênticos induz a pensarem que é algum tipo de fraude ou mesmo cartão que foi roubado e usado. Ai geralmente eles acabam ligando para autorizar de fato ou não, se foi vc realmente que fez a compra ou não. Ao menos meu problema quando fui ao Futebol card foi esse (no caso tinha comprado 4 ingressos).
  13. Pior é que trocamos o Léo, hoje titular do Cruzeiro, por esse cara e umas balas jujubas. O Leandro Amaro salvo engano estava emprestado pelo Cruzeiro ao Botafogo-RP. Seria algo que nem a gente pegar e dar uns R$ 5 milhões mais o Leandro Almeida que esta emprestado e pegar o Dedé deles (com a ressalva que o Léo nunca fui do nível do Dedé, mas sempre foi bom jogador).