Jump to content

Sign in to follow this  
Silva

Palmeiras, um time à deriva

Recommended Posts

A contratação de Luxemburgo foi uma tragédia, de todos os ângulos.

O trabalho de Luxemburgo em 2020 a frente do Palmeiras é medíocre.

A permanência de Luxemburgo se sustenta em:

Um título em uma taça amistosa;

Um título do fraquíssimo Campeonato Paulista numa edição completamente atípica e,

Na estima que alguns caciques envolvidos com a política do clube nutrem pelo técnico

Dito isso, o que adiantará mudar o técnico e manter todo o resto que está errado?

Especular nomes de técnicos ideais nesse momento é uma atividade contraproducente, os problemas do Palmeiras, cujo Luxemburgo é apenas um sintoma são muito mais graves.

Indo pouco além do técnico, temos um elenco com sérios problemas de ingerência, com alguns jogadores tomando para si competências que não são ou não deveriam lhe serem próprias.

Que técnico conseguirá manter um trabalho razoável nesse contexto?

Se o Palmeiras não esboçar reação para resolver ao menos os problemas possíveis do time, não adianta mudar técnico.

Soco em ponta de faca é o que é trazer fulano, ciclano, beltrano... para ser técnico, enquanto além dos problemas institucionais, há sérios problemas no departamento de futebol.

Me desculpem, mas assistir a tudo isso já está me tirando a capacidade de indignação.

Já estou me acostumando à ideia de que o time do Palmeiras é um time à deriva, porque não há ninguém na sala de controle, e nem aspirantes a ocupá-la.

Estou contando apenas dias, semanas e meses, pois é disso que se trata o Palmeiras atualmente, aguardar o tempo passar na esperança que as tragédias do futuro próximo não sejam assim tão graves.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 minutos atrás, Evan Phalk disse:

E o que você recomenda amigo? Não fazer nada?

A respeito dos atores institucionais do clube, basta ler com atenção o texto para perceber que "não fazer nada" é justamente o que critico quando falo em time à deriva.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Concordo contigo Silva, em parte... Nesta altura do Campeonato, não dá para fazer mudanças drásticas... O Palmeiras, voltou a ser depois de algum tempo, um balaio de gato... Fora do campo não  há liderança com peito suficiente, para acabar com este SPA...E,  dentro de campo há lideranças PÉSSIMAS, que hoje mandam e desmandam, exercendo como fora dito, papéis que não lhe cabem respeito, muito menos direito. Isto a tal ponto que, a única função que lhes cabe, que é a de simplesmente jogar bola, é justamente a qual não têm exercido. Tampouco têm disposição e/ou talento, e/ou dignidade para exercê-la ...                  Portanto, mesmo sabendo das dificuldades atuais e conjunturais, é imprescindível: dispensar o Luxemburgo, bem como, afastar mais duas ou três “laranjas podres “ do elenco atual....                                A impressão que fica é que alguns destes “vermes”, não têm a menor vontade de jogar futebol, apenas gozando dos benefícios de seu Pseudo status de craques...           Eu e minha casa toda amamos fervorosamente o Palmeiras, mas prefiro ver o sacrifício de o Palmeiras ter de galgar todos os degraus da Glória novamente, a ver meu time ser sugado por um bando de incompetentes e cafajestes...                                           Grande abraço,                                           Saudações Palestrinas

Share this post


Link to post
Share on other sites

Palestrante, mas é justamente isso, demitir Luxemburgo precisa ser parte de um pacote de medidas, e nem falo das grandes contratações, nem das mudanças políticas, mas há alguns jogadores que não podem permanecer ou irão comprometer o trabalho de qualquer técnico que chegue e tente fazer a coisa certa.

Share this post


Link to post
Share on other sites
29 minutos atrás, Silva disse:

Palestrante, mas é justamente isso, demitir Luxemburgo precisa ser parte de um pacote de medidas, e nem falo das grandes contratações, nem das mudanças políticas, mas há alguns jogadores que não podem permanecer ou irão comprometer o trabalho de qualquer técnico que chegue e tente fazer a coisa certa.

Esse pacote de medidas não vai acontecer e você sabe disso. Se conforme.

Entre esperar tudo (mudanças profundas) e não receber nada ou fazer o mínimo (trocar o técnico e torcer por uma melhora no time) eu fico com a segunda opção.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Evan Phalk disse:

Esse pacote de medidas não vai acontecer e você sabe disso. Se conforme.

Entre esperar tudo (mudanças profundas) e não receber nada ou fazer o mínimo (trocar o técnico e torcer por uma melhora no time) eu fico com a segunda opção.

Tem um outro fator que eu vejo como preocupante.

Uma revolução profunda promovida por Galiotte é um risco enorme. Vejam... Galiotte começa um ano com Roger e depois contrata Felipão. No outro demite Felipão pra trazer Mano. 2 meses depois, demite Mano pra trazer Luxa. Não há nenhum método! A única mudança com tom de "ajuste" que ele tentou fazer foi Felipão pra Mano! Porém, ele contratou o cara que tinha deixado o Cruzeiro na zona de rebaixamento pra fazer esse "ajuste"! Todas as outras trocas foram rupturas absolutas na ideia de jogo do treinador anterior.

O presidente errou em TODAS as contratações que fez. TODAS.

Eu acho que ele não é a pessoa correta pra fazer essa revolução. Ele tinha que dar mais autonomia ao diretor de futebol, pois é pra isso que se paga o salário de um profissional especializado. Galiote claramente não entende do riscado. 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Luxemburgo caindo, dependendo do técnico que vier no lugar, torcedor precisará ter paciência.

Não adianta querer que o time esteja voando em 3, 4 meses, ainda mais considerando todo o contexto expresso pela situação de deriva.

O que vier que não seja rebaixamento é lucro nesta temporada após o fim da era Lixoburgo, que fica mais insustentável a cada segundo.

Passou da hora de ter um técnico antenado com o futebol atual e que tenha respaldo para trabalhar. Essa parte é a mais difícil.

Share this post


Link to post
Share on other sites
51 minutos atrás, Silva disse:

Palestrante, mas é justamente isso, demitir Luxemburgo precisa ser parte de um pacote de medidas, e nem falo das grandes contratações, nem das mudanças políticas, mas há alguns jogadores que não podem permanecer ou irão comprometer o trabalho de qualquer técnico que chegue e tente fazer a coisa certa.

Exatamente! Este é o ponto mais crítico mesmo... Plenamente correto 

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 minutos atrás, Leo Basile disse:

Luxemburgo caindo, dependendo do técnico que vier no lugar, torcedor precisará ter paciência.

Não adianta querer que o time esteja voando em 3, 4 meses, ainda mais considerando todo o contexto expresso pela situação de deriva.

O que vier que não seja rebaixamento é lucro nesta temporada após o fim da era Lixoburgo, que fica mais insustentável a cada segundo.

Passou da hora de ter um técnico antenado com o futebol atual e que tenha respaldo para trabalhar. Essa parte é a mais difícil.

Tbm acho esse o maior problema de hoje do Palmeiras. O complicado de trazer Luxa e Felipão é isso... Eles têm mto estofo no Palmeiras. Isso é bom e é ruim. É bom, pq se estiverem fazendo um trabalho bom, eles têm moral pra promover molecada da base, pra aguentar uma oscilada, umas desclassificações em taças menores...

Mas pode ser ruim pq é difícil demiti-los qdo o caldo entorna. Às vezes, nos custa uma temporada inteira de desclassificações e sem protagonismo.

Um treinador novo não vai ter esse respaldo. O que falta nesse time de hoje é planejamento, comunicação clara com a torcida... É dizer claramente o que se pretende com uma contratação de um determinado treinador, estabelecer um contrato que dificulte mandar embora por conta de uma simples oscilação ou pq perdeu um clássico, mas também que facilite o desligamento caso o trabalho esteja abaixo de determinados parâmetros... Não é tão difícil fazer algo assim.

Mas galiotte não tem ideias.... galiote é um inútil.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, joaokleber77 disse:

Tbm acho esse o maior problema de hoje do Palmeiras. O complicado de trazer Luxa e Felipão é isso... Eles têm mto estofo no Palmeiras. Isso é bom e é ruim. É bom, pq se estiverem fazendo um trabalho bom, eles têm moral pra promover molecada da base, pra aguentar uma oscilada, umas desclassificações em taças menores...

Mas pode ser ruim pq é difícil demiti-los qdo o caldo entorna. Às vezes, nos custa uma temporada inteira de desclassificações e sem protagonismo.

Um treinador novo não vai ter esse respaldo. O que falta nesse time de hoje é planejamento, comunicação clara com a torcida... É dizer claramente o que se pretende com uma contratação de um determinado treinador, estabelecer um contrato que dificulte mandar embora por conta de uma simples oscilação ou pq perdeu um clássico, mas também que facilite o desligamento caso o trabalho esteja abaixo de determinados parâmetros... Não é tão difícil fazer algo assim.

Mas galiotte não tem ideias.... galiote é um inútil.

Exato, seria promover o óbvio, o sensato, o melhor na busca do estabelecimento de um projeto sério. Menos para um clube presidido por um fantoche incompetente e no qual o comando está nas mãos de um casal de gângsters.

Edited by Leo Basile

Share this post


Link to post
Share on other sites

Três coisas a fazer:

Trocar treinador

Reformulação profunda do elenco

Mandar esse presidente para a pqp.

 

A mais fácil e ao alcance (única) neste momento é a troca do treinador, não tem como fazer duas ou tres ao mesmo tempo. 

Salários são altissimos, contratos longos 2022-2023. Não tem como negociar com esses come e dorme, eles preferem ser reservas, ficar no SPA e recebendo seu milionário salário em dia.

Foi uma sorte absurda aparecer um Carille da vida e levar o Betoneira e ainda cair 25 milhões na conta. Acredito que dos encostos era o único com mercado.

Presidente então, só no final de 2021. Fez este caminhão de cagadas e vc algum Mustafa da vida dando entrevista para o UOL reclamando de alguma coisa ???????

Portanto no momento, torcer que não refaçam a mesma cagada de trazer outro lunático que nem treinador de futebol mais era.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Belíssimo ponto Silva, obrigado por levantar a discussão pra mim também a troca do técnico (que sim é necessária até passando pelo ponto crucial que ele sequer deveria ter vindo, assim como Mano Menezes) é uma das necessidades mas é o sintoma de algo muito mais grave, o escudo está de certa forma servindo bem pois a troca serve como um placebo que retoma as esperanças e acalma por um tempo as coisas, mas não ataca o principal causador da doença do clube.

Apenas a título de comparação, e claro com todos os pontos de diferença cultural, de cenários politicos, estatutos e tudo mais, me permitam colocar o cenário que aconteceu com o Ajax como um exemplo de caminhos possíveis que surjem em meio ao caos.

Nos anos 2000 o Ajax afundava perdido em gestões ruins (tenebrosas) que utilizavam como muleta para tal a lei Bosman que claro afetou profundamente o negocio do Ajax (formação, utilização e venda de jogadores), mas mais que isso condicionou as ligas menores como a Holandesa a uma condição irrelevante no futebol europeu cada vez mais centrado no dinheiro, esse era o cenário perfeito para gestões ruins se perpetuarem no clube sempre com a desculpa pronta para esconder sua própria incapacidade.

O ponto mais baixo (e esse me doeu o coração demais), talvez tenha sido quando em 2007 nosso bravo Henk Ten Cate então treinador do time principal, recebeu a tentadora oferta de ser assistente técnico (nem técnico mas assistente técnico....) do ilustre Avram Grant no Chelsea - Um treinador principal, prefere ser assistente técnico num time Inglês - isso foi talvez psicologicamente o ponto mais baixo na história do Ajax.

Também por isso, mas por uma série de outros fatores principais, a direção, conselheiros, e gente do Ajax lideradas pelo membro da diretoria Uri Coronel montaram em 2007 um comitê que passou meses analisando de cima a baixo o "modus operandi" do clube, analisando de finanças a decisões técnicas, ao finalizar e ser apresentado no fim de 2007 e começo de 2008 (https://english.ajax.nl/streams/ajax-now/ajax-to-act-on-report-coronel.htm), o Ajax expôs sua própria caixa de pandora e isso culminou com a renúncia imediata do então presidente John Jakke e outros membros do conselho. O relatório apontou falhas estruturais graves na gestão, e apontou dedo em feridas mas talvez seu ponto principal tenha sido (https://www.uefa.com/insideuefa/member-associations/news/01ca-0f84cead0c08-87b533c20aed-1000--cruyff-handed-new-post-at-ajax/😞

Precisaria ocorrer uma mudança na estrutura de gestão do clube, com diretores do clube interferindo menos nas questões do futebol, e um gerente geral (CEO) colocado à frente do clube para tomar decisões técnicas (Hoje esse cargo é ocupado por Edwin Van Der Sar, com Marc Overmars como diretor de futebol).

Cruyff, claro como deveria ser sempre em questões relacionadas ao Ajax, foi designado para ajudar na construção de um novo Ajax com modelo de gestão diferente, e ai entra o ponto mais louco nessa história. Após a renuncia do presidente Jakke, o Coronel (que deu nome ao relatório), claro foi alçado a condição de novo presidente, na esperança que colocasse em prática tudo aquilo que o relatório que leva seu nome apontou de problemas e sugeriu correções.

Porém as coisas não são tão lineares assim no mundo real, e ele mesmo Coronel começou a desviar de seu próprio plano, desta vez no entanto, Johan Cruyff estava atento e disposto a fazer de tudo para que o clube não voltasse ao caminho da ruína, e em 2011, após severas criticas e briga no conselho orquestradas por Cruyff, boa parte dos diretores renunciaram ao cargo, e o então presidente Coronel, por ironia do destino, também, mesmo uma figura forte como o numero 14 não passou imune as criticas por isso, suas ações de implodir o conselho, acabaram sendo recebidas com criticas por alguns (sempre tem a galera que diante de figuras fortes e com uma visão clara, querem criticar e principalmente defender o status por vezes com interesses não declarados) esse tipo de matéria aqui: https://www.irishexaminer.com/opinion/columnists/arid-20150265.html comparando as atitudes do Cruyff aos gangsters, e tentando claro como é padrão em quem busca desculpas e não ações de melhoria, colocar a culpa na questão economica e não nas açoes erradas dos administradores, ganharam certa relevância nos debates.

Cruyff implodiu o conselho(https://www.fourfourtwo.com/us/news/ajax-director-step-down-over-cruyff-clash), causou a renuncia do presidente, e trouxe para o clube cada vez mais gente do Ajax para tomar decisões técnicas, Begkamp, Jonk, exigia mais espaço para o então técnico De Boer nas decisões do clube, e principalmente um retorno do clube as suas tradições, de formar jogadores, de contratar promessas de outros países com olho clinico das redes de olheiros, e principalmente de futebol ofensivo, do 4-3-3 quase estatutário, o resultado disso, tem sido o que vemos nos ultimos anos sobretudo, Ajax voltou a revelar, utilizar e vender bem seus jogadores, embora claro conquistar champions e fazer frente tecnicamente a times com poderio financeiro maior seja algo muito complicado, o clube vive um momento de finanças muito bem estabelecidas e com lucro, uma estrutura de gestão extremamente profissional mas ligada ao Ajax (CEO Van Der Sar é um orgulho que todo Ajacied carrega consigo) e esportivamente com um rumo bem definido das coisas.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Silva, eu concorco com tudo que vc falou, porem, praticamente falando, isso nao vai acontecer. 

Mudandas gerenciais (como a troca de tecnico) sao muito mais faceis do que mudandas institucionais (os pontos que vc pediu).

A questao e' colocar alguem com coragem, inteligencia e respaldo para fazer as mudandas a nivel gerencial. Me desculpa pelo exemplo, mas o Sampaoli me parece esse tipo de cara. As vezes ele toma umas decisoes estranhas, como aquela troca de goleiro no santos, mas no geral os jogadores nunca estao na "zona de conforto" com ele.

Infelizmente, esse respaldo da nossa diretoria, e' so de faixada. O Cuca identificou um problem em 2017, porem nao teve apoio e respaldo para fazer as mudancas que precisava e deu no que deu....

Sim, tem que ter mudandas a nivel diretoria, mas acredito que a troca de tecnico (com o minimo de respaldo) e' a solucao mais atingivel a curto/medio prazo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 horas atrás, Silva disse:

A contratação de Luxemburgo foi uma tragédia, de todos os ângulos.

O trabalho de Luxemburgo em 2020 a frente do Palmeiras é medíocre.

A permanência de Luxemburgo se sustenta em:

Um título em uma taça amistosa;

Um título do fraquíssimo Campeonato Paulista numa edição completamente atípica e,

Na estima que alguns caciques envolvidos com a política do clube nutrem pelo técnico

Dito isso, o que adiantará mudar o técnico e manter todo o resto que está errado?

Especular nomes de técnicos ideais nesse momento é uma atividade contraproducente, os problemas do Palmeiras, cujo Luxemburgo é apenas um sintoma são muito mais graves.

Indo pouco além do técnico, temos um elenco com sérios problemas de ingerência, com alguns jogadores tomando para si competências que não são ou não deveriam lhe serem próprias.

Que técnico conseguirá manter um trabalho razoável nesse contexto?

Se o Palmeiras não esboçar reação para resolver ao menos os problemas possíveis do time, não adianta mudar técnico.

Soco em ponta de faca é o que é trazer fulano, ciclano, beltrano... para ser técnico, enquanto além dos problemas institucionais, há sérios problemas no departamento de futebol.

Me desculpem, mas assistir a tudo isso já está me tirando a capacidade de indignação.

Já estou me acostumando à ideia de que o time do Palmeiras é um time à deriva, porque não há ninguém na sala de controle, e nem aspirantes a ocupá-la.

Estou contando apenas dias, semanas e meses, pois é disso que se trata o Palmeiras atualmente, aguardar o tempo passar na esperança que as tragédias do futuro próximo não sejam assim tão graves.

Luxa é a ponta do iceberg que este navio está em direção, se for desviado deste iceberg, ainda há tempo para isto, surge um novo horizonte, mas ainda sobram outros que podem atrapalhar o caminho e afundar.... Lucas Lima, Ramires, Bruno H., infelizmente Felipe melo, gosto do seu futebol, não gosto de sua pessoa, os medalhões em geral, que não se interessam mais em nada nesta vida.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.