Bitous

Membro
  • Total de itens

    2.063
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Bitous

  • Rank
    Categoria Estrela
  • Data de Nascimento 21-09-1988

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Profile Information

  • Gênero
    Male

Últimos Visitantes

3.783 visualizações
  1. Da matéria do RGT Esporte. "Os presidentes Mario Celso Petraglia, do Atlético-PR, e Maurício Galiotte, do Palmeiras, tiveram uma reunião no sábado, em um hotel de Curitiba - um dia depois, os times se enfrentariam pelo Brasileirão. " Se o Petraglia se encontrou com o Galiotte no hotel, não deve ter se encontrado às escondidas com o Alberto no mesmo lugar né. Se o Petraglia encontrou com o Alberto, foi com o aval do Palmeiras com certeza.
  2. O cara me parece que foi correto, e pelo que está na matéria o Palmeiras não queria correr o risco de perde-lo no meio do ano e ter que remontar a comissão técnica no meio da temporada. Pensando por esse ponto, talvez tenha sido melhor realmente tanto para o clube quanto para o Alberto. Agora sigo sem entender essa malhação em cima do cara, pelo que falam parece que fez um péssimo trabalho, que em momento algum o time jogou bem, que fez o time piorar, perdeu posições na tabela...enfim, não entendo porque essa falta de consideração por um cara que trabalhou por anos no clube e sempre foi um cara correto e na medida do possível fez um trabalho digno.
  3. Acho a torcida de modo geral muito ingrata ao Valentim. Podem ter certeza que ele foi peça importante no nosso título brasileiro, se não o Cuca não teria pedido pra ele voltar. Além de estar no clube desde a era Kleina e ter sempre segurado muito bem as pontas...tanto que assumiu o time em quinto e entregou agora em segundo. Infelizmente o Valentim pagou pela ótima campanha inicial dele, que nos fez entrar na briga pelo título. Mas ninguém lembra, que foi com ele que conseguimos chegar mais próximos na briga pelo título do que no resto do campeonato todo. Pedir para o cara em menos de 10 jogos entregar um time perfeito é utopia, é claro que haveria algumas partidas ruins, o time foi inconsistente o ano inteiro, não deixaria de ser agora. Mas assim vamos indo, com o Roger será a mesma coisa, não vai ter margem pra erro, pra nada, o time vai ter que funcionar desde o início, se não a torcida já começará pegando no pé. Engraçado que sempre pegam uma característica de algum treinador para critica-lo...com o Valentim era a linha alta (crítica mais estupida que já vi aqui, com todo respeito), o Cuca era a tal da marcação individual, como se os jogadores saíssem correndo o campo todo atrás do adversário, e o EB foi justamente por ter tirado a marcação individual do Cuca. Então, nunca vai estar bom, a não ser que o time vire uma máquina. Desejo muita sorte ao Valentim, esse mercado de técnico no Brasil é muito difícil para conseguir realizar um trabalho decente. Jogadores medíocre, torcidas impacientes e diretorias que pouco sabem o que estão fazendo. O Palmeiras certamente perde muito, espero que o próximo assistente tenha a mesma competência do Alberto.
  4. Pessoal enche a cara no sábado a noite e depois vem criar tópico doidão no fórum.
  5. Não vi o jogo, mas posso dizer que foi um ótimo trabalho do Valentim! Pegou uma bucha com um elenco que estava totalmente desequilibrado e deu padrão ao time, fez as peças jogarem, se não o seu melhor, muito melhor do que vinham jogando. Infelizmente para alguns o trabalho só seria bom se tivesse vencido todas as partidas, mas isso não existe. É óbvio que teria erros, com qualquer técnico é assim, ninguém acerta o tempo inteiro. O que alguns chamam de teimosia, no caso do Valentim é na verdade convicção de trabalho, e todo grande treinador precisa ter, se ficar mudando de plano de jogo por cada coisa que acontece dentro de uma partida, não melhora nunca. Como disse, não vi o jogo, mas disseram ai que ele não usou a tal da "linha alta"...não sei, no lance que o Dudu lança o Keno na cara do gol antes do primeiro ou segundo gol, é bom ver como o Palmeiras recupera a bola, Mina dando bote no campo do Botafogo e o Dracena na linha do meio de campo. Enfim, essa é uma maneira de jogar que encaixa muito com o estilo de jogo que pretendemos fazer ao encarar basicamente adversários que se fecharão e aguardarão um contra-ataque. Transformou bem o time e deu uma ótima base para o Roger trabalhar ano que vem. Espero muito que o Valentim permaneça no Palmeiras em 2018, acho que pode ajudar muito o Roger, e também pode aprender ainda mais com o novo técnico, visto que o Roger possui muita inteligência de jogo.
  6. Meu pai foi no Allianz tentar pegar um ingresso pra esses jogos e disse que está com duas horas de fila. Até desistiu. Vai estar bem cheio o estádio, legal isso pra garotada.
  7. Gosto do modo que tenta fazer os seus times jogarem. Porém, é nítido que assim como o Eduardo Batista no começo do ano, não era a escolha que a diretoria queria. Ou seja, não há convicção alguma do que estão fazendo. O problema disso? Um Paulistão ruim (o que significa que ele vai ter que ganhar o campeonato) significará na demissão dele. Vamos aguardar. Já que a escolhe foi o Roger, acho que o Valentim que devia ter sido o escolhido já que possuem características semelhantes. Espero que o Alberto se anime com a vinda do Roger e queira permanecer como assistente.
  8. É óbvio que os gambás tem uma identidade, qualquer idiota identifica isso. Só ver que entra zagueiro, sai zagueiro, quem chega sempre se destaca. É óbvio também que eles não fizeram isso com consciência. Deram uma sorte do caramba nos técnicos. Tanto que quando escolheram o OO e o Cristovam que nada tinham a ver, deu errado. Então não foi algo consciente, mas de um jeito ou de outro eles adquiriram isso. E está tão nítido isso que quando o Carille sair, eles vão manter o estilo. A não ser que role alguma negociata para contratar outro técnico. Quanto ao Palmeiras, fica cada vez mais claro que o Mattos é um ótimo negociador, tem uma ótima visão de mercado, relacionamento, muito bom. Deveria ser limitado a isso. Quanto a futebol, entende muito pouco. Praticamente todas as escolhas de técnico dele deram errado. Precisamos de alguém que entenda de fato de futebol e que na minha opinião, seja inclusive superior ou lado a lado ao Mattos.
  9. Pra mim a derrota hoje é muito mais na conta dos jogadores. Primeiro tempo o Palmeiras dominou completamente o jogo, tiveram uma porrada de chance de fazer o gol, e sempre erravam o último passe. Era um pouco mais de capricho, de se apresentar melhor, enfim. Tinhamos a tal "linha alta" e tivemos o controle total do jogo. Então pra mim é um tempo que realmente as ideias do Valentim foram colocadas em prática e só não deram certo porque os jogadores erraram muito na última fase do campo. No segundo tempo o Avaí voltou melhor, pressionando um pouco mais a bola. E aí vai da qualidade de marcação da nossa linha defensiva. No primeiro tempo o Michel escorrega no início da jogada e ninguém consegue roubar a bola, depois no fim da jogada o Luan fica cercando a dois metros de distância o jogador que dá o passe pro atacante do Avaí sofrer o pênalti (talvez o Prass pudesse ter saído antes pois a jogada era óbvia que seria uma enfiada de bola ali no meio da zaga). No segundo lance, que começou com um passe forçado errado do Mina, é um bote completamente errado do Michel que escancarou nossa defesa. Sinceramente, os gols que tomamos hoje pode colocar diretamente nos jogadores. O time entrou com uma estratégia bem definida, dominou o adversário por completo no primeiro tempo e foi incompetente pra fazer o gol.
  10. Marcos Rocha já passou do auge, e nunca foi bom defensor. Não acho que vem pra resolver. Prefiro continuar desenvolvendo o Mayke e o João Pedro do que ter ele. Palmeiras fica apostando muito em medalhão de futebol brasileiro, a maioria não dá certo como se imagina. Se fosse pra trazer alguém bom mesmo, que está na Europa a vários anos, tipo Rafinha, ai sim seria uma boa. Mas o cara se destacar no futebol br não significa exatamente que seja bom e que vai dar certo aqui, talvez tenha se acertado executando uma determinada função em um determinado time, tipo o Egídio no Cruzeiro. Se viesse de graça eu até acharia uma boa, mas mandando jogadores jovens, nem pensar.
  11. Se você acha frescura, tudo bem. Se for só pegar qualquer um e jogar lá pra distribuir colete, o clube já estaria mais arrumado. Quantos técnicos passaram aqui e não conseguiram fazer o time jogar? Osvaldo, Marcelo Oliveira, Eduardo Batista, Cuca 2ª Passagem. Não precisa pensar muito em ver que tem que ter um critério...trazer qualquer um e ver se consegue montar o time, já deu mais errado do que certo. Prefiro apostar em uma fórmula mais criteriosa.
  12. Ai o muleque chega com uma #*&! pressão nas costas por ter custado milhões de euros, e claramente não cacife pra isso. Sinceramente, devíamos fazer contratações caras em grandes promessas ou jogadores já consagrados. Pagar tudo isso em jogador mais ou menos é de lascar. Muito fácil pro Mattos assim, chega e dispensa milhões em qualquer jogador. Tem que ter critério pra gastar dinheiro, mesmo sendo da patrocinadora, até porque isso pesa na hora da torcida e imprensa criticar o jogador.
  13. O clube sondar Abel Braga e Roger Machado demonstra o quão sem sentido que a diretoria está quando a escolha do técnico. Dois estilos completamente diferentes um do outro. E que infelizmente tende a não dar em nada. Trabalho do Abel não é bom no Flu, tanto que não conseguiu ganhar uma do horrível Flamengo no ano. E quanto ao Roger, não tem peso, na primeira turbulência a diretoria manda embora (já demonstrou que não tem culhão pra segurar e bancar técnico). A opção mais sensata se chama Alberto Valentim...mas tem que ter coragem pra bancar a escolha. Infelizmente, o Mattos não tem isso. É péssimo ao contratar técnico, vai pelo nome e análises superficiais.
  14. Jurei para mim que não ia mais me comentar e me preocupar com o Palmeiras até o ano que vem. Mas só quero fazer um comentário quanto a isso. Ontem, assim como nos outros dois clássicos do ano, os jogadores gambás gritavam na cara dos nossos jogadores, xingavam, encaravam, e os nossos ficam passivos, sem fazer nada. Me parece muito essa postura ai das mídias sociais, o dos gambás fica esculachando a gente e nós ficamos quieto, não falamos nada, abaixamos a cabeça a vamos embora. Claro que não tem que brigar, ficar se matando, insultando pelas redes sociais...mas tem hora que o clube em si precisa se impor mais, falar alto também e mandar os caras para aquele lugar. Que se coloquem no lugar dos torcedores, pelo menos uma vez e dá uma encarada nesses lixos. Todo clássico no ano aquele bosta daquele Gabriel fica se crescendo pra cima dos nossos jogadores. Jogo assim o Felipe Melo faz falta, pelo menos não deixa os caras se crescerem em cima dele. Não sei se nosso time se tornou meio blazé, tipo, "não vou ficar me descontrolando, perdendo a postura, sou melhor do que eles e posso ganhar a qualquer momento".
  15. Quando apoiamos o presidente da CBF em sua reeleição, aceitamos o calendário do jeito que é, não impomos nossas vontades, estamos sujeito a isso. Agora nós, torcedores, até podemos reclamar, mas temos que cobrar dos nossos dirigentes, quem aceita isso são eles.