Jump to content

Sign in to follow this  
marco_antonio

Texto sobre o Abel Ferreira

Recommended Posts

Exagerado, chato, mala, insuportável? SIM!
Esse é Abel Ferreira, esse somos nós, esse é o cara que entendeu e sabe nos representar melhor que ninguém na beira do campo, se ele chutou o microfone é porque tinha milhões de Palmeirenses chutando algum móvel da própria casa.

Sabe quando um jogador sobe pra cabecear e você faz o movimento involuntariamente como se fosse ajudar? Abel faz isso com a gente, todo nervosismo, toda tensão que temos antes e durante os jogos, ele tem também e deixa muito claro que cada movimento que fazemos, cada vez que a gente extravase em casa ou na arquibancada, ele faz o mesmo na sua área técnico.

Podem criticar, vir com falso moralismo, fingir que não gosta, mas a realidade é que todo mundo queria um desse no seu time, até porque os próprios rivais já cansaram de ter técnicos chatos e malucos, mas que ganhavam e nesse sentido, ninguém reclamava, o que dói é ver um Palmeiras tão campeão com um comandante tão biruta das ideias quando a bola rola.

Ele se transforma, Abel fora de campo é outra pessoa, é calmo, educado, sorridente, por vezes tímido, mas quando a bola rola e como ele diz, o escudo que está no peito dele está sendo representado ali dentro, aí tudo muda, o foco é outro, só os 90 minutos e quantos mais tiver que jogar, importam.

Abel é a gente, ele entende a gente, ele vive a gente, ele é Palmeiras, ele é Perdizes, ele é Capão, ele é Brasília, ele é Interior, ele é Litoral, ele é Nordeste, ele é Sul, ele é Palmeiras onde tiver Palmeiras, ele vive pra gente o que a gente não pode viver, ele representa a gente onde a gente não pode estar, ele é isso e tomara que continue assim!

✍️ @erlan.jesus7

spacer.png

Share this post


Link to post
Share on other sites

Assisti pela STV e nesse hora o vigarista comentarista de arbitragem comecou a descascar dizendo que isso "estava estragando a vitoria" .... pqp eu quase fiz o que o Abel fez com o microfone com a minha TV! 

O engracado e' que ninguem comentou o fato dele estar transtornado muito por causa da arbitragem ruim, que o chute foi claramente desviado e que nem bandeira nem juiz, nem 4 arbitro "viram".

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 minutos atrás, LucasVerdao disse:

Assisti pela STV e nesse hora o vigarista comentarista de arbitragem comecou a descascar dizendo que isso "estava estragando a vitoria" .... pqp eu quase fiz o que o Abel fez com o microfone com a minha TV! 

O engracado e' que ninguem comentou o fato dele estar transtornado muito por causa da arbitragem ruim, que o chute foi claramente desviado e que nem bandeira nem juiz, nem 4 arbitro "viram".

 

 

Sandro Meira ricci é um verme, só defeca pela boca

Share this post


Link to post
Share on other sites
Just now, LouvaDeus said:

 

 

Sandro Meira ricci é um verme, só defeca pela boca

Bizarro como consegue ser clubista! 

De novo, fiquei impressionado como o VAR nao anulou... Ainda mais depois da rede esgoto dizer que "foi irregular".

Alias, os unicos jornaleiros falando que foi irregular sao os famosos da flapress.... nao cansam de passar vergonha!  

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 horas atrás, LouvaDeus disse:

 

 

Sandro Meira ricci é um verme, só defeca pela boca

Deixou claro que é brother do Wilton o que explica muita coisa....

Quanto ao Abel, sempre falo que esse cara era um Palmeirense perdido no mundo e nem ele tinha idéia disso, ele soube só quando descobriu como somos e funciona nosso time, digo que ele é o cara que sempre gostaríamos de ter no comando, transcende a essência da frase criada pelo Joelmir Beting, "explicar a emoção de ser Palmeirense, a um palmeirense, é totalmente desnecessário, a quem não é palmeirense é impossível"

Share this post


Link to post
Share on other sites
19 horas atrás, marco_antonio disse:

Exagerado, chato, mala, insuportável? SIM!
Esse é Abel Ferreira, esse somos nós, esse é o cara que entendeu e sabe nos representar melhor que ninguém na beira do campo, se ele chutou o microfone é porque tinha milhões de Palmeirenses chutando algum móvel da própria casa.

Sabe quando um jogador sobe pra cabecear e você faz o movimento involuntariamente como se fosse ajudar? Abel faz isso com a gente, todo nervosismo, toda tensão que temos antes e durante os jogos, ele tem também e deixa muito claro que cada movimento que fazemos, cada vez que a gente extravase em casa ou na arquibancada, ele faz o mesmo na sua área técnico.

Podem criticar, vir com falso moralismo, fingir que não gosta, mas a realidade é que todo mundo queria um desse no seu time, até porque os próprios rivais já cansaram de ter técnicos chatos e malucos, mas que ganhavam e nesse sentido, ninguém reclamava, o que dói é ver um Palmeiras tão campeão com um comandante tão biruta das ideias quando a bola rola.

Ele se transforma, Abel fora de campo é outra pessoa, é calmo, educado, sorridente, por vezes tímido, mas quando a bola rola e como ele diz, o escudo que está no peito dele está sendo representado ali dentro, aí tudo muda, o foco é outro, só os 90 minutos e quantos mais tiver que jogar, importam.

Abel é a gente, ele entende a gente, ele vive a gente, ele é Palmeiras, ele é Perdizes, ele é Capão, ele é Brasília, ele é Interior, ele é Litoral, ele é Nordeste, ele é Sul, ele é Palmeiras onde tiver Palmeiras, ele vive pra gente o que a gente não pode viver, ele representa a gente onde a gente não pode estar, ele é isso e tomara que continue assim!

✍️ @erlan.jesus7

spacer.png

Ótimo texto.  Representa o que pensamos. 

Agora,  essa foto já entra na galeria dos grandes momentos. 

Não foi uma garrafinha de água e sim o microfone do sistema,  o microfone manipulador,  o microfone que representa o "nós contra tudo e contra  todos ".

Foto para fazer um quadro,  emoldurar e deixa-lo em quarto,  restaurante,  boteco,  clube,  etc 

Sou muito apegado ao mestre Felipão,  mas a vida continua e um grande mestre sempre tem aquele discípulo que o supera.  Esse discípulo se chama Abel Ferreira. 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Chato? Chato nada, chato é o Renê Simões. 

Treinador sangue quente faz parte do espetáculo. De Luxemburgo a Felipão, grande parte dos vencedores tem essa postura. E não é à toa. A vontade de vencer empurra, e esse descontrole é o excesso de vontade. Não que isso seja fundamental, mas é um traço comum entre os vencedores.

 

E fica cada vez mais óbvio que pegam no pé do Abel quase que buscando um contraponto à sua extrema capacidade de treinar um time. O queridinho deles, que treina o Flu, desrespeita jogadores na beira do campo e tá tudo certo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, pazinatto disse:

Ótimo texto.  Representa o que pensamos. 

Agora,  essa foto já entra na galeria dos grandes momentos. 

Não foi uma garrafinha de água e sim o microfone do sistema,  o microfone manipulador,  o microfone que representa o "nós contra tudo e contra  todos ".

Foto para fazer um quadro,  emoldurar e deixa-lo em quarto,  restaurante,  boteco,  clube,  etc 

Sou muito apegado ao mestre Felipão,  mas a vida continua e um grande mestre sempre tem aquele discípulo que o supera.  Esse discípulo se chama Abel Ferreira. 

 

 

Essa foto tem que ser emoldurada e fazer parte do acervo de todos os estabelecimentos alviverdes do entorno do Allianz Parque.

Share this post


Link to post
Share on other sites
27 minutos atrás, YuriPR disse:

Chato? Chato nada, chato é o Renê Simões. 

Treinador sangue quente faz parte do espetáculo. De Luxemburgo a Felipão, grande parte dos vencedores tem essa postura. E não é à toa. A vontade de vencer empurra, e esse descontrole é o excesso de vontade. Não que isso seja fundamental, mas é um traço comum entre os vencedores.

 

E fica cada vez mais óbvio que pegam no pé do Abel quase que buscando um contraponto à sua extrema capacidade de treinar um time. O queridinho deles, que treina o Flu, desrespeita jogadores na beira do campo e tá tudo certo.

 

Imagina um técnico desconhecido, que a imprensa cansou de noticiar que chegou aqui sendo a 5ª opção do clube, que nunca tinha treinado um time grande, que nunca tinha sido campeão como treinador, desembarca aqui em uma "caravela" com a filosofia de "recolonizar" nosso futebol - esse deveria ser o termo a qual foi a ele referido, recolonizar e não colonizar, uma vez que já fomos colonizados em 1.500, como foi dito por um certo torcedor que trabalha como comentarista - para representar uma agremiação de "estrangeiros" que sempre foi alvo da mídia, de críticas, das federações, do governo (na 2ª guerra) e até de rival, que cogitou invadir e se apossar de suas propriedades.

Como pode um técnico iniciante chegar aqui e triunfar exaustivamente contra os "maiores" times do país, que nos cento e tantos anos de futebol aqui praticados, um começou a ser campeão na década de 80 e o outro em 90, mas que segundo aqueles mesmos torcedores que trabalham como comentarias, eles são os maiores clubes do mundo (isso mesmo, os dois são os maiores, não são o 1º e o 2º, ambos são os maiores clubes do mundo) e que sempre que é pra valer, não conseguem vencer o maior campeão nacional (e detentor de muitos títulos internacionais, entre eles um campeonato de nível mundial, vencido há mais de 70 anos) que muitas e muitas vezes triunfou sobre os maiores (dos maiores) do mundo, mas que só tem alguns títulos a mais que eles devido aos Faxs que recebeu durante os anos. Um dos maiores times do mundo, ficou 11 anos sem vencer o seu rival praiano, onde jogava um tal de Pelé, mas que só perdia e não era campeão todas as vezes por causa daqueles "italianos" petulantes da Av. Matarazzo.

Por fim, essa campanha que fazem contra ele, em especial para não ser o técnico do time da CBF é a única coisa que o sistema faz que não nos desagrada. Obrigado por nada!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Texto já começou errado,ele não é chato,mala e etc,nada disso,ele é sim muito exigente e extremamente profissional,coisa que as pessoas não estão acostumadas nesse país.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Rapaz, o Abel é foda! A imprensa odeia o cara, mas as outras torcidas o respeitam, tem que ser assim mesmo, e que se foda o que a imprensa pensa dele, melhor treinador no Brasil disparado, somos privilegiados em ter esse cara como treinador. 

 

Nessa final ele foi perfeito, desde a entrevista a 1 semana atrás, preleção, entrevista antes do jogo falando mal da RGT e pedindo para mostrar a torcida do palmeiras, e durante o jogo.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ninguém nunca vai conseguir me convencer de que existe uma perseguição clara e notória ao Abel porque ele treina o Palmeiras. O português de peruca, o "Rinus Michels" do século XXI, era muito mais arrogante do que o Abel, era tão chato quanto, mas tinha o ego punhetado por toda a imprensa, que simbioticamente, ejaculava de alegria vendo "o maior mEngU de todos os tempos" em campo.

Abel é explosivo, é exagerado, tem horas que passa sim dos limites, mas não é nem um pouco diferente do Mano Menezes, por exemplo. Aliás, ao longo de todos esses anos, as únicas vezes em que vi a imprensa reclamando do Mano foi quando o mesmo treinou a seleção. No mais, sempre houve um corporativismo com o colega tupiniquim.

Abel sofre perseguição por "ser chato", sofre com comentários xenofóbicos, sofre com seu trabalho sempre sendo colocando em xeque (algo que soa até surreal), mas mais do que qualquer coisa, o Abel sofre por ter escolhido o Palmeiras. Se estivesse trajando rubro negro ou alvinegro, seria o maior treinador da história do futebol brasileiro e com temperamento "excêntrico". 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Please sign in to comment

You will be able to leave a comment after signing in



Sign In Now
Sign in to follow this  

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.