Jump to content

Gabriel.SRamos

User
  • Content Count

    7,532
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    25

Gabriel.SRamos last won the day on January 24

Gabriel.SRamos had the most liked content!

About Gabriel.SRamos

  • Rank
    Craque
  • Birthday 11/04/1989

Contact Methods

  • Website URL
    @gabrielsouzaramos

Profile Information

  • Gender
    Masculino

Recent Profile Visitors

6,773 profile views
  1. until

    COMO QUE O PATRICK DE PAULA É RESERVA NESSE TIME, MEU DEUS?????
  2. Pode até ser, as aí entra outra questão: quem escala? Quem põe os caras para jogar quando claramente estão em condições inferiores aos demais? Essa teimosia travestida de convicção é o que afunda o trabalho de muitos treinadores, e o Luxa está seguindo à risca o manual do fracasso.
  3. Eu sou e sempre fui da seguinte opinião: quem não tem cão, caça com gato (apesar de ditado não ser esse. Fica aí a curiosidade rs) Se o treinador não tem um jogador X ou Y para atuar em determinado modelo de jogo, muda a forma de jogar, oras. Esse é um problema crônica dos treinadores brasileiros, acabam se escorando nessas desculpas prontas para driblar a incapacidade de se reinventar e "tirar um coelho da cartola". Todo ano é a mesma coisa: falta meia, falta volante, falta centro-avante... Será que falta mesmo? Ou será que os que aqui estão não são aproveitados da maneira correta? Por que não jogar com três zagueiros e preencher o meio campo? Por que não jogar com dois meias já que um só não consegue jogar? Por que não mudar a característica da equipe se do jeito que está não rende? Tem muitas perguntas sem respostas. O Luxemburgo foi contratado porque sempre teve uma visão ímpar de futebol, mas tem sido extremamente conservador e previsível em suas escolhas. Não sei se é medo, se é pressão, o que eu sei é que, se continuar dessa forma, vai morrer abraçado com essas convicções.
  4. Gregore tem uma característica diferente de todos os nossos volantes: é marcador nato! Em determinados momentos, é importante ter um jogador desses no elenco. Eeeeeeentretanto... Se queriam um volante "mordedor" no elenco por quê não mantiveram o Thiago Santos? Venderam o cara por uma mixaria para comprar o Gregori por mais de 10 milhões. Pelo menos pra mim, essa transação não faz o menor sentido.
  5. Pior! Salvo o engano, quem bateu essa falta escrota foi o LUAN! Desde quando o Luan bate faltas, meu Deus??
  6. Não só o Patrick de Paula como o Menino também.
  7. O Alanzinho se enquadra perfeitamente no perfil de "legítimo 10" que discutimos há algumas páginas. Por que não joga? Só Deus sabe!
  8. O maior absurdo de todos é o Patrick de Paula comer banco para a Betoneira Henrique.
  9. Eu entendi o seu ponto de vista, Waga. Peguei um gancho na fala do Zico para contextualizar. Não é só o futebol brasileiro que "não produz mais camisas 10", essa é uma tendência mundial. Da maneira que o pessoal estava falando, parecia que esse problema é uma tônica apenas do futebol brasileiro. Sobre o meio campista diferenciado como você coloca, eu também acho que cabe, só não acho que é fundamental. Acredito que um time organizado consiga se virar muito bem sem esse meia. Mas - como você bem disse - esse jogador não existe mais e os poucos que têm algum resquício disso, são financeiramente inviáveis.
  10. A discussão sobre o "camisa 10" é extremamente ampla e não tem espaço para reducionismo. O futebol mundial não produz mais o legítimo 10, porque o jogador visto como legítimo 10 por nós já é uma variação do verdadeiro camisa 10 dos anos 50, 60 e 70. Nesta época, o camisa 10 (Puskas e posteriormente Pelé, por exemplo) não era o articulador, era o ponta de lança, o meia que infiltrava e fazia gols. Não a toa o Pelé tem mais de mil gols na carreira. Exceção feita a um ou outro jogador, como Ademir da Guia, por exemplo. Depois da era Pelé e do ponta de lança, aí começaram a surgir os articuladores como a gente conhece, como Zico, Zidane (que nem era camisa 10), Rivaldo, Alex e etc. Com a mudança do futebol e com a intensidade que o mesmo ganhou de uns tempo para cá, era completamente inviável deixar a articulação de jogadas a cargo de um único jogador, já que a marcação sobre ele seria mais fácil, independente do talento. Aí criou-se os centro-campistas, os meias "faz tudo". Inclusive, essa tendência também se estendeu à função do antigo volante mordedor, do camisa 5 nato. Enfim, obviamente que ter um jogador diferenciado no meio campo faz toda a diferença, mas não adianta achar que contratando um "camisa 10" todos os problemas de articulação do time irão se resolver. No futebol de hoje, os volantes/meio campistas são mais importantes nessa função do que o meia propriamente dito. Vejam, por exemplo, o Santos do Sampaoli no ano passado. Quem era o "camisa 10" deles? Ninguém. O Sánchez e o Jean Mota eram os que mais apareciam a frente, e ainda assim, não eram camisa 10.
  11. Quando os laterais direitos voltam? Já deu de Gabriel Menino na lateral. Esse menino tem que jogar no meio campo, é muito talento desperdiçado vê-lo correndo por um único corredor. OBS: Em tempo, mesmo não sendo da posição, tem feito partidas mais consistentes do que os laterais de origem.
  12. until

    O que, convenhamos, não é nenhum feito histórico, né hahaha
  13. until

    Desde quando o Luan bate falta, meu Deus???
  14. until

    Um jogador a mais e não consegue colocar a bola no chão e criar. Tá complicado, a paciência tá acabando.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.