Gabriel.SRamos

Membro
  • Total de itens

    4.131
  • Registro em

  • Última visita

Sobre Gabriel.SRamos

Contact Methods

  • Website URL
    http://

Profile Information

  • Gênero
    Male

Últimos Visitantes

4.437 visualizações
  1. Eu queria descobrir qual a modalidade do Avanti do FM, essa que deixa o torcedor assistir a partida de dentro do campo rs.
  2. Talvez esse seja o único atrativo desse tipo de jogo: observar os atletas que têm tido poucas oportunidades. Sinceramente, sempre fico um pouco reticente com essas coisas, já que o nível de competitividade é baixíssimo, mas concordo com os pontos que você destacou, também foram as coisas que me chamaram um pouco mais a atenção, além do Thiago Santos que, embora tenha suas limitações, pra mim é claramente mais útil do que o FM.
  3. Jogo nível "Champions League Panamá".
  4. O Mini Mim do Tite não passa de um Eduardo Baptista eloquente.
  5. Não, cara. Esse jogo o técnico era o Cuca e não o Valentim. Palmeiras x Cruzeiro que eu citei foi o 2x2, em que o Borja fez 3 gols mas decidiram anular um deles. E mais, se o Palmeiras vislumbrou qualquer possibilidade de título brasileiro no ano passado, foi por causa do Valentim. Não estou aqui querendo dizer que o Valentim é um super técnico, que foi um super injustiçado, nem nada do tipo. Mas comparando os trabalhos, pelo menos pra mim, o do Valentim é bem melhor que o do Roger, que é idêntico ao do Eduardo Baptista.
  6. O Valentim, no pouco tempo que teve, mudou totalmente a estrutura do time e vimos ótimos jogos da equipe, inclusive contra o Cruzeiro no Allianz, em que fomos roubados descaradamente. O que afundou o Valentim foi a teimosia com aquela linha alta que, se bem feita, é bastante efetiva, mas se mal feita, dá merda, como aconteceu com o Palmeiras. Eu sempre fui a favor da manutenção do Alberto, nunca quis esse Roger aqui porque já não ia com a cara dele de outros trabalhos. Acho que ele se gaba demais por "preparar o terreno pro Renato ganhar tudo", quando na verdade, o Renato aproveitou pouco do que o Roger deixou e mudou totalmente o estilo de jogo.
  7. O Alberto Valentim fez um trabalho muito mais satisfatório que o do Roger, embora tenha sido teimoso de maneira idêntica, ao não dar mais atenção à bendita linha alta. Se tivesse corrigido isso, teria ficado no cargo. Roger é o Eduardo Baptista com um pouco mais de grife. Não há diferença alguma em ambos os trabalhos.
  8. O gol do Santos foi patético e mostra, exatamente, porque o nosso treinador foi um fracasso por onde passou: marcação por zona em bolas paradas. Só na cabeça dessa anta bípede que marcação por zona, em bolas paradas, dão certo. Bola parada é cada um no seu e pronto. Se o FM (outro burro) estivesse marcando individualmente o Gustavo Henrique ao invés de "atacar o espaço", poderia muito bem ter evitado o gol. Os erros da comissão técnica são grosseiros, não precisa ser nenhum expert para enxergar isso. Aí eu sou obrigado a ouvir que o nosso treinador é "estudioso", que sabe o que faz. Não é! Nosso treinador é tapado e usa esse rótulo de "estudioso" para camuflar a sua incompetência.
  9. Mais um jogo ridículo, desse time ridículo, com esse treinador patético. Mais um ano iremos deixar escapar um título brasileiro facílimo, porque conseguimos ser mais incompetentes do que os demais. Esse futebolzinho blasé, de toquinho de lado, de fazer um golzinho e sentar em cima da vantagem esperando o jogo acabar é medonho, ridículo, inaceitável. Ao que parece, a parada da Copa não serviu para absolutamente nada (como já era esperado). Honestamente, por mais que seja difícil admitir, o ano já está perdido. Só um erro muito grande de percurso fará o Palmeiras beliscar algum título nessa temporada. Que a diretoria comece a se movimentar já em novembro, para terminarmos o brasileiro com um técnico novo.
  10. Eu não vejo dessa forma. Acho que, sem dúvidas, o forte do Thiago não é o passe, mas melhorou muito desde que chegou. Acontece que fama de brucutu com a qual ele veio, ainda acaba permanecendo por ele não ser um jogador muito técnico (que é bem diferente de ser um bagre com a bola dos pés), então parece que ele realmente tem muitas dificuldades nesse quesito. Mas acho que ele se movimenta mais, cobre mais os espaços, mesmo que tenha falhas (e tem!) na parte tática e na cobertura. Acho que seria, mesmo com suas limitações e dificuldades, muito mais útil à equipe do que o FM. Eu me lembro dessa partida, mas não sei até que ponto vale a pena colocá-lo na zaga. Acho muito estabanado para ser zagueiro, correríamos grandes riscos, além de ser um cara que ainda tem falhas no posicionamento, pode ser uma receita certeira para o fracasso. Gostaria de ver os meninos da base no time também, mas nessa bagunça, acho que só faríamos queimar a molecada. Se o time tiver uma estrutura minimamente concisa, até dá para arriscar encaixar os meninos, mas do jeito que está, acho que não daria boa coisa.
  11. Não sei, cara. Talvez tenham imaginado que um clássico mobilizaria bastante a torcida deles e, em um estádio maior, poderiam melhorar as receitas. Mas até onde eu sei, as vendas não estão lá grande coisa não. É bem possível que o Pacaembu receba um público bem modesto hoje.
  12. O jogo será no Pacaembu.
  13. Também não acho que nenhum dos dois seja a solução, mas vejo muito mais vantagens em deixar o Thiago como titular do que o FM. O FM agrega muito em liderança. Acho que a presença dele impõe respeito nos adversários de alguma forma. Acho que ele é razoável no jogo aéreo e tem boa saída de bola, além dos ótimos lançamentos longos, que pra mim, são sua maior virtude. Entretanto, esses lançamentos já estão muito manjados. Quando ele pega a bola, os adversários já apertam ele, não dão espaço para ele ajeitar o corpo e lançar, então ele é obrigado a dar toquinho de lado. O Thiago, embora não seja um jogador rápido, se movimenta muito mais, tem uma "vitória pessoal" (Rogerzando a situação rs) no combate 1x1 muito boa, além de ter boa presença física e altura para auxiliar no jogo aéreo. Com os laterais que nós temos, que são fortes no apoio, para o time é muito mais interessante ter um cara que faz uma cobertura minimamente ok e que se movimente mais, do que um cara que tem como principal característica a articulação. É como eu sempre brinco: como volante, o FM é um ótimo meia armador rs. Mas como comentei acima, acho imprescindível a contratação de um volante que seja mais equilibrado, que saiba combater e que saiba atacar. Tenho certeza que isso melhoraria muito o nosso sistema defensivo.
  14. Mais do que isso, o elenco carece de um treinador que tenha peito para barrar o volante cerca frango que nós temos. Com o Thiago Santos, isso já melhoraria muito. Mas vai falar isso pro nosso teimosão distribuidor de coletes. Também acho que, mais imprescindível que reforçar o miolo de zaga, é trazer um meio campista que saiba ser combativo e tenha o mínimo de qualidade para sair jogando. Se a gente arranjasse outro Bruno Henrique, já resolveria bem.
  15. Acho que a ruindade do Deyverson é muito supervalorizada, pelos valores envolvidos em sua contratação. Nunca que um jogador desses vale 5 milhões de euros, nunca! Mas concordo com você quando diz que o Deyverson está "na média" dos centro avantes do Brasil. Mas discordo sobre o Guerrero e o Diego Souza. Já foram jogadores úteis, o Diego principalmente, mas hoje são apenas duas âncoras em seus times. Não atoa que o cheirinho não parece estar fazendo esforço algum para manter o peruano.