Jump to content

Gabriel.SRamos

User
  • Content Count

    17,533
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    113

Gabriel.SRamos last won the day on February 21

Gabriel.SRamos had the most liked content!

About Gabriel.SRamos

Contact Methods

  • Website URL
    @gabrielsouzaramos

Profile Information

  • Gender
    Masculino

Recent Profile Visitors

17,491 profile views
  1. Até aqui, futebol muito pobre do Palmeiras. Tem vencido e isso camufla muita coisa, mas o desempenho é sofrível. Não vimos nenhum bom jogo até aqui, talvez o jogo contra os gambás, mas de modo geral, desempenho fraco. Pontos negativos até aqui: Weverton, Piquerez e Zé Rafael. Início de temporada tenebroso do trio.
  2. until

    Que fase, Weverton!
  3. Em termos de logística, seria disparado o melhor lugar, principalmente para torcedores vindos do interior. A questão é que o Canindé cabem cerca de 20mil torcedores só e nem sei se todos os setores estão abertos. Acho que para a arrecadação, não seria o melhor lugar.
  4. Infelizmente, me vejo tendo que ser contra qualquer saída nesse momento, simplesmente porque não teremos reposições. Antes um BL no final dos jogos do que o Rony. Mas ainda assim, nenhum dos dois podem sair.
  5. Concordo. Nunca entendi essa alergia que ele tem a grandes nomes. Me parece que tem medo de ser "engolido" por jogadores maiores, o que é uma bobagem, primeiro porque não temos nenhum jogador maior que ele disponível para atuar no futebol brasileiro, segundo porque ele, na condição de líder do elenco, tem que saber lidar com todo o tipo de personalidade, justamente pelo o que você comentou.
  6. Eu acho que o Abel não aprovaria o Gabigol. Se aprovar, muito do que ele sempre pregou cai por terra.
  7. Cara, não é questão de se comparar ao cheiro, todo mundo sabe que há uma diferença no aspecto torcida e tratamento que não vai mudar nunca. Mas... o Palmeiras não pode perdê-los de vista. É um norte, um parâmetro de arrecadação que, dentro da nossa realidade, precisa ser usado sim como guia. Desportivamente falando, hoje estamos a frente deles e tirando as maracutaias que a gente já sabe que existem para favorecê-los, o mínimo que temos que fazer é atenuar a diferença. De 2016 para cá essa diferença aumentou muito, principalmente pelo fato do Palmeiras ter estagnado sua arrecadação. O que eu vejo que a torcida cobra (e com razão) é que o Palmeiras explore melhor o momento desportivo que vive para que possamos passar "ilesos" por momentos de turbulência (que vão chegar, isso é fato). Agora, se o clube estagna sua arrecadação e tem 33,5% - 1/3 do seu orçamento - pautado em receitas hipotéticas, me parece bem claro que é um caminho muito arriscado. Da mesma forma que existem cobranças acima do tom e descabidas, é preciso entender o que está sendo colocado em debate e não achar que é só reclamação a esmo. Há um embasamento, uma preocupação, dados... a maioria não está tirando nada do cool simplesmente para criticar. Estamos na melhor fase da nossa história e não estamos aproveitando isso da melhor maneira possível. Simples, esse é o cerne das críticas.
  8. Não é tão simples assim. A Legea não tem operações no Brasil, não temos a menor ideia de como será a produção e distribuição do produto. Não adianta pagar mais agora, se as camisas não serão entregues, se tiver falta de estoque, falta de logística, falta de qualidade no material... tudo isso impacta diretamente nas vendas, que impacta nos royalties, que impacta no valor agregado do negócio. Se não dá retorno, a empresa vai pular fora na primeira oportunidade. Eu negociaria só com Adidas e Puma, colocando na balança todos os prós e contras de cada uma, além, claro, do valor ofertado.
  9. Na minha visão de leigo, tenho exatamente a mesma percepção. O Palmeiras deposita muita esperança na negociação de atletas, enquanto reinveste em atletas que, até aqui, salvo algumas poucas exceções, não dão retorno algum. Uma hora a fonte seca. É loucura imaginar que a cada temporada teremos 3 ou 4 meninos que sairão por 50k cada um. Precisamos reorganizar esse orçamento, diminuindo a dependência de receitas variáveis para receitas fixas. Até porque, isso afeta desportivamente a equipe também. Vendemos o Kevin por 9mi de euros, por exemplo, e contratamos o Lázaro, que custou 1mi agora, mas se o Palmeiras decidir continuar com ele, vai nos custar mais 12k. Já ficamos no prejuízo. O aumento de receitas deveria ser a principal prioridade dessa diretoria por agora.
  10. Eu não sou lá um especialista em contabilidade, pelo contrário, meu conhecimento é quase leigo nesse assunto e por isso vou perguntar para os amigos mais esclarecidos. O Conselho Deliberativo aprovou o orçamento do Palmeiras para 2024 com uma previsão de 295,1 milhões em receitas com vendas de atletas. Das receitas totais, de 880 milhões, o valor corresponde a praticamente 33,5%, o que pra mim, leigo, é uma porcentagem muito alta. Conhecendo o futebol como conheço, entendo ser uma meta bastante arrojada e alta, que invariavelmente vai obrigar o clube a vender seus principais talentos da base (que me parece o modus operandi da diretoria) nas primeiras oportunidades que aparecerem. O que vocês acham sobre isso? E sobre a meta, será que esse valor mais alto é pela certeza da venda do Endrick ou pode vir a ser algo comum? Porque sinceramente, acho que Luís Guilherme e Estêvão ainda não serão vendidos tão já ou pelo menos não pelo valor que se estimava (minha impressão, sem informação) e não vejo outros meninos da base se destacando a ponto de conseguirem ser vendidos por valores na casa de 10k de euros, por exemplo. Em resumo, é uma previsão com algo totalmente variável. Não é arriscado apostar nisso?
  11. É igualzinho ao Borja. Inclusive, as críticas são as mesmas, pode reparar.
  12. Achei tão divertido quanto assistir uma aula de ponto cruz com a Aracy da Top Therm.
  13. Não critiquei na Libertadores, critiquei nesse lance. Atacante não pode perder um gol desses, embora, como você mesmo disse, tenha feito outros até mais improváveis.
  14. Pois é. Outra coisa que pouco se fala sobre esse jogo é que tivemos uma chance claríssima de enterrar o River com menos de cinco minutos de partida. O Rony saiu na cara do gol, livre, sozinho e… errou, pra variar. Se tivesse feito aquele 1x0 teria desmontado o River e poderia até ter vencido o jogo.
×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.