luisvap

Membro
  • Total de itens

    652
  • Registro em

  • Última visita

  1. até

    Até o presente momento o time em si não foi mal. Destaque negativo pro Luan somente.
  2. até

    Foi pênalti, mas não entendi a expulsão.
  3. Um time tem que ser montado a meu ver em função dos jogadores que melhor reunem condições físicas. Um setor de um time que conta com jogadores mais polivalentes e mais técnicos tem que ser privilegiado. Hoje o setor considerado 'top' é o meio de campo. Ataque regular. Laterais ruins, zaga abaixo da média. Dracena não pode jogar num esquema de 2 zagueiros. Ou 3 zagueiros ou linha de 4 onde os laterais não avancem e sejam consistentes defensivamente. Zé Roberto não pode jogar na lateral esquerda, nem de volante. Talvez de terceiro homem de meio ou meia aberto pela esquerda em jogos muito ocasionais.Já deve estar pensando na sua despedida. Uma pena encerrar a carreira sem título em 2017. Jean não tem condição de jogar porque ainda recupera forma física. Se o esquema fosse 3 zagueiros, no meu entendimento o melhor seria, considerando que Mina não joga mais esse ano provavelmente: Prass (enquanto Jailson nao volta); Luan, Dracena, Juninho; Mayke, Thiago Santos, Moisés, Guerra e Michel Bastos; Dudu e Wilian (pra jogos fora de casa) pra dentro de casa: Prass (enquanto Jailson nao volta); Luan, Dracena, Juninho; Mayke, Tche Tche, Moisés, Guerra e Michel Bastos; Dudu e Wilian (pra jogos fora de casa) Se jogar com 4 na linha defensiva, o melhor seria a meu ver: Prass (Jailson); Mayke, Luan, Juninho, Egidio; Thiago Santos, Moisés, Tche Tche e Guerra; Dudu e Wilian.
  4. A menos que diretor ou alguém esteja pagando ou forçando jogador a fazer corpo mole, não há como defender o Cuca. Muito difícil fazer um gol num time que veio numa ultra-retranca como a Chape, mas tivemos uma semana pra treinar... nunca mais fizemos gol de escanteio ou arremesso lateral. Não muda o esquema... coloca de titular nego que acabou de voltar do estaleiro...
  5. Difícil dizer uma afirmação dessas... complicado julgar, embora eu respeite tua opinião. Porém o que se comenta é que a família do BH é inteiramente corintiana. é exatamente isso. Sem mais.
  6. Concordo. Sinceramente concordo. O gambá ter ganho um mundial recente e chancelado pela Fifa em 2012 nos submeteu à condição de 'mais zoado'. Infelizmente por causa de 2 séries b e um mundial que muitos não estavam lá pra ver. Como não ganhamos nada por muito tempo, julgamos que agora temos que GANHAR TUDO e rápido, ainda mais por ter 'recursos financeiros' de mecenas e recursos financeiros próprios. Nenhum time vai ganhar 1 titulo por ano. Mesmo na época dos esquadrões parmalat, não ganhamos libertadores, e não ganhávamos títulos todo ano. 97 foi exemplo, 95 idem. Temos que ter time pra ser sempre competitivo. Pra classificar pras competições, estar nas cabeças. O gambá faz uma campanha muito acima da curva. É um caso a ser estudado nos próximos 50,100 anos do futebol. É como o Leicester em 2015-2016. Poderia ser um time qualquer, como era o São Caetano nos anos 2000-2001, que não era invicto, mas ganhava de todo mundo com times bem 'modestos'. Reitero que não fizemos um mau segundo tempo contra o Barcelona genérico. Acredito que faltou perna depois dos 30 minutos do segundo tempo. Aí o time morreu de novo. Se a bola do Keno entra, ninguém falaria hoje em 'cuca que não acerta o time'. O tão 'falado' Botafogo, de time de 'orçamento limitado', é o mesmo time que dominamos a maior parte do jogo no Engenhão. O time vem mostrando evolução com o Cuca. mas o Cuca nunca consegue a semana livre ou ter jogadores-chave jogando juntos. Gostaria de ver uma sequencia de umas 10 partidas com Guerra, Moisés, Dudu jogando juntos.
  7. Duvido que jogue contra o Vasco. DM que recupera bem, mas preparação física + intensidade de jogo + estado de gramado que ferram com nossos jogadores. Fora o azar. Os gambás venderam a alma ao diabo - e no mesmo pedido pediram pra ferrar a gente em 2017.
  8. Pelo jeito o último jogo do Mina. Se foi negociado pra ingressar em janeiro de 2018 no Barça, vai ficar até novembro parado. Até ter transição física e talz... acabou o ano. Que ano fdp. Não sei o que eh pior sinceramente - aqueles anos de 2012, 2014 quando tentávamos desesperadamente fugir da série B ou aqueles anos modorrentos de 2004, 2005, 2010, 2011 quando não éramos candidatos a nada. Ou os anos de expectativas como 2009 e 2017. Expectativa, gastança, contratação badalada. E nada resolveu. Esse sentimento de tristeza é potencializado pela campanha gambá, que sem dinheiro, com salário atrasado, contas atrasadas, nenhuma contratação bombástica, conseguem ser invictos no campeonato. E nesse ano de 2017 nem de arbitragem a favor deles podemos falar. Espero que o time não fique nesse sentimento de deprê por algumas semanas. Que comece a jogar bola rapidamente. Tempo pra treinar o Cuca vai ter agora. Acho que a única coisa que eu gostaria de ver como palmeirense agora seria uma vitória contundente em Itaquera. Pelo menos pra tirar o cabaço dos gambás. E óbvio, terminar pelo menos entre os 4.
  9. Foi mal meu caro... quis dizer 2 corações, pra evidenciar que ele tinha um coração a mais. E 3 pulmões, pra evidenciar que ele tinha um pulmão a mais. Prezado, respeito sua opinião, mas Valdivia não ia resolver muito no esquema do Cuca. Aliás, no esquema do Cuca o cara tem que ter o físico avantajado e ordem. O esquema do Cuca escancara a fragilidade física/falta de entrega de algum jogador. Acho o Cuca um técnico top, continuo achando, mas acho que ele tinha q mesclar um pouco o conceito da marcação zonal com a individual.
  10. DM tá ok. Preparação física + intensidade do jogo do Cuca que não estão de acordo.
  11. Do que eu vi, a partir dos 30' do primeiro tempo e pelo que meu filho contou: Jailson - regular. Foi herói em pegar o penalti do Kitu mas meio cabaço no penalti anterior que passou por debaixo da barriga. Dá pra perceber que não é especialista ou não tem tanta técnica em penalti. O time do Barcelona bateu uns 3 penaltis mal. Palmeiras idem. No tempo normal, nenhuma falha grotesca que mereça atenção. REGULAR. TT - primeiro tempo sofrível. Fraco no apoio e tomando canseira do ponta adversário, que tinha um um gás fantástico. Quando Moisés entrou no segundo, teve alguns momentos bons, arriscando, entrando em diagonal. Bateu penalti com excelência, entao acho imprudente comentário de forista falando que foi displicente. UM POUCO ABAIXO PRA REGULAR. Mina - tava ok no jogo, sem aqueles arroubos de querer conduzir bola no ataque. Pena ter saído, podia ser alguém num escanteio a fazer um gol. REGULAR. Luan - não é zagueiro canhoto. No primeiro tempo foi razoável, no segundo teve dificuldade em 1 ou 2 bolas. REGULAR. Egidio - meio omisso no primeiro tempo. No segundo sofreu um pouco com a marcação. Não acerta um cruzamento bacana há algum tempo. Não falo do penalti porque ter culhão pra bater ultimo penalti é algo só nego tipo o Moisés faz e acerta. Não o culpo por ontem, não acho que foi mal, mas acho que o tempo dele no Palmeiras já deu. Obrigado Egidio. UM POUCO ABAIXO PRA REGULAR Santos - deve ter 2 corações e 2 pulmões, porque o que corre e tira bola é uma enormidade. Porém eu não aprecio muito esse tipo de jogo onde o 'primeiro volante' tem que sair correndo atrás do meia adversário com a bola dominada. Repare que no Gambá e no Lambari, Renato, Thiago Maia, Alisson, Gabriel Traíra, Maycon estão sempre a frente da zaga, de frente pro atacante/meia adversário. Esse esquema de marcação individual do Cuca consagra o Thiago Santos, mas quando ele não ocnsegue tirar/tomar a bola, atacante e meia adversário SEMPRE chega perigosamente contra a zaga. No mais, jogador que não consegue fazer uma transição surpresa, dar um chute, um passe mais longo - isso já sabemos. REGULAR PRA BOM. BH - meio morto no primeiro tempo. NO segundo com a entrada de MOisés fez umas 2,3 triangulações com o Profeta. Cresceu de produção no segundo até uns 30 minutos. Ae morreu fisicamente e não acompanhou mais ninguem. Do pênalti, concordo que quem ganha 300k por mes deveria não perder um penalti disso, mas até ae, um goleiro que ganha 150-200k tambem nao deveria ter bola passando embaixo da barriga. RUINZINHO PRA REGULAR no conjunto da obra. DUDU - claramente é um jogador que não tem inteligência tática como Moisés ou Guerra. Isso é muito claro. É bom pra puxar o jogo em velocidade quando a defesa adversária está exposta, dar um passe final. Agora pra ditar ritmo de jogo como um playmaker, ele não serve. Nunca serviu. Nunca servirá. Indpeendente de não ter conseguido produzir no primeiro tempo, vale a garra pra ir que nem loco atrás das bolas. Literalmente se doou em campo. No segundo, com o Moisés, teve potencializado seu melhor jogo, que é a bola recebida em velocidade e fez um pequeno salseiro pela direita, até estourar o músculo. Uma pena. REGULAR PRA BOM. RG - correu, tentou ajudar na recomposição, mas faltou inspiração e inteligência. Time no primeiro tempo tb nao ajudou. Duro pegar bola na direita, ter 2,3 jogadores adversários a frente e achar que vai driblar todos. RUINZINHO. KENO - um pouco melhor que o guedes. Bateu bem o pênalti. Teve a bola do jogo, chutou certinho, se ele coloca mais força no chute que bateu na trave, iria pra fora do Allianz. Fez o correto. Pena que nao entrou. REGULAR PRA BOM. DEYVERSON - não encaixou um pivô. Não conseguiu finalizar umas 7,8 bolas como nos últimos jogos pra guardar uma. Finalizou 1,2 bolas e bolas bem 'pobrinhas'. Como um 9, poderia ter tido voluntariedade pra bater pênalti, mas nao crucifico por isso. RUINZINHO PRA REGULAR. EDU - não serve mais pra jogar como zagueiro sem sobra num esquema de marcação individual. Idade pesando. Perdeu/não acompanhou/tomou na costa umas 2,3 bolas no segundo tempo que poderiam ter complicado nossa situação. Assim como foi penalti no Mina, ele tb fez penalti naquele 9 nojento deles. E zagueiro que nao oferece perigo em bola aérea ofensiva, tb nao serve mto a meu ver no esquema cuquista. RUINZINHO. MOISÉS - se tivesse ganho o jogo, eu diria que dentro das condições físicas e da partida, ele teria tirado 10 com louvor. que pena. Maldito campeonato paulista. Maldito Eduardo Batista. Maldita Leila e Maldito Nobre que não se entenderam, romperam, culminando na saída do Cuca (a historia da familia embora verdade, foi alibi) e vinda do estagiário. Estagiário quis mostrar força no paulistinha e ao invés de rodar o elenco, pra testar esquema e jogador, pra que nós SOUBESSEMOS NOSSAS CARÊNCIAS mais cedo, foi com FORÇA MÁXIMA, desgastando e contundindo jogadores. TIVESSE MOISÉS NUNCA CONTUNDIDO EM 2017 E COM O CUCA DESDE O COMEÇO DO ANO, NUNCA TERÍAMOS SIDO ELIMINADOS HOJE. E NO BRASILEIRO DUVIDO QUE ESTARÍAMOS 15 PTS ATRÁS DO GAMBÁ. Que jogador... uns 3 passes de primeira, triangulação com Dudu, com Bruno Henrique, com TT, golaço de craque, passes inspirados, doação na marcação. Pena que sentiu e estourou alguma coisa. A recuperação médica do Palmeiras é ótima, mas a preparação não creio ser a mesma coisa. Palmeiras recupera bem contundidos, mas não previne contusões. E o esquema do Cuca tb não ajuda... cada jogo vai ter um jogador ferrado. MELHOR JOGADOR DISPARADO. DE LONGE. GUERRA - Ainda gostaria de ver Guerra e Moisés nas melhores condições físicas. Eu ainda sonho com um meio campo do tipo 4-4-2, sem essa história de 'pontas' que não pensam jogo (Guedes, Keno). Gostaria de um meio com o Tche Tche de 2016, o Moisés e o Guerra em perfeitas condições. Gostaria de ver o Dudu flutuando como segundo atacante, orbitando em volta do centro avante. Entrou meio 'frio' ontem, claramente sem ritmo algum. Parece que não engrena... quando tava engrenando, teve o lance do filho infelizmente. Bateu péssimo o penalti, pior que o Egidio. Mas fez. Não foi bem. Cuca errou feio nessa substituição. O substituto do Dudu seria o Borja. Deyverson faria a outra ponta e Borja centralizaria. Guerra não foi bem, não é jogador de flanco. RUINZINHO. Mestre CUCA - quando o esquema individual dá certo, ninguem fala nada. Mas o esquema individual de marcação exigiu uma intensidade física do time que o time não tinha. Preparação física tb nao eh das melhores. E já fizemos umas 50 partidas no ano. Deu azar de não contar com Mayke, que vinha vindo bem. Deu azar de não contar com Mina no jogo e queimar substituição. Deu azar de não contar com Dudu e queimar outra substituição. Deu azar de BH se machucar/cansar. Deu azar de Moisés cansar/machucar. Deu azar do Mattos não ter contratado um lateral esquerdo. Deu azar do Mattos não ter contratado um meia 'físico' em ordem pra jogar 2 partidas por semana. Deu azar de ter sido precedido pelo Estagiário Batista, técnico nota 3 ou 4, que ferrou com o esquema do time. Deu azar do time ter botado bola na trave ontem (mas tomou na trave tb). Deu azar de talvez eventualmente nego que teoricamente bate bem penalti ontem 'arregar' e sobrar pro Egidio. Enfim, deu azar de um monte de coisa, mas nada justificava: a) a postura passiva e um pouco medrosa no primeiro tempo. Time tinha que fazer 2 gols, já era pra estar na pressao no primeiro tempo. Não tomamos gol, é verdade, mas fomos eliminados do mesmo jeito. a substituição do Dudu, ainda que por ocntusão, tinha que ser por um atacante. Guerra ficou perdido tentando achar um espaço junto com Moisés. c) deixou o time titular sem jogar no domingo. Esperava mais jogadas ensaiadas ou algo do tipo. Do jogo de ontem, talvez só esses 3 fatos deponham contra ele. No ano perdido de 2017, acho que cabia mais jogo de cintura entre ele, Leila e Nobre pra que o mesmo tivesse continuado (através do trabalho interino do Valentim e cuquinha) e o Estagiário não tivesse sido contratado. Infelizmente voltou quando o ESTRAGO JÁ TINHA SIDO FEITO. O Estagiário com sua campanha de vitórias em cima de times fracos mascarou necessidades de um elenco mal planejado pra esse ano.
  12. Sempre quis ele no elenco até ter a convicção que se tratou de um hype, um jogador que aproveitou muito bem uma fase técnica esplendorosa de um time bem montado (Atl. Nacional), com um técnico que fazia um time ter meio campistas bastante talentosos (macnelly torres, guerra, marlos moreno) que enfiavam bolas pro '9-9'. Só tem condição de fazer algo se 'jogar plantado na área', mas não demonstrou técnica suficiente até o momento. Se o Cuca vai ter o poder de 'transformá-lo' num centroavante mais flexível, mais operacional e mais ativo, eu não sei. Eu particularmente acho que não. Apoio até o final do ano, vou torcer pra ele dar passes ou meter gol, pra ser um jogador útil, mas eu ACREDITO QUE NÃO VAI VINGAR. Espero de coração queimar a lingua, mas se tiver proposta de uns 7,8 mi de dólares da China no final do ano, venderia sem pensar.
  13. Prezado, boa tarde! Vamos trabalhar melhor o conceito de assustador: - Assustador pra você é apenas relativo a quantidade de finalizações no gol que um time sofre? Pra mim assustador não é relativo apenas a quantidade de finalizações no gol que um time sofre, mas finalizações em geral (mesmo que não vão pro gol) assim como 'correria sofrida' e ausência de posse de bola. O time do Palmeiras morreu aos 10 min do segundo tempo no Equador. Morreu. Deixou o guayaquil chutar no gol, deixou inverter bola, deixou eles fazerem correria, deixou eles fazerem chuveirinho na área, deixou eles terem a posse de bola, deixou de contra atacar. Então ao meu ver foi assustador sim. Agora, se eles jogaram TUDO o que eles podiam lá, de certa forma fico aliviado, pois mesmo com ESSE TUDO, tomamos um gol bem cagado, numa 'semi-falha' do Prass. Porém, se eles jogaram 70 a 80% do que sabem, fico preocupado, pois no Equador eu vi mais empenho, garra e correria do que técnica do time deles. Concordo contigo que a impressão que transpareceu é que não são técnicos, mas são de correria. E pra time que joga no contra ataque contra nós, com a correria que eles mostraram dos atacantes e pontas, eu tou infelizmente convicto que um gol tomaremos. mas tou razoavelmente convicto que passaremos. Abs
  14. Esse jogo vai exigir muita intensidade física. Temo por jogadores como Moisés e Guerra. Meu maior medo é o quase 95% de certeza que tenho que vamos tomar gol. Se não tomarmos esse gol, nossas chances aumentam uns 50%, porque 2 gols no Allianz eu tenho 100% de certeza que faremos. Os únicos jogos que não fizemos gol no ano no Allianz acho que foram contra os Gambás, contra o galo e contra o Atl-PR. Contra o Atl-PR o time reserva tava em ritmo varzeano. Contra o Galo, a produção ofensiva foi mal e contra o Gambá, infelizmente eles são o time a ser batido. Vamos precisar de um gol de falta, escanteio ou chute de fora da área no primeiro tempo. Se fizer esse gol, acho que o outro sai 'naturalmente'.
  15. Quero ver dudu, deyverson, guerra, moises no mesmo time. Se for o tche tche de 2016, caberia também. Pra mim o Moisés recuperando a forma o time será: jailson; mayke, mina, luan, egidio; b.h, Moisés, guerra; rg, deyverson e dudu Thiagao, tche tche, jean, ze roberto e keno seriam os decimo-segundos titulares.