Jump to content

Silva

Falando de Palmeiras - Proibido Off-topic

Recommended Posts

8 minutos atrás, Laércio68 disse:

O bom é saber que ninguém é insubstituível 

e como em qualquer empresa, num ambiente profissional que envolve milhões de reais em negociações, o diretor responsável quando acerta tem que ser elogiado, pode pleitear aumento salarial, mas quando erra tem que ser cobrado internamente, simples.

Edited by Neto palestra

Share this post


Link to post
Share on other sites

"ahhhh, nas o Palmeiras investiu milhões e não foi campeão!", "ahhhhh, mas o Atlético usa a base!", "ahhhh tapa na cara de jogador medroso!". 

Galera, menos. Se o futebol fosse: o maior investimento ganha, não precisava disputar. Por isso o futebol é bonito. Que bom que o Atlético ganhou. Vocês falam como se eles não fossem também a muitos anos, um clube muito bem estruturado. E estão sim contratando muito e pagando bem, dentro da realidade deles. Se tivessem mais dinheiro, quem sabe gastariam mais. Montaram um bom time, mérito do departamento de futebol deles, e não demétrio do nosso.

Edited by williamfloriani

Share this post


Link to post
Share on other sites

Em tempos onde Palmeiras de Betinho e Luan foi Campeão da Copa do Brasil, onde Santo André também já foi, pra mim é um campeonato sem parâmetro para comparar. 

A hora que um time que utiliza a base for campeão de um campeonato de pontos corridos como o brasileirão,  aí eu concordo em analisar o que estão fazendo de diferente.

Eles estão em 11 na tabela, ano passado disputamos Libertadores e Copa Do Brasil Até as semi finais e ganhamos o Brasileiro. 

Daí eu pergunto,  qual estrutura é melhor???

Share this post


Link to post
Share on other sites

Esse negócio de lista de dispensa para usar a base precisa ser feito com consciencia.

 

Eu acho que temos que renovar (oxigenar) um pouco e aproveitar ao máximo nosso elenco.

 

Acredito que não devemos renovar com alguns e dispensar outros:

Prass - idade chegou apesar de ser ídolo

Dracena - idade

Antonio Carlos - grosso

Jean - idade

Tiago Santos - Tem melhor na base

Borja - grosso

Carlos Eduardo - horrível

Deyverson - grosso

 

Dispensando esses já dá para aproveitar a base e trazer alguma contratação pontual.

 

Agora vamos dar um tempo e deixar o time trabalhar e ganhar esse brasileiro...

Share this post


Link to post
Share on other sites
44 minutos atrás, Hmenon disse:

Em tempos onde Palmeiras de Betinho e Luan foi Campeão da Copa do Brasil, onde Santo André também já foi, pra mim é um campeonato sem parâmetro para comparar. 

A hora que um time que utiliza a base for campeão de um campeonato de pontos corridos como o brasileirão,  aí eu concordo em analisar o que estão fazendo de diferente.

Eles estão em 11 na tabela, ano passado disputamos Libertadores e Copa Do Brasil Até as semi finais e ganhamos o Brasileiro. 

Daí eu pergunto,  qual estrutura é melhor???

Palmeiras foi campeão com o Matheus Salles destruindo na final em 2015, campeão com Jesus destaque em 2016 (estava na final de 2015 tb), "ahhh, mas não é um time formado só por jogadores da base", lógico q não, é uma falácia q o pessoal utiliza para desmerecer quem cobra a base no time principal até pq ngm em sã consciência pediria um elenco formado só pela base no time atualmente mais estruturado do país, q pode ter reforços de peso. Se o Palmeiras puder contratar 30 jogadores tops, já feitos, nunca mais abriria a boca pra falar da base, mas não é a realidade de nenhum time brasileiro, o Flamengo contratou ótimos titulares com a venda de moleques da base q jogaram no profissional e foram vendidos por 10x mais q os nossos. O reserva deles na zaga era reserva do Vitão q vendemos nas Seleções de base, o nosso não serve pra ser reserva no lugar do AC ou Dracena, vai entender. Lembrando q ele, Luan Candido e Allan foram campeões com a Seleção com o Vinicius Jr q foi vendido por 45 milhões de Euros e os nossos, nada.

O Grêmio campeão em 2017 e sempre nas cabeças da Libertadores cheio de garotos da base... Não vai montar um time todo, mas vai cobrir lacunas no elenco ao invés de contratar um qlq de outro time ou o Grêmio contrataria alguém melhor q o Luan, Cebolinha, Arthur, Pedro Rocha? 

Edited by ticotonto

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Verdissimo

 

Nunca fui crítico do Felipão, mas vocês conseguem imaginar ele dando uma resposta desta pro Murici?

Porra Mano ganhou muitos pontos comigo com essa resposta.

Edited by Verdissimo

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Hmenon disse:

Em tempos onde Palmeiras de Betinho e Luan foi Campeão da Copa do Brasil, onde Santo André também já foi, pra mim é um campeonato sem parâmetro para comparar. 

A hora que um time que utiliza a base for campeão de um campeonato de pontos corridos como o brasileirão,  aí eu concordo em analisar o que estão fazendo de diferente.

Eles estão em 11 na tabela, ano passado disputamos Libertadores e Copa Do Brasil Até as semi finais e ganhamos o Brasileiro. 

Daí eu pergunto,  qual estrutura é melhor???

Ninguém ta falando que a estrutura deles é melhor, mas de fazer mais com menos, atingir todo seu potencial. E isso nao acontece no Palmeiras, poderiamos ganhar muito mais se os recursos nao fossem subaproveitados

Share this post


Link to post
Share on other sites
24 minutos atrás, Verdissimo disse:

 

Nunca fui crítico do Felipão, mas vocês conseguem imaginar ele dando uma resposta desse pro Murici?

Porra Mano ganhou muitos pontos comigo com essa resposta.

Pensei que era treta... 😔

FAKE NEWS

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest Verdissimo
51 minutos atrás, jfrancisco2012 disse:

Pensei que era treta... 😔

FAKE NEWS

 

43 minutos atrás, dispinella1914 disse:

Também pensei kkkkk.

Quis demonstrar o nível de conhecimento técnico e tático sobre o adversário que o Mano tem.

Não gosto de desmerecer o Felipão em nenhum momento, mas acho que o Mano hoje é superior a ele como técnico.

Share this post


Link to post
Share on other sites

“O Palmeiras não usa a base” é um mito; discussão precisa melhorar

PUBLICADO EM 19/09/2019 por Verdazzo

O uso da base – ou a falta dele – vem sendo usado como argumento para bombardear a gestão de Alexandre Mattos à frente do futebol palmeirense. De fato, o atual diretor de futebol tem cometido alguns erros à frente do departamento e não está nem um pouco livre de receber críticas. E a forma de aproveitamento da base talvez seja mesmo um deles.

A despeito da atuação de Mattos nos últimos anos, o Palmeiras é criticado há décadas por ser um time que não aproveita a base no time de cima.

Será que a fama é justa? E por que será que a maioria dos meninos que conseguem alguma chance não vingam no time de cima?

O objetivo deste post é desmistificar a fama de nosso clube de não usar a base e apresentar elementos para promover uma discussão um pouco mais ampla sobre o aproveitamento de jovens no Palmeiras.

Vamos aos dados:

Vinicius; Taylor (Mailton), Thiago Martins (Vitão), Nathan (Pedrão) e Victor Luis (Esteves); Gabriel Furtado, Matheus Sales (Jobson), Juninho Silva e Vitinho; Gabriel Jesus e Fernando (Yan, Papagaio, Artur, Iacovelli ou Léo Passos).

Este time totalmente oriundo de nossa base já entrou em campo de 2015 para cá, já sob a gestão Mattos. Todos já tiveram alguma chance – é claro, não ao mesmo tempo.

Convenhamos: tirando o extra-classe Gabriel Jesus, ficaríamos bem pouco empolgados caso qualquer um deles fosse contratado no mercado. Tirando alguns poucos que poderiam (ou ainda podem) evoluir bastante na carreira, a lista contém vários flops. Parece um time dos tempos em que viramos coadjuvantes.

Por falar nesse tempo, temos mais uma penca de jogadores da base usados de 2010 para cá, antes da chegada de Mattos, que desmentem a fama de não aproveitarmos os pratas-da-casa. Com exceção de Marcos, a sensação ao verificar a lista não é positiva. Talvez o único dessa lista que tem ou teve uma carreira interessante foi o lateral Gabriel Silva.

GOLEIROS
Bruno
Deola
Fábio
Raphael Alemão

LATERAIS
Bruno Oliveira
Léo Cunha
João Pedro
Luís Felipe
Gabriel Silva

ZAGUEIROS
Wellington
Gualberto
Luiz Gustavo
Marcos Vinicius

VOLANTES
Renato
Souza
Bruno Turco
Gabriel Dias
João Denoni
Fernando

MEIAS
Felipe
Bruno Dybal
Índio
Patrik
Bruno Oliveira
Diego Souza Xavier
Edílson
Joãozinho
Patrick Vieira

ATACANTES
Chico
Vinishow
Caio Mancha
Émerson
Erik
Miguel Bianconi

Em compensação, outros como Deola, Vinishow e Patrik vestiram nossa camisa por mais de 100 vezes. E nenhum deixou saudades.

Ao todo, foram citados 55 jogadores de nossa base, que tiveram alguma chance de 2010 para cá, no time principal. Definitivamente, não dá para dizer que “o Palmeiras não usa a base”.

O que é histórico é que nossa base, até 2012, sempre foi uma excrescência. Mal gerida, usada como balcão de negócios, fatiando os direitos econômicos dos atletas sempre que possível para agradar a uma ou outra figura de bom relacionamento com nossas diretorias, com um trabalho de formação pobre e atrasado, nossas categorias menores só produziram talentos como Marcos por fenômenos estatísticos.

Usa a base, mas usa mal

O problema do Palmeiras não é não usar a base, mas sim como a usa. Até 2012 era mero remendo: o clube recorria à molecada para emergencialmente preencher lacunas no elenco, e muitas vezes, como vimos, usava meninos com sérias deficiências na formação e/ou na transição.

Isso mudou a partir de 2013, quando a gestão foi remodelada em todos os aspectos. Hoje o Palmeiras é um devorador de títulos nas categorias de base. O clube já produz jogadores que podem eventualmente compor o elenco principal, ao menos como terceira opção. Um dos problema no uso atual da base é que a transição para o profissional ainda parece precisar de um aprimoramento.

A tática usada com alguns, como Arthur, Pedrão, Gabriel Furtado, Matheus Rocha, Vitinho, Léo Passos e Papagaio, é emprestá-los a times com menos pressão para que possam pegar rodagem jogando. Funcionou bem com Victor Luis.

A questão é que quando o contrato se aproxima do fim, tendo como concorrência em nosso elenco atletas contratados a altos valores no mercado, os agentes preferem recolocá-los onde tenham mais oportunidades de jogar, imediatamente.

Outros, por pressa ou por oportunidades, acabam nos deixando muito cedo, como recentemente Vitão e Fernando. Outros partem sem ao menos estrear, como Luan Cândido. Todos foram negócios muito bons em termos financeiros para o clube.

Mas será que a avaliação entre vender ou segurar; liberar ao final de contrato ou promover, está sendo feita da melhor forma? Quais são os critérios objetivos usados para esse processo de tomada de decisão?

O uso da base é precioso demais para ser usado apenas como argumento (falacioso, como pudemos ver) para atacar o diretor de futebol do Palmeiras, uma das cadeiras mais cobiçadas do país por qualquer profissional da área comercial. A discussão precisa melhorar. Com os dados acima, esperamos contribuir para isso.

* Os dados estatísticos estão contando a partir de janeiro de 2010. Isto se deve ao fato de que esses dados estão sendo adicionados manualmente em nosso banco e o processo é minucioso e longo. Neste momento os dados de 2009 estão sendo inseridos. A previsão para que todos os dados, desde 1915, de todos os jogadores, estejam disponíveis é final de 2021.

 

Fonte: https://www.verdazzo.com.br/o-palmeiras-nao-usa-a-base-e-um-mito-discussao-precisa-melhorar/

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 horas atrás, SEP_Mascara disse:

PARA MUDARMOS OS ASSUNTOS INÚTEIS QUE ESTÃO SENDO ABORDADOS NAS ÚLTIMAS PÁGINAS, SEGUE UM RESUMO ABAIXO:
 

- O Palmeiras NÃO está pedindo nenhuma adiantamento de cotas para a Globolixo, coincidentemente temos uma oposição que está se aproveitando do momento e junto de um bando de marginais (TO), que estão pedindo o Mattos fora, essa notícia surge sem pé e nem cabeça, totalmente plantada, coincidência, né?!

- Angulo não é o futuro Cuadrado, por favor, tenham paciência e parem de acreditar em vídeos de YouTube, estamos numa fase de extrema importância no campeonato e que a somatória da maior quantidade de pontos é necessária, portanto os jogadores que entrarem em campos devem ser cascudos e de confiança.

- Porra nenhuma de Dedé nesse momento, parem de especular e vamos confiar no nosso elenco para essa temporada, deixa abrir o tópico de especulações no final do ano, foco nesse 2º turno, vamos calar a boca de muita gente.

- Parem de ficar procurando pelo em ovo e deixem o Mano Menezes trabalhar, se você não gosta dele (pq treinou o nosso maior rival), para de assistir aos jogos, atualmente estamos com 03 jogos e 03 vitórias e na fase recente 1x0 é goleada, torcer para essa semana vazia ser de muita evolução em nosso estilo de jogo.

- Por fim, Ei, você torcedor de outro time que se cadastra aqui, vtnc!

 

Cara achei que ja tinha virado essa pauta de TO...ainda bem que esse mês pouco acompanhei o fórum

Só imaginando quando o PAlmeiras começar a perder outra vez

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, JoaoF disse:

Vamos aos dados:

Vinicius; Taylor (Mailton), Thiago Martins (Vitão), Nathan (Pedrão) e Victor Luis (Esteves); Gabriel Furtado, Matheus Sales (Jobson), Juninho Silva e Vitinho; Gabriel Jesus e Fernando (Yan, Papagaio, Artur, Iacovelli ou Léo Passos).

Este time totalmente oriundo de nossa base já entrou em campo de 2015 para cá, já sob a gestão Mattos. Todos já tiveram alguma chance – é claro, não ao mesmo tempo.

Fonte: https://www.verdazzo.com.br/o-palmeiras-nao-usa-a-base-e-um-mito-discussao-precisa-melhorar/

Usar esses "dados" pra afirmar que o Palmeiras utiliza a base é bizarro. Quantos jogos fizeram estes jogadores? Efetivamente utilizados, aqueles que possuíam um papel real no elenco, foram Thiago Martins (que nem da base é, mas ok), Nathan (até 2014, nem sei porque entrou na conta), Victor Luis, Sales (em brevíssimo momento entre 2015 e 16) e Gabriel Jesus. Cinco jogadores.

Share this post


Link to post
Share on other sites

marcelodelima.jpg

 

Uma dúvida caros colegas foristas, porque o Palmeiras não pede a mudança desse indivíduo junto a CBF, esse o qual apitará nosso jogo domingo? 

Creio que essa rodada será demais importante para nós. Não adianta vir depois chorando o leite derramado.

Antes que venham criticar e dizer que estou chorando e a teoria do contra tudo e contra todos, repensem os "erros" que já tivemos nesse e em outros campeonatos. 

 

Edited by Papaléguas

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutos atrás, Vitor_Palestra disse:

Usar esses "dados" pra afirmar que o Palmeiras utiliza a base é bizarro. Quantos jogos fizeram estes jogadores? Efetivamente utilizados, aqueles que possuíam um papel real no elenco, foram Thiago Martins (que nem da base é, mas ok), Nathan (até 2014, nem sei porque entrou na conta), Victor Luis, Sales (em brevíssimo momento entre 2015 e 16) e Gabriel Jesus. Cinco jogadores.

Mas o que o tópico anterior estava querendo mostrar (pelo que eu entendi) era quem teve oportunidade, e não quem necessariamente teve papel importante ou continuidade.

A partir disso dá pra debater se essa grande maioria não teve continuidade ou papel importante na equipe por não terem aproveitado a oportunidade ou porque a oportunidade dada foi muito pequena/curta.

Eu acredito que se não tiveram continuidade foi porque realmente não souberam aproveitar as oportunidades que tiveram, mesmo que poucas. Se você tem menos de 20 anos e te botam pra treinar e jogar no profissional, tem que dar o seu melhor de sempre, porque aquela é a oportunidade da sua vida, é onde os rumos dos seus próximos 20 anos vão ser traçados.

Share this post


Link to post
Share on other sites
25 minutos atrás, Vitor_Palestra disse:

Usar esses "dados" pra afirmar que o Palmeiras utiliza a base é bizarro. Quantos jogos fizeram estes jogadores? Efetivamente utilizados, aqueles que possuíam um papel real no elenco, foram Thiago Martins (que nem da base é, mas ok), Nathan (até 2014, nem sei porque entrou na conta), Victor Luis, Sales (em brevíssimo momento entre 2015 e 16) e Gabriel Jesus. Cinco jogadores.

Antes de vc ler a baixo, esteja ciente que eu também quero que o Palmeiras utilize a base. Sera que nossa torcida ira ter paciência com o jogador para a transição base / profissional?

Esse levantamento de dados não é meu.

Porem essa pergunta tem uma resposta simples.
Em quais times esses jogadores estão "brilhando hoje"?(tirando GJ). Se eles não fizeram muitos jogos no profissional é pq não tinham qualidade / capacidade para jogar no profissional.

Nossa torcida acha que a solução de todos nossos problemas esta na base. Que vai aparecer um novo GJ todo ano.

Pelo que me recordo nenhum dos jogadores que saiu da nossa base de 2015 até hoje(sem passar no profissional), estourou no futebol.

Entendo e concordo com as criticas ao Mattos por algumas contratações.

Ex: Sera que a torcida terá paciência com o Angulo?  Se ele errar passes, finalização, ser fominha na hora errada?

O problema é que a maneira que a torcida fala hoje, é como se nós tivesse perdido um Messi ano passado e um CR7 esse ano vindos da base.

Edited by JoaoF

Share this post


Link to post
Share on other sites
24 minutos atrás, Renan Duarte disse:

Mas o que o tópico anterior estava querendo mostrar (pelo que eu entendi) era quem teve oportunidade, e não quem necessariamente teve papel importante ou continuidade.

A partir disso dá pra debater se essa grande maioria não teve continuidade ou papel importante na equipe por não terem aproveitado a oportunidade ou porque a oportunidade dada foi muito pequena/curta.

Eu acredito que se não tiveram continuidade foi porque realmente não souberam aproveitar as oportunidades que tiveram, mesmo que poucas. Se você tem menos de 20 anos e te botam pra treinar e jogar no profissional, tem que dar o seu melhor de sempre, porque aquela é a oportunidade da sua vida, é onde os rumos dos seus próximos 20 anos vão ser traçados.

Se a "oportunidade" é entrar nos minutos finais de dois jogos, então não é oportunidade. Meu ponto é esse, e foi o que ocorreu com a grande maioria dos atletas citados.

Share this post


Link to post
Share on other sites
17 minutos atrás, JoaoF disse:

Antes de vc ler a baixo, esteja ciente que eu também quero que o Palmeiras utilize a base. Sera que nossa torcida ira ter paciência com o jogador para a transição base / profissional?

Esse levantamento de dados não é meu.

Porem essa pergunta tem uma resposta simples.
Em quais times esses jogadores estão "brilhando hoje"?(tirando GJ). Se eles não fizeram muitos jogos no profissional é pq não tinham qualidade / capacidade para jogar no profissional.

Nossa torcida acha que a solução de todos nossos problemas esta na base. Que vai aparecer um novo GJ todo ano.

Pelo que me recordo nenhum dos jogadores que saiu da nossa base de 2015 até hoje(sem passar no profissional), estourou no futebol.

Entendo e concordo com as criticas ao Mattos por algumas contratações.

Ex: Sera que a torcida terá paciência com o Angulo?  Se ele errar passes, finalização, ser fominha na hora errada?

O problema é que a maneira que a torcida fala hoje, é como se nós tivesse perdido um Messi ano passado e um CR7 esse ano vindos da base.

Eu não acho que é a solução de todos os problemas e não espero que o Palmeiras só crie craques ou jogadores que brilhem intensamente em outros clubes. Entendo que a base pode fornecer jogadores pra composição de elenco, com a possibilidade de se desenvolverem em um clube com estrutura excelentes, cercados de profissionais de alta qualidade, algo que não ocorre na grande maioria dos clubes em que eles são despejados pelo Palmeiras.

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Vitor_Palestra disse:

Eu não acho que é a solução de todos os problemas e não espero que o Palmeiras só crie craques ou jogadores que brilhem intensamente em outros clubes. Entendo que a base pode fornecer jogadores pra composição de elenco, com a possibilidade de se desenvolverem em um clube com estrutura excelentes, cercados de profissionais de alta qualidade, algo que não ocorre na grande maioria dos clubes em que eles são despejados pelo Palmeiras.

Então Vitor, um caso muito legal de lembrar aqui é o Vitor Luis, quando subiu da base para profissional, todos o criticavam queriam sua saída do time.

Foi emprestado para o Botafogo, pego experiencia, desenvolveu no profissional e hoje é um ótimo jogador para compor elenco.

Hoje temos Artur no Bahia, ganhando experiencia, fazendo a transição para o profissional, cometendo erros "bobos" em um time que a torcida não é tão exigente quanto a do Palmeiras. Ano que vem ele pode voltar e ser bem melhor aproveitado, do que se tivesse ficado aqui esse ano.
São raros os casos de jogadores que já conseguem sair da base para o profissional e se adaptar rapidamente.

Eu acho que estamos no rumo certo por enquanto.

 

Edited by JoaoF

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.