Jump to content

Silva

Falando de Palmeiras - Proibido Off-topic

Recommended Posts

21 minutos atrás, RafahSEP disse:

Jogo de paciência faz parte do futebol passado.

O futebol moderno pede intensidade, blitz, raciocínio rápido e movimentação constante. Assim jogam cheirinho, Gremio, Santos e Atletico PR , os mais bem sucedidos em termos de desempenho em campo, o famoso "futebol bonito".

Em 2020 que quero meu time jogando futebol MODERNO. Pra isso precisa reformular 80% do elenco e um treinador com mentalidade moderna.

Também desejo isso, e já faz um bom tempo, mas ainda penso que grande parte da torcida goste mais de resultado. Tenho seríssimas dúvidas se um treinador diferente iria sobreviver no Palmeiras se colhesse duas ou três derrotas seguidas em início de trabalho ou se o time não estivesse voando em 4 ou 5 meses de trabalho.

E isso também passa, em boa medida, pela forma como o presidente e o depto. de futebol conduzem a gestão da equipe. Nenhum dirigente do Palmeiras tem mostrado capacidade e vontade de respaldar trabalhos de acordo com uma hierarquia definida e tornando o ambiente imune a pressões que chegam de todos os lados.

Edited by Leo Basile

Share this post


Link to post
Share on other sites
4 minutos atrás, danielmanzano disse:

Nossa, nem tava ligado q hj é contra o sp.

Desliguei total até o final do ano. tomara q vença. Existe alguma possibilidade de ficarmos fora da liberta?

Chance matemática tem, mas é extremamente improvavel, a distância para o sexto colocado são de 12 pontos com 10 rodadas para o fim do campeonato. E se a Mulambada vencer a Libertadores o G-6 vira G-7.

Share this post


Link to post
Share on other sites
49 minutes ago, T-R3X said:

Pergunta:

Se o time estivesse jogando um futebol bonito, mas os resultados não estivessem vindo e nós estivéssemos em 4º ou 5º no BR, a galera ia ter paciência com o treinador?

Pq sinceramente... Eu duvido!

Primeiro gostaria de esclarecer um ponto. A questão não é ter um futebol bonito. É ter um futebol eficiente, criativo e com alternativas. Na maioria dos nossos jogos, parece que vencemos na sorte.

O time tem que ter um mínimo de criatividade que transmita à torcida a sensação de que a qualquer momento vamos resolver o jogo. Isso também se transmite ao adversário.

Em relação á posição no campeonato, a satisfação é muito relativa ao elenco que o treinador tem em mãos. 

Analisando o nosso elenco atual, se estivéssemos com esse futebol de criatividade (pode chamar de futebol bonito), com certeza não estaríamos em 4º ou 5º, mas sim na liderança ou mais próximo à ela e com maior competitividade nas copas.

Em um cenário com um elenco mais reduzido e limitado, se estivéssemos em 4º ou 5º, com certeza a pressão da torcida não seria em relação à parte técnica e sim na contratação de mais jogadores.

Sei que aqui não é o local para falar de outros times, mas o caso do Santos, por exemplo, ilustra bem isso. Estar na parte de cima da tabela com aquele time ridículo é uma proeza e vem muito da competência do técnico. A torcida entende isso e até tem um certo grau de satisfação. Agora, pode ver que a torcida dos caras continua cobrando a diretoria por novos reforços, pois queria ver o time brigando pelo título.

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, Exagerado disse:

Difícil saber o motivo de não buscar alternativas.

O pessoal não é coerente quando afirma serem escolhidos os piores jogadores de titular. Dizem que o treinador quer manter emprego. Porém, manter emprego, significa fazer as melhores escolhas possíveis.

Muito se defende Matheus Fernandez e a falta de chance. O argumento é que apenas o jogo testa o jogador com a intensidade real, algo que não oferece o treino.

Penso ser relativa a afirmação. O jogador pode sim buscar destaque nos treinos e abrir caminho mostrando dedicação. Penso que o MF teve poucas chances, foi razoável, mas em nenhuma encheu os olhos. O Matheus Sales fez mais do que ele na final contra o Santos e sabemos que este volante é apenas um jogador mediano.

Insisto na ideia. Os treinadores que passaram nos últimos anos mexem uma coisa, outra, testam esse e aquele, mas no final sempre repetem soluções idênticas. Temos um elenco limitado em opções. Se o MF e o TS não gritam por mais espaço, no bom sentido, jogando bola, vai ficam as estrelas BH e FM, que apesar de ser bons, são muito lentos.

Outro exemplo: Hyoran - em tese é excelente jogador para compor elenco. Soube esperar a evolução física, se dedicou. Contudo, em nenhum momento pediu para ser titular ou meteu a boca para reclamar oportunidade. Nem pediu para sair do clube e jogar mais vezes. Tá tudo bem, tá tudo certo para ele. Faz o mínimo e recebe bem para isso. Como o treinador vai se sentir estimulado para apostar no cara? Se ele se acomoda, vai entrando o Carlos Eduardo que custou caro e apesar de ter dificuldades com a bola, parece se esforçar mais. Assim como é esforçado o "menino Dey". Atrapalhados com a bola, mas mostram vontade.

Eu quero ver no elenco 11 titulares jogando bem e os reservas putos por não entrarem, comendo a grama em qualquer oportunidade para mostrar valor. Que se dane se o elenco é feliz e joga poker juntos no churrasco. Hoje, quando entra um reserva no Palmeiras, o cara corre mais cansado do que o que estava em campo.

Portanto, nem Roger (que tinha boa pontuação), nem Felipão (campeão), nem Mano (atual), nem Sampaoli, nem Gallardo e tampouco o Guardiola dariam jeito sem opções consistentes. No fim, seria mais do mesmo, porque as escolhas para montar o elenco foram ruins.

Se era previsível ou não é outra história. O fato é que o Palmeiras está suficientemente bom para não ser ruim. Isso valeu um campeonato em 2018, mas para 2019 não bastou e provavelmente trará problemas em 2020.

Aprender com os erros e seguir em frente. Com o Mano ou sem o Mano. Precisamos de reformulação desde os processos de amadurecimento de jogadores da base, processos de seleção para compra e venda de jogadores, até a definição das características de jogo que seja próprio do Palmeiras e que agrade a torcida e não dependente de humor deste ou daquele treinador.

Tudo está errado? Não, apenas foi insuficiente e portanto merece a reorganização.

 

 

Me desculpa, mas no futebol brasileiro fazer as melhores escolhas possíveis não significa manter o emprego, ainda mais quando isso significa trocar um jogador de nome, um dos líderes do grupo por outro mais jovem e sem tanto currículo.

Share this post


Link to post
Share on other sites
10 minutos atrás, Rafael Pozza disse:

Primeiro gostaria de esclarecer um ponto. A questão não é ter um futebol bonito. É ter um futebol eficiente, criativo e com alternativas. Na maioria dos nossos jogos, parece que vencemos na sorte.

O time tem que ter um mínimo de criatividade que transmita à torcida a sensação de que a qualquer momento vamos resolver o jogo. Isso também se transmite ao adversário.

Em relação á posição no campeonato, a satisfação é muito relativa ao elenco que o treinador tem em mãos. 

Analisando o nosso elenco atual, se estivéssemos com esse futebol de criatividade (pode chamar de futebol bonito), com certeza não estaríamos em 4º ou 5º, mas sim na liderança ou mais próximo à ela e com maior competitividade nas copas.

Em um cenário com um elenco mais reduzido e limitado, se estivéssemos em 4º ou 5º, com certeza a pressão da torcida não seria em relação à parte técnica e sim na contratação de mais jogadores.

Sei que aqui não é o local para falar de outros times, mas o caso do Santos, por exemplo, ilustra bem isso. Estar na parte de cima da tabela com aquele time ridículo é uma proeza e vem muito da competência do técnico. A torcida entende isso e até tem um certo grau de satisfação. Agora, pode ver que a torcida dos caras continua cobrando a diretoria por novos reforços, pois queria ver o time brigando pelo título.

Vou colocar aqui o que eu coloquei no grupo do PTD:

Pega os últimos 10 anos.

Qual time aqui no Brasil jogou de forma eficiente, criativa e com alternativas?

De cabeça assim, consigo pensar no Cruzeiro de 2013/14 e o Santos de Neymar. Fora isso, os times sempre jogaram de uma forma parecida...

Vou usar notas para exemplificar meu pensamento.

Vamos dizer que o futebol praticado no brasileiro é um futebol nota 5.

No nosso elenco temos BONS jogadores nota 6 mas nenhum excelente, Dudu é a única exceção que deve ser um nota 7.

Aí chega o Flamengo e contrata uns 4/5 jogadores que são nota 6,5/7 (Filipe Luís, Rafinha, Gabriel, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gerson...) e desequilibra de vez o campeonato.

No nosso elenco, tirando o Dudu, não tem ninguém que chama o jogo, pede a bola, faz uma jogada individual...

Futebol no Brasil é sempre nivelado por baixo, a qualidade técnica aqui é baixa demais, só ver quais foram as últimas grandes vendas para a Europa, sempre jogador com menos de 20 anos pq eles conseguem moldar o cara, pq sabem que aqui o nível é baixo demais.

Mesmo se trouxer um técnico de fora, COM ESSE ELENCO, eu acho que dificilmente teria uma evolução tão grande. Fora que nosso elenco é VELHO, tem a maior média de idade da série A e somos o time que MENOS usa a base. Tem que mudar muita coisa, não adianta só ficar falando que é culpa do Mano.

Share this post


Link to post
Share on other sites
22 minutos atrás, Neto palestra disse:

jogando com dois volantes lentos, um único meia perdido e dois pontas abertos, distantes, dificilmente, vai ter troca de passes envolventes, jogadas ensaiadas, etc..., é tocar a bola pra o Dudu e torcer que saia jogada, ou bolas paradas...

hoje qualquer meia que entra p/ jogar no time do Palmeiras é igual ao naufrago... e a bola longe igual o wilson... nem o zidane jogaria nesse time hoje...

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Parece que a Libertadores esse ano será disputada em 2 jogos igual sempre foi, um na Argentina e outro aqui, Chile está cancelando todos os eventos internacionais.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites
1 hora atrás, Allianz Victor disse:

Acho que o clássico de hoje, o jogo contra o corintians e flamengo, vai ser decisivo para o Mano/Mattos, ao menos eu acredito nisso.

Bem, do gambá pode esperar que vão estar com as perna aberta no maior ângulo possível. Nunca que vão querer dificultar pra tentar 'nos ajudar'.

Share this post


Link to post
Share on other sites
11 minutos atrás, Silvio Osório disse:

hoje qualquer meia que entra p/ jogar no time do Palmeiras é igual ao naufrago... e a bola longe igual o wilson... nem o zidane jogaria nesse time hoje...

 

Realmente.

Share this post


Link to post
Share on other sites
20 minutos atrás, luisvap disse:

Espero estar muito errado, mas temos chance de levar sacode hoje e o spfc tirar a virgindade deles no Allianz. Óbvio que não torcerei contra, mas o bambi só tem jogador rápido da volância pra frente.

HOJE TEM CLASSICO CARAJO!!! 
VAMOS GANHAR DO BAMBI E MELHORAR O MORAL DO TIME/CLUBE.

3x1, FORA A COBERTURA! 

AVANTI SEP!!!!!!!!

Share this post


Link to post
Share on other sites

Palmeiras aposta em 2020 turbinado por estádio e força da base

 
 
 
 
 
 
 
 

PVC

30/10/2019 04h00

O Palmeiras não define a porcentagem de jogadores, mas já definiu que 2020 precisará ser um marco do aproveitamento das divisões de base no time de cima. Entre contratar um novo jogador e olhar para seus garotos, a prioridade será entender se há alguém na formação capaz de suprir ausências do time de cima. O trabalho combina com a filosofia de Mano Menezes, que neste ano dispensou Manoel para ter Cacá no elenco. Mas a diretoria deixa claro que o técnico será parte integrante do processo, não por ser Mano Menezes: "A decisão é do clube", diz Maurício Galiotte.

A definição vai ao encontro de uma crítica antiga deste blog. Se Alexandre Mattos é criticado por contratar Carlos Eduardo é porque o clube não impôs a decisão de observar Arthur. É um exemplo, mas o jogador do Bahia jogou mais vezes e melhor neste ano do que o atacante, ex-Goiás e ex-Piramyds, do Egito.

O Palmeiras também alinha a parceria com a W. Torre, em processo de reformulação e mudança de diretores. A ideia é ter sintonia mais fina. Isso inclui venda de ingressos, construção do museu do clube e mudança do gramado, eventualmente para sintético. A ideia não é ter ganho em relação aos rivais, mas poder jogar mais vezes em seu estádio, também em função da reforma do Pacaembu. Com a grama sintética, pode ser possível mais vezes ter show num dia e partida de futebol no dia seguinte.

Neste ano, o Palmeiras fez vinte partidas no Allianz Parque e seis no Pacaembu, como mandante. Ou seja, 23% das partidas tiveram de ser retiradas de casa. A eliminação da Libertadores contra o Grêmio foi uma dessas partidas.

Hoje, o clube só pode vender 30 mil dos 40 mil bilhetes disponíveis para sua torcida, porque por decisão da Justiça a W. Torre tem direito a negociar o restante dos bilhetes. A média de público pagante do Palmeiras é de 30 mil no Campeonato Brasileiro. Pode subir com mais entrosamento com a construtora, detentora dos direitos de superfície. 

Share this post


Link to post
Share on other sites
28 minutos atrás, luisvap disse:

Bem, do gambá pode esperar que vão estar com as perna aberta no maior ângulo possível. Nunca que vão querer dificultar pra tentar 'nos ajudar'.

Que não vão querer ajudar é certo, mas eles tão na briga pela libertadores, sei não se vão estar em condições de abrir as pernas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
37 minutos atrás, T-R3X disse:

Vou colocar aqui o que eu coloquei no grupo do PTD:

Pega os últimos 10 anos.

Qual time aqui no Brasil jogou de forma eficiente, criativa e com alternativas?

De cabeça assim, consigo pensar no Cruzeiro de 2013/14 e o Santos de Neymar. Fora isso, os times sempre jogaram de uma forma parecida...

Vou usar notas para exemplificar meu pensamento.

Vamos dizer que o futebol praticado no brasileiro é um futebol nota 5.

No nosso elenco temos BONS jogadores nota 6 mas nenhum excelente, Dudu é a única exceção que deve ser um nota 7.

Aí chega o Flamengo e contrata uns 4/5 jogadores que são nota 6,5/7 (Filipe Luís, Rafinha, Gabriel, Arrascaeta, Everton Ribeiro, Gerson...) e desequilibra de vez o campeonato.

No nosso elenco, tirando o Dudu, não tem ninguém que chama o jogo, pede a bola, faz uma jogada individual...

Futebol no Brasil é sempre nivelado por baixo, a qualidade técnica aqui é baixa demais, só ver quais foram as últimas grandes vendas para a Europa, sempre jogador com menos de 20 anos pq eles conseguem moldar o cara, pq sabem que aqui o nível é baixo demais.

Mesmo se trouxer um técnico de fora, COM ESSE ELENCO, eu acho que dificilmente teria uma evolução tão grande. Fora que nosso elenco é VELHO, tem a maior média de idade da série A e somos o time que MENOS usa a base. Tem que mudar muita coisa, não adianta só ficar falando que é culpa do Mano.

Perfeito, classificação de jogadores,  reitero pagarmos salários de nota 8 pra jogador nota 4, e ficamos a mercê da vontade destes em correr, ai meus amigos...

Share this post


Link to post
Share on other sites
16 minutos atrás, MrSoa disse:

HOJE TEM CLASSICO CARAJO!!! 
VAMOS GANHAR DO BAMBI E MELHORAR O MORAL DO TIME/CLUBE.

3x1, FORA A COBERTURA! 

AVANTI SEP!!!!!!!!

Respeito e parabéns pelo entusiasmo, é tudo o que posso dizer.

Torcerei, mas honestamente, dependendo do andar da carruagem, vou procurar outra coisa pra fazer.

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Outro ponto, trocamos preparação física, mantivemos, o Feitosa, sou contra comissão fixa, simplesmente estabelece o medíocre pra quem chega já sem vontade de alterar alguma estrutura, gap do elenco.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.