Jump to content

Silva

Falando de Palmeiras - Proibido Offtopic

Recommended Posts

2 minutos atrás, LucasVerdao disse:

Ninguém demoniza o empréstimo da Crefisa, mas sim o fato de talvez ter sido desnecessário. E a culpa é 100% do banana.

O adiantamento do PN afeta o caixa não só em 2017 e 18, mas de anos subsequentes. Ter uma dívida controlada daquela onde o custo financeiro é marginal, tudo que voce precisa fazer é ter capacidade de não criar um custo maior que 80% da sua receita, o que já era o caso quando o Nobre saiu. Mesma situação de gente que financia imóvel mesmo quando pode pagar a vista, para empregar o capital onde há possibilidades de maior retorno.

 

heheheheh acho que tem um monte de gente que demoniza... Não é uma questão de necessidade, era uma questão de se fazia sentido. Você tem (1) uma atividade de investimento em que tem uma pessoa que está disposta a te emprestar dinheiro a um custo que (se imagina) está abaixo do retorno médio que um player tem, em média, naquele mercado; (2) além de ganhar o spread entre o investimento e o empréstimo, aumentar a receita com outras receitas operacionais que decorrem daqueles investimentos; (3) você baixa o custo do capital de terceiros. Existem outros pontos, mas vou parar por aqui. Agora, se você pega aquele dinheiro e investe mal, é aí que está o problema principal.

Observe, se você discorda do ponto (1), provavelmente deveríamos vender os jogadores do Palmeiras e emprestar dinheiro cobrando CDI, ganharíamos mais. Se você discorda do ponto (2), você está dizendo que não existe correlação entre investimento no elenco e bilheteria, sócio torcedor, participação em campeonatos, premiações, contrato de TV, etc (que eu até acho relativamente inelástico para alguns casos, mas não é a crença geral). Se você discorda do ponto (3), você está me dizendo que o custo do capital de terceiros já estava no CDI, ou abaixo - o que eu tenho dificuldade de imaginar.

É verdade que o adiantamento afeta o caixa por alguns anos, mas novamente, isso se você desconsiderar que o dinheiro que saiu para o Nobre teria o mesmo uso do dinheiro que entrou da Crefisa. Se isso foi o que ocorreu (é uma hipótese, você pode discordar), na prática essa decisão alongou a dívida, não encurtou (pq a dívida com a Crefisa é 5+2, com o Nobre, nas projeções, pelo que lembro, eram até 2019 mais ou menos). No momento em que você observar isso, você vai ver que o efeito de caixa foi provavelmente o oposto do que você está tentando argumentar, pois o pagamento do capital de terceiro, seja do Nobre, seja da Crefisa, só aconteceu depois, o caixa só foi afetado depois...

 

 

 

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ótimo a TO incluir a troca do técnico na reformulação e fazer as maiores críticas contra ele. Quero ver quando a tia assumir, com um técnico aleatório e sem investimento no time, qual será o foco das críticas. Vão criticar a presidente também? Ou vai sobrar pro preparador físico e pro técnico da vez? O Abel merece críticas, mas essa sanha em querer trocar sem saber por quem, já aceitando que o próximo vai cair pra poupar a presidente é lamentável e cíclico. TO não tem que apitar nada, mas infelizmente a partir do ano que vem, vai. Estamos indo pra um buraco muito, muito, muito maior que o atual, incomparável, ao se aceitar que uma patrocinadora comande o time, amparado pela TO. Trocar o técnico é o menor dos problemas.

Share this post


Link to post
Share on other sites
5 minutes ago, HADZ123 said:

heheheheh acho que tem um monte de gente que demoniza... Não é uma questão de necessidade, era uma questão de se fazia sentido. Você tem (1) uma atividade de investimento em que tem uma pessoa que está disposta a te emprestar dinheiro a um custo que (se imagina) está abaixo do retorno médio que um player tem, em média, naquele mercado; (2) além de ganhar o spread entre o investimento e o empréstimo, aumentar a receita com outras receitas operacionais que decorrem daqueles investimentos; (3) você baixa o custo do capital de terceiros. Existem outros pontos, mas vou parar por aqui. Agora, se você pega aquele dinheiro e investe mal, é aí que está o problema principal.

Observe, se você discorda do ponto (1), provavelmente deveríamos vender os jogadores do Palmeiras e emprestar dinheiro cobrando CDI, ganharíamos mais. Se você discorda do ponto (2), você está dizendo que não existe correlação entre investimento no elenco e bilheteria, sócio torcedor, participação em campeonatos, premiações, contrato de TV, etc (que eu até acho relativamente inelástico para alguns casos, mas não é a crença geral). Se você discorda do ponto (3), você está me dizendo que o custo do capital de terceiros já estava no CDI, ou abaixo - o que eu tenho dificuldade de imaginar.

É verdade que o adiantamento afeta o caixa por alguns anos, mas novamente, isso se você desconsiderar que o dinheiro que saiu para o Nobre teria o mesmo uso do dinheiro que entrou da Crefisa. Se isso foi o que ocorreu (é uma hipótese, você pode discordar), na prática essa decisão alongou a dívida, não encurtou (pq a dívida com a Crefisa é 5+2, com o Nobre, nas projeções, pelo que lembro, eram até 2019 mais ou menos). No momento em que você observar isso, você vai ver que o efeito de caixa foi provavelmente o oposto do que você está tentando argumentar, pois o pagamento do capital de terceiro, seja do Nobre, seja da Crefisa, só aconteceu depois, o caixa só foi afetado depois...

 

 

 

Bom eu falo por mim, não tenho a mínima pretensão de falar por terceiros. A questão para mim é que os empréstimos não sao mutuamente exclusivos. Poderíamos ter facilmente adicionado o empréstimo da Crefisa para reforçar o elenco, mas sem resolver na cabeça, de forma muito pontual, mas não foi o que aconteceu. 

Enquanto o empréstimo do PN nos ajudou a pagar a "conta de luz" e principalmente não nos afundar-mos ainda mais no juros do cartão de crédito, a da Crefisa veio para pagar artigos de luxo que achávamos que eram brinde.

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 minutes ago, eterno 1993 said:

Ótimo a TO incluir a troca do técnico na reformulação e fazer as maiores críticas contra ele. Quero ver quando a tia assumir, com um técnico aleatório e sem investimento no time, qual será o foco das críticas. Vão criticar a presidente também? Ou vai sobrar pro preparador físico e pro técnico da vez? O Abel merece críticas, mas essa sanha em querer trocar sem saber por quem, já aceitando que o próximo vai cair pra poupar a presidente é lamentável e cíclico. TO não tem que apitar nada, mas infelizmente a partir do ano que vem, vai. Estamos indo pra um buraco muito, muito, muito maior que o atual, incomparável, ao se aceitar que uma patrocinadora comande o time, amparado pela TO. Trocar o técnico é o menor dos problemas.

Depende. Se a Crefisa estiver patrocinando o Carnaval, duvido que veremos criticas.

O Palmeiras virou a definição de conflito de interesses. 

Edited by LucasVerdao

Share this post


Link to post
Share on other sites

Sei de todos os defeitos escancarados do time, comissão técnica e diretoria principalmente. Nas até o apito final do jogo de terça, pouparei o Palmeiras de qualquer crítica.

O momento é tenso, jogo do ano se avizinha e, portanto, vou apoiar o time. 
 

Vamos gigante pra terça! Por mais que sabemos quem vai jogar, a nossa camisa é pesada que CRESCE em momentos importantes. 
 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 minutos atrás, Berg disse:

Sei de todos os defeitos escancarados do time, comissão técnica e diretoria principalmente. Nas até o apito final do jogo de terça, pouparei o Palmeiras de qualquer crítica.

O momento é tenso, jogo do ano se avizinha e, portanto, vou apoiar o time. 
 

Vamos gigante pra terça! Por mais que sabemos quem vai jogar, a nossa camisa é pesada que CRESCE em momentos importantes. 
 

Apoiar!!! Apoiar!!! 

Share this post


Link to post
Share on other sites
6 horas atrás, Pedro R disse:
 

A dividida de Luan e P. Paula com o Renato Augusto é a síntese desse time.

Perder dividida para esse zumbi do R. Augusto já seria bizarro. A forma como perderam, então, foi de matar de raiva. O PK, então, parecia estar anesteziado, não só nesse lance mas em todos os outros. Por que isso ? Pé mole nas divididas, nem tentava dar bote. Está na hora de estudar propostas. 

(Ah, defendi muito o Rony, mas perderam oportunidade única para vendê-lo. Não tem nada a ver com o jogo de ontem. Só uma observação.)

Share this post


Link to post
Share on other sites
Perder dividida para esse zumbi do R. Augusto já seria bizarro. A forma como perderam, então, foi de matar de raiva. O PK, então, parecia estar anesteziado, não só nesse lance mas em todos os outros. Por que isso ? Pé mole nas divididas, nem tentava dar bote. Está na hora de estudar propostas. 
(Ah, defendi muito o Rony, mas perderam oportunidade única para vendê-lo. Não tem nada a ver com o jogo de ontem. Só uma observação.)
O Palmeiras tem uma dificuldade imensa de venda.
Antes era porque não chegavam boas propostas, hoje é por falta de timing, a proposta chega e pensa que lá na frente vai chegar de novo ou até melhor.
Há de se ter em mente que se chegar proposta muito boa por jogador mediano em boa fase, vende logo.
Tivemos, de cabeça, o Bruno Henrique, deyverson, Rony...
E, não bastasse a recusa de venda, ainda ganham novo contrato.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Ontem confirmou uma situação que salta aos olhos.

Nosso ataque hoje é fraco.

Guedes, que eu não queria aqui e creio que ele também não gostaria de voltar, fez 3 gols, valendo 2. Aproveitou todas as oportunidades que teve.

LA mal pegou na bola, Wesley não finalizou e Dudu pecou no final do 1 tempo, quando poderíamos virar.

No 2 tempo Luan perdeu gol e tomamos o castigo. 

Rony tem problemas técnicos e por aí vai.

Temos que qualificar o setor para 2022.

Quanto a finanças, o remédio tem sido amargo e se chama austeridade, contudo, não adianta passar pano, porque quem torrou grana e fez um monte de besteira foi a diretoria capitaneada pelo péssimo Galiote.

Só por ter assumido a dívida da Crefisa com o fisco, deveria ser defenestrado da cadeira de presidente.

E tem mais, a tal austeridade é seletiva, pois aumentou tempo de contrato e salário de jogadores discutíveis.

Números são números e não se discute, agora a análise do que levou a esse estado de coisas é o x da questão.

O Galiote poderia renunciar, porque sob seu comando o Palmeiras agoniza.

Share this post


Link to post
Share on other sites

Acabou o ano.

Direção: horrorosa, não trouxe os reforços pedidos e criou atritos com o treinador.

Treinador: em má fase, inventa e não faz o simples, estamos em outubro e nem sabemos o time titular.

Elenco: só o Weverton se manteve bem, todos os outros foram patéticos esse ano, sem exceção.

Resumo: todos, menos Weverton, foram mto ruins nessa temporada.

Share this post


Link to post
Share on other sites

O fato é que o Abel deu a letra quando ganhamos tudo na temporada passada.

É mais difícil motivar jogadores vencedores do que os precisam vencer! Ele falou que precisaríamos de renovação, ele falou que precisaríamos vender alguns para trazer outros, ele já tinha identificado isso antes da temporada começar. 
Agora a culpa cai toda sobre ele!

Share this post


Link to post
Share on other sites
2 horas atrás, eterno 1993 disse:

Ótimo a TO incluir a troca do técnico na reformulação e fazer as maiores críticas contra ele. Quero ver quando a tia assumir, com um técnico aleatório e sem investimento no time, qual será o foco das críticas. Vão criticar a presidente também? Ou vai sobrar pro preparador físico e pro técnico da vez? O Abel merece críticas, mas essa sanha em querer trocar sem saber por quem, já aceitando que o próximo vai cair pra poupar a presidente é lamentável e cíclico. TO não tem que apitar nada, mas infelizmente a partir do ano que vem, vai. Estamos indo pra um buraco muito, muito, muito maior que o atual, incomparável, ao se aceitar que uma patrocinadora comande o time, amparado pela TO. Trocar o técnico é o menor dos problemas.

Nunca vão pedir a cabeça da presidente porque ela sustenta eles

Share this post


Link to post
Share on other sites
21 minutos atrás, Du Palestrino disse:

O Palmeiras tem uma dificuldade imensa de venda.
Antes era porque não chegavam boas propostas, hoje é por falta de timing, a proposta chega e pensa que lá na frente vai chegar de novo ou até melhor.
Há de se ter em mente que se chegar proposta muito boa por jogador mediano em boa fase, vende logo.
Tivemos, de cabeça, o Bruno Henrique, deyverson, Rony...
E, não bastasse a recusa de venda, ainda ganham novo contrato.

O Palmeiras tem enorme dificuldade para venda, porque quando compra paga caro, compra pelo valor de venda, ou seja, não terá lucro. Além disto, aqui se paga bem e em dia, contratos longos, ninguém quer sair.

Share this post


Link to post
Share on other sites
Guest
This topic is now closed to further replies.

  • Recently Browsing   0 members

    No registered users viewing this page.

×
×
  • Create New...

Important Information

By using this site, you agree to our Terms of Use.